Dicas e roteiros de viagem pela América Latina

Por Murilo Pagani

10 melhores passeios em Lima [Peru]

Mundialmente conhecida pela sua gastronomia de alto nível, a capital do Peru também é um prato cheio no quesito atrações turísticas. Afinal, há excelentes passeios em Lima para incluir no roteiro de viagem.

Apesar de não ser uma cidade do porte de outras metrópoles latinas, como por exemplo, Buenos Aires, São Paulo ou Cidade do México, os pontos turísticos de Lima justificam uma estada mais longa do que uma simples parada de conexão durante um voo que vai para Cusco.

Portanto, se você está organizando uma viagem ao Peru e ainda está em dúvida se vale a pena ficar alguns dias em Lima, eis aqui a minha opinião: com toda certeza, sim.

E, para te ajudar a organizar a sua programação, neste texto eu contarei quais são os city tours em Lima podem deixar as suas férias ainda mais especial.

Passeio em Lima

Quantos dias ficar em Lima?

Na minha opinião, uma viagem a Lima de 4 dias dá conta de apresentar aos forasteiros os principais pontos turísticos da capital peruana. Ainda assim, saiba que há tours e passeios bate volta para preencher pelo menos mais dois dias de roteiro.

Sobre a estada, um dos melhores bairros para se hospedar em Lima é Miraflores. Isso porque, além de ter acomodações de diversas categorias, a vizinhança também é o endereço de muitos bares e restaurantes. Como se não bastasse, trata-se de uma região próxima de muitos pontos turísticos.

Por fim, para reservar seu hotel em Lima recomendo consultar as ofertas do Booking.com. Afinal, normalmente há suítes com excelentes relação preço x conforto.

Além disso, indicarei abaixo alguns hotéis que são bem avaliados pelos viajantes:

Como fazer os passeios em Lima?

Não necessariamente todos os passeios para fazer em Lima precisam ser estilo tour guiado. Na realidade, dá para fazer muita coisa por conta própria na capital peruana.

Ainda assim, alguns city tours em grupo podem ser uma boa pedida para o roteiro. Isso porque, em visitas a lugares históricos, por exemplo, ter um guia contando detalhes sobre o local tornará a experiência mais proveitosa.

Além disso, saindo de Lima é possível fazer passeios bate volta até destinos mais afastados. E, neste caso, um passeio com agência facilitará bastante o deslocamento entre as atrações.

Em todo caso, na minha opinião, o ideal é montar uma programação que contemple os dois tipos de atividade: tours guiados e andanças despretensiosas pela cidade.

Além disso, há outra boa notícia: há pelo menos três excelentes city tours gratuitos em Lima. Portanto, dá para conhecer as atrações mais famosas sem precisa desembolsar uma fortuna.

No site da Civitatis, por exemplo, dá para reservar os melhores passeios em Lima de forma online. Além disso, também há outras comodidades oferecidas pela plataforma:

  • Preço dos passeios em real (R$).
  • Parcelamento das compras no cartão de crédito.
  • Algumas atividades têm cancelamento gratuito.

Por fim, antes de fazer a reserva recomendo ficar atento a três detalhes para não ter nenhuma surpresa desagradável:

» Caso você ainda não tenha certeza das datas do roteiro, verifique até quanto tempo antes é possível fazer o cancelamento gratuito.

» Parte dos passeios em Lima são com guias que falam espanhol e inglês. Alguns até incluem guias em português, porém, não costuma ser regra.

De qualquer forma, os guias que falam espanhol costumam se virar muito bem no portunhol e isso não chega a ser um grande problema.

» Leia atentamente toda a descrição do passeio: o que está incluso no valor, quais itens são opcionais no momento da compra (refeições, traslados…), qual a duração e horário da atividade e onde é o ponto de encontro.

1- Free walking tour em Lima

Para mim, este city tour é o melhor passeio de boas vindas para fazer em Lima. Isso porque, além de ser rápido e acontecer diariamente pela manhã (11h), a andança entrega uma excelente apresentação do burburinho central da cidade, os guias turísticos são competentes e se trata de uma atividade – quase – gratuita.

Se acaso você nunca ouviu falar da dinâmica de um free walking tour, é um passeio guiado a pé em que o preço é estipulado pelo próprio participante. Ou seja, a contribuição é voluntária e cada viajante contribui com o valor que puder e quiser.

