Viagem a Porto Alegre, no Rio Grande do Sul: Descubra tudo o que você deve saber para organizar o seu roteiro de viagem. [Quando ir, quantos dias ficar, onde se hospedar, o que fazer, onde comer e muitas outras dicas!]
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!
Se você tem vontade de conhecer a capital gaúcha, boa notícia: num feriadão prolongado já dá para organizar uma viagem a Porto Alegre. Embora seja uma cidade grande, suas principais atrações e pontos turísticos cabem em dois dias inteiros de programação.

No entanto, com mais tempo disponível, é possível esticar as férias até outros destinos do Rio Grande do Sul, como Gramado, Canela e Bento Gonçalves. Afinal, estas cidades se encontram a menos de 130 quilômetros da capital.

Em todo caso, saiba que uma viagem apenas para Porto Alegre já é sinônimo de diversão, boa gastronomia, cultura e passeios ao ar livre.

E, para que você consiga se planejar adequadamente e aproveitar ao máximo os seus dias, neste texto eu contarei tudo o que você deve saber antes de fazer as malas.

Portanto, tenho certeza que depois de ler este post atentamente até o final, você terá entendido tudo o que deve fazer parte do seu roteiro em Porto Alegre.

# Dicas de viagem a Porto Alegre

1- Qual a melhor época para ir a Porto Alegre?
2- Quantos dias ficar?
3- Como chegar em Porto Alegre?
4- Melhor região para se hospedar
5- Atrações e pontos turísticos em Porto Alegre
6- Onde comer em Porto Alegre
7- Roteiro de viagem a Porto Alegre (3 dias)

1- Qual a melhor época para ir a Porto Alegre?

Uma viagem a Porto Alegre pode ser feita em qualquer época do ano. No entanto, cada estação tem seus prós e contras – a depender do tipo de clima que você gosta.

Tenha em mente que o verão e o inverno são as estações em que mais chove. E, por esta razão, a sensação de calor e frio é intensificada.

Não gosta de calorão ao melhor estilo sauna a céu aberto? Evite o verão. Não gosta de se empacotar todo para sair na rua? Evite o inverno.

Para não ficar nem lá e nem cá, as estações intermediárias oferecem temperaturas amenas, sendo que o outono é mais seco que a primavera. Portanto, são bons períodos para as atividades ao ar livre. Afinal, você não irá nem derreter e tampouco congelar com temperaturas extremas. 

Por fim, caso tenha interesse, saiba que um dos eventos mais tradicionais da cidade é a Feira do Livro, que acontece sempre na primeira quinzena de novembro. Se for um evento que faça sentido para você, organize sua viagem a Porto Alegre para esta época.

quando ir a Porto Alegre - dicas
Parque Farroupilha

2- Quantos dias ficar?

Dois dias inteiros são suficientes para visitar as principais atrações e pontos turísticos de Porto Alegre. Por outro lado, saiba que com mais um dia extra você poderá conhecer locais menos conhecidos, e que também garantem ótimos momentos de lazer.

Além disso, se quiser combinar num mesmo roteiro a cidade de Gramado, fique ao menos dois dias completos em Porto Alegre, e pelo menos quatro noites no destino mais famoso da Serra Gaúcha. Isso porque, dessa forma será possível conhecer os principais atrativos de cada cidade.

quantos dias ficar em Porto Alegre
Jardim da Casa de Cultura Mário Quintana, uma das principais atrações de Porto Alegre!

3-Como chegar em Porto Alegre?

Porto Alegre tem apenas um aeroporto e uma rodoviária. Ou seja, não há confusões no que diz a respeito sobre como chegar na cidade. Basta você decidir o seu meio de transporte e está feito.

Aeroporto Internacional de Porto Alegre Salgado Filho

O Aeroporto Salgado Filho está localizado na área urbana da cidade, apenas nove quilômetros do centro-histórico de Porto Alegre. Portanto, fazer o deslocamento do aeroporto até o seu hotel é bastante simples e econômico.

Uma corrida de Uber desde o aeroporto até o burburinho central, por exemplo, custa em torno de R$ 20,00. Além disso, também dá para fazer o deslocamento com o transporte público, seja de ônibus ou até mesmo com os trens urbanos da Trensurb.

Não menos importante, vale destacar que o Aeroporto Internacional de Porto Alegre também é o mais utilizado para quem pretende viajar pela Serra Gaúcha. Cidades como Gramado, Canela e Beto Gonçalves, se encontram a aproximadamente duas horas de estrada.

como chegar em Porto Alegre
Aeroporto Internacional de Porto Alegre Salgado Filho

Rodoviária de Porto Alegre

A rodoviária de Porto Alegre se encontra na área central da cidade, próxima aos principais bairros de interesse turístico: Centro-Histórico, Cidade Baixa e Moinhos de Vento.

