Conhecida por ser um tradicional destino de eventos, eu pensava que não haveria muito o que fazer em Blumenau fora das épocas de festivais. No entanto, a terceira cidade mais populosa de Santa Catarina oferece atrativos que podem ser visitados o ano inteiro.

Ainda assim, se você puder organizar a sua viagem durante alguma festividade, como por exemplo, a Oktoberfest, seu roteiro em Blumenau será ainda mais especial.

Em todo caso, se você já sabe que isso não será possível, não precisa se preocupar. Afinal, nesta lista sobre o que fazer em Blumenau há atrações, pontos turísticos e passeios para diferentes ocasiões e perfis de viajantes.

pontos turísticos de Blumenau
Devido a sua arquitetura de estilo enxaimel, a Prefeitura de Blumenau é um dos pontos turísticos da cidade

# Dicas do que fazer em Blumenau

Se acaso sua viagem a Blumenau não envolve nenhum motivo específico e a intenção é perambular pelos seus principais atrativos que estão na área central, dá para fazer isso passando dois dias inteiros na cidade.

Aliás, saiba que existem até mesmo passeios bate-volta que saem de Balneário Camboriú – distante a 62 quilômetros – e levam os viajantes para passar o dia em Blumenau.

Embora seja uma possibilidade viável de passeio para quem pretende focar o roteiro pelo litoral catarinense, tenha em mente que o perfil da sua visita será completamente diferente.

Por outro lado, para os turistas que além do turismo convencional querem aproveitar também algum evento, vale a pena reservar ao menos cinco dias para curtir sem pressa – e ressaca – tudo o que há para fazer em Blumenau.

1- Conhecer o Parque Vila Germânica

2- Perambular pelo centro-histórico

3- Visitar os museus de Blumenau

4- Ir a uma boa cafeteria

5- Voltar ao passado na Sebo Book Center

6- Caminhar em meio à natureza

7- Comer e beber na Vila Itoupava

8- Participar da Oktoberfest Blumenau

9- Provar as cervejas de Blumenau

o que fazer em Blumenau em dois dias
Rua das Palmeiras, ao lado do Museu da Família Colonial

» Clique aqui para encontrar ofertas de pousadas em Blumenau

1- Conhecer o Parque Vila Germânica

Se estivesse em qualquer outra cidade o Parque Vila Germânica seria apenas mais um espaço para realização de eventos. Afinal, é exatamente isso que ele é – um amplo complexo dividido em quatro pavilhões construído com o objetivo de receber festividades.

No entanto, estamos falando Blumenau, o destino que é palco de uma das maiores festas alemã e cervejeira da América Latina, a Oktoberfest Blumenau.

Além de receber a Oktoberfest, o Parque Vila Germânica também é o endereço de outros festivais em Blumenau, como: Sommerfest (a “Oktoberfest” do verão), Osterdorf (durante a Páscoa), Blumenkuchen (festival da cuca, em setembro) e Magia de Natal (durante o Natal).

Outra particularidade é que o Parque Vila Germânica pode ser visitado em qualquer dia do ano, mesmo quando não há eventos. Fora das festividades, você poderá perambular pelas suas enfeitadas ruazinhas, tirar fotos das construções de estilo alemão, comer e beber em ótimos restaurantes e comprar lembrancinhas em lojas de souvenirs.

Para aproveitar o passeio com tudo o que tem direito, um bom plano é visitar o local na hora do almoço ou no final da tarde. Foi o que eu fiz, e provei a tradicional batata recheada (R$ 30,00) do restaurante Alemão Batata e Choperia.

Outra boa opção para os comes e bebes é a Choperia Bier Vila.

A entrada no Parque Vila Germânica é gratuita nos períodos em que não é realizado nenhum evento. Por outro lado, durante as festas mais tradicionais é necessário comprar ingresso e os valores variam de acordo com a ocasião – sendo que em algumas até pode não custar nada para entrar.

Parque Vila Germânica em Bluemnau
O Parque Vila Germânica fica aberto o ano inteiro, mesmo quando não recebe nenhum evento
restaurantes na Vila Germânica
Tradicional batata recheada do Alemão Batata e Choperia

2- Perambular pelo centro-histórico

O centro-histórico de Blumenau é uma das regiões mais turísticas da cidade. Embora seja uma legitima área comercial, por lá estão algumas das construções mais emblemáticas deste destino.

Aliás, o centro também é um dos melhores bairros para ficar em Blumenau.

A principal via do centro é a Rua XV de Novembro. Além dos comércios do dia a dia, prédios históricos estão espalhados ao longo de toda a sua extensão. Alguns cartões postais que você pode incluir no seu itinerário, são: Prefeitura de Blumenau, Teatro Carlos Gomes e Catedral São Paulo Apóstolo.

