COMPARTILHAR

Transporte em Buenos Aires: Dicas de como se locomover pela capital da Argentina. Descubra como usar o metrô, ônibus, bicicleta, táxi e Uber na capital da Argentina.Uma das minhas maiores preocupações quando fui pela primeira vez a capital da Argentina era sobre como eu iria me locomover por lá. Além de estar nervoso por ser a minha primeira trip solo, o orçamento não me permitiria rodar a cidade de táxi. Será que o transporte público em Buenos Aires é eficiente? É fácil e seguro caminhar entre os principais pontos turísticos da cidade? Estas eram as minhas principais dúvidas.

Porém, assim que cheguei em terras portenhas e conversei com o recepcionista do hostel em que me hospedei, percebi que, aparentemente, seria fácil e barato circular por Buenos Aires. E, de fato, isso se comprovou com o passar dos dias.

Por conta desta experiência anterior, no mês passado voltei à cidade e não tive a menor dúvida de que abusaria do metrô e de agradáveis caminhadas.  E, mais uma vez, constatei que se locomover por Buenos Aires além de ser muito fácil, não precisa custar muito.

# Metrô em Buenos Aires

Embora os preços de algumas coisas tenham me assustado, a passagem de metrô continua muito barata: AR$ 7,50, ou seja, menos de dois reais. Melhor que isso só o fato do Subte  – modo como o metrô é chamado por lá – chegar aos principais bairros e pontos turísticos da cidade.

Para agilizar as suas andanças recomendo que você compre um cartão SUBE. Com ele você poderá pagar suas passagens de metrô e também de ônibus. Você pode comprá-lo e recarregá-lo nas estações de metrô ou em kioskos (lojas de conveniência) que oferecem este serviço. O custo para adquiri-lo é de AR$ 25,00.

Porém, como nem tudo é perfeito, o horário de funcionamento do metrô em Buenos Aires deixa a desejar. De um modo geral, de segunda a sábado funciona de 5h às 22h30. Aos domingos ele abre somente às 8hs. Como o horário do último trem varia de acordo com a estação, recomendo que você confira exatamente qual horário fecha cada uma delas neste link. Assim você evitará o aborrecimento de chegar em alguma que já está fechada.

Quais as estações de metrô mais próximas dos principais pontos turísticos de Buenos Aires?

>>> Casa Rosada | Plaza de Mayo | Catedral: Estações Plaza de Mayo (Linha A – Azul Clara), Catedral (Linha D – Verde) e Bolívar (Linha E – Roxa).

>>> Obelisco: Estações Carlos Pellegrini (Linha B – Vermelha), Diagonal Norte (Linha C – Azul Escura) e 9 de Julio (Linha D – Verde).

>>> Teatro Colón: Estação Tribunales (Linha D – Verde)

>>> Congresso Nacional: Estação Congresso (Linha A – Azul Clara)

>>> Calle Florida | Galerias Pacifico: Estação Florida (Linha B – Vermelha).

>>> Puerto Madero: Estação Leandro N. Alem (Linha B – Vermelha)

>>> Mercado e Feira de San Telmo: Estação Independencia (Linha C – Azul Escura)

>>> Cemitério da Recoleta: Estação Las Heras (Linha H – Amarela)

>>> Flor metálica: Estação Las Heras (Linha H – Amarela) – necessário caminhar cerca de um quilômetro.

>>> Jardim Botânico | Jardim Japonês | Rosedal | Bosques de Palermo: Estação Plaza Italia (Linha D – Verde)

>>> Caminito | La Bombonera: Não há estação de metrô aos arredores

metrô e transporte público em Buenos Aires

Leia também: Onde comer em Buenos Aires ?

# Ônibus (colectivos)

Em um primeiro momento pode parecer confuso andar de ônibus em Buenos Aires, porém, bastam algumas viagens para você se acostumar. Além de eficientes, outro ponto a favor é que a passagem custa uma pechincha. O valor exato depende do tamanho do seu percurso, mas não ultrapassa AR$ 8,00.

Para mim, eles eram a melhor opção para chegar até lugares que não são atendidos pelo metrô. Como por exemplo, o famoso Caminito no bairro La Boca. Também usei algumas vezes nos horários em que o metrô não estava funcionando, afinal, os ônibus circulam 24 horas por dia.

Para que você não tenha nenhuma surpresa na hora de utilizar este transporte público em Buenos Aires, aqui vão duas informações importantes:

>>> Não há cobrador nos ônibus, e o pagamento da passagem é feito somente com moedas. Que por sinal, são artigos de luxo na cidade. Por isso, vale seguir a dica que já dei no inicio do post: compre um cartão SUBE. Com ele você poderá pagar suas passagens de ônibus e metrô.

>>> Cada linha de ônibus é indicada por um número. Porém, algumas linhas possuem  dois trajetos diferentes (e são indicadas pelo mesmo número). Por exemplo, quando estava indo para o Aeroporto Aeroparque tinha que pegar o ônibus 33. Não demorou muito para ele passar, porém, quando entrei no ônibus e informei o meu destino, o motorista me disse que não passaria por lá. Portanto, sempre confirme se aquele ônibus passará pelo lugar que você deseja ir.

