Viagem a Natal, no Rio Grande do Norte: Dicas para organizar o seu roteiro. Descubra quando ir, como chegar, onde se hospedar, o que fazer e onde comer!
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Poucos destinos no Nordeste oferecem tantos passeios quanto uma viagem a Natal, no Rio Grande do Norte. Embora os principais lugares para visitar fiquem fora da capital potiguar, é a partir dela que podemos conhecer as belezas do estado.

Como normalmente os viajantes não tem tempo para incluir todas as atrações num único roteiro, é preciso cuidado na hora de organizar as férias. Entender o que cada atrativo tem a oferecer é essencial para que sejam feitas as escolhas corretas.

Além disso, critérios na hora de decidir o local da hospedagem, e, principalmente, em qual época fazer uma viagem a Natal, são fatores que influenciarão consideravelmente para que se tenha uma boa experiência.

Mas não se preocupe, pois lendo este texto com atenção até o final, você descobrirá tudo o que precisa para que os seus dias de lazer sejam inesquecíveis – no bom sentido, claro!

# Dicas de viagem a Natal

1- Qual a melhor época para ir a Natal?
2- Quantos dias ficar?
3- Como chegar em Natal?
4- Melhor região para se hospedar?
5- O que fazer em Natal
6- Onde comer em Natal
7- Roteiro de viagem a Natal (10 dias)

1- Qual a melhor época para ir a Natal?

A capital do Rio Grande do Norte se orgulha de dizer por aí que tem trezentos dias de sol no ano. Para sua viagem a Natal, no entanto, é melhor não confiar tanto nesta história.

Ok, chove pouco. Talvez menos do que em outros destinos nordestinos. Mas chove! Principalmente entre abril e agosto – meses que devem ser evitados.

De março e setembro, meses de transição, costuma dar praia na maioria dos dias. Porém, se chover, não dá pra ficar surpreso.

Para garantir, os melhores meses para ir a Natal são de outubro a meados de fevereiro. Além do tempo firme com o sol estralando, o mar estará no seu auge de beleza – com água cristalina.

Estive em Natal no final de setembro, e peguei sol praticamente todos os dias. Durante dez dias que passei na região, choveu apenas um e em outros dois esteve nublado.

melhor época para viajar a Natal
Praia de Genipabu

2- Quantos dias ficar?

O tempo mínimo que eu recomendo para ficar em Natal é de quatro ou cinco dias inteiros. Dessa forma dá para fazer os principais passeios sem ter que abrir mão de muita coisa.

Quer fazer todos os tours? Fique seis dias completos por lá!

Já o roteiro ideal a Natal, na minha opinião, tem duração de 10 dias e inclui pernoites em Pipa.

Porém, fique tranquilo, como eu sei que nem todos viajantes conseguem viajar por tanto tempo, no final deste texto você encontrará um roteiro dia a dia e com os passeios indicados na minha ordem de preferência. Portanto, basta você adequá-lo a sua realidade.

roteiro Natal e Pipa - dicas
Praia do Amor, em Pipa

3- Como chegar em Natal?

Vale a pena alugar um carro em Natal?

Se você gosta de dirigir e tem um roteiro longo em Natal, que inclui pernoites em Pipa, alugar um carro pode ser uma boa ideia, porém, não é fundamental.

Além dos passeios e transfers funcionarem bem, vale lembrar que algumas atrações incluem passeio buggy ou deslocamentos por dunas, o que acaba tornando o carro comum inútil nestes percursos.

Aeroporto de Natal

O Aeroporto Internacional de Natal Governador Aluízio Alves, inaugurado em 2014, fica no município de São Gonçalo do Amarante, a quarenta quilômetros de Ponta Negra – o bairro com maior concentração de hotéis em Natal.

Uma corrida de táxi do aeroporto até o burburinho da capital do Rio Grande do Norte custa na faixa de R$ 150,00. De Uber, o mesmo deslocamento fica em torno de R$ 100,00.

Outra opção que pode ser uma boa, principalmente para quem está viajando sozinho, são as vans compartilhadas oficiais. No próprio aeroporto há um corredor com vários guichês de vans que parte para a cidade conforme a chegada dos voos. O serviço custa R$ 40,00 e deixa os viajantes na porta do hotel onde ficará hospedado (desde que seja em Ponta Negra ou na Zona Costeira).

Para fazer o caminho inverso, Natal – Aeroporto, eu utilizei o serviço da Van Service e deu tudo certo.

