Dicas e roteiros de viagem pela América Latina

Por Murilo Pagani

O que fazer em Parnaíba: 5 passeios e roteiro

Em um primeiro momento pode parecer que há um único passeio para fazer em Parnaíba – que é a segunda cidade mais populosa do estado do Piauí com aproximadamente 150 mil habitantes. E, de fato, os holofotes turísticos estão apontados para esta atividade: a navegação de barco pelo Delta do Parnaíba.

Ainda assim, quem resolve dedicar mais tempo por estas bandas piauienses acaba descobrindo outros pontos turísticos para incluir no roteiro de viagem. É bem verdade que algumas atrações estão localizadas em municípios vizinhos. Porém, vale a pena se organizar para fazer passeios no esquema bate-volta para conhecê-las.

Além disso, talvez tão bacana quanto as andanças turísticas seja aproveitar o astral interiorano de Parnaíba. Depois que o sol começa a baixar e até o início da noite, por exemplo, algumas praças se tornam o ponto de encontro mais movimentado para bater-perna, comer e beber.

Embora as paisagens por aqui talvez não te impressionem tanto quanto as dunas e lagoas de outros destinos mais famosos, na minha opinião, é válido passar pelo menos duas ou três noites em Parnaíba. Dessa forma, além de conseguir fazer o passeio de barco mais tradicional da cidade, também conseguirá visitar outros lugares.

Dicas do que fazer em Paranaíba

Com exceção de meia dúzia de pontos turísticos históricos e culturais que estão localizados no centro da cidade, os demais passeios para fazer em Parnaíba exigem deslocamentos mais longos. Portanto, estar de carro próprio vai agilizar o seu itinerário de um canto a outro.

Para os desmotorizados, será necessário se juntar a tours guiados, contratar serviços de táxi, usar aplicativos de corrida ou transporte público. Dá para se virar, inclusive, minha viagem a Paranaíba foi desta forma. Porém, tenha em mente que será preciso doses extras de planejamento e paciência.

Por fim, confira a seguir quais são, na minha opinião, os melhores passeios e lugares para visitar na Paranaíba:

1- Museu do Mar

2- Passeio clássico pelo Delta do Parnaíba

3- Passeio de barco Revoada dos Guarás

4- Bate-volta para as Praias de Luís Correia

5- Barra Grande

Porto das Barcas Parnaíba
Porto das Barcas

» Clique aqui para encontrar ofertas de pousadas em Parnaíba

1- Museu do Mar

O melhor ponto turístico em Paranaíba foi inaugurado apenas um ano atrás, em 2021, e atende pelo nome de Museu do Mar. Localizado no centro da cidade, em uma área histórica e turística conhecida como Porto das Barcas, trata-se de um excelente espaço onde é contada com detalhes a cultura desta parte do Piauí.

O Museu do Mar tem três salas de exposições fixas, sendo uma dedicada às pessoas, outra à biodiversidade e a terceira à tecnologia náutica. Além disso, também há um andar superior com exposições temporárias (quando estive lá era de fotografia) e um jardim pra lá de fotogênico.

Como o museu fica aberto até às 21h é um excelente lugar para ir logo que chegar à cidade. Aliás, é justamente depois do entardecer que essa região do Porto das Barcas ganha mais vida. Além do espaço cultural, o local também abriga galerias de artesanato, sorveterias e agências de turismo.

Se quiser, dá até mesmo para jantar por ali, em um dos restaurantes mais famosos de Parnaíba: o Dr. Camarão.

No mais, outro ponto turístico no centro de Paranaíba que você também pode incluir na sua programação é o União Caixeiral Parnaíba Teatro Sesc.

Informações sobre o Museu do Mar

» Endereço: Rua Merval Veras, 300 – Nossa Sra. do Carmo, Parnaíba.

