COMPARTILHAR

Atenção Viajante!!!

Economize no seu seguro viagem fazendo uma cotação online, que compara as melhores seguradoras do mercado. E também, utilize o cupom de desconto VOLTOLOGO5 para garantir 5% de desconto.

»»» Clique aqui e descubra agora quanto você vai precisar investir na sua segurança durante a sua viagem.

PS: Pode apostar que é menos do que você imagina! :)
Montevidéu, no Uruguai: Dica de roteiro para viagem de 5 dias pela capital do país. Descubra o que fazer dia a dia, e quais lugares e atrações você não pode deixar de visitar.
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Há quem diga que um final de semana basta para fazer um belo roteiro de viagem em Montevidéu, a capital do Uruguai. Eu, no entanto, apesar de entender que dá pra montar uma programação e tanto com 48 horas, recomendo pelo menos três dias inteiros na cidade. E se tiver mais tempo, pode ter certeza de que não faltarão atividades para você incluir no se itinerário.

Apesar de Montevidéu não ser uma metrópole com as proporções de Buenos Aires, ela oferece passeios e atrações que devem ser aproveitadas no habitual ritmo desacelerado da cidade.

Parques bem cuidados, livrarias descoladas e cafeterias charmosas costumam render algumas horas imprevistas de ócio criativo. Além disso, uma caminhada sem pressa pelo seu pitoresco centro-histórico e pela adorável Rambla – como é chamado seu calçadão à beira-mar – devem estar presentes em qualquer roteiro em Montevidéu.

Com mais tempo, aproveite para incluir na sua viagem pelo Uruguai outras cidades igualmente merecedoras da sua atenção, como a histórica Colonia del Sacramento e a badalada Punta del Leste.

# Dia 1: Chegada

A programação do primeiro dia do seu roteiro em Montevidéu vai depender do horário da sua chegada ao destino. No entanto, boa parte do seu tempo será dedicado ao deslocamento até a capital uruguaia e trâmites de chegada.

Para fazer o percurso entre o Aeroporto Internacional de Carrasco e a área urbana de Montevidéu, que é de aproximadamente 20 quilômetros, você pode optar por táxi, Uber, vans compartilhadas ou transporte público.

Uma corrida de táxi deve custar aproximadamente UY$ 1.600,00 (R$ 177,00), com Uber entre UY$ 700,00 e UY$ 900,00 (R$ 77,00 – R$ 100,00), van compartilhada UY$ 400,00 (R$ 45,00) e a passagem do transporte público UY$ 45,00 (R$ 5,00).

Apesar de ser a opção menos confortável, nas minhas duas visitas a Montevidéu fiz o deslocamento com o transporte público e achei bem tranquilo. Mas é claro, se você estiver com muita bagagem acaba se tornando inviável.

Depois de finalmente chegar e se instalar no seu hotel, aproveite o restante do dia para trocar dinheiro em alguma casa de câmbio da Avenida 18 de Julio (troque o mínimo possível no aeroporto), e faça um reconhecimento de área do bairro em que estiver hospedado.

Caso chegue bem cedo e tenha praticamente o dia inteiro livre, você pode fazer uma programação com parte das atividades que serão indicadas a seguir.

Leia também: Onde se hospedar em Montevidéu?

10 hostels em Montevidéu que valem a pena

# Dia 2: Tour, atrações e passeios pela Ciudad Vieja e centro

Não há roteiro de viagem em Montevidéu que esteja completo se você não incluir ao menos um dia de andança pelo seu centro-histórico. Conhecido como Ciudad Vieja, a região mais antiga da capital do Uruguai abriga construções emblemáticas, praças simpáticas, restaurantes pra todos os gostos e pequenos museus temáticos.

Logo na Plaza Independencia, que é a referência transitória entre a movimentada Avenida 18 de Julio e o centro histórico, você verá dois cartões postais da cidade: o Palácio Salvo e o Teatro Sólis. Em ambos é possível fazer visitas guiadas para conhecer o interior das construções. O passeio pelo teatro, inclusive, além de ter horários todos os dias custa apenas UY$ 90,00 (R$ 10,00). Já a visita pelo Palácio Salvo custa UY$ 200,00 (R$ 22,00). Ainda por esta zona você encontrará também o discreto Museu do Tango, onde você poderá entender a história do tango La Cumparsita – um dos mais tocados em todo o mundo.

montevidéu roteiro
O icônico Palácio Salvo

Saindo da Plaza Independencia e cruzando a pequena Puerta de la Ciudadela você estará no Peatonal Sarandí, uma ruazinha exclusiva para pedestres e onde a volta ao passado realmente começa.

Em frente ao Cabildo de Montevidéu, a Plaza Matriz costuma ser a primeira parada a ganhar alguns minutinhos extras pelos viajantes. Outra praça da região que também rende uma pausa é a Plaza Zabala.

roteiro de viagem em Montevidéu

Caminhando até o Mercado del Puerto – uma das referências gastronômicas e turísticas da cidade – você terá a chance de visitar meia dúzia de museus, como o Museo Gurvich, Museo Histórico Nacional, Museo Historia Natural, Museo Artes Decorativas, Museo Andes 1972, Museo de Arte Precolombino e Indígena e o Museo del Carnaval.

Para terminar o dia, duas atrações que você incluir no seu roteiro estão na Avenida 18 de Julio: a Livraria Puro Verso e o Mirador Panorámico. E o melhor de tudo é que a visita ao mirante é gratuita. Aliás, outro lugar para ver a cidade do alto sem precisar gastar nenhum centavo é da Torre de las Telecomunicaciones, que fica a menos de três quilômetros do centro-histórico.

