Dicas e roteiros de viagem pela América Latina

Por Murilo Pagani

Caraíva [Bahia]: 7 dicas para a sua viagem

Caraíva, no litoral sul da Bahia, é o tipo de lugar que arrebata o coração da maior parte dos visitantes que pisam pela primeira vez em suas ruazinhas de areia fofa. E de fato: trata-se de uma cativante vila que esbanja incontestáveis ingredientes para as férias à beira-mar.

Por outro lado, há casos também – e não são poucos – de viajantes que não são capazes de usar os óculos da paixão para este destino. Ao irem embora, inclusive, prometem que jamais voltarão. Curiosamente, seus motivos são compreensíveis, e quase sempre, são as mesmas razões que tornam este lugar tão apaixonante para os admiradores de Caraíva.

As discordâncias já começam para chegar lá. O acesso rabugento está longe de ser um desejável passeio de férias. Porém, se o caminho não for assim cansativo, como preservar a tranquilidade tão característica da vila?

Antes mesmo de chegar à pousada surgem os próximos encantos ou chateações – a depender de qual personagem você é.

As ruas de areia, outra marca registrada de Caraíva, reforçam a mensagem de que você enfim está distante da urbanização que tanto desejava para os dias de descanso. Porém, é provável que após os primeiros passos carregando a sua mala você notará que a areia é mais fofa do que imaginava.

Por fim, há ainda um detalhe em que apaixonados e desiludidos costumam ser da mesma opinião: Caraíva não é um destino barato. Ainda assim, enquanto para alguns visitantes é um lugar que vale cada centavo investido, para outros, era melhor ter dedicado as férias em outro canto do litoral baiano.

Dicas de Caraíva

A introdução deste texto com dicas de Caraíva pode te fazer pensar que talvez eu não tenha morrido de amores por este lugar. Porém, isso não é verdade: gostei bastante e com toda certeza voltarei em outras oportunidades.

No entanto, é importante destacar que Caraíva não é um destino para todo perfil de viajante. Famílias com crianças pequenas e pessoas com dificuldade de locomoção, por exemplo, podem se aborrecer mais vezes do que gostariam.

Além disso, saiba que as melhores praias de Caraíva estão afastadas do centrinho. Para chegar a estes pedaços de areia ou tem que estar disposto a fazer longas caminhadas ou contratar passeios de barco e buggy. Até dá para passar o dia nas praias da vila, porém, o melhor trecho para banho é de água doce na Barra de Caraíva, onde o rio encontra o mar.

No mais, confira a seguir tudo o que você deve saber para organizar a sua viagem a Caraíva.

1- Onde fica Caraíva?
2- Como chegar a Caraíva?
3- Qual é a melhor época para ir a Caraíva?
4- Onde se hospedar em Caraíva?
5- O que fazer em Caraíva?
6- Praias de Caraíva
7- Onde comer em Caraíva?

Caraíva Bahia fotos

Praia central de Caraíva

1- Onde fica Caraíva?

Caraíva fica no litoral sul da Bahia e é um distrito que pertence ao munícipio de Porto Seguro. Apesar desta relação parental entre os destinos, a cidade mãe – que tem o aeroporto mais próximo para desembarque – está 63 quilômetros distantes. Embora não seja uma longa distância, por causa das condições ruins da estrada este é um deslocamento que pode levar de três a quatro horas.

Além disso, Caraíva também está próxima de outros lugares que fazem parte da Costa do Descobrimento – denominação dada a este eixo turístico da Bahia.

» Arraial d’Ajuda: 57 km.

» Trancoso: 37 km.

» Praia do Espelho: 23 km.

onde fica Caraíva?

Vila de Caraíva

» Clique aqui para encontrar ofertas de pousadas em Caraíva

2- Como chegar a Caraíva?

O aeroporto mais próximo de Caraíva é o Aeroporto Internacional de Porto Seguro (BPS), localizado a 63 ou 103 quilômetros (há dois caminhos). Após desembarcar será preciso seguir viagem pela estrada: de carro alugado, transfer ou ônibus.

Se seu único destino desta viagem será Caraíva, na minha opinião, não vale a pena alugar um carro. Isso porque, além dele ficar estacionado durante toda a sua estada na vila, você terá que dirigir em estrada com condições ruins – especialmente se tiver chovido recentemente.

Por outro lado, se você pretende fazer um roteiro que também inclua pernoites em Trancoso e na Praia do Espelho, alugar um carro começa a fazer sentido. Ainda assim, fica um alerta: evite dirigir pela estrada até Caraíva depois que o sol se pôr. Isso porque, é uma via deserta, praticamente sem iluminação e quase sem sinal de internet, o que pode complicar a sua vida caso você se perca.

