COMPARTILHAR

Jardim Botânico de São Paulo“Estou em outra cidade!!!”. Foi exatamente isso que eu pensei ao cruzar a bilheteria do Jardim Botânico de São Paulo. E faço essa afirmação com a maior tranquilidade do mundo e sem cair em exageros.

O lugar não tem absolutamente nada a ver com os prédios, trânsito e agitação que você está acostumado em Sampa.

Fora do eixo tradicional dos parques urbanos da cidade, o Jardim Botânico foi sem dúvida alguma um dos lugares mais agradáveis que já visitei na capital paulista.

A tranquilidade, a beleza e a ótima estrutura para os visitantes são apenas alguns dos pontos que me chamaram a atenção, e que merecem ser elogiados.

# Jardim Botânico de São Paulo | A história

Tudo começou em 1928, quando o naturalista Frederico Carlos Hoehne foi convidado pelo governo de São Paulo para implantar um horto botânico no Parque Estadual das Fontes do Ipiranga. Até então, grande parte dessa mata nativa era ocupada por sitiantes e chacareiros.

Porém, foi somente dez anos depois, em 1938, que o Jardim Botânico foi oficializado junto com a criação do Instituto de Botânica.

Ao longo dos anos o parque passou por diversas adequações para melhorar o acesso e serviços aos visitantes.  Como por exemplo, a construção de estacionamentos, centro de exposições e a portaria.

Atualmente o Jardim Botânico desempenha um papel fundamental no processo de conservação dessa região. Tanto através de pesquisas cientificas, como também em questões educacionais sobre a importância da vegetação e conservação da biodiversidade.

Jardim Botânico de São Paulo

# O Parque

Apesar de grande, percorrer todo o Jardim Botânico de São Paulo não é nem um pouco cansativo. Em aproximadamente duas horas é possível dar uma volta completa no parque.

Mas claro, você pode fazer isso com muito mais calma e aproveitar melhor esse contato com a natureza.

O cartão de visita não poderia ser melhor. Ao cruzar a catraca da bilheteria você se encontrará diante da Alameda Fernando Costa- foi essa vista que me fez achar que eu não estava em São Paulo.

Jardim Botânico de São Paulo

Um pouco mais adiante há uma lanchonete onde você pode comprar diversos snacks, bebidas ou até mesmo almoçar. O ambiente é muito agradável e os preços bastante justos.

Alguns metros pra frente e você estará ao lado do Museu Botânico “Dr. João Barbosa Rodrigues”. Dedicado principalmente a flora brasileira, essa pequena construção abriga aproximadamente 1300 amostras de plantas secas e herborizadas.

Outra região do parque bastante procurada, principalmente por quem curte tirar fotos, é onde estão localizadas as estufas de plantas e a Escadaria Histórica. Construída com uma estrutura de ferro, as estufas abrigam exposições de plantas da Mata Atlântica e Cerrado.

Jardim Botânico de São Paulo

Jardim Botânico de São Paulo

Atrás das estufas está outra vista que rende belos cliques do Jardim Botânico de São Paulo- o Lago das Ninféias.

E se você acha que as atrações acabaram por ai está muito enganado. Seguindo caminhada ainda é possível passar por lugares como o Jardim dos Sentidos, Túnel dos Bambus ou até mesmo fazer a pequena Trilha da Nascente.

Com apenas 360 metros de extensão, essa é uma trilha suspensa que passa por dentro de uma reserva da  Mata Atlântica. O ponto final dela será a nascente do córrego Pirarungaua, que contribui para a formação do riacho do Ipiranga.

Jardim Botânico de São Paulo

Leia também: 10 parques que você precisa conhecer em São Paulo

# 5 razões para você visitar o Jardim Botânico de SP

1- Tranquilidade

Essa é na minha opinião um dos grandes pontos positivos do parque. Em muitos outros lugares da cidade é possível sentir a sensação de estar fora de São Paulo, como nos parques Trianon, Ibripuera ou no Água Branca. No entanto, ao visitar qualquer um desses três parques, o grande número de visitantes te fará lembrar que o trânsito e prédios da cidade estão logo atrás das paredes verde.

No Jardim botânico isso não acontece. É verdade que eu visitei o local durante uma quinta-feira, e o maior pico de pessoas é no final de semana, mas ainda assim acredito que ele seja bem menos lotado que os outros.

2- Beleza

Diversas espécies de vegetação típica da Mata Atlântica podem ser encontradas no parque, e acredite, isso não é pra qualquer um.

Os lagos, bosques e pequenos jardins espalhados completam um cenário realmente incrível.

Jardim Botânico de São Paulo

3- Estrutura e Organização

A limpeza e organização desse lugar também chamaram a minha atenção.

Sanitários limpos, funcionários atenciosos e seguranças espalhados por todo o território do parque. Mesmo nos lugares mais afastados sempre havia alguém para dar alguma informação.

4- Fotografia

Se você curte fotografar sugiro que vá bem cedo ao Jardim Botânico e passe o dia inteiro por lá. Há diversos locais bacanas que rendem boas fotos.

Além disso, há grandes chances de você capturar momentos de pequenos animais que não são tão comuns em São Paulo.

Jardim Botânico de São Paulo

Leia também: 25 dicas do que fazer no centro de São Paulo

5- Museu

O lugar ideal para você aprender sobre a flora brasileira e sobre essa reserva da Mata Atlântica localizada dentro da malha urbana de São Paulo.

Jardim Botânico de São Paulo

Leia também: 9 lugares com vistas incríveis de São Paulo (e de graça)

# Informações úteis

>>> Endereço: Avenida Miguel Estéfano, 3031 , Água Funda, São Paulo-SP

>>> Funcionamento: Terça a Domingo, 9h às 17h.

>>> Ingressos

Estudante/ Idoso acima dos 60 anos- R$2,50

Público em geral- R$ 5,00

Crianças até 4 anos e portadores de necessidades especiais: Isentos

* Para outras informações acesse o site oficial do Jardim Botânico de São Paulo.


QUER AJUDAR O BLOG SEM PRECISAR GASTAR UM ÚNICO CENTAVO POR ISSO?

Utilizando os serviços dos nossos parceiros através dos links, banners e caixas de pesquisa que estão aqui no blog, nós ganhamos uma pequena comissão e VOCÊ NÃO PAGA ABSOLUTAMENTE NADA A MAIS POR ISSO.

Confira as dicas de como pesquisar e reservar sua hospedagem através do Booking.com

Compare e contrate seu seguro viagem através da Real Seguros


Ficou com alguma dúvida ou tem outras dicas sobre o Jardim Botânico de São Paulo? Deixe um comentário abaixo!

Esse post te ajudou ou foi útil de alguma maneira? Curta e compartilha clicando nos botões abaixo. Não custa nada e é uma forma de sabermos se você está gostando do nosso conteúdo. Além de deixar um blogueiro muito feliz! xD

COMPARTILHAR
Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

6 COMENTÁRIOS

  1. Nossa, adorei seu relato!!! Muito bom mesmo!!! O Jardim Botânico é meu vizinho e estou sempre por lá… suas fotos ficaram d+!!! Parabéns!!!

  2. Oi VC e um excelente narrador. Sua descrição foi clara e precisa me senti dentro do parque.na minha próxima visita a são Paulo irei ao parque. Parabéns

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here