Melhores passeios em Bariloche, na Argentina: Descubra quais são os melhores tours, durante o inverno e verão, para incluir no seu roteiro de viagem.
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Não é à toa que este é um dos destinos mais famosos da Argentina, afinal, há muitos passeios em Bariloche.

E, embora a cidade tenha sua alta temporada de inverno – porque é um dos destinos de neve mais relevantes da América do Sul – saiba que Bariloche também rende um ótimo roteiro durante o verão.

Aliás, eu mesmo conheci a cidade durante a estação mais quente do ano e me apaixonei pelo lugar,

Se nos meses mais frios quem reina em absoluto são as brancas pistas de esqui, de novembro a março as montanhas ganham cores, os dias são mais longos, e às caminhadas à beira de lagos e rios mais agradáveis.

No entanto, não precisa se preocupar. Em qualquer época do ano sempre haverá excelentes passeios em Bariloche para você incluir na sua programação. E, neste texto, eu contarei quais as principais atividades que você pode fazer por lá.

Leia também: Onde ficar em Bariloche | Dicas, bairros e hotéis

# Melhores passeios em Bariloche

É inevitável: a menos que você alugue um carro particular, para fazer os melhores passeios em Bariloche será necessário se juntar a alguma excursão com agência.

Apesar de ser possível conhecer certos lugares por conta própria, para visitar locais mais afastados o tour guiado é imbatível. Isso porque, além de agilizar o seu deslocamento, com um passeio é possível parar em lugares em que não há acesso com o transporte público.

Como boa cidade turística que é, há várias agências em Bariloche que oferecem os principais passeios por estas bandas. Viajando com um roteiro folgado ou na baixa temporada, você pode reservar uma manhã ou tarde da sua viagem para bater perna pelo centro de Bariloche, e contratar seus tours por lá mesmo.

Por outro lado, se sua programação está apertada e você não tem tempo a perder, ou se você é do tipo de viajante que gosta de deixar tudo acertado antes de sair de casa, também dá para contratar suas aventuras pela internet.

Inclusive, os passeios em Bariloche que serão indicados neste texto são experiências que podem ser reservadas na Get Your Guide – uma plataforma onde é possível pesquisar, reservar e comprar seus tour com segurança, e do conforto de sua casa.

1- Circuito Chico

Já é tradição: dos melhores passeios em Bariloche, o primeiro tour a ser feito é o fotogênico Circuito Chico. Isso porque, ele é uma espécie de boas-vindas com as melhores paisagens da região.

Percorrendo cerca de sessenta quilômetros em aproximadamente quatro horas, o passeio inclui diversas paradas ao longo do caminho.

O tour começa em direção ao Lago Nahuel Huapi e Playa Bonita. Em seguida, continua rumo ao Cerro Campanário, onde se encontra o mirante mais bacana da cidade. Para chegar ao topo do cerro utiliza-se um teleférico, e o ingresso é comprado à parte no próprio local.

O passeio é encerrado pelos arredores do icônico e luxuoso Hotel Llao Llao. Além do próprio hotel, outras atrações avistadas nesta etapa do tour, são: Capela de Santo Eduardo, Colina da Capela e Cerro Lopez.

» Veja preço, avaliações e outras informações importantes sobre este passeio

Circuito Chico - Bariloche
Visual durante o Circuito Chico

Leia também: 10 hotéis baratos em Bariloche

2- Isla Victoria e Parque Los Arrayanes

Considerado por muitos viajantes o passeio mais surpreendente em Bariloche, o tour que vai até a Isla Victoria e ao Parque Los Arrayanes, de fato, é encantador.

Embora o passeio tenha duração de apenas cinco ou seis horas, é necessário separar um dia inteiro do seu roteiro para essa trip.

Como o porto de onde saem as embarcações para a Isla Victoria é afastado do centrinho de Bariloche, o passeio pode incluir o serviço de deslocamento terrestre do seu hotel até lá. Para isso, selecione esta opção na hora de reservar o seu tour.

Além disso, também é opcional incluir ou não alimentação durante o passeio. Caso não queira, é só levar alguns lanchinhos na mochila. Ou ainda, dá para comprar pequenos comes e bebes durante o passeio.

