Dicas e roteiros de viagem pela América Latina

Por Murilo Pagani

San Telmo [Buenos Aires]: 5 dicas para o seu passeio

San Telmo: este é o nome do bairro que te fará voltar no tempo em Buenos Aires. Afinal, em meio aos seus casarões antigos e antiquários espalhafatosos, é impossível caminhar pelas suas ruas sem regressar ao passado.

É bem verdade que o charme decadente de San Telmo pode levar um tempo para conquistar os viajantes. Isso porque, num primeiro momento, quem passa com pressa pelas suas avenidas pode achar suas construções mal preservadas nada atraentes.

Porém, basta parar por alguns segundos que nos damos conta dos seus detalhes sedutores.

Um café clássico aqui, uma sacada fotogênica acolá e uma simpática pracinha no meio de tudo isso. Pronto. Você provavelmente já está mais disposto a aceitar o convite de San Telmo para passar mais algumas horas juntos.

Porém, não se preocupe, pois apesar de ser um bairro tradicional, este encontro não precisa ser tão conservador.

É claro que San Telmo não faz o estilo ultra moderninho de Palermo. No entanto, nem por isso deixa de ter boas opções para uma cervejinha depois de um dia de andanças.

E, para que você consiga aproveitar ao máximo tudo o que há de melhor por essa vizinhança, neste texto eu te contarei todos os segredos do bairro.

Leia também: Onde ficar em Buenos Aires | Os melhores bairros

# San Telmo [Buenos Aires]

1- O que esperar de San Telmo?
2- Localização e dicas de transporte
3- Hospedagem em San Telmo
4- O que fazer em San Telmo?
5- Onde comer em San Telmo?
» Cotação de seguro viagem para Buenos Aires
» Reservar passeios em Buenos Aires

1- O que esperar de San Telmo?

Se a Recoleta conquista pelo charme e Palermo pelo astral descolado, San Telmo utiliza a via oposta para encantar os turistas. Afinal, quem reina no bairro é a atmosfera nostálgica de um passado que não se deixa cair no esquecimento.

É aquele tipo de lugar que a gente demora pra gostar, mas, depois que somos seduzidos, queremos estender ao máximo nossa relação.

Espere encontrar casarões antigos, ruas tranquilas e ruas agitadas, lojas de antiguidade, além de cafeterias e restaurantes que estão ali instalados há mais de décadas.

Além disso, bares para uma noite casual também não faltarão.

Pra quem está em busca de um lugar para se hospedar, San Telmo também possui boas acomodações a preços realistas.

Porém, a maior desvantagem relatada por muitos viajantes, é que durante a noite algumas ruas ficam desertas e causam sensação de insegurança. Eu, particularmente, caminhei bastante por lá durante à noite e não me senti inseguro.

De qualquer forma, este é um bairro que merece atenção durante sua viagem a Buenos Aires. Seja para conhecer alguma atração turística, se hospedar, comer bem, ou simplesmente caminhar sem rumo.

San Telmo em Buenos Aires - dicas

Casarões históricos em San Telmo

2- Localização e dicas de transporte

Praticamente uma extensão do centro de Buenos Aires, San Telmo também se encontra na região central da cidade.

O bairro La Boca está a menos de três quilômetros de distância, e Puerto Madero a menos de dois. Por outro lado, a Recoleta está mais distante, cerca de sete quilômetros.

Quem pretende utilizar o transporte público, a Linha Azul do metrô atende o bairro, mais especificamente as estações San Juan, Independencia e Moreno. Ainda assim, dependendo do seu destino, talvez uma caminhada de 10 ou 15 minutos seja necessária.

Leia também: Como se locomover em Buenos Aires?

3- Onde se hospedar?

Apesar de não ser a opção número um da maioria dos turistas, San Telmo possui uma boa oferta de hostels e hotéis econômicos.

Se acaso decidir se hospedar neste bairro, a dica é ficar de olho nas avaliações dos outros hóspedes no que diz a respeito a estrutura física do lugar. Isso porque, como boa parte das construções são antigas, é importante verificar se a sua acomodação não está mal cuidada.

Dentre os albergues, vale a pena conferir os dormitórios do Art Factory, Circus Hotel & Hostel e America Del Sur Hostel.

Quem está em busca de um hotel, o três estrelas Arribo Buenos Aires Hotel Boutique tem bom custo-benefício.

Outras opções bem cotadas são o Lemon Apartments e o Patios de San Telmo.

» Clique aqui e encontre as melhores ofertas de hospedagem em San Telmo

4- Atrações e pontos turísticos em San Telmo

Uma simples caminhada sem pressa já rende um passeio interessante pela região. Porém, lá você encontrará outras atrações concorridas de Buenos Aires, como por exemplo, a tradicional Feira de San Telmo.

Todos os domingos, turistas e portenhos dividem as estreitas ruas da vizinhança com barraquinhas de artesanato e outros artefatos tão antigos quanto o próprio bairro.

Aliás, é por estas bandas que também está outro local muito fotografado da cidade, a simpática Estátua da Mafalda.

Outro lugar que vale a visita – apesar de mal cuidado – é o Mercado de San Telmo. Lá você também estará diante de muitas lojas de velharias, e uma renovada pracinha de alimentação com preços amigáveis.

