Dicas e roteiros de viagem pela América Latina

Por Murilo Pagani

O que fazer em São Luís: Pontos turísticos e roteiro

Normalmente, quando se procura o que fazer em São Luís do Maranhão o viajante quer preencher apenas algumas horas ou, no máximo, um dia de viagem. Isso porque, a capital do estado costuma ser utilizada apenas como passagem para chegada e saída do grande atrativo da região: os Lençóis Maranhenses.

No entanto, saiba que há pontos turísticos em São Luís – e pelos seus arredores – em quantidade suficiente para ocupar até três dias das suas férias. Apesar de o centro-histórico da capital maranhense ser perfeitamente visitável em 24 horas, há outros passeios que podem agradar a depender da sua vocação turisteira.

Portanto, antes de começar a jornada em meio a dunas e lagoas, recomendo ficar por pelo menos duas noites na cidade. Afinal, esse será um excelente cartão de visitas à história, cultura e gastronomia do Maranhão.

Aliás, por falar em comilança, aproveite para provar tudo o que tem vontade na capital do estado. Embora as cidadezinhas próximas ao Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses tenham bons restaurantes, as minhas refeições mais felizes foram em São Luís.

O que fazer em São Luís do Maranhão em 3 dias?

Ficando três dias inteiros em São Luís dá para visitar todos os pontos turísticos da cidade e ainda fazer passeios bate-volta aos municípios vizinhos. Ainda assim, saiba que não necessariamente estes tours de um dia precisam entrar na sua programação.

Com este tempo disponível, eu organizaria o meu roteiro em São Luís da seguinte forma (em ordem de preferência):

» Primeiro dia: Centro-histórico de São Luís.

» Segundo dia: Bate-volta para Alcântara.

» Terceiro dia: Passeio à Raposa e Fronhas Maranhenses.

o que fazer em São Luís em 3 dias
O centro-histórico de São Luís é a principal atração da cidade

» Clique aqui para encontrar ofertas de hotéis em São Luís

Centro-histórico de São Luís do Maranhão

Na minha opinião, vale a pena dedicar um dia inteirinho para bater-perna pelo centro histórico de São Luís. Embora a vizinhança seja compacta e possa ser percorrida em uma manhã ou tarde, os museus e centros culturais oferecem visitas guiadas que deixam o passeio ainda mais completo. Ou seja, é bom ir com tempo para aproveitar tudo o que se tem direito.

Apesar de essa região ser ligeiramente mal falada – aliás, qual centro de uma capital brasileira que não é? – achei o burburinho histórico de São Luís bastante simpático. Inclusive, me hospedei no bairro por três noites e não tive nenhum tipo de inconveniente com a estada.

É bem verdade que o conjunto arquitetônico que guarda o passado da capital maranhense não foi bem preservado, chegando a ostentar até mesmo um ar decadente. Porém, isso não diminui a sua importância. E, ao menos nos casarões que se tornaram atrações culturais, houve uma atenção redobrada para deixar o local com uma estrutura turística de primeira.

Além disso, saiba que o centro-histórico de São Luís também é uma boa área para bater perna no final da tarde e início da noite – até por volta das 21h. Aliás, é a partir das 16h, quando o sol já não castiga tanto, que o vai e vem de moradores e turistas se intensifica ainda mais.

Por fim, sobre a segurança do pedaço, acredito que não haja motivos para grandes preocupações. De modo geral, há bom policiamento e ao menos as ruas principais são bem movimentadas. Ainda assim, vale seguir os velhos conselhos para não esticar a pernada por ruas desertas e não dar bobeira com objetos de valor.

São Luís centro-histórico
Centro-histórico de São Luís
o que fazer no centro-histórico de São Luís
Os casarões com fachadas azulejadas são as grandes atrações do centro-histórico de São Luís

Pontos turísticos no centro-histórico de São Luís

Além de procurar os melhores ângulos para tirar fotos dos casarões do centro-histórico de São Luís, você também terá pelo menos meia dúzia de museus para incluir no seu roteiro. E, uma as coisas que eu mais gostei por lá, é que todos eles têm visitas guiadas.

Basta chegar ao museu que você será convidado a fazer o passeio com um guia. De modo geral, este programa é gratuito, não precisa de agendamento e dura entre 15 e 30 minutos.