» Horário de funcionamento:

– Terça a sábado, das 9h às 21h

– Domingo, das 15h às 21h

– Segunda-feira, fechado

» Preço: R$ 10,00.

pontos turísticos em Parnaíba
O Museu do Mar é um dos pontos turísticos em Parnaíba que devem entrar no seu roteiro de viagem
dicas do que fazer em Parnaíba
Loja de artesanato no Porto das Barcas

2- Passeio tradicional pelo Delta do Parnaíba

O principal passeio para fazer em Parnaíba é o que navega pelo famoso delta que atrai a maior parte dos viajantes até aqui.

Porém, antes de contar sobre a diversão, vamos aos esclarecimentos: resumidamente, o delta de um rio nada mais é do que um tipo de foz, mas diferente do padrão mais tradicional, o delta tem um emaranhado de canais e ilhas que se formam geralmente em regiões mais planas.

Ou seja, o passeio pelo Delta do Parnaíba é um passeio de barco que navega pelo rio e apresenta aos visitantes toda a beleza desta área.

Apesar da diferença de paisagem, pode-se comparar a dinâmica desta atividade à mesma que acontece nos passeios de escuna em diversos cantos do litoral brasileiro.

Normalmente, as embarcações transportam mais de 70 passageiros, há um guia que passa as informações durante o dia e há paradas especificas para banho. Além disso, animação e música alta também fazem parte da experiência deste tipo de passeio.

Uma particularidade, porém, é que os passeios tradicionais pelo Delta do Parnaíba já costumam incluir almoço no valor do tour. Isso porque, os barcos só retornam para o Porto dos Tatus – que também é o local de embarque – por volta das 14h.

E por falar em Porto dos Tatus, saiba que ele está localizado a 12 quilômetros do centro de Parnaíba. Portanto, se você não estiver de carro, contrate um passeio que já inclua os transfers de deslocamentos entre a sua pousada e local de embarque.

No mais, saiba que além deste passeio tradicional em catamarã, algumas empresas também oferecem um circuito parecido, porém, em lanchas rápidas e em grupos menores. Apesar de ser um pouco mais caro, é uma boa pedida para os viajantes que não fazem questão de tanto agito.

Informações sobre o passeio de barco pelo Delta do Parnaíba

» Horário: Saídas de manhã, por volta das 8h, com duração aproximada de 7 horas.

» Se estiver sem carro, contrate o passeio que inclui transfers até o Porto dos Tatus.

» Agências: Rota Combo, Clip Ecoturismo e Igaratur.

» Preço: R$ 100,00 por pessoa, com almoço incluído neste valor.

passeio de barco em Parnaíba
Rio Parnaíba

3- Passeio de barco Revoada dos Guarás

Um dos melhores passeios para fazer em Parnaíba é o tour que recebe o nome de Revoada dos Guarás. Basicamente, trata-se de um passeio de lancha pelo Delta do Parnaíba que tem como objetivo avistar os guarás, que são aves avermelhadas.

Todo final de tarde, pontualmente a partir das 17h30, os guarás iniciam um lindo ritual de retorno às ilhas do Delta do Parnaíba, onde passarão a noite. Neste momento, o céu se pinta de vermelho em movimento, criando-se assim uma das experiências mais mágicas desta região.

Este passeio é operado por diversas agências (Rota Combo e Clip Ecoturismo e Aventura) e a programação costuma ser bastante semelhante.

As lanchas para a Revoada dos Guarás saem do Porto dos Tatus, que está localizado a 12 quilômetros de Parnaíba. Se você não estiver de carro contrate o passeio que já inclua o transfer até lá ou peça para incluí-lo no seu pacote. Ao fazer isso, basta esperar pelo transporte na sua pousada que a agência dará início à busca pelos turistas por volta das 14h30.

Normalmente, o embarque no Porto dos Tatus acontece entre 15h e 15h30. Em seguida, há uma primeira parada de aproximadamente 1h na Baía do Caju, onde há uma enorme duna com vista panorâmica para o Rio Parnaíba.