Para fazer o deslocamento de transporte público até dá, mas o percurso vai exigir quase duas horas e, provavelmente, depois de descer do ônibus do aeroporto você precisará pegar outro ônibus ou um Uber até seu hotel. Em todo caso, o transporte público é operado pela empresa Trampolim da Vitória, as saídas são de hora em hora, e a passagem custa R$ 4,20.

Rodoviária de Natal

A rodoviária de Natal opera viagens para diversos destinos do Nordeste e está localizada a onze quilômetros de Ponta Negra (uma corrida de Uber entre a rodoviária e o seu hotel deve sair por R$ 30,00).

Partido de Natal, as principais rotas, são:

– Pipa, empresa Viação Riograndense, R$ 20,00, 2 horas de viagem.

João Pessoa, empresas Nordeste e Progresso, R$ 35,00, 3 horas de viagem.

Recife, empresa Progresso, R$ 95,00, 5 horas de viagem.

Acarati (Canoa Quebrada), empresa Nordeste, R$ 70,00, 6 horas de viagem.

Fortaleza, empresas Nordeste e Expresso Guanabara, R$ 100,00, 8hs de viagem.

De Pipa para Natal

Se você estiver em Pipa e pretende ir a Natal, a opção mais barata são os ônibus já mencionados no item anterior: da empresa Riograndense, que faz Pipa – Natal em duas horas e a passagem custa R$ 20,00.

Tenha em mente, porém, que não há rodoviária em Pipa. Os ônibus saem de um estacionamento do final da Avenida Baía dos Golfinhos – a principal de Pipa. Se você pretende ir para a Praia de Ponta Negra, peça para o motorista te avisar onde descer, pois assim você ganha tempo e não precisa ir até a rodoviária.

Outras opções, são:

– Táxi: R$ 300,00.
– Uber: R$ 200,00.
– Transfer compartilhado: R$ 80,00 por pessoa.

como chegar em Natal
Ônibus que faz a rota Pipa x Natal

Como se locomover durante uma viagem a Natal?

Se você não estiver com carro próprio, o melhor jeito de conhecer as praias pelos arredores de Natal é com os passeios que as agências oferecem.

Para o perímetro urbano, Uber costuma ser o melhor custo-benefício, já que deslocamentos com o transporte público é lento e, muitas vezes, nos obriga a pegar mais de uma condução.

4- Melhor região para se hospedar?

Salvo raras exceções, o melhor bairro para ficar em Natal é Ponta Negra, que está de frente para o mar, tem calçadão agradável e boa oferta de bares e restaurantes. Além disso, há hospedagem de todas as categorias: você encontra de hostels a hotéis cinco estrelas.

Já se quiser se hospedar num resort, daqueles grandões com sistema all inclusive, os resorts de Natal se concentram na Via Costeira, vizinha de Ponta Negra, mas dez quilômetros distante.

Saiba, porém, que a região dos resorts não tem estrutura comercial e tampouco vida noturna. Ou o viajante fica dependente da acomodação, ou encara um Uber para ir até Ponta Negra.

onde ficar em Natal - viagem
Praia de Ponta Negra

Hotéis e pousadas em Natal

Durante minha viagem a Natal fiquei hospedado na Pousada e Hostel Canto do Sossego, que oferece dormitórios compartilhados, quartos privativos e tem piscina. Está super bem localizada, o atendimento é ótimo e a limpeza sempre impecável. O café da manhã é básico, mas não decepcionou. Com certeza me hospedaria outras vezes por lá!

Fazendo a linha boa, bonita e barata, a Pousada Amaina Natal é a melhor escolha para quem quer privacidade e gastar pouco.

Com bom custo-benefício e de frente para a Praia de Ponta Negra, a Pousada América do Sol é uma das mais bem avaliadas da cidade. Possui suítes bem decoradas, funcionários simpáticos e café da manhã caprichado.

Para investir numa estrutura de resort sem ir à falência, o Coral Plaza Apart Hotel tem tarifas realistas e oferece diárias que incluem café da manhã e jantar. Está localizado no sossegado canto esquerdo da Praia de Ponta Negra.

Já entre os resorts cinco estrelas de Natal, na Via Costeira, os dois mais bem cotados é o Serhs Natal e o Wish Natal. Este último, trabalha com diárias que podem incluir todas as refeições do dia ou apenas algumas, basta selecionar a opção que você deseja no momento da reserva.