Dica extra: Quem curte Free Walking Tour, saiba que em Montevidéu existe um roteiro pelo centro-histórico que acontece diariamente, de segunda a sexta às 11hs e às 14h30, e aos sábados e domingos às 14h. Para mais informações clique aqui.

# Dia 3: Parque Rodó e Pocitos

Comece o terceiro dia do seu roteiro em Montevidéu no bem cuidado Parque Rodó. Dependendo da localização do seu hotel e das condições climáticas, você pode chegar ao parque numa agradável caminhada pela Rambla.

Além de curtir o ambiente agradável, por lá você também encontrará o Museo Nacional de Artes Visuais. E aos domingos, uma ferinha de artesanato é montada e atrai ainda mais visitantes, deixando o lugar mais movimentado e animado.

Montevidéu, no Uruguai - Roteiro
Visual do Parque Rodó

Para o almoço a dica é seguir para o bairro de Pocitos, que é uma vizinhança pra lá de simpática com dezenas de bares e restaurantes. Além de repor as energias, é nesta região que se encontra o famoso letreiro da cidade. Portanto, aproveite também para garantir sua foto clichê da viagem. Se ficar perdido com tantas opções gastronômicas a sua disposição, a Juliana, do blog Juny pelo Mundo, ficou encantada com a experiência que teve no Simonetta Restaurante.

Depois do almoço caminhe pelo calçadão da Playa de Pocitos. Ou, se for durante o verão, dá até mesmo pra passar alguns minutos na areia. Se estiver com disposição basta andar três quilômetros que você chegará na praia vizinha, a Playa Buceo.

Dica extra: Alugar uma bicicleta para fazer esta parte do roteiro é uma excelente ideia. Você pode ir pedalando pela Rambla desde a região central até as praias, e parar aonde achar mais adequado. Além disso, a toda a região é segura e plana.

Para alugar sua magrela, a Orange Bike é uma empresa com boa reputação e cobra em torno de R$ 50,00 pela diária da bicicleta.

# Dia 4: Vinícola

Para quem não dispensa uma taça – ou garrafa – de vinho, a boa notícia é que no Uruguai não faltarão rótulos para você aprecia-lo sem gastar uma fortuna. E, apesar de poder experimentar bebidas de ótima qualidade nos restaurantes da capital uruguaia, a experiência fica ainda mais completa quando você vai a um local especifico para esta atividade. Para isso, você pode incluir no seu roteiro de viagem uma visita a uma vinícola pelos arredores de Montevidéu.

A Bodega Bouza é uma das mais visitadas pelos turistas por diversos motivos. O primeiro deles é que ela é uma das mais próximas de Montevidéu – a menos de 30 quilômetros. Além disso, sua estrutura é adequada, e ela também oferece diferentes tipos de atividade: visita guiada, degustação, almoço ou, caso prefira, um pacote completo. Outra atração à parte é que ela possui um museu de carros antigos.

Já o Establecimiento Juanicó é outra vinícola que se destaca pelos bons serviços aos turistas, e, principalmente, por ser uma das maiores produtoras por estas bandas.

Além destas, a Jamile, do blog Viver Uruguay, indica a Viña Varela Zarranz como sendo uma das suas favoritas.

O preço e a duração do passeio dependem do local que você irá e de quais atividades pretende realizar. Apenas a degustação na Bodega Bouza, por exemplo, custa UY$ 1.200,00 (R$ 134,00) e poderia ser feita numa tarde. Porém, para provar também as delícias do seu restaurante é necessário ir com mais tempo e $$$.

# Dia 5: Regresso

Assim como na chegada, a programação do último dia do seu roteiro em Montevidéu dependerá do horário do seu voo de volta. Caso tenha parte do dia livre, você pode aproveitar para revisitar algum lugar que tenha gostado muito ou conhecer uma atração que tenha faltado.

+ Dicas para organizar um roteiro em Montevidéu

» Um passeio dominical que leva uruguaios e turistas à rua é a Feira de Tristán Narvaja. Não importa se você está em busca de cacarecos de recordação, roupas novas ou usadas, animais de pequeno porte ou simplesmente garantir as frutas e verduras da semana, tudo isso está a venda na feira.

Importante saber, no entanto, que se você não gosta de ambientes tumultuados talvez este não seja um passeio legal para você.

» Outra atração que apesar de não ser unanimidade entre os viajantes pode agradar parte dos brasileiros é a visita guiada pelo Estádio Centenário. Amantes do futebol garantem que o museu do estádio guarda verdadeiras relíquias do esporte mais popular das Américas. Outros viajantes, no entanto, não acham tanta graça.

» Com dois dias extras para a viagem, ou com apenas um dia desde que seu voo de volta ao Brasil seja à noite, é possível combinar outros destinos uruguaios neste roteiro em Montevidéu.

A 130 quilômetros da capital, o balneário de Punta del Leste é uma das primeiras opções entre os brasileiros. Afinal, apesar de cansativo e pouco recomendado, é possível visitar a cidade até mesmo num passeio bate-volta desde Montevidéu.

Já a 180 quilômetros distantes de Montevidéu, Colonia del Sacramento é a pedida para os viajantes que gostam de cidadezinhas históricas. Neste caso, porém, o ideal é que você passe uma noite por lá já que ir e voltar no mesmo dia fará com que o passeio seja pouquíssimo aproveitado.

3 lugares para se hospedar em Montevidéu

($) Para os viajantes que procuram um albergue, o Caballo Loco Hostel é uma das opções mais bem cotadas da cidade.

($$) Quem faz questão de privacidade, mas não quer gastar uma fortuna, o Smart Hotel Montevideo tem um ótimo custo-benefício.

($$$) Podendo investir um pouco mais, vale conferir as suítes do Cala di Volpe Boutique Hotel

» Se preferir, clique aqui e confira outras ofertas de hospedagem em Montevidéu

COMPARTILHAR
Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here