Por fim, as lanchas seguem para o local onde os guarás costumam fazer as suas chegadas sincronizadas enfeitando o horizonte.

Informações sobre o passeio Revoada dos Guarás

» Horário: Saídas por volta das 14h30, na baixa temporada apenas aos finais de semana.

» Retorno: a Parnaíba às 19h30.

» Se estiver sem carro, contrate o passeio que inclui transfers até o Porto dos Tatus.

» Preço: R$ 197,00 por pessoa.

o que fazer no Delta do Parnaíba
A Revoada dos Guarás é um dos melhores passeios para fazer no Delta do Parnaíba

4- Bate-volta para as praias de Luís Correia

Localizado a 15 quilômetros de Parnaíba, é no munícipio de Luís Correia onde estão algumas das melhores praias do Piauí. Portanto, se você quer conhecer o litoral do estado, que tem apenas 66 quilômetros de extensão, reserve pelo menos um dia da sua viagem para ir até lá.

A melhor forma de visitar as praias de Luís Correia é de carro. Embora seja possível chegar aos trechos mais centrais com o transporte público (micro-ônibus sai do centro), será mais complicado ir desta forma até os pedaços de areia mais afastados. Se você não estiver dirigindo, pergunte na sua pousada se eles têm indicação de um taxista para fazer passeio privativo.

Normalmente, os taxistas cobram na faixa de R$ 350,00 (para até três pessoas) por um passeio de cinco horas que inclui paradas nos seguintes lugares: Lagoa do Portinho, Praia de Atalaia, Praia do Coqueiro e Praia de Macapá.

Além disso, também há opção de passeio de dia inteiro que estica o roteiro até Barra Grande e custa cerca de R$ 500,00.

Para quem pretende ir de micro-ônibus – que também é chamado de van – o melhor plano é passar o dia inteiro em uma única praia. Neste caso, recomendo ficar na Praia do Coqueiro por causa da boa estrutura de barracas de frente para o mar. Para mim, o melhor trecho para esticar a canga na areia é entre as barracas Bar do Preto, a Barraca do Pife e o Sunset Bar e Restaurante.

Por fim, outro local sempre muito bem comentado para pegar em Luís Correia é a Vila Itaqui – uma pousada com restaurante de frente para o mar e que também é aberto ao público em geral.

praias em Parnaíba e Luís Correia
Praia do Coqueiro, em Luís Correia

5- Barra Grande do Piauí

Barra Grande é provavelmente a praia mais famosa do Piauí e se encontra no município de Cajueiro da Praia, apenas 70 quilômetros de Paranaíba. Portanto, é bem fácil visitá-la em um passeio bate-volta ou, ainda melhor, pernoitando algumas noites neste simpático vilarejo praiano.

Aliás, já deixo aqui três dicas de pousadas bem avaliadas para ficar em Barra Grande: ($) Canoa Hospedagem, ($$) Pousada Villa Zen e ($$$) Mero Hotel Boutique.

Apesar de ser dominada por praticantes de kitesurf, a Praia de Barra Grande também é um excelente local para os banhistas. Durante a maré alta, o mar se torna uma verdadeira piscina sem ondas e com água na temperatura ideal para um mergulho.

Além disso, também há uma boa quantidade de quiosques para ficar à toa de frente para o mar. Dois dos nomes mais conhecidos são o Bar e Restaurante Pé de Vento e o Bar da Villa. Porém, em direção ao lado esquerdo da praia há outros locais com preços até mais camaradas. Estive no Bar e Restaurante Mário Jr. e as porções de petiscos eram caprichadas.

No mais, para quem pretende ir de Paranaíba para Barra Grande de ônibus, há duas opções:

» Expresso Guanabara: Ônibus convencional padrão intermunicipal com ar-condicionado, saída da rodoviária, diariamente, apenas às 13h30, R$ 20,00.

» Ônibus Damasceno: Micro-ônibus estilo pinga-pinga, saída do centro (embarquei na Agência Fontenele), segunda a sexta-feira, às 10h30 e às 14h40, R$ 25,00.

