COMPARTILHAR
hostel dicas
© Photodune

Se você acompanha o blog há algum tempo deve estar se perguntando se eu não errei no título deste post. Afinal, já cansei de falar por aqui o quanto eu adoro ficar em hostels e que eles são minha primeira opção de hospedagem em mais de 90% das minhas viagens.

Mas acontece que como tudo nessa vida, os hostels também têm suas vantagens e desvantagens. Mesmo já tendo escrito sobre as razões pelas quais você deveria se hospedar em um albergue ao menos uma vez na vida, hoje eu quero te contar sobre as experiências não tão legais que você pode ter pela frente, caso não pesquise sobre o lugar que ficará.

Mas não se preocupe, apenas um item dessa lista não pode ser previsto de antemão. Todos os outros podem ser consultados através das descrições e reviews que estão em sites de pesquisa (como o Booking.com) ou na própria página do estabelecimento.

1- Beliche tripla

Apesar de ter encontrado esse tipo de cama pouquíssimas vezes, elas existem mundo afora. E dormir em uma delas pode ser um tanto quanto trabalhoso.

Tudo começa com a escalada para chegar ao terceiro andar do seu leito, que, obviamente, será mais difícil do que subir em um beliche tradicional. Nesse momento fique atento para não bater a cabeça no teto- você provavelmente mal conseguirá sentar na sua cama por falta de espaço. Além disso, tem os tremores e barulhos noturnos que são mais acentuados que o normal, afinal, esse tipo de cama costuma ser mais instável do que as outras.

2- Recepção que não é 24 horas

Esse não é um problema tão grande assim. Normalmente quando uma recepção tem horário para fechar você recebe uma chave para poder entrar e sair a hora que quiser. O grande problema é não saber disso e só descobrir quando estiver voltando de algum lugar, ou quando você pretende fazer o check-in de madrugada.

Durante a minha estadia em Copacabana, na Bolívia, o recepcionista do hostel se esqueceu de avisar um hóspede desse detalhe e não lhe deu nenhuma chave. As 2h da manhã todo mundo acordou com os gritos do cidadão que estava do lado de fora e queria entrar.

3- Disputa por tomada

Aqueles hostels que possuem uma tomada individual ao lado de cada cama já saem na frente quando estou procurando algum lugar para me hospedar. Se além dessas, possuir outras espalhadas pela área comum, ganha mais pontos ainda.

Verdade seja dita, os hostels mais antigos não têm culpa de não possuir essa facilidade. Quinze anos atrás ninguém imaginava que um viajante levaria consigo três ou até mais aparelhos eletrônicos que precisam ser recarregados frequentemente. Fazer adaptações necessárias na rede elétrica pode ser mais caro e trabalhoso do que imaginamos. Principalmente se o hostel estiver em uma construção histórica.

Mas admita, você também deve achar um saco ficar esperando alguém desocupar uma tomada para que você possa utilizá-la?!

dicas de hostel
Em algum hostel durante minha viagem pela Costa Rica

Leia também: Viajar e suas consequências, algumas verdades que você deve saber

4- Hostels que não te dão informação para que você compre os serviços dele

Além de hospedagem, muitos hostels oferecem serviços de lavanderia, transporte entre cidades turísticas, restaurante e excursões. E, na minha opinião, isso é excelente. São facilidades que ajudam (e muito) a vida dos viajantes. O hostel não só deve como tem todo o direito de apresentar esses serviços extras aos turistas.

Mas aí, deixar de dar informação ao mochileiro que prefere economizar e andar de transporte público do que utilizar um serviço privado, já é muuuita sacanagem.

Isso aconteceu comigo em mais de um hostel, mas todos no mesmo país: Guatemala. A conversa era sempre a mesma: eu perguntava quais ônibus que tinha que pegar para ir da cidade A à B,  o funcionário do estabelecimento falava que eles tinham esse serviço pelo preço X, eu dizia que queria ir de transporte público pois não tinha dinheiro e ele encerrava respondendo que não existia ônibus que fizesse esse percurso. O que em todas as vezes se comprovou ser mentira. 

5- Pagar taxa extra pelo wifi

Sem mais.

6- Não poder fazer reservas com cartão de crédito

Essa semana mesmo eu estava pesquisando sobre onde ficarei hospedado na minha próxima viagem. Depois de pesquisar bastante, ver muitas fotos dos locais e ler muitos reviews do Booking.com, decidi quais hostels seriam a minha casa por alguns dias.

Eis que no momento em que estava finalizando a reserva fui informado de que para confirmá-la, teria que fazer um depósito ou transferência bancária para o proprietário do estabelecimento. No mesmo instante pensei em procurar outro lugar para me hospedar, algum que não me fizesse ir até um banco para ter a reserva garantida.

Veja só, eu entendo muito bem que fazer um pagamento adiantado evita com que os hóspedes cancelem a reserva de última hora, e que isso é muito importante para que o hostel não fique com camas vazias e tenha prejuízo. Aliás, acho justo essa politica e não me importo em fazer tal pagamento antes de chegar ao local.

O que me deixa com uma baita preguiça e com vontade de procurar outro lugar para ficar é não poder fazer esse pré-pagamento com um cartão de crédito. Agora, se isso é chato para mim que tenho conta bancária no Brasil e dependendo do caso posso fazer uma transferência on line sem pagar taxas, imagina para os estrangeiros que estão viajando e não têm essa facilidade.

7- Cozinha mal equipada

Outro fator que influência bastante quando estou escolhendo um lugar para ficar é se ele possui cozinha disponível. E para alegria dos mochileiros que querem cozinhar sua própria comida durante as viagens, não é difícil encontrar hostels com essa facilidade.

Porém, muitas vezes a grande decepção acontece depois de chegar ao local. Até existe uma cozinha, mas, pratos, talheres e panelas, já é outra história.

8- Falta de lockers

Não precisa ser nenhum mega armário com várias repartições e até tomada interna para você deixar seu celular ou notebook carregando em segurança.  Looonge disso. Um armarinho de alumínio onde eu possa guardar alguns poucos objetos de valor já é mais do que suficiente. Mas a verdade, é que alguns hostels não possuem nem mesmo essa alternativa.

dicas-de-hostel
© Robert Hunter [Flickr]

Leia também: 10 coisas que nenhum mochileiro gosta de ouvir

9- Poucos banheiros

Uma das maiores preocupações dos viajantes quando vão escolher um hostel é sobre os banheiros compartilhados. Falta de privacidade, sujeira e as filas para utilizá-lo, são alguns receios, compreensíveis, que passa pela cabeça de muita gente. 

Porém, na minha opinião, todos esses problemas são solucionados quando há uma quantidade razoável de banheiros disponíveis. Se você ficar em um hostel que possui um único banheiro para cada 15 hóspedes, obviamente sua experiência será pior do que ficar em um lugar que possui um banheiro para cada 5 pessoas.

Sobre banheiros dentro ou fora do dormitório, para mim é indiferente. Ambos possuem vantagens e desvantagens.

10- Gente sem noção

O hostel pode ser perfeito: bem avaliado nos sites de reserva, preço camarada, limpinho, bem localizado, café da manhã legal, funcionários educados e atenciosos. Enfim, as condições são ideais para que a sua hospedagem seja mais do que agradável.

Porém, existe aquele elemento surpresa que pode aparecer em qualquer lugar do mundo e atrapalhar os seus planos: os seres humanos sem noção

Sabe aquele ser divino que não lava a louça, conversa alto dentro do dormitório durante a noite, faz sexo nos quartos compartilhados, dorme pelado, ocupa a cama alheia quando ela está vazia ou faz qualquer outra coisa do tipo??? Apesar de serem minoria, eles existem e aparecem quando você menos espera.


QUER AJUDAR O BLOG SEM PRECISAR GASTAR UM ÚNICO CENTAVO POR ISSO?

Ao reservar os serviços dos nossos parceiros através dos links, banners e caixas de pesquisa que estão aqui no blog, nós ganhamos uma pequena comissão e VOCÊ NÃO PAGA ABSOLUTAMENTE NADA A MAIS POR ISSO.

Confira as dicas de como pesquisar e reservar sua hospedagem através do Booking.com

Compare e contrate seu seguro viagem através da Real Seguros


Diz aí, quais outras coisas que você não gosta em um hostel ou, qual dica você deixa pra quem vai se hospedar em um???

Gostou do post??? Curta e compartilha clicando nos botões abaixo. Não custa nada e é uma forma de sabermos se você está gostando do nosso conteúdo. Além de deixar um blogueiro muito feliz! xD

COMPARTILHAR
Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

2 COMENTÁRIOS

  1. odeiooo lockers pequenos!!! pqp ai tem q esconder as coisas embaixo da cama, sofri muito com isso agora em San Pedro do Atacama, hostle muito porco e tinha q deixar meu DRONE la pq nao cabia no armariozinho de bost T______T
    taxa de wifi sempre tem na NZ onde a internet é limitada, o pacote ilimitado eh um pouco mas caro, mas eles n pensam muito haueahue
    e de elemento surpresa só digo: BUNDAS PELUDAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here