Cuenca EquadorTerceira maior cidade do país e localizada a mais de 2.500 metros de altitude, Cuenca também é um dos principais destinos turísticos do Equador.

Declarada como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO em 1999, essa cidade possui um dos centros históricos mais belo e bem preservado do Equador e muito provavelmente de toda a América Latina.

A tranquilidade da cidade, suas charmosas construções antigas e a boa estrutura para receber os mais diversos tipos de turistas, faz com que a maioria dos viajantes se encantem por Cuenca.

Eu gostei tanto que ao invés de ficar dois dias como havia planejado, prolonguei a minha estadia para cinco. Mesmo sabendo que três dias inteiros seriam mais do que suficiente para conhecer suas principais atrações.

Por isso, se você curte cidades com essas características e de quebra não gastar muito, não faça a besteira de deixar Cuenca de fora do seu roteiro pelo Equador.

Como chegar

Cuenca está localizada no sul do país e fica no caminho dos mochileiros que estão viajando do Equador para o Peru.

Assim como em todo o Equador, a viagem de ônibus até Cuenca te proporcionará lindas paisagens e preços que cabem no bolso de qualquer um.

Saindo de Guayaquil a viagem dura aproximadamente cinco horas e custa em torno de US$ 7,00. Há diversas saídas durante todo o dia, portanto, não há necessidade de comprar a passagem com antecedência.

Partindo da capital Quito a viagem é mais demorada, são quase nove horas na estrada. Se você não se importar em perder as paisagens do percurso talvez seja uma boa ideia fazer essa trip à noite.

Outro destino bastante popular com saídas frequentes de Cuenca é Riobamba. Eu passei rapidamente  por essa cidade apenas para seguir viagem à Ambato e depois Baños.

Onde se hospedar em Cuenca, no Equador

Cuenca possui inúmeras opções de hospedagem, de hotéis 5 estrelas a hostels espeluncas.

A maioria está localizada nas proximidades do centro histórico, um dos melhores lugares para ficar na minha opinião.

Você estará perto de diversos bares, restaurantes, bancos, lavanderia e também dos principais pontos turísticos da cidade.

Fiquei hospedado no hostel El Cafecito e gostei bastante. O quarto compartilhado para seis pessoas me custou US$ 10,00/ noite com banheiro dentro do dormitório.

O lugar é bem limpo e os funcionários bem atenciosos. Também gostei muito da localização, o hostel não fica exatamente no centro histórico, mas sim, há poucas quadras de lá. Isso significa que você não será incomodado com o barulho da região e poderá usufruir de tudo o que ela tem pra oferecer.

Esse é um valor um pouco alto para os padrões do Equador, principalmente porque o café da manhã não estava incluído. Mas como não tinha feito reserva e era feriado prolongado, esse foi o único lugar com vaga que encontrei.

Outros hostels bem avaliados e com ótimos preços são os Bauhouse Hostel e o Mi Casa Hostel.

Na linha de pousadas, vale a pena conferir a El Paraíso de Betania e Hostal Ines Maria.
cuenca - equador - 2

Leia também: Onde se hospedar em Cuenca | 3 dicas certeiras

O que fazer em Cuenca

Centro Histórico

Esse é o ponto alto da cidade, o principal motivo que torna Cuenca tão famosa e agradável.

Suas ruas estreitas e diversos prédios antigos fazem parte do dia a dia da cidade.

É comum encontrar diversos restaurantes, cafés e até bancos que atualmente utilizam as antigas construções como estabelecimentos. Tudo em completa harmonia.

O centro histórico de Cuenca não só pode como deve ser percorrido a pé. Pelo menos em um primeiro momento.

Se você, assim como eu, também gosta de aprender um pouco sobre a história dos lugares que está conhecendo, é interessante contratar algum tour guiado ou até mesmo fazer o passeio com o ônibus turístico.

Cuenca Equador

Passeio pelo rio Tomebamba

Outro passeio muito agradável que você não pode deixar de fazer em Cuenca é caminhar pelas margens do Rio Tomebamba.

Esse rio divide a cidade em duas: de um lado você estará a caminho da parte histórica, do outro, é onde ficam as casas e construções mais novas.

Cuenca Equador

Leia também: Equador, tudo o que você precisa saber

Museus

Apesar de pequena Cuenca possui uma infinidade de museus. A grande maioria possui entrada gratuita, em outros você terá que desembolsar pouquíssimos dólares.

Um dos mais procurados é o Museu e Ruínas de Pumapungo.

Parque Nacional Las Cajas

Esse belíssimo parque nacional está localizado a aproximadamente 30 quilômetros da cidade de Cuenca.

Vales, montanhas e muitos lagos- essa é uma oportunidade única de conhecer um pouco das belezas naturais do Equador.

Diversas agências de turismo oferecem  o passeio à Las Cajas. O mais comum dura um dia e além do transporte costuma incluir almoço e algum lanche.  Além desse também há outras opções.

Gualaceo

A grande atração desse pequeno pueblo a 40 quilômetros de Cuenca é o mercado de rua que acontece aos domingos.

Há transporte público de Cuenca até lá, portanto, não é necessário contratar nenhum tour.

A minha recomendação é que você vá bem cedo para poder aproveitar todo o movimento do mercado.

Águas termais de Baños

Não confundir esse município que está localizado a apenas 8 quilômetros de Cuenca com a outra cidade homônima que está na província de Tungurahua (região central do Equador).

Assim como na maior e também popular entre os mochileiros, nesse município você encontrará diversas opções para relaxar em águas aquecidas naturalmente.

Para chegar até lá basta pegar um ônibus ou ir de táxi- a corrida custará em torno de US$ 5,00.

Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here