Além de ser o ponto de partida para viagens de ônibus estaduais, você também pode embarcar para outros estados, como Paraná, Santa Catarina ou até mesmo São Paulo.

4- Melhor região para se hospedar

Os três melhores bairros para ficar durante uma viagem a Porto Alegre, são: Centro-Histórico, Cidade Baixa e Moinhos de Vento. Isso porque, todas estas vizinhanças estão próximas aos pontos turísticos da capital gaúcha, são bem servidas com o transporte público, e tem boa oferta de bares e restaurantes.

O Centro-Histórico, além de ser o pedaço de muitos atrativos, é a região que oferece tarifas mais em conta na cidade. No entanto, não é o melhor lugar para estar à noite.

A Cidade Baixa é a vizinha descolada do centro. Além de oferecer a vida noturna mais animada de Porto Alegre, tem acomodações com bom custo-benefício, e está grudada nas atrações centrais e no Parque Farroupilha.

Já o bairro Moinhos de Vento é uma das áreas mais elegantes de Porto Alegre. Embora esteja um pouco mais afastado do Centro-Histórico, a distância não inviabiliza a estadia. Por lá, espere encontrar hotéis estrelados, shopping, parques, ruas arborizadas, além de bares e restaurantes mais requintados. No entanto, como é de se imaginar, os hotéis tendem a ser mais caro por estas bandas.

Hospedagem em Porto Alegre

Localizado ao lado da Casa de Cultura Mário Quintana, o Açores Flat Design é o lugar mais bem cotado para se hospedar no centro de Porto Alegre. Tem instalações modernas, atendimento simpático e localização conveniente.

Para uma estadia num casarão histórico, o Hotel Praça da Matriz é um dos mais tradicionais da área central.

Na Cidade Baixa, o local que escolhi para me hospedar durante minha viagem a Porto Alegre foi o Solar 63 Hostel. Aliás, com toda certeza, ficaria lá outras vezes. Por lá encontrei estrutura correta, área comum organizada, funcionários sempre a disposição e limpeza impecável.

Caso você também queira ficar pela Cidade Baixa, mas prefere um hotel convencional, vale consultar as ofertas do Intercity Cidade Baixa.

No bairro Moinhos de Vento, o três estrelas Ibis Moinhos de Vento é um dos hotéis com melhor custo-benefício – daqueles que garante uma boa estadia sem te levar à falência.

Se preferir investir numa categoria acima, fique de olho nas suítes do Quality Porto Alegre e do charmoso  Hotel Laghetto.

Ou se preferir, clique aqui e encontre outros hotéis em Porto Alegre. Muitas vezes, dá para encontrar hospedagem com até 40% de desconto.

dicas para viajar para Porto Alegre
63 Hostel

Leia também: 10 hotéis baratos em Porto Alegre

5- Atrações e pontos turísticos em Porto Alegre

Há muita coisa bacana para fazer durante uma viagem a Porto Alegre. Aliás, outra boa notícia é que muitas atrações são gratuitas.

Para fãs de arquitetura e museus, o centro-histórico da capital gaúcha é o destino certo. Além de ser o principal centro comercial da cidade, por lá você encontra o Mercado Público de Porto Alegre, a Praça da Alfândega, o Museu de Arte do Rio Grande do Sul (gratuito), o Museu Histórico do Rio Grande do Sul (gratuito), o Centro Cultural Farol Santander (R$ 15,00), o Palácio Piranti, a Catedral Metropolitana e a Biblioteca Pública do Estado, e a Casa da Cultura Mário Quintana.

Ao lado da agradável orla do Rio Guaíba, a apenas dois quilômetros do centro, está o Centro Cultura Gasômetro, de onde se tem o fim de tarde mais especial de Porto Alegre. É também desta área que saem os passeios de catamarã que navega pelas águas do Guaíba.

Para quem gosta de parques, os dois mais próximos do eixo turístico da cidade é o Parque Farroupilha (também chamado de Parque da Redenção) e o Parque Moinhos de Vento. Ambos são bem cuidados e com ótimo espaço para caminhadas e prática de atividades física.

Aliás, é na Avenida José Bonifácio, paralela ao Parque Farroupilha, que todos os domingos acontece a Feira Brique da Redenção – onde diversas barraquinhas improvisadas vendem artesanato, porcelanas, peças de decoração antiga, planta, brinquedos e outros produtos típicos destas feiras.

