COMPARTILHAR

ATENÇÃO

Seguro viagem com até 10% de desconto!!!

Contratando seu seguro com a SegurosPromo através deste link , basta aplicar o cupom VOLTOLOGO5 que você ganhará 5% de desconto.
E se o pagamento for em boleto bancário você ganha mais 5%

»»» Clique aqui e faça uma cotação online agora mesmo!
Buenos Aires: Roteiro clássico para uma primeira viagem à capital da Argentina. Descubra quanto tem ficar na cidade para conhecer os seus principais pontos turísticos, quais bairros visitar e o que fazer em cada um deles, além de outras dicas de turismo para as suas férias.
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Durante a minha primeira trip à capital da Argentina, em 2013, fiz um péssimo planejamento para os meus dias. Na verdade, me organizei tão pouco que saí de lá sem ter conhecido os lugares mais indicados para visitar num primeiro roteiro de viagem por Buenos Aires. E não que isso seja um problema. Afinal, cada um escolhe conhecer aquilo que mais tem vontade e interesse. No entanto, fui embora com a sensação de que não soube aproveitar os meus dias na cidade.

Já na minha última viagem a história foi outra. Com mais tempo e organização, voltei ao Brasil ainda mais encantado por Buenos Aires. Além dos principais pontos turísticos tive a oportunidade de ter experiências menos convencionais, como assistir a uma apresentação de um grupo de teatro independente. Com tantas surpresas que ela me revelou, percebi que Buenos Aires é daqueles destinos para se visitar mais de uma vez.

Apesar disso, não se engane: fazer um bom roteiro para a sua primeira viagem a Buenos Aires é fundamental. Ao menos se você não quiser voltar pra casa com a mesma sensação que eu voltei, em 2013.

Leia também: Onde ficar em Buenos Aires?

# Dicas iniciais para organizar um roteiro por Buenos Aires

Antes de tudo vale lembrar que, neste post, irei te apresentar o que considero ser um itinerário ideal para quem vai pela primeira vez à capital argentina. Trata-se de um roteiro clássico, que visa apresentar as principais atrações turísticas de Buenos Aires. É evidente que você não precisa segui-lo a risca, e que pode fazer as adaptações que achar necessário para deixa-lo mais adequado aos seus gostos.

O mesmo vale para o tempo de viagem. Considero seis dias uma quantidade razoável para uma primeira trip a Buenos Aires. Menos que isso pode ficar corrido. Já com mais dias dá pra fazer alguns passeios bate-volta.

 Outro detalhe é que você não precisa seguir a sequência de dias da maneira que ela será apresentada. Pelo contrário. Certos lugares possuem dias específicos para visitar, como por exemplo a Feira de San Telmo, Feira da Recoleta e a visita guiada pela Casa Rosada.

Também recomendo que verifique o horário de funcionamento dos museus que pretende visitar. Além de evitar que você vá no dia que ele estiver fechado, poderá tentar se planejar para visitá-lo quando a entrada é mais barata ou gratuita.

como fazer um roteiro por Buenos Aires
Plaza Dorrego, em San Telmo

Leia também: 10 hostels em Buenos Aires [Nos melhores bairros]

# Dia 1: Chegada e La Boca

O primeiro dia de um roteiro de viagem nunca é aproveitado por inteiro. Além do tempo de deslocamento que gastamos para chegar até o destino, também há outras atividades que tomam parte do nosso tempo, como fazer check-in em hotel, trocar dinheiro e outras coisas do tipo.

Ainda assim, se seu voo for pela manhã e você conseguir chegar por volta da hora do almoço, poderá aproveitar o restante do dia no bairro La Boca. Uma tarde é tempo suficiente para você percorrer o polêmico Caminito – as ruazinhas coloridas de Buenos Aires.

Não é segredo pra ninguém que o lugar é considerado por muitos uma tremenda furada, feito pra turista ver e pra levar parte do nosso dinheiro com seus restaurantes caros. Inclusive o Tulio, do blog Aires Buenos, o incluiu em uma lista com os pontos turísticos mais PERDÍVEIS de Buenos Aires. Eu mesmo olhava com desconfiança para o Caminito antes de conhecê-lo, e talvez tenha sido pela minha baixa expectativa, que acabei achando o passeio bastante simpático. 

E já que você estará bem ao lado, vale incluir no seu roteiro uma visita a Fundación Proa – um centro cultural que está aberto de terça a domingo das 11hs às 19hs, ou a La Bombonera – a casa do time de futebol Boca Juniors.

