Quanto custa viajar para Buenos Aires: Descubra quais são os preços de passagens aéreas, transporte interno, hostels, hotéis, alimentação, passeios e principais pontos turísticos da cidade. Não erre na hora de calcular os gastos de uma viagem para a capital da Argentina.
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Falar sobre quanto custa viajar para Buenos Aires não é uma tarefa simples por diversos motivos.

O primeiro deles é que, como toda boa metrópole, é possível encontrar acomodações e restaurantes dos mais diversos preços. Pode ter certeza que tanto o mochileiro econômico como o viajante que prefere lugares sofisticados, encontrarão opções que atendam as suas necessidades.

Outra razão que não podemos esquecer é que a inflação na Argentina, embora esteja menos assustadora do que três ou quatro anos atrás, ainda pode interferir consideravelmente nos preços de um ano para outro.

E por último, tem a questão do câmbio em Buenos Aires. Esta situação sim já está bem mais organizada do que antigamente. O câmbio paralelo, onde era possível encontrar cotações até três vezes melhores do que no câmbio oficial, já não existe mais. Aliás, hoje a diferença é mínima.

Porém, como já diz o ditado que é de grão em grão que galinha enche o papo, se você for trocar uma boa quantia de dinheiro, no final das contas pode fazer suas verdinhas render por mais alguns dias caso pesquise sobre qual a melhor maneira de levar e trocar seu dinheiro.

Esclarecimentos dados, neste post você encontrará o valor dos principais gastos para calcular quanto custa viajar para Buenos Aire em 2020, de acordo com o seu roteiro.

# Quanto custa viajar para Buenos Aires em 2020

» Passagem aérea
» Transporte pela cidade
» Preço de hospedagem em Buenos Aires
» Alimentação
» Preço de passeios e atrações em Buenos Aires
» Seguro Viagem

# Passagem aérea

Atualmente, o preço médio de uma passagem aérea de São Paulo para Buenos Aires está na faixa de R$ 1.000,00.

Ainda assim, dependendo da época da sua viagem dá para encontrar valores mais em conta.

Numa pesquisa rápida que realizei no dia 19/06/2020, para voos em novembro de 2020, encontrei passagens de ida e volta por R$ 900,00 – já com a taxa de embarque na conta.

# Transporte pela cidade

Além de eficiente, o transporte público em Buenos Aires é barato. Você não gastará mais do que AR$ 20,00 (R$ 1,55) por cada passagem de ônibus ou metrô.

Lembre-se de que para pagar suas passagens no transporte público durante a sua viagem a Buenos Aires você precisará emitir o Cartão Sube – que tem custo único de AR$ 90,00 (R$ 7,00)

Quem preferir andar de táxi ou Uber também não precisa se preocupar pois os preços estão realistas. Apenas para você ter uma ideia, uma corrida do Obelisco ao Caminito – seis quilômetros percorridos em vinte minutos – custa cerca de AR$ 350,00 (R$ 27,00).

Para descobrir exatamente quanto irá gastar com as corridas da sua viagem recomendo fazer a simulação dos deslocamentos no próprio aplicativo do Uber ou Cabify.

Sobre os valores para se locomover dos aeroportos até a região central, leia o post “Como ir dos aeroportos de Buenos Aires para os principais bairros”.

preço de transporte em Buenos Aires
Centro de Buenos Aires

# Preço de hospedagem em Buenos Aires

É possível encontrar boas acomodações em Buenos Aires sem precisar gastar muito.

Quem pretende ficar em albergue, uma cama em quarto compartilhado custará em torno de R$ 55,00 por noite. Há opções de hostels mais baratos em Buenos Aires, mas junto com o preço a qualidade também diminui.

Quem não abre mão de um hotel, ainda que simples, é possível encontrar lugares bem avaliados com diárias em torno de R$ 230,00, em suítes para duas pessoas, já com o café da manhã na conta.

Por outro lado, as hospedagens com mais estrelas, comodidades e requinte, custarão a partir de R$ 300,00 a diária.

Por fim, para pesquisar sua hospedagem e fazer sua reserva recomendo consultar as ofertas do site Booking.com. Isso porque, muita vezes há acomodações com até 40% de desconto.

quanto custa se hospedar em Buenos Aires
Buenos Aires

Leia também: Onde ficar em Buenos Aires | Melhores bairros e hotéis

# Alimentação

Se acaso você pretende comer em bons restaurantes todos os dias, saiba que terá que desembolsar uma bela grana para pagar suas refeições em Buenos Aires.

Um café expresso com duas medias lunas custam em média AR$ 200,00 (R$ 15,00).

Para um lanche rápido, vale a pena investir nas empanadas e nas fatias de pizza, cerca de AR$ 100,00 cada (R$ 8,00).

