COMPARTILHAR

Atenção Viajante!!!

Palestra Online e GRATUITA

Seguinte... Nesta quarta-feira (18/07/2018), meu colega André Strauss, especialista em acumular milhas aéreas, dará uma palestra online: “3 passos para viajar para os EUA, economizando de 50% a 100% em passagens aéreas”.

» Clique aqui para descobrir os truques que o André - e que outros viajantes inteligentes - estão usando para economizar mais de 50% com passagem aérea.
onde ficar em Buenos Aires - Melhores Bairros
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Assim que comecei a planejar minha primeira viagem para Argentina, uma pesquisa rápida na internet me revelou que eu teria que pensar mais um pouco antes de decidir onde ficar em Buenos Aires. É que, assim como em qualquer grande cidade, a capital argentina possui muitos bairros interessantes para se hospedar. Além de claro, uma quantidade enorme de acomodações – de hostels bem econômicos a hotéis luxuosos.

Por isso, a primeira dica que eu deixo para você planejar esta etapa da sua viagem, é: tenha em mente quais são as vantagens  que você irá priorizar, na hora de escolher o seu bairro para se hospedar em Buenos Aires. Proximidade com a vida noturna e bons restaurantes? Tranquilidade e ambiente agradável? Hospedagem com preços baixos? Fácil acesso ao transporte público? As respostas para estas perguntas é uma das coisas que irá te ajudar a tomar esta decisão.

A outra, e não menos importante, é continuar lendo esse post. Nele eu vou te contar como são os principais bairros da cidade, quais as atrações turísticas que estão perto de cada um, e indicar algumas opções de hostels e hotéis que valem a pena entrar na sua mira.

Leia também: 10 hotéis na Recoleta [Para todos os bolsos]

3 dicas úteis para escolher o seu hotel em Buenos Aires

# Os melhores lugares para se hospedar em Buenos Aires

Se preferir, basta clicar nos links abaixo que eles já te levarão diretamente ao ponto onde explico cada detalhe sobre os melhores bairros para ficar em Buenos Aires:

»»» Microcentro

»»» San Telmo

»»» Recoleta

»»» Palermo


# Microcentro

Falar sobre se hospedar no centro de Buenos Aires pode ser algo muito genérico, já que há alguns bairros muito próximos uns dos outros que compõem essa zona. Porém, as acomodações mais procuradas normalmente estão na região da Calle Florida, Avenida Corrientes, Obelisco e da Avenida Nove de Julio, também conhecida como Microcentro.

Eu, por exemplo, já fiquei em plena Calle Forida e ao contrário de algumas opiniões, gostei de me hospedar ali. Como eu sempre saia bem cedo do hostel e normalmente só voltava à noite, o agito e barulho da rua de comércio mais famosa da cidade não me incomodou. Tampouco o trânsito caótico dos arredores foi um problema, já que eu me locomovia com o metrô ou a pé.

Aliás, umas das vantagens de estar nessa região é que você terá várias linhas deste eficiente transporte público a sua disposição. Além disso, muitas atrações turísticas estarão a poucos minutos de caminhada. Ir andando até outros bairros, como San Telmo e Puerto Madero, também não levará muito tempo.

Os preços das acomodações são mais baratos do que em outros bairros, como em Palermo e Recoleta. Por isso, quem está com o orçamento apertado pode gostar de ficar por aqui.

No quesito gastronomia, durante o dia há restaurantes para refeições rápidas ou mais elaboradas. Á noite, no entanto, as opções são limitadas. Ainda assim, você encontrará alternativas como as tradicionais pizzarias da Avenida Corrientes.

Um aspecto negativo que li em alguns lugares, mas que não compartilho da mesma opinião, é sobre a questão de segurança. De fato, o movimento nas ruas diminui durante a noite e esta pode até ser uma zona menos segura do que Palermo ou Recoleta.  Porém, todas as vezes que caminhei pelas avenidas principais elas nunca estavam desertas,  e também não me causavam sensação de insegurança.

Sem dúvida a região central é uma possibilidade conveniente para ficar em Buenos Aires.

Leia também: 10 hostels que valem a pena em Buenos Aires

Hostels e hotéis no Microcentro de Buenos Aires

Perto da Avenida Nove de Júlio, a mais ou menos seis quadras do Obelisco, o famoso Milhouse Hostel e o albergue Casa De Papa são dois lugares perto de estação de metrô e bem avaliados. Recomendo o primeiro para quem está a fim de participar de happy hours e um ambiente mais festeiro. Já o segundo, é ideal para quem quer mais tranquilidade.

Também pelo centro, porém, na movimentada Calle Florida, a minha experiência foi no  Suites Florida. É um albergue bastante popular entre os brasileiros, ideal para quem está sozinho e quer encontrar companhia de algum compatriota. É um hostel grande, os dormitórios são espaçosos e a área comum bem agradável. Nos dois quartos compartilhados em que fiquei, os lockers eram amplos e cada cama possuía uma tomada e luz individual.

