Mesmo sabendo que gosto cada um tem o seu, sou da opinião que uma viagem a Buenos Aires sem dedicar ao menos um dia para o bairro da Recoleta, nunca será uma viagem completa.

Ou melhor dizendo: não será completa se você quiser conhecer lugares clássicos da cidade.

Famosa por ser uma das regiões mais elitizadas e elegantes de Buenos Aires, a Recoleta possui todos os requisitos necessários para agradar os turistas: fácil acesso, inúmeras atrações, boas opções de hospedagem, além de bares e restaurantes adequados.

Por outro lado, o grande porém é que para aproveitar bem o que ela pode te oferecer, normalmente se gasta mais do que em outros bairros portenhos.

Ainda assim, a diferença não é tanta e, mesmo que você não fique hospedado por lá, certamente deveria reservar um ou dois dias da sua viagem para descobrir seus encantos.

Leia também: Onde ficar em Buenos Aires?

# Recoleta [Buenos Aires]

1- O que esperar da Recoleta?
2- Localização e dicas de transporte
3- Hospedagem na Recoleta
4- O que fazer na Recoleta?
5- Onde comer na Recoleta?
» Cotação de seguro viagem para Buenos Aires
» Reservar passeios na Recoleta

1- O que esperar da Recoleta?

Alguns dos clichês mais lembrados de Buenos Aires estão na Recoleta. Quando alguém diz que se apaixonou pelas ruas charmosas da cidade portenha, é quase certo que o viajante se refere às ruas deste bairro.

Ou ainda, se você quiser visitar atrações clássicas de uma primeira viagem a Buenos Aires , como o Cemitério da Recoleta ou a tal Flor Metálica, também é na Recoleta que você fará isso.

Lojas requintadas, hotéis sofisticados e gastronomia diversificada também estarão a sua disposição. Agito noturno não é o forte do bairro, mas seu vizinho, Palermo, é uma alternativa animada que está a poucos quilômetros.

E não menos importante, a arquitetura de dezenas de construções impressiona até mesmo os viajantes mais exigentes.

Cemitério da Recoleta
Praça em frente ao Cemitério da Recoleta

2- Localização e dicas de transporte

Como se não bastasse o seu glamour cativante, a Recoleta está em uma área conveniente de Buenos Aires: entre o Centro e Palermo, outras duas regiões indispensáveis para um primeiro roteiro à capital da Argentina.

Para você ter uma ideia, o Cemitério da Recoleta está a menos de cinco quilômetros da Casa Rosada, e ainda mais perto do Jardim Japonês, duas atrações muito visitadas no Centro e em Palermo, respectivamente.

Para quem pretende utilizar o metrô, tenha como referência a Avenida Santa Fé, uma rua de comércio e por onde passa a linha verde do metrô.

Outra linha que pode te atender aos arredores da Recoleta é a amarela, inclusive, a estação Las Heras está a dez minutos de cainhada do Cemitério.

Além disso, outra facilidade da vizinhança é a proximidade com o Aeroporto Aeroparque, cerca de seis quilômetros.

Leia também: Como se locomover em Buenos Aires?

3- Hospedagem na Recoleta

Apesar de não ser a meca das hospedagens econômicas, muita gente faz questão de se hospedar na Recoleta durante uma viagem a Buenos Aires.

O que é compreensível, afinal, o bairro possui ótima reputação e acomodações de primeira. Portanto, deixarei a seguir algumas indicações de hotéis na Recoleta para todos os bolsos.

Para quem está em busca de albergues, o Benita Hostel e o Reina Madre Hostel estão próximos de estações de metrô e são os mais bem avaliados do bairro.

Quem não abre mão de um hotel, ainda que baratinho, o A Hotel, O-Baires e Le Batiment Apartmentos não costumam decepcionar.

Numa categoria acima, o Art Suites & Gallery e o ARC Recoleta Boutique Hotel & Spa possuem ótimo custo-benefício e normalmente surpreendem os hóspedes.

Por fim, para uma experiência luxuosa o renomado Alvear Palace Hotel é a escolha certeira.