Sobre o itinerário, a primeira parada é o Parque Nacional Los Arrayanes, onde há um belo bosque para caminhadas, e uma pitoresca cabana que funciona como casa de chá.

A segunda parte da aventura é na Bahia Anchorena, onde há várias atividades disponíveis para os viajantes. Algumas opções para passar o tempo, são: caminhada por rota histórica, trilha para Piedras Blancas (8 km), ou visitar a Playa del Toro. Para quem quiser enganar a fome, há uma cafeteria na ilha.

Este é um dos melhores passeios em Bariloche para os viajantes que querem estar mais próximo da natureza, sem precisar fazer caminhadas cansativas.

» Veja preço, avaliações e outras informações importantes sobre este passeio

3- Rota dos 7 Lagos

Um dos caminhos mais cênicos da América do Sul, a Rota dos 7 Lagos é o percurso – de cento e dez quilômetros – que liga as cidades de Villa la Angostura e San Martin de los Andes.

E, fazendo jus ao seu nome, sete lagos enfeitam a paisagem por estas bandas: Espejo, Correntoso, Villarino, Falkner, Escondido, Machónico e Lácar.

A dica mais importante para fazer este passeio em Bariloche, é: se puder alugar um carro e fazer a Rota dos 7 Lagos por conta própria, e, quem sabe, dedicar dois dias para o percurso, a jornada será melhor aproveitada.

No entanto, se você não sabe ou não quer dirigir durante as férias, o passeio no esquema bate-volta com alguma agência também vale a pena.

A questão é que fazendo o percurso por conta é possível parar nas dezenas de mirantes que há no caminho. Já com o tour guiado, as paradas são limitadas e com o tempo contado.

Além disso, saindo de Bariloche são cento e noventa quilômetros até San Martin de los Andes. O que, consequentemente, torna o passeio de um dia cansativo – principalmente para quem estiver dirigindo.

Podendo investir em fazer tudo com calma o melhor plano, é:

– Sair cedo de Bariloche com um carro alugado.
– Passar um tempo em Villa la Angostura e almoçar por lá.
– Seguir viagem até San Martin de los Andes.
– Pernoitar em San Martin Martin de los Andes.
– Voltar a Bariloche no dia seguinte.
– Lembrando, é claro, que ao longo do caminho você fará diversas paradas para curtir o visual.

» Veja preço, avaliações e outras informações importantes sobre este passeio

4- Cerro Tronador

Nos limites entre Argentina e Chile, o Cerro Tronador atrai os turistas que estão em busca dos melhores passeios em Bariloche.

O tour dura um dia inteiro e é mais uma daquelas programações que contam com cenários que parecem ter sido pintados a mão. No caminho, lagos, montanhas e cachoeiras são as grandes estrelas de paisagens que se parecem com a proteção de tela de um computador.

Para curtir tudo isso inúmeras paradas são feitas ao longo do dia. Além do próprio Cerro Tronador, alguns locais que também fazem parte do itinerário, são: Lago Marcardi, Rio Manso, mirante para Isla Corazón, Geleira Negra e Garganta do Diabo.

Como há oferta de lanchonetes ao longo do caminho não é lá grande coisa, é bom levar uma mochila equipada com comes e bebes para enganar o estômago.

» Veja preço, avaliações e outras informações importantes sobre este passeio

5- Passeio Gastronômico

Verdade seja dita: você pode perfeitamente fazer uma lista de bares, restaurantes, chocolaterias e cafeterias, e visitar tudo por conta própria durante o seu roteiro em Bariloche.

No entanto, um passeio gastronômico guiado também tem o seu valor. Isso porque, na programação destes tours normalmente estão lugares que dificilmente entraríamos sem a indicação de um local.

Além disso, essa é uma ótima forma de conhecer vários estabelecimentos em poucas horas, provar o que cada um tem a oferecer, e voltar naqueles que mais gostar para uma refeição completa.

Neste passeio da Get Your Guide a programação inclui delícias para todos os paladares. Há degustação de carnes defumadas, massa, empanada, sorvete, fondue, chocolate, cerveja e vinho.

Tenha em mente, porém, que a rota pode variar de acordo com o dia da semana. Isso acontece para seguir a dinâmica de estabelecimentos que possam estar fechados naquele dia.