Se preferir, clique aqui e encontre outros lugares para se hospedar durante a sua viagem a Natal.

Pousada e Hostel Canto do Sossego
Pousada e Hostel Canto do Sossego

Leia também: 10 pousadas baratas em Natal

5- O que fazer em Natal

Embora você esteja organizando uma viagem a Natal, saiba que as principais atrações e praias que farão parte do seu roteiro se encontram em municípios vizinhos da capital do Rio Grande do Norte.

Para quem não estiver de carro, a solução para conhecer estes lugares é contratar os passeios com alguma agência local.

Passeios em Natal

Há muitas agências que oferecem basicamente os mesmo passeios para as melhores praias de Natal. E, atualmente, há pelo menos sete opções de tours para incluir no seu roteiro pelo Rio Grande do Norte.

Preferi deixar todos os meus passeios reservados antes de chegar na cidade. No entanto, saiba que se deixar para negociar na hora, talvez consiga tarifas ligeiramente mais baixas. Na orla de Ponta Negra há várias a agências e vendedores que ficam abordando os viajantes.

Fiz todos os meus passeios com a empresa Natal Beach, que tem sede na própria orla de Ponta Negra, e tudo ocorreu conforme o programado.

A logística dos passeios não costuma variar muito.  Basicamente, a empresa que você contratou irá te buscar no seu hotel, segue para o destino principal (às vezes com paradas no caminho), e lá, há um ponto de apoio (restaurante) pré-determinado. Na hora de ir embora, os viajantes encerram as suas contas antes do horário marcado para sair, e a van deixa cada um em seu respectivo hotel.

Normalmente, os passeios em Natal já incluem além do transporte por terra, os deslocamentos de barco que serão feitos para chegar até piscinas naturais – que em Natal são chamadas de Parrachos.

Ainda assim, eventualmente, em alguns tours, pode existir a opção de passeios opcionais, como buggy, mergulho com cilindro ou voo de helicóptero. Todas estas atrações são pagas à parte. Outro item que cada um paga o seu é a questão do almoço nos pontos de apoio.

Dunas de Genipabu
Vista das Dunas de Genipabu

Atrações aos arredores de Natal (Para conhecer com os passeios!)

Dunas, praias e lagoas, esse é o trio de atrações que encanta os turistas durante uma viagem a Natal. Não menos importante, vale destacar que as maneiras como os viajantes conhecem estes lugares – buggy, barco e mergulhando – também acrescenta ainda mais diversão nas férias.

No litoral norte de Natal, alguns dos lugares que valem o passeio, são: a praia e as Dunas de Genipabu (no município de Extremoz, 22 km de Natal), a praia e os Parrachos de Maracajaú (no município de Maxaranguape, 65 km de Natal), a praia e os Parrachos do Rio do Fogo (no município de Rio do Fogo, a 85 km de Natal), São Miguel do Gostoso (município a 115 km de Natal).

Já no litoral sul do território potiguar, os principais destinos, são: Cajueiro de Pirangi (no município de Parnamirim, 15 km de Natal), Praia de Camurupim (no município Nísia da Floresta, 28 km de Natal) e Pipa (no município de Tibal do Sul, 75 km de Natal).

No item 7 deste texto, onde eu sugiro um roteiro de viagem a Natal de 10 dias, você encontra os tours listados na minha ordem de preferência, os preços, e quais lugares você irá visitar em cada passeio.

Praia de Maracajaú - Rio Grande do Norte
Praia de Maracajaú
o que fazer em Natal - viagem
Praia de Camurupim

Leia também: 9 melhores passeios para fazer em Natal

Atrações na cidade de Natal

Além das praias, lagoas e dunas para conhecer pelos arredores de Natal, a própria capital oferece algumas opções de lazer. Normalmente, estes lugares são visitados nas horas vagas do dia de chegada, partida, ou ainda depois de algum passeio que não termine muito tarde.

Para pegar praia sem se preocupar com deslocamentos, a Praia de Ponta Negra – onde ficam os principais hotéis de Natal – garante um dia de bobeira de frente para o mar e com boa estrutura de bares e quiosques. Outras praias urbanas da cidade, são: Praia de Areia Negra, Praia dos Artistas e Praia do Forte.