No mais, saiba que todas as atrações são muito próximas uma das outras, sendo possível se locomover a pé por toda a área central. Além disso, tenha em mente que as atrações começam a abrir as portas por volta das 9h, porém, alguns pontos turísticos em São Luís funcionam somente à tarde e a maioria deles está fechado às segundas-feiras.

» Palácio dos Leões: Sede do governo do estado do Maranhão e possui uma ala exclusiva para visitação. O passeio conta parte da história da cidade e as salas de exposições possuem um acervo com mobílias e peças de decoração e de arte.

» Museu de Arte Sacra do Maranhão: Está instalado no Palácio Episcopal de São Luís, ao lado da Catedral de São Luís do Maranhão. Possui um grande acervo de itens religiosos.

» Museu da Gastronomia Maranhense: Apresenta quais são os ingredientes mais utilizados na gastronomia do estado, além de quais pratos típicos são preparados com eles. Um ótimo lugar para ir assim que chegar à cidade para repassar tudo o que você deve experimentar antes de ir embora.

» Casa do Maranhão: Museu folclórico que tem como objetivo mostrar quais são as festas e tradições culturais mais importantes do estado. É aqui onde fica mais evidente a mistura regional do Maranhão, que abraça costumes das regiões Norte e Nordeste do país.

» Museu de Artes Visuais: Expões obras de artistas plásticos maranhenses. Há desde pinturas tradicionais, como também fotografias, painéis de arte e esculturas.

» Casa do Tambor de Crioula: Tambor de Crioula é uma forma de expressão artística composta por dança circular, cantos e percussão. Embora a prática possa estar associada em devoção ao São Benedito, não necessariamente isso é a regra.

Neste espaço os visitantes são apresentados aos personagens que mantém viva essa tradição.

» Mercado Casa das Tulhas: Mercado Público com lojas de artesanato, cachaça, doce e outros produtos típicos do Maranhão.

» Museu do Reggae Maranhão: Explica como esse ritmo musical, que por aqui também é extremamente dançante, tornou-se o mais popular nas noites em São Luís. Abre somente às 13h.

» Casa de Cultura Huguenote Daniel de La Touche: Espécie de museu histórico que conta a linha do tempo sobre o surgimento e desenvolvimento da cidade. Se não fosse pelo fato de abrir somente às 14h, seria a minha sugestão de primeiro lugar para visitar em São Luís.

museus em São Luís do Maranhão
Casa do Tambor de Crioula
pontos turísticos em São Luís do Maranhão
Mercado Casa das Tulhas

Praias de São Luís

São Luís é capital nordestina costeira com menor apelo turístico às praias. O que é compreensível, afinal, o mar costuma estar impróprio para banho.

Ainda assim, alguns trechos da orla da cidade podem ser atraentes para os visitantes. Isso porque, é na área próxima à faixa de areia que estão alguns dos melhores bairros para ficar em São Luís. Ou, ainda que a vizinhança não seja assim tão sedutora turisticamente falando, é onde se concentram os principais hotéis da capital do Maranhão.

Além da rede hoteleira, pelos arredores das praias de São Luís também há bons lugares para comer e beber. Portanto, trata-se de uma boa região para ir à noite.

A principal praia que recebe os visitantes é a Ponta d’Areia. Situada a menos de cinco quilômetros do centro-histórico, é a zona com maior quantidade de hotéis e comércios para o dia a dia. Inclusive, me hospedei duas noites por estas bandas, no Hotel Premier, e gostei tanto da localização como também da hospedagem.

Fazendo a linha bom, bonito e barato, o Premier é uma boa escolha para quem não faz questão de firulas, mas, nem por isso, abre mão de uma noite confortável. Outros hotéis com bom custo-benefício neste bairro são o Soft Win Hotel São Luís, Stop Way e Brisamar Hotel e Spa.

Um pouco mais adiante, São Marcos e Litorânea são os outros trechos praieiros com opções de hospedagem. Porém, na minha opinião, com exceção do início da Praia de São Marcos, onde está o muito bem avaliado Hotel Luzeiros, esta parte da orla não é tão cativante para hospedagem por causa da localização menos central.

Em todo caso, a beira-mar da Avenida Litorânea é a parte com o calçadão mais bem cuidado de São Luís e com maior oferta de quiosques para almoçar.

praias de São Luís
A região das praias de São Luís é um bom lugar para se hospedar

Bate-volta para Alcântara

Para muitos viajantes a arquitetura histórica mais empolgante do Maranhão não está em São Luís, mas sim, na pequena cidade de Alcântara, que está do outro lado da Baía de São Marcos, a apenas 1h30 de barco saindo da capital. E, talvez, mais até do que pelos casarios de séculos passados, o que faz esse lugar ganhar uma aura mágica é o seu jeitão pacato de quem continua até os dias de hoje sem a menor pretensão de se render às comodidades atuais.