Parnaíba dicas de passeios
Praia de Barra Grande do Piauí

O que fazer em Paranaíba à noite?

Embora não seja uma cidade com grande vocação noturna, há algumas atividades para fazer em Paranaíba à noite. Ou, melhor dizendo, há boas opções de bares e restaurantes para jantar. Tenha em mente, porém, que de modo geral os estabelecimentos são modestos e sem tantas firulas.

O bar-restaurante mais badaladinho do momento é o Dr. Camarão, que está localizado ao lado do Porto das Barcas. Além de refeições bem servidas, também é um bom lugar para petiscar e tomar drinks. É o tipo de lugar onde as pessoas se arrumam para ir.

Se você prefere um local mais básico, a Espetaria do Chef tem uma área externa que parece um quintal de casa e serve espetos cabem no bolso de qualquer viajante. É o tipo de lugar para comer muito bem e gastar pouco.

Saindo da Espetaria, dá para esticar a noite no sempre animado Bar Dobrando, que bota mesinhas de plástico na Praça da Locomotiva e sempre traz uma banda para tocar ao vivo.

Para provar um dos pratos mais típicos do litoral do Piauí – a torta de caranguejo – o melhor endereço é o Restaurante Caranguejo Expresso. Inclusive, ele está localizado em um calçadão próximo à beira-rio, onde também há muitas outras lanchonetes, bares e restaurantes.

Outro lugar que é bastante conhecido é Don Ladino, que tem área externa agradável e é considerado por muitas pessoas o melhor restaurante em Paranaíba.

Por fim, os forasteiros mais jovens e descolados provavelmente gostarão da proposta Reggae Roots do MíReggae. O ambiente colorido e com decoração cheia de detalhes pitorescos tem jeitão de casa de amigo. Além disso, o cardápio é recheado com bebidas e comidas à preços universitários.

o que fazer em Parnaíba à noite
O MíReggae é um dos lugares para ir à noite em Parnaíba

O que fazer em Parnaíba em 4 dias?

Deixarei a seguir uma sugestão de roteiro com passeios para fazer em Parnaíba em 4 dias, sendo que neste período já estão considerados os dias de chegada e partida. Caso você tenha uma semana para viajar, recomendo dividir a estada entre Paranaíba e Barra Grande do Piauí.

» Primeiro dia: Chegada em Parnaíba, check-in na pousada e visita ao Museu do Mar (aberto até às 21h).

» Segundo dia: Passeio de barco clássico Delta do Parnaíba (manhã) + Passeio Revoada dos Guarás (tarde).

O macete para conseguir fazer os dois passeios no mesmo dia é não voltar para a cidade depois da primeira atividade. Ou seja, ao terminar o passeio clássico você já ficará no Porto dos Tatus aguardando a saída do próximo tour.

Contrate ambos com a mesma empresa e esquematize este detalhe com a agência.

» Terceiro dia: Bate-volta para as praias de Luís Correia.

» Quarto dia: Bate-volta para Barra-Grande e retorno. Ou, se for pernoitar em Barra Grande é só ficar por lá.

3 lugares para se hospedar em Parnaíba

($) Para quem quer economizar, o Solar Hostel Parnaíba tem quartos compartilhados e privativos por um precinho camarada.

($$) Preferindo um hotel mais convencional, o Citi Executivo Hotel tem ótimo custo-benefício.

($$$) Para uma acomodação mais charmosa, a Vila Parnaíba é uma escolha certeira.

» Se acaso preferir, clique aqui para encontrar outras ofertas de pousadas em Parnaíba.

Murilo Pagani
Introvertido de carteirinha com picos de sociabilidade quando necessário ou depois de alguns goles de cerveja. Queria saber escrever bonito, mas cultivo um enorme apego à desculpa de que sou originalmente de exatas para justificar a minha falta de dedicação em combinar as palavras uma depois da outra. Espero que entenda!
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.