quito- centroQuito costuma ser a porta de entrada para os viajantes que aterrissam no Equador. Apesar de não ser a maior cidade do país, a capital equatoriana possui mais de um milhão de habitantes e atrações na mesma proporção.

Com um centro histórico que foi declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO em 1978, a cidade está habituada a receber turistas de todo o mundo e possui uma excelente infraestrutura para isso.

Além de ter diversas opções de museus, parques e passeios em geral, Quito servirá como uma ótima base para você explorar outras regiões do Equador que estão ali perto. Sugiro que você fique pelo menos cinco dias na cidade, e assim, poderá conhecer algumas das principais atrações que ela tem a oferecer.

Leia também: O que fazer em Quito?

# Quando ir

Quito está localizada a mais de 2.800 acima do nível do mar, e esse é um fator que influencia diretamente no seu clima.

Mesmo estando próxima a Linha do Equador, Quito possui uma temperatura amena durante todo o ano. A época mais chuvosa é de outubro a abril e a mais seca nos outros meses.

Estive por lá na última semana de outubro e na metade de novembro, e o que posso afirmar é que era impossível sair de casa sem um guarda chuva. Durante praticamente todos os dias a rotina era a mesma: sol pela manhã, chuva a partir das 14 horas e frio durante a noite.

***IMPORTANTE***

Lembre-se de que Quito está a mais de 2800 metros de altitude. No começo da sua estadia você pode se sentir desconfortável. Alguns sintomas comuns são: dor de cabeça, dificuldades para dormir e  ficar ofegante/cansado com facilidade.

É importante deixar o seu corpo se adaptar a esse novo ambiente antes de começar a realizar grandes caminhadas ou atividades físicas.

quito-centro histórico

Leia também: Roteiro de 15 dias no Equador

# Onde ficar

Quito possui duas regiões interessantes para hospedagem: Mariscal e o Centro Histórico. Optei por me hospedar em Mariscal e não me arrependi em nada.

Essa é a região mais moderna e descolada da cidade. Há muitos bares, restaurantes, hostels, mercados e fácil acesso ao transporte público. Dominada por muitos turistas, mas também equatorianos, o ar cosmopolita prevalece nessa área.

Fiquei na Posada del Maple. O quarto compartilhado me custou US$ 8,00/noite com café da manhã (básico) incluído. É um hostel simples, mas que atendeu perfeitamente as minhas necessidades. Possuí uma boa área para socialização, boa cozinha, funcionários atenciosos e prestativos.

Na época em que fiquei hospedado eles estavam mudando o servidor de internet, por isso, ao longo do dia ficávamos sem sinal algumas vezes- acredito que a situação tenha melhorado, já que esse era o objetivo da mudança.

quito- mariscal
Região de Mariscal

Leia também: Onde ficar em Quito | Os melhores bairros, hostels e hotéis

# Como se locomover

Apesar de ser uma metrópole e não possuir metrô, o transporte público quitenho me surpreendeu positivamente.

Um pouco confuso no começo, o sistema de Trolebus – os ônibus que circulam em vias especiais – abrangem boa parte da cidade a um baixíssimo custo. Nessas vias há diversas estações que nada mais são do que os pontos de ônibus que estamos acostumados. Como cada uma possui um nome, isso ajuda bastante na hora de sabermos onde descer.

O Terminal Quitumbe, também  conhecido como terminal terrestre, é de onde saem os ônibus intermunicipais para as principais cidades do país. É pra lá que você deve ir se pretende viajar até Baños, Guaiaquil ou Latacunga, por exemplo. Há diversas linhas de trolebus que tem como destino final o Terminal Quitumbe.

Táxis são bem baratos. Apesar de possuírem taxímetro nem sempre eles são acionados. Verifique isso antes de iniciar a sua corrida e se for o caso, negocie o valor antecipadamente.

quito-transporte

Leia também: Equador, tudo o que você precisa saber

Já o novo Aeroporto Internacional Mariscal Sucre é bem longe da cidade. Há diversas opções de fazer esse trajeto:

>>> Táxi

Uma corrida do aeroporto até a região central te custará aproximadamente US$ 25,00 em um percurso que demorará 40 minutos. Apesar de não ser muito caro, é possível gastar muito menos.

>>> Aeroserivicios

São ônibus executivos que funcionam 24 horas e fazem o percurso aeroporto- cidade ao custo de U$ 8,00. Você pode comprar sua passagem antecipadamente pelo site da empresa ou diretamente no aeroporto.

>>> Transporte Público

São ônibus públicos comuns que tem como destino os terminais Quitumbe ou Rio Coca. Quando chegar em algum deles você terá que pegar outro ônibus que te deixe próximo ao seu destino final .

Essa é aquela opção nem um pouco confortável, mas que é ideal para quem não quer gastar muito. Você não gastará mais que US$ 2,50.

O transporte até o Terminal Quitumbe é feito pelo consórcio Cosibo e há ônibus em circulação das 5:30 as 19:00.

O transporte até Rio Coca é feito pelo consórcio Sotranor e há ônibus em circulação das 5:30 as 22:00.


Tem outras dicas de viagem para Quito??? Me conta aí nos comentários!!! ?

Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here