De carro para Caraíva

» Se desembarcar depois das 16h passe uma noite em Porto Seguro e siga viagem para ir a Caraíva no dia seguinte.

» O primeiro passo é fazer a travessia de balsa entre Porto Seguro e Arraial d’Ajuda.

» Depois, é só seguir viagem. Até a altura de Trancoso a estrada é asfaltada e em condições ok. A partir da BA-283 serão quase 30 quilômetros em estrada de terra.

» Gasta-se entre 2h e 3h de viagem, a depender das condições da estrada.

De transfer para Caraíva:

– Reserve antecipadamente. Tentar conseguir um táxi, Uber ou até mesmo transfer na hora em que desembarcar, é arriscado.

– Buscam no Aeroporto de Porto Seguro no horário marcado.

– Custa em torno de R$ 400,00 para até três ou quatro passageiros.

De van ou ônibus para Caraíva:

– A passagem é comprada na hora.

– Saem de Arraial d’Ajuda, ao lado da balsa que faz a travessia entre Porto Seguro e Arraial.

– Ônibus convencionais são operados pela Viação Águia Azul, a passagem custa R$ 25,00, há duas saídas por dia (7h10 e 15h10) e a viagem leva pelo menos 4h.

– Também há vans compartilhadas que saem do mesmo local e em horários semelhantes. É mais rápida porque faz o percurso direto e não para em outros destinos no meio do caminho. Custa em torno de R$ 50,00 por pessoa.

Travessia de canoa para Caraíva

– O caminho pela estrada até a Caraíva termina às margens do Rio Caraíva.

– A partir daí se faz uma travessia de canoa para chegar do outro lado do rio, onde se encontra a vila.

– A travessia de canoa é simples, rápida e acontece a todo tempo. Você chega ao píer, faz o pagamento (R$ 7,50) e aguarda a próxima saída, que não costuma demorar nem 10 minutos.

dicas de Caraíva

A última etapa para chegar a Caraíva é uma travessia de canoa

3- Qual é a melhor época para ir a Caraíva?

Diferente de outros destinos da costa nordestina, onde normalmente há uma estação seca e outra chuvosa, em Caraíva essa variação é mais tênue. Como as chuvas são bem distribuídas ao longo do ano, é difícil encontrar um mês que seja extremamente seco. Em linhas gerais, isso quer dizer que poderá chover ou dar praia em qualquer período.

Ainda assim, historicamente, os meses mais secos e que são considerados a melhor época para ir a Caraíva, são: janeiro, fevereiro, junho, julho, agosto e setembro. Além do constante calor, nestes períodos o índice pluviométrico não costuma ultrapassar a marca de 100 mm ao mês.

Na outra ponta, os meses mais chuvosos costumam ser março, abril e novembro. Se quiser minimizar a sua chance de perder um dia nas praias de Caraíva, evite viajar nestas épocas.

melhor época para viajar a Caraíva

De modo geral, os meses de verão é uma das melhores épocas para uma viagem a Caraíva

4- Onde se hospedar em Caraíva?

A melhor localização para se hospedar em Caraíva é próximo da Rua Beira-Rio e a uma quadra da faixa de areia da praia. Quanto mais perto disso a sua acomodação estiver, mais fácil será para colocar em prática a sua programação de passeios para fazer em Caraíva.

Acredite: com o passar dos dias, andar na areia fofa – e às vezes quente – das ruas de Caraíva, vai tirando a nossa vontade de sair da pousada. Portanto, quanto mais próximo da Rua Beira-Rio, que é a principal rua de comércios da vila e por onde chegamos e partimos, menos cansativo será.

Além disso, na minha opinião, vale a pena investir alguns reais extras para ter uma suíte com ar-condicionado e café da manhã incluído no valor da diária. Um noite de sono bem dormida e um dejejum reforçado para começar o dia certamente deixarão as suas férias mais proveitosas.

Sobre os preços das pousadas em Caraíva, fora da alta temporada a diária de uma suíte para duas pessoas custa, em média, entre R$ 230,00 e R$ 380,00. Por outro lado, nos meses mais concorridos é comum que as tarifas de um mesmo quarto aumente mais de 50%.

Por fim, para reservar a sua acomodação, ou até mesmo encontrar ofertas especiais, vale a pena ficar de olho nas promoções de pousadas em Caraíva no site Booking.com.

hospedagem em Caraíva

Rua Beira-Rio no centrinho

Pousadas em Caraíva

A estada durante a minha viagem a Caraíva foi na Pousada Aroeira. E, com toda certeza, é um lugar onde eu me hospedaria novamente. Além da ótima localização e das suítes aconchegantes, a Aroeira tem uma área externa que é a cara da vila e um café da manhã digno de férias. Não menos importante, saiba que o preço da diária é um dos mais em conta que você encontrará.

Outras acomodações com excelente relação preço x conforto são a Pousada Raiz Forte e a Pousada Luzes de Caraíva. Ambas são bem localizadas e têm suítes na faixa de R$ 300,00 por noite – para duas pessoas e já com o café da manhã na conta.

Para economizar, duas das pousadas mais baratas em Caraíva são a Pousada Jambrero e a Pousada Lumar.

Por fim, se você estiver em busca de pousadas em Caraíva para uma estada mais especial, a Pousada Lagoa tem bangalôs charmosos que são ideais para os casais que querem um ambiente com ares mais romântico e em contato com a natureza.

pousadas em Caraíva

Café da manhã da Pousada Aroeira

5- O que fazer em Caraíva?

Caraíva é um destino que não nos impõem obrigações turísticas. Por aqui, o lema é curtir o banho de rio e de mar no seu ritmo. Ainda assim, quem preferir incluir algumas atividades na programação encontra três passeios típicos na vila: barco, boia e buggy.

O roteiro de barco mais comum é para a Praia do Satu e a Praia do Espelho em um mesmo dia. Custa na faixa de R$ 250,00 por pessoa e dura o dia inteiro. Você encontra barqueiros e agências oferecendo este serviço na Rua Beira-Rio, próximo das barraquinhas de artesanato.

O passeio de boia (R$ 100,00) consiste em deslizar pelo Rio Caraíva durante o momento de maré vazante – quando a correnteza do curso de água doce vai de encontro ao mar. Toda a atividade dura em torno de duas horas, sendo que os viajantes são levados de barco até o local onde se inicia a descida.

Já o passeio de buggy está mais para um deslocamento do que um tour propriamente dito. Ainda assim, é uma atividade que vale a pena incluir no itinerário, afinal, será o jeito mais prático de chegar à belíssima praia da Ponta do Corumbau, que está a 10 quilômetros de Caraíva. O preço é tabelado e custa R$ 110,00 por pessoa.

Por fim, saiba que também há coisas para fazer à noite em Caraíva. Além das tradicionais saídas para comer e beber, a vila tem um programa que é sucesso entre moradores e turistas: os forrós do Pelé e do Ouriço. No caso, trata-se de duas casas diferentes, praticamente lado a lado na Rua Beira-Rio e que funcionam em dias alternados.

Os ingressos dos forrós em Caraíva custam na faixa de R$ 50,00 por pessoa e a animação começa por volta da meia-noite.

Caraíva

Ponta do Corumbau

6- Praias de Caraíva

Há três praias de Caraíva onde você conseguirá chegar por conta própria e terá estrutura para passar o dia: Barra de Caraíva, Praia de Caraíva e Praia do Satu – sendo que as duas primeiras são os trechos centrais próximos da vila.

O pedaço mais movimentado é a Barra de Caraíva – no encontro do Rio Caraíva com o mar – que está a 10 minutos de caminhada do centrinho. Para chegar lá, dá para ir andando pela praia, em direção ao lado esquerdo, ou pela Rua Beira-Rio.

Além de água calma, especialmente durante a maré a baixa, a Barra de Caraíva oferece boa estrutura de quiosques. São barracas simples e sem firulas, mas você terá tudo o que precisa para passar o dia sem precisar gastar uma fortuna – ou menos do que gastaria na praia vizinha.

Já a Praia de Caraíva é o principal pedaço de areia da vila. À parte das barracas mais elegantes – com consumição mínima entre R$ 200,00 e R$ 500,00 por pessoa – a praia em si não tem nada de muito especial e o mar costuma estar mais agitado. Ainda assim, quem prefere um quiosque com ares de beach club será mais feliz por estas bandas. Três dos mais bem cotados são os Coco Brasil, Bar da Praia e Cores do Mar.

Por fim, a Praia do Satu proporciona o melhor banho de mar e oferece um cenário selvagem e deserto. Por aqui, o Satu Beach Club e o Restaurante Mangaba Satu são os únicos quiosques para os visitantes. Tenha em mente, porém, que o jeito mais comum para chegar a esta praia é caminhando por quase 1h pela faixa de areia durante a maré baixa.

Caraíva dicas de viagem

Praia central de Caraíva

viagem a Caraíva

Barra de Caraíva

7- Onde comer em Caraíva?

A maior parte dos bares e restaurantes em Caraíva está distribuída ao longo da Rua Beira-Rio. Portanto, é para cá aonde os visitantes vão na hora de sair para comer e beber à noite. Durante o dia, como os turistas costumam estar na praia, boa parte dos estabelecimentos permanecem de portas fechadas.

