Recoleta, em Buenos Aires: 5 dicas para curtir o bairro mais elegante da capital da Argentina. Descubra porquê conhecê-lo, como se locomover, onde se hospedar, quais são sua atrações, pontos turísticos e onde comer!
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Mesmo sabendo que gosto cada um tem o seu, e que um lugar imperdível para mim pode não ter o mínimo interesse para você, sou da opinião que uma viagem a Buenos Aires sem dedicar ao menos um dia para o bairro da Recoleta, nunca será uma viagem completa. Ou melhor dizendo, não será completa se você quiser conhecer lugares clássicos da cidade.

Famosa por ser uma das regiões mais elitizadas e elegantes de Buenos Aires, a Recoleta possui todos os requisitos necessários para agradar os turistas: fácil acesso, inúmeras atrações, boas opções de hospedagem, além de bares e restaurantes adequados. O grande porém é que para aproveitar bem o que ela pode te oferecer, normalmente se gasta mais do que em outros bairros portenhos.

Ainda assim, a diferença não é tanta e, mesmo que você não fique hospedado por lá, certamente deveria reservar um ou dois dias da sua viagem para descobrir seus encantos.

 

Leia também: Onde ficar em Buenos Aires?

1- O que esperar da Recoleta, em Buenos Aires

Alguns dos clichês mais lembrados de Buenos Aires estão na Recoleta. Quando alguém diz que se apaixonou pelas ruas charmosas da cidade portenha, é quase certo que o viajante se refere às ruas deste bairro. Ou ainda, se você quiser visitar atrações clássicas de uma primeira viagem, como o Cemitério da Recoleta ou a tal Flor Metálica, também é na Recoleta que você fará isso.

Lojas requintadas, hotéis sofisticados e gastronomia diversificada também estarão a sua disposição. Agito noturno não é o forte do bairro, mas seu vizinho Palermo é uma alternativa animada que está a poucos quilômetros.

E não menos importante, a arquitetura de dezenas de construções impressiona até mesmo os viajantes mais exigentes.

Recoleta

Leia também: 5 dicas para curtir o centro de Buenos Aires

2- Localização e dicas de transporte

Como se não bastasse o seu glamour cativante, a Recoleta está em uma área conveniente de Buenos Aires: entre o Centro e Palermo, outras duas regiões indispensáveis para um primeiro roteiro à capital da Argentina.

Para você ter uma ideia, o Cemitério da Recoleta está a menos de cinco quilômetros da Casa Rosada, e a três do Jardim Japonês, duas atrações muito visitadas no Centro e em Palermo, respectivamente.

Para quem pretende utilizar o subte tenha como referência a Avenida Santa Fé, uma rua de comércio e por onde passa a linha verde do metrô. Outra linha que pode te atender aos arredores da Recoleta é a amarela, inclusive, a estação Las Heras está a dez minutos de cainhada do Cemitério.

Outra facilidade é a proximidade com o Aeroporto Aeroparque, cerca de seis quilômetros.

Leia também: Como se locomover em Buenos Aires?

3- Onde se hospedar?

Apesar de não ser a meca das hospedagens econômicas, muita gente faz questão de se hospedar na Recoleta durante uma viagem a Buenos Aires. O que é compreensível, afinal, o bairro possui ótima reputação e acomodações de primeira. Deixarei a seguir algumas indicações de hostels e hotéis para todos os bolsos.

Para quem está em busca de albergues, o Benita Hostel e o Reina Madre Hostel estão próximos de estações de metrô e são os mais bem avaliados do bairro.

Já quem não abre mão de um hotel, ainda que baratinho, o A Hotel, O-Baires e Le Batiment Apartmentos não costumam decepcionar.

Numa categoria acima, o Art Suites & Gallery e o ARC Recoleta Boutique Hotel & Spa possuem ótimo custo-benefício e normalmente surpreendem os hóspedes.

Para uma experiência luxuosa o renomado Alvear Palace Hotel é a escolha certeira.

Leia também: 10 hotéis que valem a pena na Recoleta

3 dicas úteis para escolher o seu hotel em Buenos Aires

4- Atrações e pontos turísticos

Uma das primeiras coisas que eu recomendo que você faça no bairro é o Free Walking Tour Recoleta. Apesar de poder conhecer suas principais atrações por conta própria, este tour te dará uma ótima referência geográfica, além de contar a história dos lugares que poderá visitar com mais calma posteriormente.

Se fizer isso, logo após o tour já poderá conhecer o tal cemitério – que é o local onde termina o passeio gratuito – e tirar suas próprias conclusões se ele merece toda a fama que tem. Ali aos arredores da Plaza Francia estão outros atrativos que talvez te interesse, como o Centro Cultural Recoleta, o Museu de Bellas Artes e a feirinha de artesanato aos finais de semana.

Esticando a caminhada é possível chegar também ao imponente prédio da Faculdade de Direito – que está ao lado da Flor Metálica – ou ainda na curiosa construção da Biblioteca Nacional.

Já para conhecer a famosa Livraria El Ateneo você precisará se deslocar à Avenida Santa Fé. E por falar em avenida, a Avenida Alvear é daquelas em que uma simples caminhada já rende o passeio.

Recoleta - dicas de viagem
Biblioteca Nacional

Leia também: 50 dicas do que fazer em Buenos Aires

5- Onde comer

Assim como em toda a capital, não faltam cafeterias na Recoleta. Ao lado do Cemitério da Recoleta, o Café La Biela é um dos clássicos da cidade e uma opção conveniente. Também pertinho do cemitério está o Bistro Schiaffino, menor que o outro, com ambiente mais intimista, e onde recebi a dica de não dar bobeira com a câmera fotográfica e celular por aquela área.

Já para algo mais reforçado o tradicional El Sanjuanino, e os moderninhos El Club de la Milanesa, podem ser uma boa opção para o almoço ou jantar.

E para beber, um lugar que conquistou a Natália, do blog 360Meridianos, foi o El Álamo.


Ficou com alguma dúvida ou tem outras dicas para curtir a Recoleta, em Buenos Aires? 

Me conta aí nos comentários! 🙂

Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here