E Alcântara está certíssima, afinal, dessa forma a cidadezinha preserva as suas tradições que são as grandes responsáveis por atrair os visitantes. Inclusive, é durante as celebrações da Festa do Divino, que acontece nos meses de maio ou junho, quando as suas ruas ficam mais lotadas.

Fora deste curtíssimo período de alta temporada Alcântara costuma estar sossegada. Aliás, o turista que faz apenas um passeio bate-volta saindo de São Luís encontra a cidade ainda mais deserta. Isso porque, o sol a pino e o calorão que faz durante o dia espanta qualquer vontade de ficar andando na rua. Consequentemente, o maior movimento é dos poucos turistas que vão até lá.

E por falar em bater-perna, esse é o melhor – e praticamente o único – programa para fazer em Alcântara. Caminhar sem rumo e observar as suas ruínas e construções antigas é o passeio clássico de todo forasteiro. Até porque, praticamente não há museus ou centros culturais para visitar.

Além disso, com exceção do Restaurante Cantaria e do Restaurante Colonial, você não encontrará muitas outras paradas gastronômicas abertas durante o dia. Portanto, organize-se para forrar o estômago em algum destes dois lugares.

Porém, lembre-se: comer demais talvez não seja uma decisão correta. Isso porque, o deslocamento de barco entre Alcântara e São Luís tem fama de mal-encarado. Embora durante a minha visita o percurso navegando tenha sido absolutamente tranquilo, a maior parte dos relatos na internet são de pessoas que sacolejaram e tiveram enjoo.

Informações para ir a Alcântara

» Os barcos de São Luís para Alcântara saem do Cais da Praia Grande, ao lado do centro-histórico.

» Três empresas fazem o percurso, porém, normalmente sempre há um barco em manutenção. Ou seja, o mais comum é que tenha apenas duas saídas por dia, podendo ser até mesmo uma.

No caso de haver apenas um horário, um pequeno caos pode se formar no cais para conseguir uma passagem.

» Por isso, o ideal é comprar a passagem um dia antes, indo diretamente no Cais da Praia Grande. A passagem custa R$ 15,00 por pessoa cada trecho.

» Os horários de saída dependem da maré alta, tanto na ida quanto na volta. Portanto, se durante o dia da sua viagem a maré alta for durante a madrugada ou à noite, você não conseguirá fazer o deslocamento de barco.

» A embarcação é uma espécie de catamarã para aproximadamente 100 pessoas, sendo que o deslocamento dura em torno de 1h30.

» Chegue ao cais para embarcar com pelo menos 30 minutos de antecedência do horário marcado de saída. Se for comprar a passagem na hora, chegue pelo menos 1h antes.

» Use roupas leves, tênis, chapéu e muito protetor solar quando for a Alcântara.

passeios para fazer em São Luís
Alcântara é um bom destino de passeio bate-volta para fazer em São Luís

Raposa e Fronhas Maranhenses

O passeio bate-volta dedicado a paisagens naturais mais perto de São Luís é o que vai até o município de Raposa – a 30 km da capital – e de lá segue às Fronhas Maranhenses. Talvez seja pretensão demais dizer que esse visual seja uma versão menor dos Lençóis, porém, é assim que ele é conhecido e vendido.

Particularmente, se o seu roteiro de viagem já incluir os Lençóis Maranhenses, considero este tour desnecessário para o seu itinerário. Na minha opinião, este dia seria mais bem aproveitado com os passeios que saem de Santo Amaro, Barreirinhas e Atins. Por outro lado, se por algum motivo você não vai aos Lençóis, ir às Fronhas já é melhor que nada.

Normalmente, os tours guiados à Raposa já incluem o deslocamento terrestre saindo dos hotéis em São Luís + o passeio de barco que vai até a região de dunas e lagoas. Além disso, algumas atividades podem incluir também algum tipo de refeição durante o passeio (mas não é regra).

À parte dos bonitos cenários, outro atrativo deste passeio são os artesanatos locais produzidos em renda.

No mais, tenha em mente que este passeio depende das condições da maré para que seja realizado. As saídas só acontecem durante a maré alta, pois é o momento em que é possível fazer a navegação para chegar às Fronhas Maranhenses.