Outra rua bastante conhecida é a Curt Hering, que é o endereço de muitos bares e restaurantes. Aos finais de semana, os bares da esquina da Curt Hering com a Rua Floriano Peixoto botam mesinhas na calçada e providenciam música ao vivo.

Paralela à XV de Novembro, a Rua 7 de Setembro é outra importante via do centro de Blumenau. Embora não tenha tantas atrações por lá, possui muitos comércios e é onde está o Neumarkt Shopping.

Além disso, na área central de Blumenau também estão os principais museus da cidade, mas é papo para o próximo tópico.

Rua XV de Novembro, no centro de Blumenau
Rua XV de Novembro, no centro de Blumenau
dicas do que fazer em Blumenau
Teatro Carlos Gomes

3- Visitar os museus de Blumenau

Uma das coisas que você pode incluir na sua lista do que fazer em Blumenau é conhecer os museus históricos da cidade.

A uma curta caminhada do centro, por exemplo, estão quatro dos mais importantes: Mausoléu Dr. Blumenau, Museu da Cerveja, Museu de Hábitos e Costumes e Museu da Família Colonial. É possível visitar todos eles dedicando cerca de três horas do seu dia.

Quando for ao Museu da Família Colonial ainda é possível aproveitar a pernada para tirar algumas da Rua das Palmeiras e ir ao Bosque Edith Gaertner – este último, situado na parte dos fundos do próprio museu.

Apesar de ser mais afastado do centro, a aproximadamente três quilômetros, outro lugar que é um dos principais pontos turísticos de Blumenau é o Museu Hering. Lá você poderá conhecer a história da marca de roupas que foi fundada por dois irmãos de Santa Catarina.

Por fim, recomendo que antes de ir aos museus você consulte o horário de funcionamento de cada um deles. Isso porque, eventualmente, algum pode estar fechado para folga semanal, ou até mesmo por estar passando por algum tipo de obra.

melhores museus em Blumenau
Área externa do Museu da Família Colonial

4- Ir a uma boa cafeteria

Nem só de cerveja vive Blumenau. Afinal, nada melhor do que um cafezinho e um pouco de glicose para rebater a ressaca da noite anterior. E, neste quesito, a cidade também não deixa a desejar.

No coração da cidade em plena Rua 7 de Setembro está a mais tradicional confeitaria de Blumenau, a Cafehaus Glória.

Anexa ao hotel de mesmo nome – o Hotel Glória – a cafeteria já tem quase 50 anos de história e segue atraindo dezenas de visitantes a qualquer hora do dia.

No entanto, na minha opinião, o melhor horário para provar as suas delícias é entre 7hs e 10hs da manhã. Isso porque, neste período é servido o seu tradicional café da manhã no esquema buffet à vontade que custa R$ 32,00 por pessoa.

Outro cantinho que me conquistou foi a Senhora Farinha Bakery – que está localizada na vizinhança de Victor Konder, a apenas 15 minutos de caminhada do burburinho central.

Com um estilo moderninho e uma vitrine de deixar qualquer doceiro salivando, a Senhora Farinha Bakery é aquele tipo de lugar instagramável que não dá vontade de ir embora. Não à toa, costuma estar sempre movimentada.

Antes de ir, porém, atente-se ao horário de funcionamento: de segunda a sexta das 14hs às 20hs, e de sábado e domingo das 9hs às 19hs.

Por fim, outra cafeteria em Blumenau que me pareceu bastante agradável – mas que não tive a chance de visitá-la – é a Amantes do Café.

cafeterias em Blumenau
A vitrine de encher os olhos da Senhora Farinha Bakery
passeios em Blumenau
Área externa da Senhora Farinha Bakery

5- Voltar ao passado na Sebo Book Center

Quem caminha com pressa pela Rua 7 de Setembro e passa em frente a Book Center tem a impressão de que se trata de apenas mais uma livraria comum.

Em sua fachada até há indícios de que ali podem ser encontrados produtos populares de décadas passadas, como vinis, CDs, DVDs, gibis e revistas antigas. No entanto, é só cruzando a sua porta de vidro que temos a real dimensão de todas as relíquias guardadas lá dentro.

Apesar de pouco visitada pelos turistas, os blumenauenses que estão em busca de algum artigo raro ou usado não pensam duas vezes sobre onde procurar. Afinal, há mais de 30 anos a Book Center já faz parte do dia a dia da cidade.

Ao contrário dos modestos sebos que estamos habituados a encontrar por aí – escuros, com livros empoeirados e sem muitas regras de arrumação – a Book Center chama a atenção pelo perfil oposto. Lá, suas enormes estantes e prateleiras estão meticulosamente organizadas e identificadas.

Mesmo que você não tenha nenhuma compra em mente, na minha opinião, a Book Center é um local que merece espaço no seu roteiro de viagem a Blumenau.

o que fazer em Blumenau - compras
Book Center

6- Caminhar em meio à natureza

Se acaso você gosta de visitar parques durante as suas viagens, Blumenau tem alguns espaços para a sua programação.

Ao lado do da Vila Germânica, o Parque Ramiro Ruediger é um espaço urbano com área verde, pista para caminhada, parquinho infantil e quadras esportivas. Embora não seja tão grande, vale a pena conhecer no mesmo dia em que for ao complexo de eventos.

Outra opção para ter contato com a natureza fica na área central, atrás do Neumarkt Shopping e atende pelo nome de Parque São Francisco de Assis. Neste caso, porém, trata-se de um espaço para realizar pequenas trilhas em meio a uma farta vegetação de Mata Atlântica.

O detalhe para não perder a viagem até o Parque São Francisco de Assis é que ele não funciona em caso de chuva. Podendo permanecer fechado até mesmo no dia seguinte aos aguaceiros.

No mesmo terreno que o Museu da Família Colonial está o pequeno Bosque Edith Gaertner. Na minha opinião, o passeio somente até o parque não valeria a pena. Porém, como está ao lado do museu, acaba entrando no itinerário dos visitantes.

Por fim, vale mencionar o Parque Ecológico Spitzkopf, que se encontra a 16 quilômetros do centro de Blumenau e oferece trilhas e vistas panorâmicas. No entanto, o parque está fechado faz algum tempo, portanto, consulte a situação antes da sua viagem para não perder tempo.

parques em Blumenau
Parque Ramiro Ruediger, praticamente ao lado da Vila Germânica

7- Comer e beber na Vila Itoupava

Localizada a 25 quilômetros do centro, a Vila Itoupava é um distrito com personalidade própria e que mantém a rigor hábitos e tradições alemãs. Não à toa, tornou-se uma das principais rotas turísticas de Blumenau.

Ainda assim, conhecer essa região requer um planejamento mínimo. Isso porque, o ideal é fazer um recorrido com um carro próprio, pois depender de transporte público tornará seu passeio inviável.

Outra opção, dependendo da época da sua viagem, é se juntar em algum grupo formado pelos receptivos turísticos. No entanto, esses passeios costumam acontecer apenas aos finais de semana ou durante a alta temporada de realização de algum evento – que é quando há turistas suficientes para formar um grupo.

Depender de Uber também é complicado, tanto para chegar lá como para se locomover na própria vila.

Uma vez organizado o meio de transporte, outro cuidado é verificar o horário de funcionamento de cada uma das atrações da Vila Itoupava. Alguns bares e restaurantes, por exemplo, abrem as portas somente a partir de quarta-feira à noite, ou, até mesmo, apenas aos finais de semana.

Finalmente, alguns lugares que você pode incluir na sua rota, são: Schluck Licores, Restaurante e Padaria do Hotel Ruvias, Centro Cultural da Vila Itoupava (antiga Cervejaria Feldmann), Restaurante Abendbrothaus, Cervejaria Bierland e Cervejaria Container.

8- Participar da Oktoberfest Blumenau

Durante o mês de outubro o assunto em Blumenau é apenas um: Oktoberfest. Maior evento da cidade, a festividade que celebra as tradições alemãs recebe milhares de turistas todos os anos.

O palco do evento é o Parque Vila Germânica. No entanto, o pontapé inicial para os festejos acontece com um desfile na Rua XV de Novembro, no centro. E, mesmo depois da abertura, este desfile continua acontecendo duas vezes por semana (normalmente às quartas e sábados).

Embora seja possível aproveitar a festa de segunda a segunda, os dias de maior público são aos finais de semana, especialmente durante o feriado de 12 de outubro.

Para quem quiser aproveitar tudo antes que o álcool comece a fazer efeito, a dica é chegar cedo. Inclusive, o período do horário do almoço e da tarde é sempre muito procurado por famílias.

Os ingressos para a Oktoberfest devem ser comprados com antecedência, pois, além de não correr o risco de ficar de fora da festa, você evita ficar nas filas das bilheterias. Os valores variam de acordo com o dia da semana:

– Primeiro e último dia de festa, e todas as segundas-feiras: Gratuito.

– Domingos, terças, quartas e quintas-feiras: R$16,00.

– Sextas-feiras: R$36,00.

– Sábados: R$46,00.

Além disso, outra tarefa que você não pode deixar para a última hora é reservar a sua hospedagem. Afinal, as acomodações com melhor custo-benefício ficam lotadas muito antes de outubro.

Próximo ao Parque Vila Germânica, algumas opções de hotéis, são: Pouse Bem, Pousada by Rieger e Blu Terrace Hotel.

Porém, nesta época do ano será mais fácil encontrar pousadas baratas em Blumenau no centro. Até porque, é na área central onde se concentra a rede hoteleira da cidade.