» Veja preço, avaliações e outras informações importantes sobre este passeio

tours em Bariloche
Centro de Bariloche, onde estão os principais restaurantes da cidade!

6- Teleférico Cerro Otto

A menos de dez quilômetros do centro de Bariloche, o Cerro Otto é o complexo com melhor custo-benefício para quem quer aproveitar a temporada de neve na cidade. Em especial, para os viajantes que nunca esquiaram e querem ter a primeira diversão no gelo.

Além disso, é no topo do Cerro Otto que se encontra uma atração bastante badalada de Bariloche: a Confeitaria Giratória – que é exatamente o que o nome indica.

Não menos importante, saiba que este passeio também pode ser feito durante o verão – sem a presença de neve, claro. Nos meses mais quentes, dá para fazer trilhas, aproveitar as paisagens dos mirantes e conhecer a tal confeitaria que gira.

Note, porém, que este tour da Get Your Guide não inclui as atividades na neve. Trata-se apenas do transporte do seu hotel ao cerro, e dos ingressos do teleférico para subir ao alto da montanha (o que é suficiente para o verão!)

Durante o inverno, você contrata os serviços de esqui, esquibunda e outras peripécias quando chegar ao cerro.

» Veja preço, avaliações e outras informações importantes sobre este passeio

7- Cerro Catedral (Neve em Bariloche!)

O Cerro Catedral não é apenas um dos principais passeios em Bariloche, mas também, é um dos maiores centros de esqui da América Latina. Ou seja, este é um passeio para quem for viajar durante o inverno!

A dezenove quilômetros do centro da cidade, o Cerro Catedral oferece uma excelente infraestrutura. Há lojas para aluguel de roupas e equipamentos, restaurantes, cafeterias, escolas de instrutores e espaço infantil.

Não menos importante, há mais de cinquenta pistas de esquis – do nível básico ao avançado. No entanto, para a turma que fará a estreia no gelo apenas dez pistas estão disponíveis. O que, convenhamos, é mais do que suficiente para quem nunca esquiou.

Para facilitar a vida dos viajantes, neste tour da Get Your Guide já está incluso boa parte de tudo que o viajante precisará para passar o dia esquiando: transporte terrestre até o Cerro Catedral, passes para os teleféricos e equipamentos para o dia (de esqui ou snowboard).

Os gastos extras que você terá por lá, são: alimentação, possível aluguel de roupa ou contratação de aula, além de outras atividades que você queira fazer.

» Veja preço, avaliações e outras informações importantes sobre este passeio

# Como comprar ingressos para passeios em Bariloche?

Para deixar toda sua programação acertada antes de sair de casa, uma boa maneira de comprar ingressos para passeios em Bariloche é através da Get Your Guide, um site onde você pode pesquisar e encontrar detalhes de tours, verificar os preços e já fazer sua reserva imediatamente – tudo online.

Além de oferecer um ambiente seguro, outra vantagem da Get Your Guide é que você pode fazer alterações nas datas dos passeios, ou ainda, muitas atrações têm cancelamentos gratuitos até 24 horas antes do início da atividade.

Outro benefício, embora nem sempre, é que dependendo do passeio os preços são bastante realistas. Alguns podem até ser mais em conta do que comprando direto com as empresas responsáveis, já que como eles tem um grande volume de reservas conseguem tarifas mais simpáticas.

Ainda assim, antes de fazer sua reserva recomendo que fique atento a estes três detalhes para não ter nenhuma surpresa desagradável:

» Caso você ainda não tenha certeza das datas do seu roteiro, verifique se a atração indica que o cancelamento é gratuito.

» A maior parte dos passeios em Bariloche são com guias que falam espanhol e inglês. Alguns até incluem guias em português, mas não costuma ser regra!

De qualquer forma, os guias que falam em espanhol costumam se virar muito bem no portunhol e isso não chega a ser um grande problema.

» Leia atentamente toda a descrição do passeio: o que está incluso no valor, quais itens são opcionais no momento da compra (refeições, traslados…), qual a duração e horário da atividade e onde é o ponto de encontro.

» Se preferir, clique aqui e encontre outros passeios em Bariloche.

Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here