Para amantes do futebol, vale incluir na programação um tour guiado pelos estádios do Grêmio ou do Internacional – a Arena Grêmio e o Beira-Rio, respectivamente.

Com mais tempo, considere visitar o Jardim Botânico, o Museu Iberê Camargo, o Museu de Ciências e Tecnologia e o simpático bairro de Ipanema.

dicas de viagem Porto Alegre
Centro-Histórico de Porto Alegre
passeio de barco em Porto Alegre - dicas
Centro Cultural Usina do Gasômetro às margens do Guaíba

Vida Noturna em Porto Alegre

Atualmente, o bairro Cidade Baixa é o grade polo noturno de Porto Alegre. Boêmios que gostam de beber na calçada ou em bares sem pompa, se sentirão em casa por esta vizinhança.

A rua mais movimentada do bairro é a General Lima e Silva – principalmente no trecho em que cruza com a Rua da República. Caminhar por esse pedaço e entrar no bar que te parecer mais simpático é uma ótima ideia para o fim de tarde e noite.

Mesmo assim, deixo algumas indicações de locais que você pode incluir no seu itinerário: Locals Only, Apolinário, Kiosque Brasil, Limas Bar, Céu Bar + Arte, Dirty Old Man e Venezianos Pub Café.

Já para os viajantes que preferem uma noitada mais elegante, o bairro Moinhos de Vento é famoso pelos bares animados e mais requintados. Por lá, os estabelecimentos se concentram pelos arredores da Rua Padre Chagas.

6- Onde comer em Porto Alegre

Apesar de eu não ter feito um super roteiro gastronômico durante minha viagem a Porto Alegre, indicarei alguns luares onde fiz um pit stop para repor a energia durante os meus passeios.

Para o almoço, três restaurantes que conheci e recomendo, são:

Restaurante La Persiana: Centro-Histórico, ao lado da Praça da Alfândega, buffet à vontade por R$ 22,00.

Céu Bar: Cidade Baixa, pratos executivos em torno de R$ 22,00.

Botânico Buffet Livre: ao lado do Parque Farroupilha, buffet à vontade vegetariano com sobremesa e suco, por R$ 35,00.

Para qualquer hora do dia, a modesta e barulhenta Lancheria do Parque é uma ótima pedida para provar um legítimo Xis Coração de Frango por meros R$ 14,00. Outros lugares para experimentar o sanduíche mais tradicional da cidade são no Cavanhas e no Limas Bar.

onde comer em Porto Alegre
Xis da Lancheria do Parque

Entre as cafeterias que visitei, minhas duas favoritas foram a Agridoce Café, na Cidade Baixa, e também o Café Santa Fermata, que fica pertinho do Parque Farroupilha.

E claro, caso você tenha outras dicas de lugares para comer em Porto Alegre, por favor, deixe um comentário no final do texto.

7-Roteiro de viagem a Porto Alegre (2 dias)

Indicarei a seguir uma sugestão de roteiro de dois dias em Porto Alegre. No entanto, tenha em mente que você pode alterar o itinerário para deixa-lo mais adequado aos seus gostos.

Dia 1: Atrações centrais

– Escadaria 24 de Maio

– Centro Histórico

– Casa de Cultura Mario Quintana

– Fim de tarde na orla do Guaíba e no Centro Cultural Usina do Gasômetro

– Noite na Cidade Baixa

Dia 2: Parques e outras atrações

– Parque Moinhos de Vento

– Rua Gonçalo de Carvalho

– Parque Farroupilha (E Feira Brique, se for domingo!)

– Visita guiada no estádio Beira-Rio ou Arena Grêmio

– Se for ao Beira-Rio, aproveite para ir também ao Museu Iberê Camargo, que se encontra apenas dois quilômetros do estádio.

– Noite na Rua Padre Chagas

Porto Alegre dicas de viagem
Estádio Beira-Rio

3 lugares para se hospedar em Porto Alegre

($) Para os viajantes que procuram um albergue, o  Solar 63 é uma das opções mais bem cotadas da cidade.

($$) Quem faz questão de privacidade, mas não quer gastar uma fortuna, o Intercity Cidade Baixa tem um ótimo custo-benefício.

($$$) Podendo investir um pouco mais, vale conferir as suítes do  Quality Porto Alegre.

» Se preferir, clique aqui e confira outras ofertas de hospedagem em Porto Alegre.

Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here