De modo geral, o preço das refeições em Caraíva não é barato. Um prato executivo individual e básico, na hora do almoço, custa em torno de R$ 45,00. Já pratos mais elaborados que servem até duas pessoas começam na faixa de R$ 140,00, mas chegam facilmente a R$ 200,00 ou mais.

Outros valores médios que você encontrará para comer em Caraíva, são:

– Tapioca: entre R$ 25,00 e R$ 30,00.

– Sanduíche: R$ 30,00.

– Pizza grande: R$ 70,00.

– Porção de petisco de peixe: a partir de R$ 80,00.

– Moqueca de peixe para duas pessoas: em torno de R$ 160,00.

– Cerveja Brahma 600 ml: R$ 15,00.

– Cerveja Heineken 600 ml: R$ 23,00.

– Caipirinha: entre R$ 25,00 e R$ 35,00.

– Suco: R$ 15,00.

Restaurantes em Caraíva

Dois símbolos da culinária em Caraíva são o pastelzinho de arraia (R$ 13,00) do Boteco do Pará e a tapioca da Paty (R$ 30,00). Enquanto o primeiro é um excelente ambiente para o final de tarde quando estiver voltando da praia, o segundo é uma boa dica para comer barato dentro dos padrões de Caraíva.

Particularmente, eu não sou o maior fã de tapioca. Porém, a tapioca da Paty tem sabores tão fora do habitual que eu fui lá por mais de uma vez. A minha favorita foi a que leva o nome da mestre-cuca: carne seca, queijo coalho, rúcula, manjericão, molho chutney de tomate e patê de berinjela.

Para que estiver em busca de um legítimo PF na hora do almoço, o melhor e mais barato que você encontrará pertinho da praia é no Tropicália. Custa entre R$ 35,00 (frango) e R$ 45,00 (peixe e carne), e acompanha arroz, feijão, farofa e salada.

Outros três restaurantes em Caraíva que tem pratos individuais por menos de R$ 50,00 são o Gabriela Bar & Panela, Nhoqueria Caraíva e Casa Natural. Neste último, inclusive, fiz uma das minhas melhores refeições (frango crocante, arroz cremoso ao curry e salada) – simples, mas extremamente saboroso.

Quem quiser um ambiente de boteco ao ar livre, o Birita Caraíva é um dos lugares mais descolados e serve um bolovo (R$ 15,00) de dar água na boca.

Por fim, outros restaurantes em Caraíva que são bastante famosos são o Comune, Mais Brazil Steak House, Bar do Porto e Culinária Central. Embora não os tenha visitado, recebi boas indicações e estavam sempre cheios.

restaurantes em Caraíva

Tapioca da Paty

onde comer em Caraíva?

Refeição da Casa Natural

3 lugares para se hospedar em Caraíva

($) Para os viajantes que procuram um albergue, o Hostel e Pousada Casa de Paixão é o mais bem cotado para a sua estada.

($$) Quem faz questão de privacidade mas não quer gastar uma fortuna, a Pousada Aroeira tem ótimo custo-benefício. Inclusive, foi lá onde fiquei hospedado e com toda certeza voltaria outras vezes.

($$$) Podendo investir um pouco mais, vale conferir a charmosa Pousada Vila Verde.

» Se acaso preferir, clique aqui e confira outras ofertas de hospedagem.

Murilo Pagani
Introvertido de carteirinha com picos de sociabilidade quando necessário ou depois de alguns goles de cerveja. Queria saber escrever bonito, mas cultivo um enorme apego à desculpa de que sou originalmente de exatas para justificar a minha falta de dedicação em combinar as palavras uma depois da outra. Espero que entenda!
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comentários:
Jó Luis disse:

Muito boas as dicas!!! Muito obrigado.

Murilo Pagani disse:

Oi, Jó, tudo bem?

Fico feliz em saber que gostou das dicas de Caraíva!

Abraço

Nilson disse:

Estive em Caraiva entre 18 e 30 de julho de 2022. A primeira vez que fui foi em 2019 e voltarei sempre que puder. Sou apaixonado por este lugar, eu amo Caraiva!!!

Murilo Pagani disse:

Oi, Nilson, tudo bem?

Que bacana!

Abraço

claudia disse:

Nao precisa atravessar de balsa para Ajuda, pode ir do aeroporto de Porto Seguro direto pelo asfalto para Caraiva.Após,uns km de estrada de chao …

Murilo Pagani disse:

Oi, Claudia, tudo bem?

Obrigado pela dica.

Abraço