Onde ficar em Santiago, no Chile: Dicas de hospedagem para não errar na hora de escolher o seu hotel. Entenda quais são as vantagens dos melhores bairros na cidade: Lastarria, Bellavista e Providencia.
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Minha decisão sobre onde ficar em Santiago, no Chile, foi 50% equivocada e 50% acertada. Isso porque, como eu passei quase dez dias na cidade, dividi minha estadia em duas vizinhanças diferentes. Por sorte, o local que eu não gostei tanto me recebeu somente por três noites.

Como boa metrópole que é, há muitos possíveis bairros para se hospedar em Santiago. Portanto, para que você não se arrependa da hospedagem que escolher, é importante que você entenda o que cada região pode te oferecer. Somente depois disso, é que eu recomendo que você reserve o seu quarto de hostel, hotel ou apartamento.

Embora pareça complicado num primeiro momento, com as dicas certas você conseguirá um local que atenda as suas necessidades. E, neste post, eu contarei tudo o que você deve saber sobre onde ficar em Santiago.

Além de explicar como e onde foram as minhas experiências, irei revelar as vantagens e desvantagens de cada bairro, e indicar hospedagens com excelente custo-benefício para todos os gostos e bolsos.

Tenho que certeza que depois de ler esse texto atentamente até o final, você estará pronto para reservar o seu quarto.

# Reto e direto ao ponto

» Dicas importantes sobre hospedagem em Santiago
» Melhores bairros para se hospedar em Santiago
» Bairro Lastarria
» Bairro Bellavista
» Bairro Providencia
» Vale a pena ficar no centro de Santiago?
» Minhas experiências de hospedagem em Santiago
» Mais dicas de onde ficar em Santiago, no Chile

# Dicas importantes sobre hospedagem em Santiago

Antes de saber quais os principais lugares para ficar em Santiago, é necessário entender a dinâmica de hospedagem na capital chilena.

Assim como em qualquer grade cidade, uma das coisas mais importantes na hora de escolher uma hospedagem em Santiago é optar por um local que seja próximo a alguma estação de metrô – isso se você tiver pretensões de utilizar o transporte público, claro. Caso você ainda não havia considerado pegar metrô e ônibus durante as sua férias, saiba que é uma maneira prática e barata para se locomover por lá.

Para não ter nenhuma surpresa desagradável, é importante também que você verifique se o seu hotel já inclui o café da manhã no valor da diária, se é cobrado à parte, ou se nem mesmo oferece esta facilidade.

Como muita gente opta em se hospedar num apartamento convencional, muitas vezes elas se esquecem que esse tipo de acomodação não costuma incluir a primeira refeição do dia.

Sobre os preços das diárias, espere gastar cerca de R$ 70,00 num dormitório compartilhado, a partir de R$ 270,00 numa suíte sem muitas firulas para duas pessoas, e a partir de R$ 360,00 na diária de hotéis quatro estrelas.

Obviamente estes valores acima são uma média e vão depender também da época da sua viagem. Às vezes, procurando com atenção e ficando de olho nas ofertas especiais de sites como o Booking.com, dá pra se hospedar bem gastando menos.

Por último, mas não menos importante, saiba que nem sempre os valores de hospedagem em Santiago – e no Chile de um modo geral – que você encontrar na internet, estarão com todos os impostos incluídos.

É comum que além do valor apresentado, acrescente-se uma taxa de 19% referente ao ISS chileno. Em sites como o Booking, logo abaixo do preço mostrado é informado se todos os impostos/taxas estão ou não incluídos.

De qualquer forma, estrangeiros podem se isentar deste imposto pagando a estadia em dólares americanos ou cartão de crédito (verifique antes se o hotel aceita estas formas de pagamento). Além disso, você também precisará apresentar o seu documento de identificação (RG ou passaporte) junto com o cartão de imigração que recebe quando entra no Chile (e que precisará devolver quando sair do país!).