Sobre os funcionários, alguns são simpáticos e prestativos, outros nem tanto. O wi fi também deixa a desejar – bastante instável. A cozinha compartilhada é bem apertada, principalmente se considerarmos a quantidade de hóspedes que o hostel recebe.

hostel - onde ficar em Buenos Aires
Área comum do Suítes Florida

Quem está em busca de um hotel simples e sem muito luxo, o Hotel El Cabildo, Hotel Reconquista Garden e o Tritone Hotel, possuem um bom custo x benefício. Todos eles estão bem perto de estação de metrô e há diárias por menos de R$ 200,00.

Já quem pode gastar um pouco mais, vale a pena conferir as ofertas do Broadway Hotel & Suites e TRYP Buenos Aires Hotel.

onde se hospedar em Buenos Aires - Centro
Avenida Nove de Júlio

>>> Confira outras ofertas de hospedagem pelo Microcentro de Buenos Aires

# San Telmo

Os casarões antigos, os restaurantes e cafés tradicionais, e a atmosfera melancólica, são algumas das características de San Telmo que, para mim, tornam este bairro tão atraente para se hospedar em Buenos Aires. Esta é uma das zonas mais antigas da cidade, e caminhar pelas suas ruas certamente te fará voltar no tempo. Se não fizer, basta entrar em algum dos vários antiquários que há por lá e você sentirá isso.

Está localizado bem perto do Microcentro, cerca um quilômetro e meio dependendo de onde você estiver. Há algumas estações de metrô pelo perímetro do bairro, mas para chegar até elas talvez seja necessário uma caminhada de uns quinze minutos.

Não é o tipo de bairro para quem quer balada e vida noturna agitada, mas há ótimos cafés, bares e restaurantes. Ou seja, estará bem servido durante o dia e a noite.

Sobre a segurança, sofre da mesma fama que o centro. Porém, em San Telmo me pareceu que as ruas ficam mais vazias. Mas nada que me fizesse desconsiderar este bairro como uma opção de hospedagem.

Hostels e hotéis em San Telmo

Se você pretende se hospedar em algum albergue de San Telmo, anote estes três nomes: Art Factory San Telmo, Circus Hotel & Hostel e America Del Sur Hostel. Todos eles são bem recomendados e não estão longe do metrô. O primeiro fica a uma quadra da estação Belgrano, e os dois últimos a menos de dez minutos de caminhada da estação Independência.

Já para ter mais privacidade, conforto, sem precisar gastar uma fortuna, os Arribo Buenos Aires Hotel Boutique, Patios de San Telmo e Lemon Apartments, dificilmente vão decepcionar.

Buenos Aires, onde ficar - San Telmo
Plaza Dorrego

Leia também: Top 15 | Os principais pontos turísticos de Buenos Aires

# Recoleta

Considerado um dos melhores bairros para ficar em Buenos Aires, a Recoleta, de fato, merece a fama que tem. Com uma localização estratégica – nem tão longe do centro, mas afastado o suficiente para você se esquecer da confusão da Calle Florida – esse é um dos lugares nobres da capital argentina.

Antigamente o acesso com o metrô atendia somente parte da região, o que acabava se tornando uma inconveniência. Porém, hoje em dia, a Linha H já funciona até a estação Las Heras, o que facilita a locomoção com o transporte público.

Além de muitas senhorinhas caminhando pelas ruas ou sentadas em algum café tradicional, espere encontrar um ambiente agradável, lojas de marcas internacionais e  restaurantes bacanas. A noite costuma ser tranquila e, embora existam alguns bares, os festeiros de plantão talvez se decepcionem com a vida noturna modesta. Mas basta um pulo até o bairro vizinho, Palermo, para resolver este problema.

Como tudo tem seu preço, espere gastar mais caso se hospede nesta área. Além das acomodações serem mais caras, você também vai pagar mais para comer fora.

Hostels e hotéis na Recoleta

Para quem tem a intenção de ficar em albergues na Recoleta, a má notícia é que não há tantas opções como em outros bairros. A grande (e talvez única) barbada é a Reina Madre Hostel, que além de bem avaliada possui preços razoáveis.

Por outro lado, hotéis quatros estrelas, com bons serviços e diárias em torno de R$ 300,00, não faltam. Alguns bem cotados são os ARC Recoleta Boutique Hotel & Spa e Art Suites & Gallery. Além deles, os apartamentos da Le Batiment recebem muitos elogios. Sem dúvidas são ótimas opções para você se hospedar em Buenos Aires.