Transporte público em Buenos Aires - Dicas de como usar

Leia também: Como ir dos aeroportos de Buenos Aires para os principais bairros da cidade ?

# Bicicleta

Apesar do sistema de ciclovias ainda não ser tão abrangente, pedalar por Buenos Aires é uma ótima maneira de conhecê-la. Inclusive, a prefeitura possui um programa onde é possível emprestar bicicletas sem nenhum custo. O Ecobici possui várias estações de bike espalhadas pela cidade e para utilizá-las você precisa se cadastrar e seguir as instruções deste site.

O banco Itaú também tem um sistema de aluguel de bicicletas. O serviço possui uma taxa, porém, clientes do banco pagam menos e ainda tem direito a duas horas grátis. O stand para alugar a bicicleta fica no shopping Buenos Aires Design, no bairro da Recoleta.

# Táxi

Acredito que poucos taxistas no mundo possuem uma reputação pior do que a dos portenhos. É óbvio que não dá pra generalizar, e, inclusive, conheço muita gente que nunca teve nenhum problema em andar de táxi em Buenos Aires. Porém, as histórias de pessoas que já tiveram dor de cabeça não são poucas.

Independente disso, saiba que circular de táxi na capital da Argentina não está caro. Principalmente se você tiver com quem dividir a corrida. Para você ter uma ideia dos preços, recomendo que faça uma estimativa no site Taxista Virtual. Embora exista uma variação entre o valor indicado e o real, ela servirá como ótima base.

# Uber

O serviço pouco se difere do que estamos acostumados no Brasil. Você terá aquelas velhas comodidades conhecidas, mas, ainda assim, vale fazer algumas ressalvas.

A comodidade de pagar a corrida com cartão de crédito pode ser uma desvantagem quando estamos no exterior, já que pagaremos também uma taxa adicional do IOF que nos será cobrado.

Também vale ficar de olho nas tarifas dinâmicas. Elas estão cada vez mais comuns nos Ubers de Buenos Aires e, muitas vazes, a corrida acaba saindo mais cara do que em táxis.

Leia também: Quanto custa uma viagem para Buenos Aires?

# Terminal rodoviário de Buenos Aires

Quem chega ou sai de Buenos Aires de ônibus provavelmente passará pelo Terminal Retiro, o maior terminal terrestre do país. É a partir dele que você poderá seguir viagem para centenas de outros destinos na Argentina, e até mesmo para países vizinhos.

A estação de metrô mais próxima da rodoviária é a Retiro (linha C), a menos de trezentos metros.

Caso você queira consultar se há ônibus de Buenos Aires até alguma cidade que você pretende visitar, recomendo o buscador Plataforma 10.

+ Dicas de transporte em Buenos Aires

>>> Abuse das caminhadas

Principalmente se você viajar durante o outono ou primavera. Além de Buenos Aires ser plana, as quadras bem desenhadas facilitam a vida até dos mais desorientados. Alguns bairros são tão próximos que se locomover de outra forma chega a ser um sacrilégio.

>>> Trem

Embora muitos argentinos utilizem este meio de transporte no dia a dia, os turistas só se lembram de que ele existe quando decidem fazer um bate-volta até a pequena cidade de Tigre. E, de fato, essa é uma das poucas rotas interessantes para quem está a passeio pela cidade.

Há duas maneiras para se locomover deste jeito até Tigre. A primeira é pegar o trem na estação Retiro e seguir direto para a estação Tigre. A outra, é ir com o Tren de la Costa. Para esta opção mais turística você deve primeiramente ir da Estação Retiro até a Estação Bartolomé Mitre. Lá você seguirá as placas para chegar a Estação Maipu, que é onde você comprará outro ticket para seguir viagem no Tren de la Costa até a estação Delta.

>>> De Buenos Aires para Colonia del Sacramento (Uruguai)

Outro passeio bate-volta bastante popular a partir de Buenos Aires é conhecer a pequena Colonia del Sacramento, no Uruguai. Para chegar até lá basta navegar algumas horas pelo Rio de la Plata. O tempo de deslocamento pode variar de uma a três horas, dependendo do barco que você ir.

A empresa mais tradicional que realiza este transporte é a Buquebus e suas embarcações saem do bairro de Puerto Madero.


# Leia mais sobre Buenos Aires

>>> 50 dicas do que fazer em Buenos Aires

>>> Onde se hospedar em Buenos Aires: Os melhores bairros

>>> 10 hotéis baratos em Buenos Aires


QUER AJUDAR O BLOG SEM PRECISAR GASTAR UM ÚNICO CENTAVO POR ISSO? 

Utilizando os serviços dos nossos parceiros através dos links, banners e caixas de pesquisa que estão aqui no blog, nós ganhamos uma pequena comissão e VOCÊ NÃO PAGA ABSOLUTAMENTE NADA A MAIS POR ISSO.

Confira as dicas de como pesquisar e reservar sua hospedagem através do Booking.com

Compare e contrate seu seguro viagem através da Real Seguros


Tem outras dicas de transporte em Buenos Aires??? Me conta aí nos comentários. Tenho certeza de que ajudará outros viajantes!

COMPARTILHAR
Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here