» Clique aqui e encontre as melhores ofertas de hospedagem na Recoleta

4- O que fazer na Recoleta?

Uma das primeiras coisas que eu recomendo que você faça no bairro é o Free Walking Tour Recoleta.

Apesar de poder conhecer suas principais atrações por conta própria, este tour te dará uma ótima referência geográfica. Afinal, além de contar a história dos lugares que poderá visitar com mais calma posteriormente.

Se acaso fizer isso, logo após o tour já poderá conhecer o tal cemitério – que é o local onde termina o passeio gratuito – e tirar suas próprias conclusões se ele merece toda a fama que tem.

Além disso, pelos arredores da Plaza Francia estão outros atrativos que talvez te interesse, como o Centro Cultural Recoleta, o Museu de Bellas Artes e a feirinha de artesanato aos finais de semana.

Esticando a caminhada é possível chegar também ao imponente prédio da Faculdade de Direito – que está ao lado da Flor Metálica – ou ainda na curiosa construção da Biblioteca Nacional.

Por fim, para conhecer a famosa Livraria El Ateneo você precisará se deslocar à Avenida Santa Fé. E por falar em avenida, a Avenida Alvear é daquelas em que uma simples caminhada já rende o passeio.

Passeios

» Tour Guiado no Cemitério da Recoleta
» Passeio de bicicleta em Buenos Aires
» Ônibus turístico com áudio guia
» Show de tango no Piazzolla

o que fazer na Recoleta
Biblioteca Nacional

» Clique aqui para ver preços e reservar os melhores passeios na Recoleta

5- Onde comer na Recoleta?

Assim como em toda a capital, não faltam cafeterias na Recoleta.

Ao lado do Cemitério da Recoleta, o Café La Biela é um dos clássicos da cidade e uma opção conveniente.

Também pertinho do cemitério está o Bistro Schiaffino, menor que o outro, com ambiente mais intimista, e igualmente agradável.

Para algo mais reforçado o tradicional El Sanjuanino, e o moderninho El Club de la Milanesa, podem ser uma boa opção para o almoço ou jantar.

Evite este erro na sua viagem a Buenos Aires

Não contratar um bom seguro para sua viagem a Buenos Aires é um erro do qual você não gostará de se arrepender. Ainda mais quando descobrir que ele pode custar muito menos do que você imagina.

Clique aqui e faça uma cotação online que compara os planos com melhor custo-benefício do mercado.

E, se sua viagem já estiver com as datas definidas, contrate um plano agora mesmo para não esquecer (e se arrepender) depois.

Avatar para Anônimo
Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

11 COMENTÁRIOS

  1. Já fui algumas vezes em Buenos Aires e sempre tenho que passar pelo bairro Recoleta. Agora lendo seu post tenho mais 5 motivos no mínimo para voltar e conferir essas suas dicas.

  2. Já fui algumas vezes para Buenos Aires e nunca me hospedei na Recoleta. Vou fazer isso na próxima vez! Conheci o bairro mas não todas essas deliciosas atrações que você citou! Na próxima viagem vou passar aqui para garantir todas as informações do que fazer na Recoleta! Amei o texto! ?

  3. Ai, tô querendo voltar pra Buenos Aires faz um tempinho pq a ultima vez q fui, acho q já deve fazer uma década rs Claro que visitei o cemitério da Recoleta rs mas não lembro mais dessa região além disso rs então tenho q voltar d qualquer jeito.

  4. Gosto de perambular pela Recoleta. Sei que tem gente que não gosta, mas seu famoso cemitério tem histórias e obras de arte. Sempre que estou por Buenos Aires, passo por ai, para o Bellas Artes ou só andar pelas ruas, beber um café…

    Quase sempre visito a capital argentina – porque adoro e porque tenho amigos que são daí – mas acredita que nunca vi de perto a Flor Metálica?! rsrsrsr

  5. Recoleta foi um dos bairros de Buenos Aires que mais amei conhecer. Agora quero voltar e curtir mais e vou aproveitar bem mais dessas 5 dicas para passeio, principalmente as indicações de onde comer, eu amo um bom café! Adorei!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here