Dicas de onde ficar em Buenos Aires - Recoleta
Praça da Recoleta

>>> Confira outras ofertas de hospedagem na Recoleta

# Palermo

Quem conhece e curte a Vila Madalena, em São Paulo, certamente se identificará com Palermo. Ou melhor, com Palermo Soho, já que o bairro é subdividido em áreas menores por ser muito grande.

Reduto dos mais jovens e descolados, essa é a zona mais arborizada de Buenos Aires, possui ótimos restaurantes, galerias de arte, cafés mais modernosos e uma das noites mais animadas da capital argentina – talvez a mais.

É o bairro mais afastado da região central (se comparado aos outros que já citei) e, embora exista metrô até lá, as estações disponíveis ficam a mais ou menos quinze minutos de caminhada de onde estão as principais acomodações.

Como já mencionei, Palermo é popularmente subdivido em áreas menores. A minha dica é que você se hospede em Palermo Soho, preferencialmente aos arredores da Plaza Armenia e da Plazoleta Julio Cortazar.

Outro “sub bairro” muito conhecido e que possui boas opções de hospedagem é Palermo Hollywood. Porém, na minha opinião, além de não ser tão interessante quanto Palermo Soho, você estará ainda mais longe dos atrativos desta área e da cidade.

Hostels e hotéis em Palermo

O 70 30 Hostel é um dos mais bem avaliados de Palermo Soho, possui bom preço, está a dez minuto da estação de metrô Plaza Itália e os brasileiros normalmente adoram. Já o Caravan BA | Hostel Boutique possui o preço um pouco acima da média e está um mais afastado do metrô. Porém, quem já ficou diz que vale cada centavo. Certamente uma boa opção para você ficar em Buenos Aires.

Quem está em busca de um bom custo x benefício pela região, pode consultar as ofertas do Duque Hotel Boutique & Spa. Ou, para economizar mais ainda, vale a pena dar uma olhada nos apartamentos Feel Buenos Aires e Soho Point Suites.

Palermo - Onde ficar em Buenos Aires

>>> Confira outras ofertas de hospedagem em Palermo Soho

+ Dicas de onde ficar em Buenos Aires

Embora estes quatro bairros sejam os mais indicados para ficar em Buenos Aires, principalmente durante uma primeira viagem, saiba que há outras alternativas pela cidade.

Puerto Madero, por exemplo, na minha percepção não é um bairro muito autentico e com vantagens para você se hospedar. Porém, há grandes redes de hotéis por ali, como o Hilton Buenos Aires.

Fora da zona mais turística da cidade, o bairro Abasto pode se revelar uma bela surpresa. Além de possuir fácil acesso com o metrô, se hospedar nesta região é uma oportunidade de conhecer melhor a rotina portenha sem tanto turismo.

E você, já ficou hospedado em algum desses lugares ou tem outras dicas de onde ficar em Buenos Aires???

Me conta aí nos comentários. Tenho certeza de que ajudará outros viajantes. 🙂

*** NOTA: Este post foi publicado originalmente no dia 04/06/2017, e a última atualização foi realizada no dia 04/06/2018.


QUER AJUDAR O BLOG SEM PRECISAR GASTAR UM ÚNICO CENTAVO POR ISSO? 

Utilizando os serviços dos nossos parceiros através dos links, banners e caixas de pesquisa que estão aqui no blog, nós ganhamos uma pequena comissão e VOCÊ NÃO PAGA ABSOLUTAMENTE NADA A MAIS POR ISSO.

Confira as dicas de como pesquisar e reservar sua hospedagem através do Booking.com

Compare e contrate seu seguro viagem através da Real Seguros

COMPARTILHAR
Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

16 COMENTÁRIOS

    • Oi Mara, tudo bem?!

      Realmente, a rede Che Lagarto costuma ser uma boa opção! 🙂
      Ao menos gostei de todos que já fiquei! hehehe

      Abração!

  1. Adorei as dicas! Quando fui a Buenos Aires fiquei no Pulitzer Hotel e gostei muito. Agora que vou voltar estou vendo sugestões! Você me deu várias boas indicações. Haha! Obrigada

  2. Quando fui fiquei em Palermo e gostei bastante da região, mas com certeza uma hospedagem mais central também tem suas vantagens. Estou pretendendo voltar, essas sugestões de hotéis vão ser de grande ajuda.

  3. Eu adorei o Milhouse e acrescento a dica que o Avenue é excelente e o Hypo é meio antigão.. se der, ficar no Avenue é uma melhor ideia! E o America del Sur… fiquei no que eles tem el El Calafate! Achei um charme 🙂 Imagino que o de BsAs deve ser ótimo também!

  4. * Para evitar comentários spans (falsos), solicitamos que ao deixar sua mensagem você também preencha um campo com seu nome e e-mail.
    Mas não se preocupe, pois estas informações estão seguras e seu e-mail não será exibido e nem compartilhado com outras pessoas!
    Para mais informações clique aqui para ler a nossa Política de Privacidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here