Leia também: 10 hotéis baratos em Santiago

# Melhores bairros para se hospedar em Santiago

Para mim, os melhores bairros para ficar em Santiago, são:

– Lastarria
– Bellavista
– Providencia

Não necessariamente nesta ordem. Embora os três possuam localização e segurança convenientes, cada um deles tem outras particularidades que podem agradar um ou outro perfil de viajante.

Como se não bastasse, Santiago tem ainda outras vizinhanças com boa rede hoteleira. No entanto, penso que para uma primeira viagem a capital do Chile estes três bairros são mais adequados por serem relativamente centrais.

# Bairro Lastarria

De tão pequeno que é muitas pessoas nem chegam a considerar Lastarria como um bairro. Porém, como é uma região cheia de personalidade e diferente dos seus vizinhos, é válido que suas poucas ruas façam parte de um único bairro.

Localizado entre o centro de Santiago e o Bairro Bellavista, Lastarria se destaca pelas suas simpáticas ruazinhas onde não faltam cafeterias, bares e restaurantes com um toque descolado-elegante.

Ou seja, não é uma região apagada durante a noite como o centro, mas também não tão eclética e jovial como Bellavista. Na verdade, Lastarria tem ares mais intimistas, embora não decepcione no quesito agito noturno.

A localização também facilita a vida do viajante que não quer gastar muito tempo com o deslocamento. Além de conseguir visitar muitos pontos turísticos a pé, as estações de metrô Universidad Católica e Bellas Artes servem as redondezas.

Acomodações em Lastarria

Para quem procura um albergue, o Hostel Boutique Merced 88 é um dos poucos no bairro Lastarria. Possui ótima reputação, dormitórios espaços e área comum que inclui um belo terraço.

Para quem não abre mão de privacidade, o Lastarria Santiago Suite Apartments faz sucesso entre os brasileiros e oferece um excelente custo-benefício. Note, porém, que essa opção trata-se de um apartamento e não inclui café da manhã na diária.

Podendo investir um pouco mais com a sua hospedagem em Santiago, o Hotel Cumbres Lastarria é um cinco estrelas estiloso que pode te proporcionar aquela estadia dos sonhos para as sua férias: atendimento impecável, limpeza bem feita, suítes extremamente confortáveis e café da manhã caprichado.

Bairro Lastarria em Santiago
Bairro Lastarria

# Bairro Bellavista

Referência inquestionável quando o assunto é vida noturna, Bellavista também é uma boa área para ficar em Santiago.

Além de boa estrutura de comércios em geral, Bellavista está a menos de três quilômetros do centro, e é neste bairro que fica uma das entradas do Parque Cerro San Cristóbal.

Esteja ciente, porém, que o barulho pode ir até tarde da noite – principalmente pelas bandas da Rua Pío Nono.

Comprando com São Paulo, poderíamos dizer que Bellavista lembra a Vila Madalena. Inclusive, até mesmo no quesito arte de rua o bairro chileno não faz feio e suas paredes são usadas de telas para centenas de murais coloridos.

Uma escolha certeira para jovens, ou pessoas de qualquer idade que gostam de ficar perto de onde a noite acontece.

Acomodações em Bellavista

De longe o melhor hostel para ficar em Bellavista é o Rado Boutique Hostel. Embora não seja dos mais em conta, é o tipo de lugar que não dá dor de cabeça para o viajante. Além de uma excelente e nova estrutura, o hostel está sempre limpo e o pessoal é pra lá de animado.

Quem quer privacidade mas nem por isso gastar uma fortuna, o Bellavista Apartments é sempre muito elogiado pelos brasileiros.

Para um hotel convencional e bom custo-benefício, o Hotel Loreto é uma das melhores pedidas por estas bandas.

Já o The Hip Santiago Hotel faz a cabeça de quem é ligado em tecnologia e gosta de ambientes com decoração ousada. Não menos importante, outro detalhe que chama a atenção neste hotel e que ele fica dentro do famoso Patio Bellavista.

melhores bairros para se hospedar em Santiago
Bairro Bellavista
Bairro Bellavista em Santiago
Rua Pío Nono, no bairro Bellavista

# Bairro Providencia

Com avenidas bem cuidadas, prédios modernos e comércios de todos os tipos para o viajante, o bairro Providencia é outro ótimo lugar para ficar em Santiago. Inclusive, o preferido dos brasileiros.

Como é um bairro muito grande e fica mais afastado do centro, talvez você gaste mais tempo para chegar em alguns pontos turísticos de Santiago – mas a região é facilmente acessada com o transporte público (ônibus e metrô).

Para quem gosta de investir em bons bares e restaurantes durante as férias, Providencia oferece uma variedade gastronômica de encher a boca d’água. A noite é bacana por aqui também, mas sem a pegada eclética urbanoide de Bellavista.

Sem dúvida é uma excelente opção para quem viaja em família ou casal.

Dependendo do hotel que escolher, você pode ficar a uma curta caminhada do famoso mirante do SKY Costanera e de uma das entradas do Cerro San Cristóbal, já que estas atrações ficam neste bairro.

E por falar em hotel, por aqui você encontrará de pequenas Bed & Breakfast com cara de pousada do interior, a hotéis de rede com serviços e comodidades clássicas.

Acomodações em Providencia

Para quem quer um albergue divertido, o Aji Hostel e um dos mais bem cotados em Providencia. É organizado, possui boas instalações e preço muy amigo. Outro bem avaliado e que agrada os viajantes é o Casa Viva Hostel.

Para gastar pouco e ficar em Santiago num local como se fosse a sua casa, a De Blasis B&B soube unir como ninguém seu casarão colonial com uma decoração mais elegante e moderna. Outro lugar que também faz a linha pousadinha simpática por um preço atraente é a Conchita Flores B&B.

Se você curte ficar em hotéis mais clássicos, o Hotel Diego de Almagro Providencia é um quatro estrelas com preço acessível e que rende uma estadia pra lá de adequada. Bons serviços, limpeza bem feita e suítes espaçosas.

Outro na mesma linha com bom custo-benefício é o Hotel Capital Bellet.

Caso não abra mão de um hotel cinco estrelas para se hospedar em Santiago, o Solace Santiago ostenta não sem motivos uma reputação invejável.

Bairro Providencia em Santiago
O famoso mirante do SKY Costanera está no bairro Providencia

# Vale a pena ficar no centro de Santiago?

Depende. Eu não ficaria porque dá pra encontrar vizinhanças mais simpáticas – principalmente durante a noite – pagando o mesmo preço de uma hospedagem no centro de Santiago.

Porém, caso você viaje durante a alta a temporada e lá seja a única região com hospedagens mais em conta, dá pra encarar.

Como em qualquer centro de grande cidade na América Latina, depois que o sol vai embora boa parte das ruas ficam pouco movimentadas. No entanto, caminhei diversas vezes por estas bandas e não me senti inseguro por conta disso.

O maior inconveniente, a meu ver, é que para quem gosta de sair à noite, seja para um bar ou até mesmo um restaurante para comer algo rápido, terá dificuldade de fazer isso por aqui.

Se você tem esse perfil e ainda assim quer se hospedar no centro, procure por acomodações próximas ao bairro Lastarria.

hospedagem no centro de Santiago
Região da Plaza de Armas, no centro de Santiago

# Minhas experiências de hospedagem em Santiago

Como eu fiquei bastante tem na capital chilena, decidi dividir minha estadia em dois lugares. Dessa forma, pude ter experiências completamente diferentes e, agora, posso fazer um belo comparativo sobre qual região eu achei mais pertinente para ficar em Santiago.

Hostal Yungay

Localizado ao lado do metrô Santa Ana, a dez minutos da Plaza de Armas, e grudado no bairro Brasil, o Hostal Yungay possui uma reputação razoável no Booking.com. No entanto, não é o tipo de experiência que eu repetiria.