Já para o almoço, o menu executivo mais barato que encontrei foi no restaurante El Nacional. Um bife de chorizo com batata-frita me custou AR$ 450,00 (R$ 35,00), enquanto a napolitana de pollo AR$ 325,00 (R$ 25,00). Porém, o preço dos mesmos pratos em outros estabelecimentos medianos custava em torno de AR$ 600,00 (R$ 45,00).

Para economizar com alimentação em Buenos Aires a dica é procurar por restaurantes self-service por quilo. No centro há muitos deles e você poderá comer bem gastando cerca de AR$ 260,00 (R$ 20,00).

Já para comer em restaurantes mais sofisticados, não espere gastar menos de AR$ 1.300,00 (R$ 100,00).

Quem curte hambúrguer há bons lugares em Buenos Aires. No pub El Banco Rojo, por exemplo, eles custam cerca de AR$ 400,00 (R$ 30,00). 

Para aquele drink no final do dia há várias opções. Em bares, a cerveja long neck custa em média AR$ 200,00 (R$ 16,00), litrão AR$ 400,00 (R$ 30,00), chope AR$ 260,00 (R$ 120,00) e coquetéis AR$ 400,00 (R$ 30,00).

quanto custa comer em Buenos Aires
Um tradicional PF em Buenos Aires

Leia também: Onde comer em Buenos Aires

# Preço de passeios e atrações em Buenos Aires

É possível conhecer muita coisa em Buenos Aires sem precisar gastar nada, ou gastando pouco. No entanto, para outros passeios será necessário alguns pesos a mais no orçamento. Abaixo a relação de preço das principais atrações turísticas da capital da Argentina:

» Passeios grátis em Buenos Aires: Feira de San Telmo, Feira da Recoleta, Feira de Mataderos, Mercado de San Telmo, Cemitério da Recoleta, Rosedal, Bosques de Palermo, Jardim Botânico de Palermo, Flor Metálica, Obelisco, Caminito, Galerias Pacífico, Puente de la Mujer, visita guiada à Casa Rosada, arte de rua em Palermo, além de caminhadas independentes para observar a arquitetura de Buenos Aires.

» Museus: Depende do museu, mas recomendo reservar entre AR$ 200,00 (R$ 15,00) e AR$ 350,00 (R$ 27,00) para cada um. Mas atenção, pois você pode economizar facilmente esta grana.

Isso porque, a maioria dos museus em Buenos Aires tem algum dia em que a entrada é gratuita ou mais barata. Confira no site do museu que deseja visitar qual é este dia e programe-se.

» Tour guiado na La Bombonera: AR$ 800,00 (R$ 60,00)

» Tour guiado no Teatro Colón: AR$ 1.400,00 (R$ 107,00)

» Visita guiada no Cemitério da Recoleta: AR$ 800,00 (R$ 60,00)

» Visita guiada no Palacio Barolo e acesso ao mirante: AR$ 1.500,00 (R$ 116,00)

» Mirante da Galeria Guemes: AR$ 200,00 (R$ 16,00)

» Jardim Japonês: AR$ 200,00 (R$ 16,00)

» Show de Tango: Varia bastante de acordo com a casa de espetáculo e pelo tipo de ingresso que você comprar (com ou sem jantar, por exemplo).

É possível encontrar espetáculos por AR$ 1.500,00 (R$ 115,00), como no Centro Cultural Borges, ou entre US$ 120,00 e US$ 200,00, que é o preço cobrado pela maioria das grandes casas de show.

viajar para Buenos Aires: quanto custa
Teatro Colón

Leia também: 50 dicas do que fazer em Buenos Aires

# Seguro viagem

Uma coisa que nunca abro mão durante uma trip é contratar um bom seguro viagem. Sempre pesquiso os planos com melhor custo-benefício através da Seguros Promo, uma plataforma onde é possível comparar de forma clara os benefícios de cada um deles.

Para um roteiro de seis dias em Buenos Aires, espere gastar em torno de R$ 70,00 com um bom seguro viagem. Ou seja, cerca de R$ 12,00 por dia de viagem.

» Por ser nossa parceira, ao comprar seu seguro viagem com a Seguros Promo, basta usar o cupom VOLTOLOGO5 para ganhar 5% de desconto. Clique aqui para fazer uma cotação.

+ Dicas sobre gastos em Buenos Aires

» Um tipo de estabelecimento muito comum em Buenos Aires são os quioscos. Nada mais são do que lojinhas onde você pode comprar doces, água, refrigerante, cigarro e todo esse tipo de coisa que estamos acostumados a encontrar nas conveniências de postos de gasolina no Brasil.

Embora elas sejam uma mão na roda, já que estão em todas as esquinas, algumas coisas são bem mais caras do que no supermercado.

Por exemplo, uma garrafa de água de um litro e meio custa cerca de AR$ 65,00 (R$ 5,00) no supermercado e AR$ 130,00 (R$ 10,00) no quiosco.