Apesar de não contemplar tempo para entrar nos pontos turísticos de Lima, o free walking tour passa em frente aos cartões postais mais famosos e conta a história de cada atração.

Na minha opinião, um bom plano é fazer o Free Walking Tour em Lima assim que chegar na cidade e depois voltar com mais tempo naqueles atrativos que mais te seduziram.

Alguns dos lugares que fazem parte do circuito deste passeio pelo centro histórico de Lima, são:

  • Gran Hotel Bolívar.
  • Plaza San Martín.
  • Plaza de Armas.
  • Palácio do Governo.
  • Catedral de Lima.
  • Parque La Muralla

Por fim, tenha em mente o tour tem duração de aproximadamente 2h30 e para participar é necessário fazer a reserva antecipdamanete.

2- Ônibus turístico em Lima

Para quem gosta de passeios em ônibus turístico, Lima oferece essa opção de lazer para os viajantes. Importante, porém, estar ciente de que a dinâmica deste tour é diferente dos passeios que acontecem em outros destinos mundo afora.

O ônibus turístico de Lima funciona em um circuito único e continuo, sem opção de embarques e desembarques durante o percurso. Ou seja, trata-se de um passeio panorâmico que passa em frente aos principais pontos turísticos da cidade.

Durante as paradas que acontecem em frente algumas atrações, os viajantes permanecem à bordo do ônibus para receber as informações do guia que acompanha o grupo durante toido o recorrido.

Por fim, seguem os detalhes de funcionamento do ônibus turístico de Lima:

  • Funciona de terça a domingo.
  • Há duas saídas por dia (9h30 e 14h30).
  • Duração do roteiro é de 3h30.

3- Free tour pelo bairro Barranco

Outro city tour em Lima que não pode ficar de fora do roteiro pela cidade é o que circula pelas ruas do bairro Barranco.

Aliás, é uma atividade que também funciona no esquema de contribuição voluntária e pode ser realizada no mesmo dia em que você fizer o Free Walking Tou pelo Centro de Lima. Afinal, a saída para bater perna por esta vizinhança é somente às 16h.

Conhecido por sua atmosfera boêmia, ruas pitorescas e arquitetura colonial, Barranco ostenta um dos cenários artísticos e culturais mais epolgantes da capital do Peru.

No início do século XX, o bairro era um refúgio para escritores, artistas e músicos, que encontraram inspiração em sua paisagem e no maravilhoso ambiente boêmio. E, até hoje, Barranco mantém esse espírito criativo e abriga inúmeros estúdios de arte, galerias e espaços culturais.

Além disso, Barranco também é repleto de restaurantes charmosos, cafeterias moderninhas e bares pra lá de animados. Para ficar ainda melhor, vale destacar que esta é uma vizinhança que está à beira-mar, portanto, ares praianos farão parte deste passeio em Lima.

4- Free tour pelo bairro chinês

Apesar de estar localizado ao lado do centro histórico de Lima, o bairro Chinês é pouquíssimo visitado pelos forasteiros. Portanto, para quem gosta de se aventurar por vizinhanças sem tanto fuzuê turístico, trata-se de uma excelente programação.

Inclusive, o free walking tour pelo bairro Chinês estende o itinerário até bairros mais afastados do burburinho central. Isso porque, uma das atrações deste passeio é o extravagante Cemitério Presbítero Maestro, que é o endereço do descanso eterno das figuras mais endinheiradas do Peru.

Embora o passeio ocupe uma manhã inteira – ou tarde – do roteiro Lima, na minha opinião, é um dos passeios guiados mais inusitados para incluir nas tarefas turísticas pela cidade.

5- Tour de comida de rua

Este passeio é ideal para os viajantes que querem conhecer o melhor da gastronomia de Lima e tem pouco tempo disponível. Isso porque, durante aproximadamente 3h será possível conhecer vários estabelecimentos que servem diferentes delicias peruanas.

Como não poderia deixar de ser, degustação de sabores típicos do Peru, como por exemplo, ceviche, pisco, choclo con queso e chicha morada, fazem parte do cardápio do roteiro.

6- Circuito Mágico das Águas

Esse é mais um passeio gratuito para fazer em Lima. No entanto, diferente de todos os outros tours que já foram indicados, esta atividade acontece à noite. Afinal, este é o melhor horário para acompanhar o show de luzes do Circuito Mágico das Águas.

Localizado no Parque de la Reserva, o Circuito Mágico das Águas é um complexo de fontes e chafarizes que oferece um espetáculo de luzes, música e movimento. No total, há 13 fontes diferentes, cada uma com seu próprio tema e design exclusivo.

Uma das fontes mais icônicas do Circuito Mágico das Águas é a “Fuente de la Vida”, que possui um enorme chafariz central cercado por esculturas que representam diferentes estágios da vida. Durante o espetáculo, essa fonte se transforma em uma deslumbrante tela de projeção contando uma história visualmente cativante.

Além disso, vale destacar que apesar de ser a grande estrela deste passeio noturno em Lima, o Circuito Mágico das Águas não é a única atração deste tour. Por causa da localização central, durante a caminhada os viajantes também conhecem a Plaza de Armas, Palácio Presidencial e Casa da Literatura.

7- Pirâmides de Lima e o Parque El Olivar

Embora sejam apenas coadjuvantes dentre os passeios em Lima, a capital peruana tem atrações arqueológicas localizadas em sua área urbana. No caso, os três representantes desta categoria de pontos turísticos, são: Huaca Pucllana, Parque El Olivar e Huaca Huallamarca.

Como estes lugares estão relativamente próximos uns dos outros, um bom plano é reservar uma manhã ou tarde para visitá-los. Inclsuive, para quem gostou da ideia dos free walking tours em Lima, saiba que há um roteiro específico para estas atrações.

Assim como os demais city tours em Lima, este passeio precisa ser reservado antecipadamente, dura em torno de 2h30 e funciona no esquema de contribuição (R$) voluntária. Além disso, saiba que por ser uma atividade menos procurada pelos turistas, ela acontece apenas três vezes por semana e de manhã (9h).

8- Passeio de bicicleta em Lima

Outro ótimo passeio em Lima é pedalar pelos agradáveis bairros de Barranco e Miraflores. Isso, é claro, para os viajantes que gostam de andar de bicicleta.

Por aproximadamente três horas, os forasteiros que se juntarem nesta atividade conhecerão a história e os principais atrativos destas vizinhanças.

Alguns dos locais visitados durante o passeio, são:

  • Ponte dos Suspiros.
  • Faro de la Marina.
  • Parque del Amor.
  • Larcomar Shopping Center.

Como não poderia deixar de ser, o passeio fornece bicicleta, capacete, água, e acompanhamento de um guia experiente durante todo o percurso.

9- Ruínas de Pachacamac

Distante 45 quilômetros de Lima, as Ruínas Pachacamac formam o sítio arqueológico mais bacana que você pode conhecer pelos arredores da capital peruana.

E o melhor: é possível visitá-lo em apenas uma manhã ou tarde, já que os passeios duram apenas cinco horas.

Embora seja possível fazer essa atividade por conta própria, o tour guiado é altamente recomendado. Isso porque, além de facilitar o deslocamento, o acompanhamento de um guia será fundamental para entender a história das construções antigas.

Além das Ruínas Pachacamac, que é a grande atração do passeio, o tour também inclui paradas no bairro de Barranco e em Chorrillos (atual Pantanos de Villa). Este último, trata-se de uma reserva ecológica que anos atrás era um dos resorts mais concorridos resorts de Lima.

10- Bate volta a Ica e Huacachina

Verdade seja dita: um passeio bate volta saindo de Lima não é a melhor forma de visitar Ica e Huacachina. Afinal, para fazer o deslocamento da capital peruana até lá é preciso enfrentar 300 quilômetros de estrada.

Ou seja, considerando-se os percursos de ida e volta deste passeio, gasta-se aproximadamente 9h dentro de uma van.

Por outro lado, não dá para negar: Huacachina é um destino que justifica esse esforço.

Portanto, a recomendação, é: se você puder passar uma ou duas noites em Huacachina, faça isso. Porém, se você só tem um dia livre no roteiro em Lima, o passeio bate volta é melhor que nada.

Localizada na cidade de Ica e situada entre enormes dunas de areia, Huacachina é um oásis natural que parece ter saído de uma pintura. Além do cenário por si só já ser uma grande atração, esse refúgio peruano também seduz os forasteiros com os seus passeios de buggy e snowboard na areia.

Murilo Pagani
Introvertido de carteirinha com picos de sociabilidade quando necessário ou depois de alguns goles de cerveja. Queria saber escrever bonito, mas cultivo um enorme apego à desculpa de que sou originalmente de exatas para justificar a minha falta de dedicação em combinar as palavras uma depois da outra. Espero que entenda!
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *