Onde ficar em Natal, no Rio Grande do Norte: Descubra quais são os melhores bairros e praias para se hospedar, além de hotéis, pousadas e resorts que valem a pena!
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Não há muitos bairros para ficar em Natal durante uma viagem. E isso não é ruim por dois motivos. Primeiro, porque facilita a nossa decisão na hora de escolher uma hospedagem. E segundo, porque as poucas vizinhanças atendem as necessidades dos viajantes.

Ainda assim, é preciso entender o que cada pedaço da cidade pode oferecer. Afinal, cada uma das duas principais zonas hoteleiras de Natal rendem experiências completamente diferentes.

Além disso, é importante ficar atento na hora de escolher o hotel ou pousada para a sua estadia. Algumas acomodações têm instalações ultrapassadas que precisariam de uma boa reforma para proporcionar uma estadia adequada.

Porém, não se preocupe. Pois além explicar quais são as vantagens e desvantagens de cada região para ficar em Natal, neste texto eu também indicarei hospedagens de diversas categorias que são bem avaliadas.

Tenho certeza que depois de ler este texto atentamente até o final, você terá encontrado um lugar que atenda as suas necessidades.

Dicas de onde ficar em Natal

» Melhores lugares para ficar em Natal
» Praia de Ponta Negra
» Via Costeira
» Praia dos Artistas
» Minha experiência
» E Pipa?

# Melhores lugares para ficar em Natal

Via de regra, as duas melhores regiões para ficar em Natal, são:

– Praia de Ponta Negra
– Via Costeira

Outras vizinhanças que dispõem de alguns hotéis é a Praia de Areia Negra e a Praia dos Artistas. No entanto, não acho que sejam lugares tão convenientes para se hospedar.

As distâncias aproximada entre cada um destes bairros, são:

 – Ponta Negra x Via Costeira: 8 quilômetros
– Ponta Negra x Praia dos Artistas: 12 quilômetros
– Via Costeira x Praia dos Artistas: 8 quilômetros

Leia também: 10 pousadas baratas em Natal

# Praia de Ponta Negra

Dona da principal zona hoteleira da capital do Rio Grande do Norte, a Praia de Ponta Negra é, para maioria dos viajantes, o lugar mais adequado para ficar em Natal.

Além de hotéis e pousadas de preços variados, a região conta com inúmeros bares, restaurantes, agências de passeios e comércios em geral.

De toda a orla da Praia de Ponta Negra – que tem pouco mais de dois quilômetros de extensão – a área mais movimentada fica do seu trecho central em direção ao Morro do Careca. Ainda assim, o outro pedaço também garante uma estadia pra lá de conveniente – inclusive, é por estas bandas que estão instalados os melhores hotéis de frente para o mar.

melhores bairros em Natal
Praia de Ponta Negra

Acomodações na Praia de Ponta Negra

Para turma que estiver em busca de um albergue, a Pousada e Hostel Canto do Sossego tem dormitórios compartilhados e garante uma estadia bastante agradável. Tenha em mente, porém, que ela faz mais a linha pousada do que hostel. Para um ambiente mais descolado prefira o Rock’n Hostel.

Na categoria de pousada boa, bonita e barata, a Pousada Amaina Natal é uma das melhores opções para ficar em Natal. Além de estar a apenas uma quadra da praia numa ótima área de Ponta Negra, tem suítes confortáveis, limpeza bem feita e atendimento de primeiríssima qualidade.

Para se hospedar com mais privacidade, o Ponta Negra Flats Partic oferece apartamentos espaçosos e bem montados. No entanto, saiba que não há café da manhã.

Com custo benefício imbatível, a Pousada América do Sol é uma das mais bem avaliadas na cidade e não custa uma fortuna. Possui suítes bem decoradas, funcionários simpáticos e café da manhã caprichado.

Para investir numa estrutura de resort sem ir à falência, o Coral Plaza Apart Hotel tem tarifas realistas e oferece diárias que incluem café da manhã e jantar.

Já o cinco estrelas mais famoso – e caro – do pedaço é o Esmeralda Praia Hotel. Além dos mimos típicos de um hotel deste porte, o Esmeralda tem uma programação de recreação tanto para o dia como para noite. Depois que o sol se põem, os hóspedes continuam na piscina curtindo música ao vivo.

# Via Costeira

Com oito quilômetros de extensão, a avenida que conecta a Praia de Ponta Negra com o início zona norte de Natal é conhecida como Via Costeira. É nesta região, a beira-mar, que estão os resorts e hotéis grandões da cidade.

Para quem pretende investir numa estadia mais sofisticada ou ao melhor estilo all inclusive, encontrará diversas hospedagens por estas bandas.

Note, porém, que a Via Costeira não tem absolutamente nenhuma estrutura de bares, restaurantes e comércios. Quem se hospeda nesta zona ou faz as refeições no hotel em que está hospedado, ou investe em táxi/Uber para ir até Ponta Negra ou a Praia dos Artistas.

Acomodações na Via Costeira

O resort na Via Costeira com melhor preço e ótima reputação é o cinco estrelas Wish Natal. Trabalha com diárias que podem incluir todas as refeições do dia ou apenas algumas, basta selecionar a opção que você deseja no momento da reserva. Além das suítes hiper confortáveis, outros itens bem avaliados são a limpeza, atendimento e café da manhã.

