COMPARTILHAR

ATENÇÃO

Seguro viagem com até 10% de desconto!!!

Contratando seu seguro com a SegurosPromo através deste link , basta aplicar o cupom VOLTOLOGO5 que você ganhará 5% de desconto
E se o pagamento for em boleto bancário você ganha mais 5% 

»»» Clique aqui e faça uma cotação online agora mesmo!
Maresias, em São Sebastião, litoral norte de São Paulo: Dicas práticas para sua viagem. Descubra quando ir, quantos dias ficar, como chegar e se locomover, hotéis e pousadas legais, atrações e onde comer barato.
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Por muito tempo eu adiei uma viagem a Maresias. E, o mais engraçado, é que mesmo tendo diversos amigos que já haviam se encantado pela praia mais famosinha de São Sebastião, por uma razão ou outra eu sempre deixava pra depois. Decidido a explorar mais este canto do litoral norte de São Paulo, aproveitei a baixa pós-carnaval e fui conhecer o tal lugar.

Fui sem expectativas, admito. E voltei sem entender porque eu demorei tanto tempo para dar a atenção necessária para este destino.

Com uma praia extensa e pra lá de fotogênica, daquelas que por si só já valeria qualquer viagem, Maresias ainda nos recebe com outras qualidades. Boa estrutura turística, astral animado, proximidade com outras paisagens igualmente belas, e esportes em contato com a natureza.

Hoje, depois de ter dado uma primeira chance a Maresias, compreendo os motivos pelos quais alguns amigos não se cansam de ir lá. E, certamente, também farei jus a estas razões e voltarei outras vezes.

Se você já entendeu que viajar a Maresias pode ser uma excelente ideia, e quer tirar essa viagem do papel o quanto antes, neste post eu vou te contar tudo o que você deve saber antes de fazer as malas. Vou explicar qual a melhor época para ir, quantos dias ficar, como chegar, onde se hospedar, além de indicar praias e outras atrações para você conhecer por esta região.

Leia também: Onde ficar em Maresias | Dicas e pousadas

1- Quando ir?

Maresias segue a mesma dinâmica de outras praias do litoral norte de São Paulo: chuvosa durante o verão, concorridíssima durante o carnaval e outros feriados prolongados, e com movimento razoável nos finais de semana comuns. Apesar da chuva e dos preços mais altos, é uma boa época pra quem não abre mão de noites animadas.

Já os turistas que querem evitar multidões e correr menos risco de tempo ruim, depois do carnaval começa a baixa temporada, e até meados de maio é uma opção conveniente. Outra estação que pode te garantir menos movimento, dias claros e preços mais acessíveis é durante a primavera.

2- Quantos dias ficar?

O tempo mínimo depende de você. Se você tiver apenas um final de semana, vá assim mesmo e tenha um primeiro contato para, quem sabe, voltar outras vezes.

Se quantidade de dias não é uma limitação pra você, recomendo ao menos quatro dias inteiros. Desta forma você conseguirá aproveitar não apenas Maresias, mas também outras praias da região que valem a viagem.

maresias melhor época para ir
Praia de Maresias

Leia também: 6 praias em São Sebastião que valem a viagem

3- Como chegar em Maresias?

Maresias está localizada no litoral norte de São Paulo, mais especificamente no município de São Sebastião, porém, a vinte e cinco quilômetros do centro da cidade.

Se você é de São Paulo e pretende ir de carro, as duas rotas mais populares são pela rodovia Mogi-Bertioga ou pela Tamoios, neste último caso passando por Caraguatatuba. Antes de ir vale consultar a situação atual destas rodovias, pois muitas vezes uma ou outra está com obras, o que pode fazer com que o seu deslocamento seja mais demorado.

Para ir de ônibus saindo de São Paulo, do Terminal Rodoviário Tietê, a empresa Litorânea possui diversos horários ao longo do dia. Na hora de comprar, opte pelo trecho São Paulo – Maresias, e assim você poderá desembarcar diretamente na praia. Esta rota é via Mogi das Cruzes, e desta forma você não precisará ir até a rodoviária de São Sebastião.

No meu caso, como não consegui viajar no horário disponível para Maresias, tive que ir com o ônibus que vai somente até a rodoviária de São Sebastião. E chegando lá, peguei outro ônibus de linha comum até Maresias – que demora cerca de quarenta minutos e custa R$ 5,00.  

A duração da viagem varia de acordo com a rota. Verifique diretamente no site da Litorânea os horários disponíveis e o tempo de deslocamento de cada um deles.

Já a empresa Util faz a viagem entre São Sebastião e algumas cidades cariocas, como Paraty, Angra dos Reis e Rio de Janeiro.

4- Pousadas e hotéis em Maresias

Em Maresias há acomodações para todos os bolsos e gostos. Inclusive, é uma das poucas praias de São Sebastião que possui hostels.

Sobre a localização, eu evitaria hospedagens que estão a mais de quinze minutos de caminhada da praia, afinal, o percurso pode se tornar cansativo. Além disso, se você quer ficar no burburinho de Maresias, a Praça do Surf é uma boa referência. É por aí – ou a no máximo quatro quadras – que se concentram os principais bares e restaurantes.

Para os viajantes que estão em busca de um albergue, o Che Lagarto Maresias é uma escolha certeira. Possui dormitórios mistos e femininos, suítes privadas e uma estrutura impecável.

Quem faz questão de uma pousada, a Pousada Nusa Dua Maresias é uma das mais baratas por lá e é ideal para quem busca um lugar apenas para passar a noite. Já a Pousada Porto Mare e o Hotel Pousada Katmandu possuem uma estrutura mais confortável e não custam uma fortuna. Sem dúvida possuem excelente custo-benefício.

E para os viajantes que querem ficar o mais próximo possível da praia, se preocupando apenas em atravessar a rua para chegar ao mar, a Pousada Azul da Cor do Mar e o Amora Hotel são duas opções bem cotadas.

hotéis em maresias
Hostel Che Lagarto em Maresias

Leia também: 10 pousadas baratas em Maresias

5- Como se locomover

Se você estiver de carro acredito que esta não seja uma dúvida para você. Aliás, você só precisará se preocupar com isso se quiser conhecer outras praias além de Maresias, já que na vilinha basta escolher uma acomodação bem localizada que você poderá fazer tudo a pé.

Porém, se você estiver sem carro e quiser explorar a região, a solução será o transporte público. Para isso não tem muito segredo, basta pegar um ônibus que vá em direção a praia que você quer ir. Apenas verifique se ele realmente vai até o lugar que você quer descer, pois algumas linhas são intermediárias e podem não se deslocar até o destino que você deseja.

Além disso, como as principais praias não estão beirando a rodovia, após descer do ônibus você terá que andar até lá. De todas as praias que visitei (Toque-Toque, Calhetas, Camburi, Camburizinho, Paúba e Juquehy) nenhuma estava a mais de quinze minutos de caminhada. No entanto, se você estiver carregando muitas coisas acaba sendo um inconveniente a mais.

Lembrando ainda que os horários de ônibus são bem espaçados, e algumas vezes podem demorar por meia hora ou mais.

***Dica importante: Quem estiver de carro e quiser conhecer a Praia das Calhetas, fique atento pois o acesso à praia é por um condomínio particular e você não poderá entrar com o veículo. Muita gente opta por estacioná-lo na beira da rodovia e acaba sendo multado. Neste caso, ir de ônibus talvez seja uma opção mais adequada.

6- Atrações em Maresias

Obviamente a praia é a grande atração de uma viagem a Maresias. Porém, o que muita gente não sabe é que ela não precisa ser a única a receber sua atenção. Algumas praias vizinhas são igualmente merecedoras de uma visita.

As minhas preferidas foram a Toque-Toque Pequeno, Praia das Calhetas, Juquehy, Camburi e Paúba. No caso desta última, ela está tão próxima de Maresias que você pode fazer uma travessia de aproximadamente 30 minutos de caminhada, e ganhar como bônus uma das vistas mais lindas da região. Já para ir às outras você precisará se locomover de carro ou ônibus.

Ainda no quesito atrações naturais, há algumas trilhas e cachoeiras que você pode incluir no seu roteiro, como por exemplo, a Trilha pelo Ribeirão de Itu. Ou quem sabe, juntar natureza com adrenalina e se aventurar em algum rapel, tirolesa ou voo livre.

Para curtir a noite, além de bons restaurantes e barzinhos mais intimistas, há o Sirena e o Santo Gole garantem o agito até altas horas.

Praia de Toque-Toque Grande

Leia também: 7 dicas do que fazer em Maresias

Maresias: Roteiro para viagem de 3 dias

7- Onde comer em Maresias?

Da mesma forma que possui acomodações para todos os orçamentos, Maresias possui uma rede de restaurantes democrática. Como essa minha viagem foi no estilo econômico total, acabei comendo apenas em lugares simples e baratos. Vou indicá-los a seguir, mas como disse, são lugares para matar a fome, longe de requinte ou qualquer tipo de gourmetização.

A uns cinco minutos do burburinho central, a Esfiharia do Jé foi o lugar que elegi com melhor custo-benefício para comer em Maresias. Ambiente simples e agradável, atendimento educado, e mais de trinta sabores de esfihas abertas, que custam entre R$ 6,00 e R$ 8,00. Também há opções de esfihas doces.

Já na avenida principal da praia, quem me surpreendeu foi o PF super barato do Restaurante Ninos: R$ 13,00 por um prato executivo com arroz, feijão, filé de frango, salada e farofa. Quem passe em frente ao estabelecimento pode até ficar desconfiado se deve ou não entrar – eu mesmo fiquei – mas acredite, a comida é bem gostosinha. Além desta opção mais em conta, também há outros pratos executivos que custam a partir de R$ 25,00.

Para comer algo rápido em um ambiente agradável, a Empanadas Tucumunas oferece diversos sabores de, adivinha só: empanadas. O espaço é legal e o petisco gostoso, mas depois de ter comido um prato feito por R$ 13,00, achei que pagar R$ 10,00 por uma empanada foi mais caro do que o comum.

Se nenhuma destas sugestões faz seu estilo, fique tranquilo, pois basta caminhar pela avenida principal de Maresias, ou até mesmo na rua paralela a ela, que você encontrará mais alternativas. Ou ainda, durante o dia você pode aproveitar as porções e petiscos das barraquinhas e restaurantes à beira-mar.

onde comer barato em Maresias
Prato feito do Restaurante Ninos

# Bônus: Leve repelente

Umas das dicas que mais encontrei quando fui a Ilhabela foi sobre levar repelente, afinal, os borrachudos da ilha de fato não perdoam ninguém. Como Maresias está na parte continental, é relativamente urbana e não observei alertas eufóricos sobre isto, achei que estaria livre deste inconveniente. Porém, não poderia estar mais enganado.

Pra minha surpresa, fui mais atacado do que em Ilhabela. Provavelmente tenha sido por eu não ter usado repelente no primeiro dia e nem ter tomado vitamina B alguns dias antes. E, logo nas minhas primeiras horas na região, já contabilizava mais de cinco picadas.

O que pude perceber é que a Praia de Maresias em si não é o grande problema. Os lugares aonde os bichinhos podem estar mais presentes são na sua acomodação – dependendo da localização e do seu entorno – e em praias mais selvagens, como nas Toque-Toques e Calhetas.

Por via das dúvidas, recomendo que você não se esqueça usar repelente em qualquer lugar que você vá.

»»» Tem outras dicas para uma viagem a Maresias? Me conta aí nos comentários. Tenho certeza que ajudará outros viajantes! 🙂


QUER AJUDAR O BLOG SEM PRECISAR GASTAR UM ÚNICO CENTAVO POR ISSO? 

Utilizando os serviços dos nossos parceiros através dos links, banners e caixas de pesquisa que estão aqui no blog, nós ganhamos uma pequena comissão e VOCÊ NÃO PAGA ABSOLUTAMENTE NADA A MAIS POR ISSO.

 Confira as dicas de como pesquisar e reservar sua hospedagem através do Booking.com

COMPARTILHAR
Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here