Buenos Aires roteiro - Bairro La Boca
As casas coloridas do Caminito

Leia também: Como ir do aeroportos de Buenos Aires para os bairros da cidade?

# Dia 2: Centro

A primeira impressão que se tem do centro de Buenos Aires pode não ser das melhores, mas acredite, você encontrará lugares surpreendentes por aí. São tantos que talvez até mesmo em um dia inteiro você não consiga conhecer todos eles. Principalmente se quiser fazer todas as visitas guiadas que há nas suas construções importantes.

É por esta zona que estão alguns dos pontos turísticos mais famosos da cidade, como: Casa Rosada, Café Tortoni, Obelisco, Palácio Barolo, Congresso Nacional, Teatro Colón, Galerias Pacífico e o Mirante da Galeria Güemes.

Uma maneira bacana para conhecer um pouco da história de alguns destes lugares é fazer o Free Walking Tour que acontece diariamente às 15hs.

Na hora que a fome bater, se você é do tipo que gosta de restaurantes baratos, o El Nacional – a poucos metros da Plaza de Mayo – é uma boa pedida. Ou ainda as pizzarias da Avenida Corrientes podem te salvar a qualquer hora.

Buenos Aires, Argentina, Obelisco
Avenida 9 de Julio e o Obelisco ao fundo

Leia também: 5 dicas para curtir o centro de Buenos Aires

# Dia 3: Puerto Madero e San Telmo

Este dia será dedicado a percorrer as ruas do bairro mais novo e do mais antigo de Buenos Aires. Embora não tenha me conquistado, Puerto Madero é uma região bastante agradável para se caminhar, tirar fotos na Puente de la Mujer, ou comer em um bom restaurante.

San Telmo é aquele tipo de lugar que te fará voltar no tempo. Entre um casarão e outro, você passará por antiquários, restaurantes e algumas das cafeterias mais tradicionais de Buenos Aires. Seu mercado, ainda que mal cuidado, possui poucas mas boas opões para comer. Vale a visita especialmente para quem gosta de apreciar belas velharias. E por falar em badulaques antigos, a feira mais famosa da cidade acontece aos domingos.

Ainda em San Telmo há dois museus que você pode incluir no seu roteiro por Buenos Aires: o Museu de Arte Contemporânea (MACBA) e o Museu de Arte Moderna de Buenos Aires (MAMBA).

No fim do dia vale a pena pegar um happy hour no descolado El Banco Rojo, ambiente animado, bons quitutes e preço justo.

Puerto Madero - Buenos Aires roteiro de viagem
Puerto Madero
Buenos Aires - roteiro de viagem - San Telmo
San Telmo

# Dia 4: Recoleta

Considerado por muitos o melhor bairro para se hospedar em Buenos Aires, a elegante Recoleta é uma região para conhecer sem pressa. Uma boa ideia é começar o dia com o Free Walking Tour Recoleta, que acontece diariamente às 10h30. O passeio vai te orientar sobre os principais pontos turísticos desta área. O tour termina no Cemitério da Recoleta e a partir daí você terá a tarde toda para explorar o bairro por sua conta.

A poucos minutos de caminhada do cemitério você poderá ir ao Museu de Belas Artes e à Flor Metálica, que está ao lado do imponente prédio da Faculdade de Direito. Outra construção que está bem próxima e que me impressionou foi a Biblioteca Nacional.

A uma pernada de vinte minutos, mas ainda na Recoleta, encontra-se outra atração que não costuma ficar de fora de um roteiro em Buenos Aires: a Livraria El Ateneo, famosa por estar alocada dentro de um antigo teatro. 

Para os comes e bebes os cafés La Biela e Bistro Schiaffino, ambos praticamente ao lado do cemitério, não costumam desapontar. Ainda perto do cemitério o Recoleta Mall possui uma boa praça de alimentação. A poucas quadras você também encontrará uma filial do tradicional El Club de la Milanesa, um ótimo lugar para comer em Buenos Aires.

roteiro pela Recoleta em Buenos Aires
Prédio da Faculdade de Direito, ao lado da Flor Metálica

Leia também: Buenos Aires além do Tango | 3 espetáculos surpreendentes

5 dicas para curtir a Recoleta

# Dia 5: Palermo

Este será o último dia cheio do seu roteiro de viagem. E, para mim, na melhor do que terminá-lo no bairro mais bacaninha de Buenos Aires.

