Puerto ViejoSe você pretende cruzar a fronteira entre Panamá e Costa Rica pelo lado caribenho, Puerto Viejo é uma cidade que estará no seu caminho – fica aproximadamente a quarenta minutos da fronteira com o Panamá. Claro que você pode mudar de país sem conhecer esse pequeno vilarejo, porém recomendo fortemente que você aproveite um pouco da tranquilidade desse lugar nem que seja por um ou dois dias.

A proximidade de Bocas del Toro, um dos arquipélagos mais turísticos do lado panamenho ,faz com que muitos turistas estendam a viagem até Puerto Viejo. Apesar de pequena, Puerto Viejo possuí uma boa infraestrutura para receber seus visitantes, com  restaurantes, supermercados e hospedagem dos mais diversos tipos.

O principal atrativo de Puerto Viejo são as praias, algumas inclusive com boas ondas para surfar. Uma maneira fácil de conhecer as diferentes praias da região é alugando uma bicicleta, e ir pedalando para as que estão mais afastadas do centro. O aluguel de bike custa em média cinco dólares e você pode ficar com ela o dia inteiro.

Puerto Viejo

Puerto Viejo

Leia também: La Fortuna, ecoturismo na Costa Rica

No centro estão os principais hotels, restaurantes e o único banco e parada de ônibus da cidade. Para quem for seguir viagem pela Costa Rica, há saídas diárias para Lemón, San José e Manzanillo. A passagem para San José custa doze dólares e são aproximadamente quatro horas e meia de viagem.

Assim como em grande parte da Costa Rica, a maioria dos estabelecimentos em Puerto Viejo aceitam dólares, porém o troco será feito com a moeda local (colones) e provavelmente com uma cotação um pouco inferior do que a oficial.

Um dos hostels mais procurados da cidade é o RockingJ’s, e foi lá que fiquei hospedado por 3 noites. O hostel tem uma atmosfera bem bacana e diversas opções de hospedagem, como barracas com colchão e travesseiro, redes e dormitórios compartilhados. Mesmo que você não fique em dormitório, você terá um locker para guardar seus pertences de valor e poder curtir  as praias tranquilamente. O problema deste hostel é a cozinha – muito pequena para a dimensão do lugar, com quase nenhum utensilio para cozinhar e está  sempre suja, então se você pretende preparar sua própria comida durante sua estadia é melhor escolher outra hospedagem.

Preços

Rede: sete dólares/ noite

Barraca: oito dólares/ noite

Dormitório: onze dólares/ noite

Espaço para montar sua própria barraca ou rede: seis dólares/ noite

Puerto Viejo

Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

4 COMENTÁRIOS

  1. Murilo, boa noite. Vou fazer meu mochilão agora em janeiro, começando no panamá e terminando em honduras. Vi que tem alguns hostels que oferecem barracas. Na sua opinião compensa ou não levar barraca em um mochilão de 30,0 dias? Muito obrigado. abraço

    • Faaala Fernando, tudo bem?

      Cara, depende muito do perfil de cada um. hahahaha
      E também dos destinos que você vai conhecer.
      Se for acampar durante todas as noites da sua trip, talvez seja uma boa levar.

      Caso contrário, eu optaria em buscar por hostels que oferecem barracas. Obviamente o custo é um pouco maior, mas não costuma ser um absurdo e evita ficar carregando peso desnecessário.

      Além do que, com exceção de Panamá e Costa Rica, nos outros países é possível encontrar hostels com ótimos preços!

      Abraço

  2. * Para evitar comentários spans (falsos), solicitamos que ao deixar sua mensagem você também preencha um campo com seu nome e e-mail.
    Mas não se preocupe, pois estas informações estão seguras e seu e-mail não será exibido e nem compartilhado com outras pessoas!
    Para mais informações clique aqui para ler a nossa Política de Privacidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here