Viajar! Uma palavra de apenas seis letras, mas que nos faz percorrer quilômetros de distância para o desconhecido. Verbo intransitivo e verbo transitivo direto. Sair fora da realidade, estar no mundo da lua, pensar muito longe, percorrer, visitar, deslocar-se de um local a outro por determinado período. Esqueça essas definições dadas por livros e dicionários, viajar é muito mais que isso e pode ter um significado diferente para cada pessoa.

Raramente ouço alguém falar que não gosta de viajar. Porém, é muito comum ouvirmos pessoas dizendo que não viajam por diversos motivos. Falta de dinheiro, tempo e companhia são apenas alguns dos mais citados. Sei muito bem que não é fácil guardar dinheiro quando temos que pagar faculdade, conta de água, luz, comida, impostos e muitos outros gastos. Também entendo que na maioria das vezes não somos nós quem decidimos quando e por quanto tempo vamos tirar nossas tão sonhadas férias, isso quando temos. Mas acredito que com um pouco de planejamento é possível fazer uma viagem bacana, gastando pouco.

Há algum tempo, viajar tornou-se uma das minhas prioridades. Após meu primeiro mochilão, percebi que o mundo é muito grande e cheio de possibilidades para que deixemos de conhece- lo. Segundo a ONU são 193 países no mundo, porém, se considerarmos territórios dependentes esse número sobe para 242. Ou seja, se conhecermos um país a cada ano em que vivemos, no final provavelmente não teremos conhecido nem a metade deles.

É por esse e outros motivos que em junho de 2013 deixei o Brasil para poder realizar uma viagem um pouco mais longa. A trip começou na Colômbia, onde morei por quatro meses em Medellín realizando um trabalho voluntário. Após essa primeira etapa da viagem, foram mais seis meses viajando pelo Equador e toda a América Central, do Panamá ao México para ser mais preciso.

Aqui no Volto Logo você encontrará informações para ajuda-los no planejamento de suas viagens, sobre a cultura e costumes de outros lugares e dicas para você conseguir viajar mais, gastando menos.

E então, bora viajar!?

 

“Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser. Que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver.”

 Amyr Klink

Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

2 COMENTÁRIOS

  1. Achei a introducao muito legal e as ideias bem colocadas meu brother…Acredito que viajar é realmente mais que um simples Verbo e essa experiencia de conhecer um outro local nos leva para realidade da grandeza do mundo!!! Abraco do seu correspondente Australiano 😉

  2. * Para evitar comentários spans (falsos), solicitamos que ao deixar sua mensagem você também preencha um campo com seu nome e e-mail.
    Mas não se preocupe, pois estas informações estão seguras e seu e-mail não será exibido e nem compartilhado com outras pessoas!
    Para mais informações clique aqui para ler a nossa Política de Privacidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here