Quem gosta de artesanatos e produtos locais – como doces, licores e castanhas – há vários lugares para compras em Natal. Em Ponta Negra, o Mercado de Ponta Negra é um dos mercados com localização mais conveniente para os viajantes. Ainda no bairro, mas na Avenida Engenheiro Roberto Freire – que fica a três quadras da orla – há o Shopping do Artesanato Vilarte Ponta Negra e a Feirinha de Artesanato de Ponta Negra.

Para curtir a noite, a Rastapé Casa de Forró, que funciona as quartas, sextas e sábados, e está convenientemente localizada na Praia de Ponta Negra, é um dos lugares mais animados da capital potiguar.

6- Onde comer em Natal

Há muitos lugares para comer em Natal – principalmente no burburinho de Ponta Negra. Por lá, não faltam restaurantes que servem frutos do mar, pizza, lanches e porções.

Para quem está preocupado em economizar e matar a fome, o prato-feito mais em conta, não muito longe da Praia de Ponta Negra, é no modesto Restaurante O Mineiro. Serve pratos-feitos por meros R$ 6,00 e R$ 10,00 (pequeno e grande, respectivamente). Tem bife, filé de frango grelhado, bisteca suína, linguiça e pratos do dia – que pode ser guisado, fígado ou algum outro prato típico.

onde comer em Natal - dicas
PF do Restaurante O Mineiro

Já na orla de Ponta Negra, de frente para o mar, uma refeição com bom custo-benefício você encontra no Mango. Há diversos pratos regionais e o preço varia entre R$ 20,00 e R$ 35,00. Provei a Paçoca de Carne de Sol (R$ 25,00), que vem com arroz, purê de macaxeira e queijo coalho, e tudo estava bem gostoso.

restaurantes em Natal - dicas
PF do Restaurante Mango

No calçadão a beira-mar também há muitas pizzarias que servem rodízio por R$ 25,00. Não voltaria na Porto Paulista (achei a pizza ruim!). Já no Restaurante Canoa as pizzas são melhores, mas nada do tipo “uaaaau”.

Um bom escondidinho de carne de sol (R$ 32,00) eu provei no Beira-Mar Restaurante e Lancheria – que tem ambiente informal, é barulhento e tem preços camaradas. O cardápio é variado e há desde refeições do dia a dia, a outros pratos mais elaborados a base de frutos do mar (média de R$ 90,00, para duas pessoas).

Para um hambúrguer rápido e sem muitas firulas, há vários lugares na região. Experimentei o sanduíche do Prensadão Gourmet, que tem lanches que custam entre R$ 5,00 e R$ 20,00, e estava bem gostoso. Nesta mesma pegada, na Avenida Engenheiro Roberto Freire, na altura do Shooping de Artesanato Vilarte, há dois pátios com food-truck que servem diferentes sabores com preços entre R$ 15,00 e R$ 25,00.

Outro lugar para comer algo sem demora é na Padaria Pão e Companhia, que a tarde serve um belo buffet com sanduíches, quiche, croissant e outras delícias. O preço, porém, não é dos mais simpáticos (R$ 77,00 o quilo).

Se você quiser investir numa viagem gastronômica mais requintada, recomendo que leia o texto “Onde comer em Natal”, do pessoal do Viaje na Viagem.

Padaria Pão e Companhia
Buffet da Padaria Pão e Companhia

7- Roteiro de viagem a Natal (até 10 dias)

Confira a seguir uma sugestão de roteiro de viagem a Natal para até 10 dias, sendo que as atrações estão – quase – na minha ordem de preferência.

No caso, se eu tivesse apenas quatro dias inteiros disponíveis, incluiria o passeio bate-volta até Pipa no lugar de São Miguel do Gostoso. Pipa aparece no final, no entanto, apenas para facilitar a logística deste roteiro, já que esta programação de 10 dias também contempla pernoites neste destino.

Os valores dos passeios indicados são os que eu paguei com a Natal Beach, empresa com quem fiz todos meus tours e não tive nenhum problema.

Dia 1: Chegada

Dia 2: Passeio de buggy pelas Dunas de Genipabu (R$ 100,00)

» Atrações do passeio: Praia da Redinha, Dunas de Genipabu, Lagoa de Genipabu, Lagoa de Pitangui, Praia de Jacumã.

» Opcionais: esqui-bunda (R$ 15,00 por pessoa, 3 descidas) e tirolesa (R$ 15,00 por pessoa, 1 descida).