O que fazer em São Luís à noite?

A vida noturna em São Luís costuma ser mais animada aos finais de semana. Portanto, se você não abre mão de conhecer os reggaes mais famosos da cidade, o ideal é que esteja por lá de sexta a domingo. Ainda assim, de segunda a quinta-feira o viajante consegue aproveitar para ir a bares e restaurantes.

O centro-histórico de São Luís é uma área aonde há bastante fluxo de turistas até por volta das 21h. Além de barraquinhas de tapiocas, drinks e doces, o burburinho central tem modestos botecos com mesas na calçada e um ou outro restaurante mais ajeitado.

Localizados no centro, os dois nomes mais indicados para provar a culinária típica do Maranhão são os restaurantes Flor de Vinagreira e Cafofinho da Tia Dica. Enquanto o primeiro tem paredes de vidro e toda pinta para turista, o segundo não poderia ter um nome que fizesse mais jus ao seu ambiente.

Também no centro-histórico, o Estaleiro Gastrobar tem astral mais descontraído estilo barzinho e um cardápio mais focado em porções de tira-gosto.

No bairro Ponta d’Areia um dos lugares mais movimentados e que funciona como uma espécie de complexo gastronômico é o Champs Mall. Há pelo menos meia dúzia de bares e restaurantes com cardápios e ambientes variados. Para refeições, o menu mais completo está no Ferreiro Praia. Se preferir algo mais despretensioso, aposte no Italia Wine Bar ou no Qu4tro Bar.

Ainda na mesma vizinhança de Ponta d’Areia, porém, em direção à Praia de São Marcos, o Coquille Restaurante e o Meridiano 45 Brew Pub tem ambientes agradáveis para ir à noite em São Luís. Pertinho deles, os Petiscaldos, Restaurante Ki Delícia e Mercado d’Minas são mais básicos e ideais para quem só pretende fazer uma boa refeição sem precisar gastar muito $$$.

o que fazer em São Luís à noite
Centro-histórico de São Luís à noite
São Luís vida noturna
Arroz de cuxá, camarão, vatapá e salada do Cafofinho da Tia Dica

O que fazer em São Luís com chuva?

Apesar de serem melhores aproveitados em dias de tempo firme e céu azul, alguns dos passeios para fazer em São Luís que já foram indicados neste texto também são válidos para dias de chuva. No caso, a melhor decisão é focar a programação nos pontos turísticos do centro-histórico porque eles são em ambientes fechados.

Além disso, se o clima em São Luís não colaborar, talvez seja uma boa ideia abandonar o passeio até Alcântara e Fronhas Maranhenses. Afinal, estas duas atividades são predominantemente ao ar livre, e fazê-las com chuva pode causar chateações demais para os seus dias de férias.

Por fim, saiba que a melhor época para ir a São Luís é entre junho e setembro. Afinal, é neste período quando há maior probabilidade de dias ensolarados e sem aguaceiros – a condição ideal para visitar tanto a capital do estado como também os Lençóis Maranhenses. Como se não bastasse, quem viaja em junho consegue desfrutar ainda dos festejos de São João.

A visita guiada no Palácio dos Leões é um bom passeio para fazer em São Luís com chuva

3 lugares para se hospedar em São Luís do Maranhão

($) Para gastar pouco e ficar perto das praias, o Hotel Premier é quase sempre um dos mais em conta da cidade.

($) No centro-histórico, a Casa Frankie é uma das opções com melhor avaliação.

($$) Com excelente custo-benefício, o Hotel Luzeiros é considerado um dos melhores hotéis em São Luís.

» Se acaso preferir, clique aqui para encontrar outras ofertas de hotéis em São Luís.

Murilo Pagani
Introvertido de carteirinha com picos de sociabilidade quando necessário ou depois de alguns goles de cerveja. Queria saber escrever bonito, mas cultivo um enorme apego à desculpa de que sou originalmente de exatas para justificar a minha falta de dedicação em combinar as palavras uma depois da outra. Espero que entenda!
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentários:
Jorge Baima disse:

Sou maranhense e concordo com a excelente indicação de roteiro para turistas e até mesmo ludovicences‼️

Murilo Pagani disse:

Oi, Jorge, tudo bem?

Que bacana!

Fico contente em saber que gostou das dicas de passeios para fazer em São Luís.

Abraço