 Oktoberfest Blumenau
O Parque Vila Germânica é o principal palco da Oktoberfest Blumenau

9- Provar as cervejas de Blumenau

Se você não puder ir a cidade durante eventos cervejeiros e tampouco consegue chegar até a Vila Itoupava, não precisa entrar em pânico. Afinal, ainda assim, você poderá conhecer algumas as cervejarias de Blumenau

Tanto na área central como também em bairros vizinhos há bons bares e cervejarias onde você poderá provar os rótulos mais conhecidos de Blumenau. E, mais uma vez, recomendo que antes de sair do hotel você consulte o horário de funcionamento atual de cada local para não perder a viagem.

Na própria Vila Germânica, você pode beber diferentes tipos de chope no Alemão Batata e na Choperia Bier Vila.

Outro local para comer e beber muito bem é na Wunder Bier, que fica a sete quilômetros do centro.

Um pouco mais longe da área central, a aproximadamente 10 quilômetros, está a tradicional marca que leva o nome da cidade, a Cerveja Blumenau.

Se acaso estiver hospedado no centro, poderá ir andando até o The Basement English Pub ou ao Seu Porco. Enquanto o primeiro tem o estilo de um tradicional pub inglês, o segundo é um legítimo boteco brasileiro que aos finais de semana bota mesa na calçada.

cervejarias em Blumenau
Seu Porco é um bar com ambiente descontraído no centro de Blumenau

# O que fazer em Blumenau à noite?

Fora dos períodos de festas, a melhor dica do que fazer em Blumenau à noite é aproveitar os bares da região central da cidade. Ou, os restaurantes e choperias da Vila Germânica.

Aos finais de semana muitos bares que foram indicados no item nove do texto promovem eventos com música ao vivo.

E, lembrando que no centro, a noite em Blumenau é movimentada pela região da Rua Curt Hering esquina com a Rua Floriano Peixoto.

o que fazer em Blumenau à noite
Ambiente tradicional e aconchegante do The Basement English Pub
noite em Blumenau
Além de chopes variados, o cardápio do The Basement English se destaca pelas diferentes opções de hot-dog e hambúrguer

# O que fazer em Blumenau com chuva?

De fato, alguns passeios em Blumenau podem ficar prejudicados no caso do clima não colaborar. No entanto, também há o que fazer em Blumenau com chuva.

Inclusive, algumas atividades que já foram indicadas continuam sendo um bom plano mesmo em situações de aguaceiros, como, por exemplo, visitar os museus, cafeterias, livrarias e bares da cidade.

Deixar para aproveitar a viagem somente quando o sol estiver brilhando não é uma boa ideia. Isso porque, o clima em Blumenau é úmido na maior parte do ano. Mesmo nos meses mais secos – entre abril e agosto – costuma chover frequentemente.

Portanto, coloque um guarda-chuva, uma capa e roupas de frio na mochila, e saia para desfrutar dos passeios faça chuva ou faça sol.

o que fazer em Blumenau com chuva
O Museu Hering é uma das opções de passeios para os dias de chuva em Blumenau

# Roteiro de 2 dias em Blumenau

Se a sua viagem for a turismo apenas pela área central da cidade e fora da época de eventos, não há grandes segredos para montar o seu roteiro de viagem em Blumenau.

Afinal, os pontos turísticos são relativamente próximos uns dos outros, e dá para se locomover andando entre alguns deles. E, para os deslocamentos maiores, os aplicativos de corrida funcionam muito bem.

Em todo caso, deixarei a seguir uma sugestão do que fazer em dois dias em Blumenau. Porém, lembre-se: para ir além do perímetro urbano ou participar de algum evento, o ideal é passar mais tempo na cidade.

» Dia 1: Parque São Francisco, Museu Hering, Vila Germânica (almoço), Parque Ramiro Ruediger e Senhora Farinha Bakery (café da tarde).

» Dia 2: Centro de Blumenau (Prefeitura, Rua XV de Novembro, Teatro Carlos Gomes, Catedral São Paulo Apóstolo, Sebo Book Center e museus).

Se acaso o seu hotel não tiver café da manhã, aproveite para fazer a primeira refeição do dia no Cafehaus Glória. Ou, caso contrário, passe lá no final tarde.

3 lugares para se hospedar em Blumenau

($) Para os viajantes que prezam por economia, o Hotel Hermann é um dos mais em conta da cidade.

($$) Querendo investir em um quatro estrelas, o tradicional Hotel Glória tem custo-benefício imbatível.

($$$) Por fim, o hotel mais charmoso e elegante da cidade atende pelo nome de Villa do Vale Boutique.

» Se acaso preferir, clique aqui e confira outras ofertas de hospedagem em Blumenau.

Avatar para Anônimo
Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here