Outro queridinho nesta categoria é o Serhs Natal Grand Hotel & Resort – inclusive, é um dos mais concorridos da cidade. Assim como seu concorrente Wish Natal, o Serhs também oferece diárias que podem ou não incluir todas as refeições, depende apenas da sua escolha.

# Praia dos Artistas

A terceira região para ficar em Natal é a Praia dos Artistas, e podemos considerar ainda sua vizinha Praia de Areia Negra. Antigamente, esse pedaço era o mais cobiçado da cidade e era aqui que ficavam os principais hotéis.

Hoje, no entanto, com a mudança da rede hoteleira para Ponta Negra, a região conta com poucas acomodações e muitos delas não se reformularam ao longo do tempo. Embora tenha algumas boas opções de hospedagem econômica, e exista uma estrutura razoável de comércios, considero que ficar em Ponta Negra é uma escolha mais acertada.

Acomodações na Praia dos Artistas

O melhor lugar para ficar na Praia dos Artistas está, na realidade, na Praia de Areia Negra. O Intercity Natal pode ser uma escolha atrativa para os viajantes que querem se hospedar numa rede convencional, com conforto e sem precisar gastar muito.

O Intercity tem suítes práticas, café da manhã delicioso e limpeza adequada.

# Minha experiência: Pousada e Hostel Canto do Sossego

O lugar que eu escolhi para ficar em Natal foi a Pousada e Hostel Canto do Sossego, e com certeza é um local que eu me hospedaria outras vezes.

Localizada na Praia de Ponta Negra e a uma quadra do mar, a pousada está situada numa ótima área do bairro – afastada do barulho central, mas não tão longe a ponto de deixar a estadia inconveniente.

Além de dormitórios compartilhados misto e feminino, a Canto do Sossego oferece quartos privativos – alguns deles com banheiro compartilhado. Sobre os dormitórios, são espaçosos, equipados com colchões confortáveis, e há armário grande para guardar pertences de valor.

O banheiro é enorme, em ótimas condições e fora do quarto. Embora, verdade seja dita, pode ter fila em dias de pousada lotada.

A área comum da pousada é organizada e está sempre limpa. Além de sala de estar com TV, há um belo quintal com piscina.

O café da manhã é básico e sem grandes novidades, no entanto, faz jus ao valor cobrado e tudo que é servido é bastante gostoso.

Para a estadia ficar ainda melhor, os donos da pousada são super gentis e ajudam os viajantes com o que for preciso.

>>> Veja fotos, avaliações e preços da Pousada e Hostel Canto do Sossego

hospedagem em Natal - dicas
Pousada e Hostel Canto do Sossego

# E Pipa?

A oitenta quilômetros de Natal, no município de Tibau do Sul, a Praia da Pipa é um dos destinos mais visitados no Rio Grande do Norte. A maioria dos viajantes vão pra lá no esquema de passeio bate-volta com as dezenas de vans que saem todos os dias de Natal.

O tour é bom e passa pelas principais atrações de Pipa, no entanto, recomendo ficar ao menos duas noites por lá – principalmente para os turistas que gostam de curtir a noite (neste caso, sugiro ainda se programar para ir num final de semana!).

Além de ser uma região com belas praias, Pipa ganha outros ares durante a noite, e seus bares, restaurantes e baladas, só podem ser devidamente aproveitados por quem se hospeda na praia.

Acomodações em Pipa

Para os mochileiros de plantão, a dica de albergue em Pipa é o Carioca Hostel. Com localização imbatível, o Carioca tem dormitórios compartilhados misto, feminino e suítes privativas. Com uma área comum bacaninha, é o tipo de lugar certo para quem gosta de conhecer outros viajantes. Outros pontos positivos são os funcionários divertidos e o café da manhã bem feito.

Na categoria de pousada barata, a Pousada Mediterrânea é uma das mais em conta e surpreende pelos ambientes charmosos, café da manhã que deixa saudades e funcionários atenciosos.

Numa pegada mais romântica, os pombinhos viajantes certamente gostarão das instalações da Pousada Boutique Waikiki. Além das suítes aconchegantes, a Waikiki tem uma bela piscina com deck de madeira, limpeza sempre em dia e café da manã variado.

Com decoração rústica-chique, o cinco estrelas Hotel Sombra e Água Fresca faz a vez de quem quer se hospedar com mais luxo e elegância. Embora esteja oficialmente situado na Praia do Amor, o hotel está a dez minutos de caminhada do burburinho de Pipa – o que não atrapalha em nada a estadia.

+ Dicas de onde ficar em Natal

» Lembre-se: na alta temporada – de dezembro até o carnaval – os preços das hospedagens sobem em todo o litoral do Brasil. Para ficar em Natal sem precisar gastar uma fortuna, reserve a sua acomodação logo que souber as datas da sua viagem.

» Além disso, antes de garantir o seu quarto vale ficar de olho nas ofertas do site Booking.com. Muitas vezes dá pra encontrar hotéis em Natal com até 40% de desconto.

» Verifique também quais as formas de pagamento utilizadas na hospedagem, se o café da manhã está incluído no valor da diária, e se há estacionamento disponível (caso você precise!). Tudo isso pode gerar chateações durante a sua estadia caso você não se informe antecipadamente.

» Se preferir, clique aqui e encontre outros lugares para ficar em Natal.

 

Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here