Dicas e roteiros de viagem pela América Latina

Por Murilo Pagani

Quando ir a Bariloche: Clima e melhor época para viajar

Para conseguir aproveitar ao máximo as suas férias, é preciso entender qual é a melhor época para ir a Bariloche. Afinal, o clima da cidade irá influenciar diretamente nas experiências do seu roteiro.

Ainda assim, a boa notícia é que Bariloche garante ótimos passeios em qualquer estação do ano. Aliás, engana-se quem pensa que este é um destino apenas de inverno. Inclusive, já estive por lá durante o verão e adorei a viagem.

Portando, além de entender a dinâmica do clima em Bariloche, você também precisa ter em mente quais tipos de atividades quer incluir na sua programação.

Esquiar? Fazer trilhas? Passeios de barco? Tudo isso é possível. No entanto, desde que você viaje na estação adequada.

E, para que você consiga se planejar corretamente, neste texto eu contarei tudo o que você deve saber sobre quando é melhor viajar a Bariloche.

Leia também: Onde ficar em Bariloche | Melhores bairros e hotéis

# Melhor época para ir a Bariloche

Não existe uma melhor época para ir a Bariloche. Isso porque, embora o clima na cidade tenha grandes mudanças ao longo do ano, em qualquer mês você encontrará entretenimento adequado independente das condições climáticas.

Portanto, o que nos resta saber é quais programas você quer incluir na sua viagem a Bariloche. E, uma vez decidido, será fácil entender qual a melhor época – para você – ir a ao destino de neve mais famoso da Argentina.

clima em Bariloche - dicas

Bariloche

» Clique aqui para ver preços e reservar os melhores passeios em Bariloche

# Clima em Bariloche (Mês a Mês)

Independente de quando seja a sua viagem, uma coisa é certa sobre o clima em Bariloche: você irá enfrentar temperaturas baixas. Mas não se preocupe, pois, diferente da Patagônia, o tempo costuma ser mais previsível e menos congelante.

Dezembro, janeiro e fevereiro e março (Verão)

Acredite se quiser: para mim, o verão é a melhor época para ir a Bariloche. Isso, é claro, porque gosto de temperaturas amenas e não faço questão de viajar durante a temporada de neve.

Durante a estação mais quente do ano os termômetros em Bariloche registram médias de 14°C. Porém, atenção, pois a amplitude térmica é grande. Durante um mesmo dia você pode encarar 22°C durante à tarde e 5°C na madrugada.

Portanto, mesmo que você viaje a Bariloche durante o verão, deve-se colocar na mala algumas peças de inverno.

Com as temperaturas agradáveis e o clima seco, esse é um ótimo período para as atividades ao ar livre, trilhas e passeios de barco. Não à toa, os argentinos vão em massa para a cidade – diferente do inverno, quando a maioria dos turistas são estrangeiros.

Além disso, espere encontrar tarifas de hotéis e despesas em gerais, ligeiramente mais baixas do que na alta temporada de inverno (em março os preços estão ainda melhores!).

melhor época para viajar a Bariloche

Centro de Bariloche durante o verão!

Abril, maio e junho (Outono)

De abril a junho, ou seja, durante o outono, considero uma época chata para ir a Bariloche. Inclusive, este é um dos períodos menos movimentados na cidade.

O que acontece é que o clima em Bariloche nesta época não é tão simpático quanto no verão, mas também, ainda não está pronto para quem pretende fazer passeios de neve.

A temperatura média cai para casa dos 6°C e as chuvas começam a dar as caras. Aliás, essa é a época mais úmida por lá. Consequentemente, os passeios em Bariloche ao ar livre se tornam menos prazerosos.

Além disso, mesmo quem quer viajar justamente para encarar o frio e fazer atividades na neve, também não será tão feliz nestes meses. Afinal, os floquinhos brancos, normalmente, só começam a chegar neste destino em meados de julho.

Julho e agosto e setembro (Inverno)

Julho e agosto são os meses oficiais de alta temporada de inverno em Bariloche. Ainda assim, para não correr nenhum risco de chegar lá e encontrar pistas de esquis meia-boca, planeje sua viagem para a partir da segunda quinzena de julho.

Lembre-se também de caprichar nos agasalhos. A temperatura média na cidade é de 3°C, com madrugadas negativas, e máximas de 7°C ao longo da tarde. E, nas montanhas, você sempre encontrará os termômetros abaixo de 0°C.

Nas primeiras semanas de setembro os esportes na neve continuam a todo vapor. Inclusive, é um ótimo período para encontrar a região menos tumultuada de forasteiros e preços mais camaradas.

Se acaso você pretende viajar durante a temporada de neve em Bariloche, este é o momento certo.

Outubro e novembro (Primavera)

Assim como o verão, considero os meses de outubro e novembro bons períodos para ir a Bariloche.

Por outro lado, saiba que para brincar na neve você não deve arriscar a sua viagem nesta época. Apesar de em alguns anos as estações funcionarem até os primeiros dias de outubro, nem sempre é garantia.

Em todo caso, as paisagens da região ainda estarão sob o efeito do inverno. E, acompanhar as mudanças dos cenários entre as estações, é uma experiência e tanto para o seu roteiro.

Apesar de as temperaturas não serem tão elevadas quanto no verão, a sensação congelante do inverno já ficou para trás. Durante o dia, por exemplo, é possível que os termômetros passem dos 15°C – mas a média fica entre 9°C e 11°C.

Por fim, assim como em qualquer período de baixa temporada, você terá a sua disposição preços mais atraentes e menos concorrência por espaço durante os passeios.

Sem dúvida, para àqueles viajantes que não fazem questão de neve, essa é uma excelente época para ir a Bariloche.

3 lugares para se hospedar em Bariloche

($) Para os viajantes que procuram um albergue, o  Periko´s Youth  é uma das opções mais bem cotadas da cidade.

($$) Quem faz questão de privacidade, mas não quer gastar uma fortuna, a Hostería La Casita tem um ótimo custo-benefício.

($$$) Na categoria luxo, vale conferir as suítes do  El Casco Art Hotel.

» Se preferir, clique aqui e confira outras ofertas de hospedagem em Bariloche.

Murilo Pagani
Introvertido de carteirinha com picos de sociabilidade quando necessário ou depois de alguns goles de cerveja. Queria saber escrever bonito, mas cultivo um enorme apego à desculpa de que sou originalmente de exatas para justificar a minha falta de dedicação em combinar as palavras uma depois da outra. Espero que entenda!
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *