Onde comer barato em Santiago, no Chile: Dicas de bares, restaurantes e lanchonetes para comer bem, sem precisar gastar uma fortuna.
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Um dos meus maiores pesadelos antes de viajar para a capital do Chile era o de não encontrar lugares baratos para comer em Santiago. Afinal, existe uma máxima que muitas vezes beira o terrorismo, de que alimentação na maior cidade chilena tem o preço lá em cima.

A realidade, no entanto, não é apenas essa. Comer em restaurantes bacanas e famosos, de fato, custa pequenas fortunas. Inclusive, mais do que em qualquer cidade brasileira se compararmos restaurantes com perfis semelhantes.

Porém, abrindo mão de certos requintes e não fazendo questão de almoçar e jantar verdadeiros banquetes todos os dias, dá pra se alimentar bem sem ir à falência.

Eu consegui. E, se você quiser saber onde comer barato em Santiago, neste post eu contarei quais foram os restaurantes que eu conheci.

Mas já adianto. Não espere cardápios mirabolantes, pratos exóticos ou algum tipo de truque para comer nos melhores restaurantes da cidade gastando pouco. O que tem aqui é comida do dia a dia que serve pra matar a fome, inclusive, com sabores muito parecidos com o que estamos acostumados no Brasil. Porém, é claro, com algumas particularidades da culinária chilena.

Leia também: 10 hotéis baratos em Santiago, no Chile

# Lugares baratos para comer em Santiago

Antes de indicar os restaurantes baratos que conheci em Santiago, vamos ao mais importante: falar de preços.

Considere uma refeição barata em Santiago quando encontrar um menu do dia – que normalmente inclui entrada, prato principal e sobremesa – por cerca de CLP 4.000,00 (R$ 24,00).

Não é difícil encontrar lugares para comer gastando isso. Na verdade, eu encontrei alguns em que o preço era ainda menor, em torno de CLP 3.500,00 (R$ 20,50). Tenha em mente, porém, que restaurantes que cobram isso são a minoria.

De um modo geral, ao caminhar pelas ruas de Santiago o mais comum é ver lugares anunciando seus cardápios com pratos que variam entre CLP 5.000,00 e CLP 8.000,00 (entre R$ 29,00 e R$ 47,00). Se gastar esse valor por refeição é razoável para você, então comer bem em Santiago será moleza.

Se quiser gastar menos que isso, leia as dicas a seguir e veja se estes lugares fazem o seu gosto!

1- Lanches na galeria em frente a Plaza de Armas

No centro de Santiago em frente à movimentada Plaza de Armas – na ligação da Rua Compañía de Jesús com a Rua Merced – há uma galeria onde restaurantes expõem seus pratos e preços na vitrine. A dica, porém, não são estes restaurantes, que até pode ser uma opção mas não das mais em conta.

Pra gastar pouco, o ideal é pedir um sanduíche nos diversos carrinhos de lanche que ficam enfileirados lado a lado bem em frente às vitrines dos restaurantes – formando assim um enorme corredor onde pessoas passam apressadas, ou param para fazer seu almoço ali mesmo, em pé e com dois cachorros-quentes apoiados no balcão.

Quem não for fã dos tradicionais hot-dogs chilenos, que mudam de nome de acordo com o recheio (pode ser Italiano, Completo ou Vienesas), há ainda outros tipos de lanches com carne vermelha.

Nestes carrinhos de lanche dois hot-dogs completos com uma bebida sai por CLP 2.200,00 (R$ 13,00). Já os lanches com carne custam em torno de CLP 3.100,00 (R$ 18,00), também com uma bebida já no combo.

comida de rua em Santiago
Dois Completos

2- Emporio Zunino

Outro lugar para comer barato no centro de Santiago é no Emporio Zunino, onde você irá repor as energias com empanadas quentinhas.

O lugar está sempre cheio e a fila na hora do almoço é grande. Pra comer, não tem muitas firulas: paga a empanada no caixa, retira no balcão e come em pé ali mesmo. 

Há empanadas de carne e de queijo, e custam CLP 1.100,00 (R$ 6,50) e CLP 1.300,00 (R$ 7,60), respectivamente. Duas empanadas do Emporio Zunino são um baita almoço.

3- Patio Comida

Não abre mão de uma refeição completa na hora do almoço? Se estiver no centro da cidade, a dica para comer barato em Santiago é ir à Galeria Patio Comida.

Lá você encontrará restaurantes simples que servem diversos tipos de pratos com preços entre CLP 3.500,00 (R$ 20,50) e CLP 4.500,00 (R$ 26,50).

Comi no restaurante Al Paladar e a refeição estava boa. Salada, arroz, filé de frango, e batata frita por CLP 3.500,00. Um copo de suco e uma gelatina – ao melhor estilo Tang – também já estavam incluídos no valor cobrado.

4- Ravera Panaderia

Embora não seja a pessoa mais doceira do mundo, quando estou na Argentina ou no Chile não abro mão – em hipótese alguma – de comer alguns alfajores de maicena. E, em Santiago, a Ravera Panaderia cansou de me vender estas delícias.

Se estiver pelo centro e quiser garantir uma sobremesa por um preço doce doce, nesta padaria você encontra diversas guloseimas que custam não mais de CLP 1.000,00 (R$ 6,00) a porção.

Meu pedido de todo dia foi o alfajor de maicena recheado com manjar (doce de leite). Mas você encontra cones recheados, torta de limão, torta de maçã e outros tipos de doce.

doces chilenos
Vitrine da Ravera

5- La Piojera

Para bons drinks no final do dia, mais especificamente o adocicado Terremoto – bebida típica no Chile que mistura vinho branco, sorvete de abacaxi, fernet e granadina – o boteco La Piojera é uma escolha certeira.

Pertinho do Mercado Central, com uma entrada estreita que te faz duvidar se está no lugar certo, o La Piojera é um dos bares mais tradicionais da cidade.

Além do clássico coquetel que é o pedido mais feito no bar, você pode aproveitar pra tomar cerveja, beliscar uma porção ou pedir ainda um lanche de pernil.

Com um nome que faz jus as instalações – La Piojera quer dizer A Espelunca – o bar recebe de turistas estrangeiros a jovens chilenos que saem do serviço e querem uma hora feliz, a clientes que aparentam frequentar o local desde a sua inauguração, no ano de 1.896, tamanha é a intimidade deles com os garçons!

Sobre os preços, a bebida chefe da casa, o tal do Terremoto, custa CLP 2.700,00 (R$ 16,00).

Terremoto do La Piojera
Terremoto do La Piojera

Leia também: Quanto custa viajar para Santiago? (Preços!)

6- Santiago Restaurante

Boa pedida pra quem se hospedar no Hostal Providencia, já que esse lugar fica perto do albergue, o Santiago Restaurante é aquele típico estabelecimento de bairro, com comida boa e barata.

Os pratos do dia saem por CLP 3.500,00 (R$ 20,50) e inclui entrada, prato principal com um acompanhamento e uma pequena sobremesa. Por mais CLP 500,00 (R$ 2,95) você garante também uma bebida.

Pedi salada, chuleta frita e batata frita e tudo estava bem gostoso.

restaurantes baratos em Santiago
Entrada do Restaurante Santiago
comidas típicas no Chile
Prato principal do Restaurante Santiago

7- La Terraza

A uma quadra do metrô Baquedano e pertinho do Parque Bustamante, o La Terraza é um movimentado restaurante que tem um enorme e barulhento salão, além de mesinhas na calçada.

Pode ser uma alternativa para qualquer hora do dia, pois funciona até tarde e ainda tem um cardápio variado – com carnes, massas e sanduíches.

Embora não seja o lugar mais barato para comer em Santiago, há pratos bem montados que custam a partir de CLP 4.000.00 (R$ 23,50), mas média da casa fica em torno de CLP 6.000,00 (R$ 35,30).

Se quiser provar algum sanduíche típico do Chile, como o tradicional Chacarero, aqui é o lugar certo. Aliás, este foi o meu pedido. Pedi um Chacarero e o garçom me trouxe um pequeno monstro disfarçado de lanche que poderia ser dividido com mais alguém, e que custou CLP 5.000,00 (R$ 29,40).

restaurante La Terraza em Santiago
Chacarero do La Terraza

8- Bar La Nona

Numa das esquinas da agitada Rua Pío Nono, no bairro Bellavista, está o Bar La Nona, que além de ser um bom lugar para tomar cerveja à noite, também serve menus por CLP 3.900,00 (R$ 23,00) na hora do almoço.

Quem for quando anoitecer pode pedir pizza (CLP 7.000,00 | R$ 41,00), lanches (CLP 4.000,00 | R$ 23,50) e porções que valem entre CLP 3.500,00 e CLP 9.000,00 (entre R$ 20,50 e R$ 53,00).

Além de mesinhas na calçada, o ambiente interno do térreo é bastante simpático e animado. Já no segundo andar há duas TVs onde normalmente passa jogo de futebol.

A comida? Estava deliciosa!

restaurantes baratos no bairro Bellavista, em Santiago
Menu do dia no Bar La Nona

9- Fabrica de Pizza

Também na Rua Pío Nono no bairro Bellavista, a Fabrica de Pizza é o lugar pra comer uma pizza razoável por um preço bastante amigo.

O ambiente é completamente informal, praticamente uma lanchonete mas que vende pizza.

O preço das pizzas grandes, que dá pra dividir com outra pessoa, varia entre CLP 5.000,00 (R$ 29,40) e CLP 7.000,00 (R$ 42,00). Alguns sabores participam ainda de uma promoção onde a pizza com mais uma cerveja de um litro sai por CLP 6.500,00 (R$ 38,23).

pizza barata em Santiago
Pizza de Mussarela da Fabrica de Pizza

10- Restaurante Felixciano

De portas fechadas e entrada discretíssima, o Restaurante Felixciano só me fisgou porque uma placa na calçada informava que o menu do dia custava apenas CLP 3.900,00 (R$ 23,00).

Sorte a minha que parei, pois de todos os lugares baratos para comer em Santiago que eu visitei, este foi o meu favorito. Que a dona do local não leia este post, mas é aquele tipo de restaurante que valeria a pena mesmo que fosse mais caro.

O menu do dia inclui entrada, prato principal com dois acompanhamentos, suco natural e sobremesa. Além do bom atendimento, o que mais me surpreendeu foi a qualidade de todos os pratos servidos – dos tradicionais pãezinhos a sobremesa, dava vontade de repetir tudo.

O Restaurante Felixciano está na Rua Monjitas, 420 – a quatro quadras da Plaza de Armas e pertinho do Museo Nacional de Bellas Artes.

restaurante bom e barato em Santiago
Prato do dia no Restaurante Felixciano

» Tem dicas de outros lugares baratos para comer em Santiago? Me conta ai nos comentários! 🙂

*** Valores em R$ aproximados, utilizando o câmbio de R$ 1,00 = 170 pesos chilenos, que foi a cotação que encontrei durante a minha viagem em abril de 2019.

3 lugares para se hospedar em Santiago

($) Para os viajantes que procuram um albergue, o Hostal Providencia foi onde eu me hospedei e recomendo de olhos fechados.

($$) Quem faz questão de privacidade, mas não quer gastar uma fortuna, o De Blasis B&B tem um ótimo custo-benefício.

($$$) Podendo investir um pouco mais, o quatro estrelas Hotel Diego de Almagro Providencia é um dos queridinhos entre os brasileiros.

» Se preferir, clique aqui e confira outras ofertas de hospedagem em Santiago.

Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here