Dia 3: Passeio das Águas (R$ 40,00)

» Atrações do passeio: Centro de Lançamento da Barreira do Inferno, Maior Cajueiro do Mundo, Mirante da Praia de Tabatinga, Praia de Camurupim e Lagoa de Arituba.

» O passeio chamado “Rota dos Nativos” é uma versão mais completa do “Passeio das Águas”, e inclui outras lagoas e dunas na programação. Custa R$ 150,00.

Dia 4: Passeio Parrachos do Rio do Fogo (Peroba) (R$ 100,00)

» Atrações do passeio: Snorkeling nas piscinas naturais do Rio do Fogo – também conhecida como Parrachos de Perobas – e day use no Punaú Praia Hotel.

» Opcionais: passeio de quadriciclo (R$ 100,00 para duas pessoas) e voo de helicóptero (R$ 150,00 por pessoa)

roteiro de viagem a Natal
Parrachos do Rio do Fogo

Dia 5: Passeio São Miguel do Gostoso (R$ 70,00)

» Atrações do passeio: Quilômetro 0 da BR 101, Praia Ponta de Santo Cristo e Praia de Tourinhos.

Dia 6: Passeio Parrachos de Maracajaú (R$ 110,00)

» Atrações do passeio: Praia de Maracajaú, mergulho de snorkeling nos Parrachos de Maracajaú e Praia de Caraubas.

» Opcional: mergulho com cilindro (R$ 100,00 por pessoa)

Dia 7: Deslocamento para Pipa

» Atrações (por conta própria): Tarde na Praia Baía dos Golfinhos e pôr do sol no Mirante Sunset Bar.

Dia 8: Pipa

» Atrações: Passeio de jeep pelas praias da região, R$ 110,00 por pessoa. (Chapadão de Pipa, Praia de Sibaúma, almoço no Restaurante Camarão na Fazenda, Barra do Cunhaú, Praia do Madeiro, esqui bunda nas Dunas de Cacimbinhas e pôr do sol na Lagoa de Guaraíras)

Dia 9: Pipa

» Atrações: Dia livre para ir a Praia do Madeiro ou a Praia do Amor.

Dia 10: Regresso

Bate-volta de Natal para Pipa?

Caso durante a sua viagem a Natal você não tenha tempo de passar algumas noites em Pipa, saiba que dá pra fazer um passeio bate-volta saindo de Natal. Embora seja um tour bem bacana, que contempla as principais atrações da região, na minha opinião, Pipa pede mais tempo.

Até porque, Pipa é um destino completo, que tem atração para o dia, fim de tarde e noite. E, no passeio de um dia, você conhecerá apenas parte dos seus encantos.

Os passeios de Natal para Pipa custam, em média, R$ 50,00 por pessoa.

» Todos os preços indicados neste post – passeios, transporte, e alimentação – são referente a novembro/2019.

» Ficou com alguma dúvida ou tem outras dicas de viagem a Natal? Me conta aí nos comentários! 🙂

3 lugares para se hospedar em Natal

($) Para os viajantes que procuram um albergue, a Pousada e Hostel Canto do Sossego é uma das opções mais bem cotadas da cidade.

($$) Quem faz questão de privacidade, mas não quer gastar uma fortuna, a Pousada América do Sol tem um ótimo custo-benefício.

($$$) Podendo investir um pouco mais, vale conferir as suítes do Coral Plaza Apart Hotel.

» Se preferir, clique aqui e confira outras ofertas de hospedagem em Natal.

Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

2 COMENTÁRIOS

  1. Vc encontra taxi para aeroporto por R$80,00 e uber ou pop por R$70,00.
    Na Av. Ponta negra tem muitos restaurantes, lanchonetes e padarias, e a Padaria Doce Portugal, tem preços bons e muita comida deliciosa, doces tipicos de portugal.
    Na rua lateral do prai shopping, vc encontra espetaria, restaurantes e lanchonetes.
    Tem uma cafeteria chamada Chapelatto, cafés deliciosos e doces e tortas salgadas. Ao lado da burgueria Rapadura, deliciosos lanches gormet. Rua Cabo de são roque x rua de ponta negra a 2 quadras do praia shopping.

  2. * Para evitar comentários spans (falsos), solicitamos que ao deixar sua mensagem você também preencha um campo com seu nome e e-mail.
    Mas não se preocupe, pois estas informações estão seguras e seu e-mail não será exibido e nem compartilhado com outras pessoas!
    Para mais informações clique aqui para ler a nossa Política de Privacidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here