Acorde cedo e comece o dia pelos parques de Palermo. Dedique a manhã inteira para conhecer o Jardim Botânico, o Rosedal e o Jardim Japonês. Estes três são os mais famosos e estão a uma curta caminhada de distância. Entre eles você verá outras áreas verdes bem cuidadas que deixam a região ainda mais bonita.

Com localização conveniente, o econômico Ansis Club Café Bar pode ser ideal para o seu almoço. Está a duas quadras do Jardim Japonês, e no meio do caminho de dois museus que você poderá visitar durante a tarde: o MALBA (Museu de Arte Latino Americana) e o Museu Evita.

No fim do dia rume para os arredores da Plaza Serrano e morra de dúvida para decidir em qual bar ou restaurante você irá entrar. Ou melhor, aproveite seu último dia e conheça mais de um. 

Palermo, Buenos Aires
Rosedal, em Palermo

Leia também: Quanto custa uma viagem para Buenos Aires?

# Dia 6: Manhã livre e regresso

Se seu voo de volta for só depois do almoço ou à noite, use o tempo livre para conhecer algum lugar que não deu tempo, ou para comprar o que ficou faltando. Afinal, um bom vinho, alfajor ou doce de leite não faz mal a ninguém.

# Programação noturna

Embora em alguns destes dias sua programação possa ir até o começo da noite, há algumas atividades noturnas pra lá de recomendadas.

Começando pelo clássico show de tango. De espetáculos simples aos mais mirabolantes, não faltará opções para a sua viagem.

Já para uma apresentação que mistura dança, música, acrobacias e interação com o público, o Fuerza Bruta é um tiro certo para quem gosta de ser surpreendido.

Outro show que não te deixará parado é o do pessoal La Bomba de Tiempo, que acontece todas as segundas na Ciudad Cultural Konex. Percussão de ótima qualidade em um ambiente um tanto alternativo. 

# O que fazer com mais tempo?

Acredite, se você quiser fazer um roteiro de duas semanas em Buenos Aires não faltarão atividades para as suas férias. Eu já até escrevi um texto com 50 dicas do que fazer na capital da Argentina.

Há uma série de tours temáticos que você pode incluir nos seus dias de turismo, como tour de bicicleta, tour pra quem curte murais, grafite, arte de rua, e um tour arquitetônico.

Além da Feira de San Telmo outra que eu gosto ainda mais é a Feira de Mataderos, que também acontece aos domingos.

Saindo de Buenos Aires o passeio bate-volta até Tigre é bastante procurado pelos turistas. Outra possibilidade, ainda que cansativa para fazer em um dia, é ir até Colonia del Sacramento, no Uruguai.

»»» Ficou com alguma dúvida ou tem outras dicas do que incluir em um roteiro de viagem por Buenos Aires? Me conta aí nos comentários. Tenho certeza que ajudará outros viajantes! 🙂


QUER AJUDAR O BLOG SEM PRECISAR GASTAR UM ÚNICO CENTAVO POR ISSO?

Utilizando os serviços dos nossos parceiros através dos links, banners e caixas de pesquisa que estão aqui no blog, nós ganhamos uma pequena comissão e VOCÊ NÃO PAGA ABSOLUTAMENTE NADA A MAIS POR ISSO.

 Confira as dicas de como pesquisar e reservar sua hospedagem através do Booking.com

 Compare e contrate seu seguro viagem através da Seguros Promo
Não se esqueça de usar nosso cupom para ganhar 5% de desconto (VOLTOLOGO5)

COMPARTILHAR
Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

13 COMENTÁRIOS

    • eu estive em 2015 e adorei a balada da boate asia de cuba em puerto madeiro. Na epoca paguei 120 pesos para entrar com direito a 1 drink. cada caipifruta la dentro custou media 25 pesos . boate grande com um espacoso restaurante japones e vai madrugada a fora.
      cheguei la por volta das 01:30 da manha apos curtir apresentacao de tango no SENOR TANGO fui embora as 7 da manha.
      muita gente bonita …..

  1. Sou suspeita pra falar de Buenos Aires porque amei essa cidade. Estou doida pra voltar pra fazer um roteiro bem gastronômico por lá! Hahaha
    Suas dicas de roteiro estão ótimas. Também fizemos mais ou menos isso daí.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here