» Muitos estabelecimentos em Buenos Aires não aceitam cartão como forma de pagamento. Fique de olho nisso para não passar nenhum aperto.

» Os preços apresentados neste post foram atualizados em junho/2020 e podem sofrer variações. Aliás, lembre-se ainda que eles são apenas uma base. É perfeitamente possível viajar gastando menos, e, na outra ponta, o céu é o limite.

» Câmbio utilizado para conversão dos preços de peso argentino para real: R$1,00 = AR$ 13,00.

5 lugares para se hospedar em Buenos Aires

($) Para os viajantes que procuram um albergue, o Milhouse Hostel (Centro) e o Reina Madre Hostel (Recoleta) são duas opções concorridas na cidade.

($$) Quem faz questão de privacidade, mas não quer gastar uma fortuna, o Hotel El Cabildo (Centro) e o ARC Recoleta Boutique (Recoleta)  têm ótimo custo-benefício.

($$$) Podendo investir um pouco mais, vale conferir as suítes do Mio Buenos Aires (Recoleta).

» Se acaso preferir, clique aqui e confira outras ofertas de hospedagem em Buenos Aires

Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

7 COMENTÁRIOS

  1. Olá Murilo

    Obrigado pelas dicas! Agora, consigo fazer uma viagem “decente” para Buenos Aires com cerca de R$ 2.000 reais?

    Considerando que vou ter de ficar em algum hotel barato e comer em restaurantes baratos também. Nesses dois mil não considerei gastos com áereo.

    Seria em torno de 7 dias.

    • Oi Vinícius, tudo bem?

      Dá para passar. Mas o ideal é calcular de acordo com o hotel que você escolher e os passeios que quer incluir no roteiro!
      Isso irá influenciar demais nos gastos da viagem.

      Vou fazer uma conta rápida para você ter uma ideia:

      – Hotel: R$ 130,00/dia x 7 dias: R$ 910,00
      – Alimentação: R$ 75,00/dia x 7 dias: 525,00
      – Transporte público: R$ 8,00/dia x 7 dias: 56,00
      – Passeios: R$ 100,00/dia x 5 dias: R$ 500,00
      – Total: R$ 1.991,00.

      Ou seja, a conta fecha bem em cima. Isso que não estamos considerando possíveis corridas de Uber, transporte para aeroporto, cervejas/vinho, saídas noturnas e outras despesas que você pode ter.

      Além disso, vale se perguntar:
      – Um hotel de R$ 130,00 atende minha necessidade de conforto? (Talvez, dá para gastar menos ficando em Airbnb ou hostel)

      – R$ 500,00 paga todos os passeios que quer fazer? (Só em um show de tango, por exemplo, vai mais de R$ 100,00)

      Enfim… São muitas possibilidades! hehehe

      Espero ter ajudado!

      Abraço

  2. Lá a melhor coisa é pagar, comprar tudo em dólar, sai muito mais barato, pois a cotação do dólar paralelo lá é muito maior do que do comercial.

    • Oi Marlon, tudo bem?

      Muito obrigado por compartilhar a sua dica!

      Realmente, atualmente, o dólar paralelo na Argentina voltou a ter uma cotação bem mais vantajosa!

      Abraço

  3. suas dicas são maravilhosas, quero ir nas minhas próximas férias a Buenos Aires e como não fiz nenhuma viagem fora do país fico com muitas dúvidas… Eu queria saber se tenho que levar todo o dinheiro em mãos ou eu consigo fazer saque em algum banco lá?

    • Olá Eudes, tudo bem?

      Fico feliz em saber que gostou das dicas! xD

      Você consegue fazer saque em alguns caixas eletrônicos de lá, na moeda local.
      Porém, o limite de saque internacional dos cartões de crédito tradicional não costuma ser muito alto, e a taxas cobradas costumam ser bem elevadas. De qualquer forma, vale você se informar no seu banco como funciona com eles. (Lembre-se de habilitar o seu cartão para uso internacional antes de viajar).

      Outra opção são os cartões pré pago, do tipo Visa Travel Money. Neste caso, você carrega estes cartões ainda no Brasil e pode sacar ou fazer pagamentos com o próprio cartão no exterior.

      No caso de saque, também é cobrado uma taxa a cada saque que você fizer. Normalmente em torno de US$ 5,00. Já se pagar a conta direto com o cartão não tem essa taxa.

      Espero ter ajudado!

      Abração

  4. * Para evitar comentários spans (falsos), solicitamos que ao deixar sua mensagem você também preencha um campo com seu nome e e-mail.
    Mas não se preocupe, pois estas informações estão seguras e seu e-mail não será exibido e nem compartilhado com outras pessoas!
    Para mais informações clique aqui para ler a nossa Política de Privacidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here