O mais curioso é que eu não tive nenhum grande problema que arruinasse a minha estada. Porém. o acumulo de pequenos inconvenientes não dão vontade de repetir essa escolha para se hospedar em Santiago.

Sobre a localização, trata-se de uma área central em que especificamente as ruas próximas ao hostel ficam mortas durante a noite. Porém, caminhando cerca de dez minutos se chega às movimentadas avenidas do bairro Brasil, onde há uma boa oferta de bares e restaurantes.

Já o hostel em si, algumas coisas que me incomodaram foram: água do chuveiro demorava demais para esquentar, cozinha compartilhada pequena e nem sempre muito organizada, e café da manhã bastante básico – e sim, estou acostumado com os cafés da manhã de hostel, mas aqui é simples de tudo.

No final das contas é um lugar que até daria pra considerar se você estivesse numa cidade com pouca oferta de hospedagem. No entanto, Santiago possui excelentes hostels que não necessariamente custarão muito mais caro. Aliás, a minha segunda experiência foi a prova disso.

» Veja fotos, avaliações e preços do Hostal Yungay

Hostal Providencia

Apesar do nome, o Hostal Providencia não está localizado no burburinho do bairro Providencia. Embora o endereço indique que ele fica neste bairro, ele se encontra mais para os lados de região central – a menos de dez minutos do centrão propriamente dito, e a uma curta pernada do bairro Bellavista.

Com isso, sua localização se torna extremamente privilegiada, já que dá pra fazer muita coisa a pé. Além de que, ele fica próximo a duas estações de metrô: Baquedano e Bustamante.

Ideal para quem curte se socializar com outros hóspedes, o Hostal Providencia tem uma excelente área comum, bar e promove eventos de comes e bebes diariamente, como noite do Hambúrguer, Pizza, Terremoto e por aí vai.

O atendimento é super profissional e as instalações bastante confortáveis.

Pra ficar ainda melhor, o café da manhã começa a ser servido às 7hs e é no sistema buffet à vontade. E dá pra começar o dia super bem pois há uma boa variedade de itens (dois tipos de pães, sucrilhos, ovos cozidos e cru, leite, café, chá, geleia, doce de leite e requeijão – tudo de ótima qualidade).

Há duas cozinhas compartilhadas, porém, como o hostel é enorme, quem gosta de preparar suas próprias refeições precisará de paciência para usar as instalações nos horários mais concorridos.

No balanço geral, um ótimo lugar para se hospedar em Santiago e que com toda certeza eu ficaria outras vezes.

lugares para ficar em Santiago
Hostal Providencia

» Veja fotos avaliações e preços do Hostal Providencia

+ Dicas de onde ficar em Santiago, no Chile

Caso você ache que estas dicas de onde ficar em Santiago não atendem as suas necessidades, saiba que há ainda outros bairros para se hospedar na capital do Chile. No entanto, volto a afirmar que as três vizinhanças indicadas costumam agradar a maioria dos viajantes.

De qualquer forma, segue abaixo outras possibilidades.

Las Condes

Ainda mais afastado dos principais pontos turísticos de Santiago, depois do bairro Providencia, Las Condes é uma típica vizinhança de classe média alta. Sem dúvida os ares por aqui rendem caminhadas bastante agradáveis.

Além disso, há uma boa rede hoteleira na região, principalmente grandes redes de hotéis como o Plaza El Bosque Nueva Las Condes e o Marriott Santiago – escolhas certeiras para quem gosta de ambientes mais sofisticados.

Perto do Areoporto

Se por algum motivo você precisar madrugar para pegar um voo, saiba que dá pra se hospedar num hotel bem em frente ao Aeroporto Internacional de Santiago. Embora não seja dos mais econômicos, o Holiday Inn Santiago atende os viajantes que preferem dormir próximo ao aeroporto e não correr o risco de perder um voo.

» Se preferir, clique aqui e encontre outros lugares para ficar em Santiago.

Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here