Por fim, os viajantes mais culturais terão dois museus de Buenos Aires a disposição: o Museu de Arte Moderna de Buenos Aires e o Museu de Arte Contemporânea, ambos lado a lado na Avenida San Juan.

o que fazer em San Telmo - dicas

Exposição no Museu de Arte Moderna de Buenos Aires

dicas de San Telmo

Lojinha no Mercado de San Telmo

Leia também: O que fazer em Buenos Aires?

5- Onde comer em San Telmo?

De cafés e restaurantes tradicionais a barzinhos descolados, você encontrará de tudo um pouco em San Telmo.

Um local com bom custo-benefício para comer é no próprio mercado que leva o nome do bairro. Apesar de pequena, a praça de alimentação possui opções de dar água na boca, como o Cocina Merci, The Market Burguer e o Coffee Town.

Para fazer uma refeição caprichada em um ambiente bastante peculiar, o El Desnivel pode surpreender pela carne de ótima qualidade. Ou ainda, confira estas dicas de restaurantes em San Telmo, do blog Aires Buenos.

Para a hora feliz, o meu escolhido por mais de uma vez foi o despretensioso El Banco Rojo. Em um ambiente animado e sem frescura, você encontrará chope gelado, empanada e hambúrguer por um preço justo. Aproveite o horário de happy-hour que vai até às 22hs, quando dois chopes saem pelo preço de um.

onde comer em San Telmo - dicas e restaurantes

Hambúrguer do El Banco Rojo

Evite este erro na sua viagem a Buenos Aires

Não contratar um bom seguro para sua viagem a Buenos Aires é um erro do qual você não gostará de se arrepender. Ainda mais quando descobrir que ele pode custar muito menos do que você imagina.

Clique aqui e faça uma cotação online que compara os planos com melhor custo-benefício do mercado.

E, se sua viagem já estiver com as datas definidas, contrate um plano agora mesmo para não esquecer (e se arrepender) depois.

Murilo Pagani
Introvertido de carteirinha com picos de sociabilidade quando necessário ou depois de alguns goles de cerveja. Queria saber escrever bonito, mas cultivo um enorme apego à desculpa de que sou originalmente de exatas para justificar a minha falta de dedicação em combinar as palavras uma depois da outra. Espero que entenda!
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentários:
Ana Carolina disse:

Que máximo! Amei suas dicas e já quero conhecer San Telmo quando visitar Buenos Aires. E sem dúvida irei até a Estátua da Mafalda tirar uma foto clássica

Murilo Pagani disse:

Que bom que gostou das dicas de San Telmo, Ana!

Abraço

Deisy Rodrigues disse:

Uns dos bairros que mais gostei em Buenos Aires, na próxima viagem quero deixar um tempo maior no roteiro pra explorar com mais calma.

Murilo Pagani disse:

Pode ter certeza que vale muito a pena conhecer San Telmo com mais calma, Deisy!

Abraço

Carla disse:

Vivi na Argentina um ano e agora me deu uma saudade incrível. Não estava em Buenos Aires mas sim em Mendoza mas sempre que podia explorava BA e San Telmo. É um bairro maravilhoso e cheio de alma. Bateu tanta saudade.

Murilo Pagani disse:

Que bacana, Carla!

Ainda não conheço Mendoza, mas sou doido para passar uma temporada mais longa em Buenos Aires!

Abraço

Ruthia disse:

Eu gosto muito desse ambiente vintage, tenho que incluir San Telmo numa visita a Buenos Aires. Acho esses edifícios antigos super charmosos. Que interessante ter sido o bairro escolhido para um museu de arte moderna…

Murilo Pagani disse:

Oi Ruthia, tudo bem?

San Telmo é um bairro que, na minha opinião, não devemos deixar de visitar em Buenos Aires! 🙂

Abraço

Danielle disse:

Adoro a Feira de San Telmo. Eu também acho que é um dos melhores bairros para se hospedar, mesmo que eu tenha me hospedado algumas vezes no centro. Saudades de Buenos Aires.

Murilo Pagani disse:

Saudades imensas de Buenos Aires, Danielle! hehehe

Abraço

Bruno M de disse:

Nunca pensei em me hospedar em San Telmo, me parece uma boa ideia caso queira hospedagem econômica em Buenos Aires. A minha atração preferida por esses lados foi o mercado de San Telmo, cada coisa linda!!

Murilo Pagani disse:

Eu acho a localização do bairro excelente, Bruno!
Só é preciso ficar de olho se a hospedagem é perto de alguma estação de metrô, pois aí será mais prático!

Abraço

VICTORIA disse:

Em minha viagem a Buenos Aires San Telmo foi um dos bairros que mais amei visitar. Realmente esse ar nostálgico encanta! Amei saber todas essas dicas para aproveitar melhor essa atração de Buenos Aires!

Murilo Pagani disse:

Também sou apaixonado por esse passeio ao passado, Victoria! 🙂

Abraço

Marcela disse:

Que delícia que é passear por San Telmo! Quero muito voltar à cidade e conhecer melhor esses cantinhos super fofos

Murilo Pagani disse:

Para mim, San Telmo é um dos bairros mais bacanas de Buenos Aires, Marcela! 🙂

Abraço

Deyse disse:

Muito bom o seu texto sobre  San Telmo e as 5 dicas para o seu passeio por lá. Realmente San Telmo se difere bastante de Recoleta e Palermo, mas possui atrativos bem interessantes listados por você. Adorei a dica gastronômica, terei que voltar pra provar.

Murilo Pagani disse:

Fico feliz em saber que gostou das dicas de San Telmo, Deyse!

Eu gosto bastante desse bairro…

Abraço