Viagem a Bertioga, no litoral de São Paulo: Dicas práticas para planejar suas férias. Descubra quando ir, quantos dias ficar, como chegar e se locomover, quais as melhores hospedagens e o que fazer na cidade.
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Viajar para Bertioga nunca esteve nos planos. Não que eu pensava que jamais visitaria a cidade ou tivesse alguma birra, no entanto, outros destinos no litoral paulista sempre a ofuscaram para as minhas pretensões viajantes.

Eis que conversando com um colega ele comentou que achava a cidade bastante simpática, e que por conta da proximidade com São Paulo, esse lugar era sempre a sua primeira opção quando queria ver o mar.

Fiquei instigado e na primeira oportunidade que tive organizei uma viagem a Bertioga. Gostei. Não se tornou a minha cidade de praia favorita em São Paulo – até porque concorrer com Ubatuba e Ilhabela não é fácil. Porém, Bertioga de fato é capaz de nos oferecer praias legais para dias bastante agradáveis, sem precisarmos gastar muito tempo na estrada (saindo de São Paulo, claro!).

E, caso você também esteja pensando em dar uma escapada para curtir alguns dias de folga, neste post eu contarei tudo o que você deve saber para organizar sua viagem.

Leia também: Onde ficar em Bertioga | Dicas, praias e pousadas

1- Melhor época para uma viagem a Bertioga?
2- Quantos dias ficar?
3- Como chegar em Bertioga?
4- Como se locomover?
5- Hospedagem em Bertioga
6- Onde comer?
7- Praias e atrações em Bertioga

1- Melhor época para uma viagem a Bertioga?

Situada entre os municípios de Guarujá e São Sebastião, Bertioga é a ponte entre o litoral sul e o litoral norte de São Paulo. O clima, portanto, tem uma mescla das duas regiões.

Os verões costumam ser chuvosos, porém, não se espante se o dia amanhecer com trovoadas, e depois do almoço o sol aparecer com a energia renovada após algumas horas de descanso.

A partir de abril os aguaceiros começam a dar uma trégua e número de turistas diminui consideravelmente – para mim, uma ótima época para pegar tempo firme e ainda de quebra evitar multidões.

Nos feriadões – como em qualquer pedaço do litoral de São Paulo – o movimento cresce consideravelmente, junto com o preço das acomodações e o trânsito.

quando ir para Bertioga
Praia da Riviera de São Lourenço

2- Quantos dias ficar?

Bertioga não é uma cidade com muitas atrações. Na verdade, o principal atrativo da cidade é de fato as suas praias, e com dois dias inteiros você consegue conhecer as mais famosas.

Mas é claro, não há tempo máximo para aproveitar a vida boa de frente para o mar. E, caso queira, dá ainda para incluir outros destinos, como Guarujá e São Sebastião, numa mesma viagem.

dicas para viajar a Bertioga
Praia de Itaguaré

3- Como chegar em Bertioga?

Localizada a 100 quilômetros de São Paulo, a principal via de acesso a cidade é a rodovia Mogi-Bertioga. Quem faz esse caminho de carro deve gastar cerca de uma hora e meia na estrada, dependendo do trânsito para sair da capital.

Também dá pra chegar utilizando outras rodovias, como por exemplo, a Rodovia dos Imigrantes.

Quem pretende ir de ônibus há duas empresas que saem de São Paulo e param em Bertioga: Litorânea e Ultra. Ambas oferecem diversas saídas ao longo do dia e o preço gira em torno de R$ 40,00.

Para mim, o melhor esquema foi com a Ultra, que sai do Terminal Jabaquara e não gasta mais do que duas horas para fazer o deslocamento.

A Viação Litorânea, por sua vez, sai do Terminal Tietê e a viagem leva cerca de três horas.

Chegando em Bertioga os ônibus param nas agências da empresa – não há uma rodoviária convencional. As duas são vizinhas e ficam na região central da cidade, perto do Mercado Municipal de Pescados e da balsa para Guarujá.

4- Como se locomover?

Em qualquer viagem pelo litoral paulista um carro costuma facilitar bastante a vida dos viajantes. Além de algumas praias serem distantes uma das outras, o transporte público normalmente é demorado.

Ainda assim, dá pra se locomover apenas de ônibus (eu fiz isso!). No entanto, consulte os horários da linha que irá utilizar antes de ir para o ponto. No site da Viação Bertioga há indicação de todas as linhas, percursos e horários – me ajudou bastante.

Além do transporte público convencional, outra prática na cidade são as chamadas lotações. Que é uma espécie de Uber compartilhado sem aplicativo e ainda mais econômico.

Caso você esteja em um ponto esperando o ônibus, não se assuste se algum carro parar e perguntar se você está indo para a Praia X – é assim a dinâmica da coisa. Os motoristas param, perguntam, e se você se sentir confortável em viajar assim, boa viagem. Ao longo do caminho o motorista vai parando nos próximos pontos para tentar conseguir mais passageiros. A viagem tem preço fixo de R$ 4,00 (o ônibus é R$ 3,80), e os deslocamentos mais comuns são do centro a Riviera de São Lourenço ou no máximo até a Praia de Indaia.

E por falar em Uber, também há alguns carros do aplicativo circulando pela cidade.

5- Hospedagem em Bertioga

Se comparada a cidades vizinhas, a estrutura de hospedagem em Bertioga é modesta. Há sim bons lugares para ficar, no entanto, não em grande número. Por isso, para garantir uma suíte com bom custo-benefício é bom reservar sua acomodação o quanto antes.

A maior concentração de hotéis e pousadas está no centro da cidade. É uma boa região para se hospedar pois além da boa estrutura de comércios, a praia central, chamada de Praia da Enseada, é bastante agradável.

Querendo se afastar do burburinho mais turístico a Praia do Indaia dispõem de algumas hospedagens bacanas. Ou se preferir um apartamento, a Riviera de São Lourenço é uma boa escolha.

No centro, o Jundu Beach Hostel foi a minha casa por alguns dias e atendeu as minhas expectativas. Certamente me hospedaria nele novamente numa outra oportunidade.

Caso prefira uma pousada, a Pousada Canto da Praça é uma das mais bem avaliadas de Bertioga e possui ótimas referências sobre limpeza, localização e atendimento. E o melhor: cabe no bolso de qualquer viajante.

Outras duas opções pelo centro e com excelente custo-benefício são a Pousada Smile Mar (na orla da praia) e a Berty-Ocas Apart Hotel (com chalés pra lá de espaçosos!).

Na Praia do Indaia, vale conferir as ofertas da Pousada Acqua Infinity e do Indaiá Praia Hotel – este último um dos mais concorridos da cidade.

Na Riviera de São Lourenço existem apartamentos de diversos tamanhos e preços. O Travel Inn Boulevard Riviera é um dos mais em conta e costuma agradar os viajantes.

dica de hospedagem em Bertioga
Jundu Beach Hostel

Leia também: 10 pousadas baratas em Bertioga

6- Onde comer?

No centro de Bertioga há algumas boas opções de lugares para comer. No entanto, não vá esperando nada muito requintado.

Para quem quer economia total, a Casa da Esfiha tem um cardápio enorme e diariamente há um sabor em promoção – cada unidade da esfiha sai por R$ 1,00. Tanto o petisco quanto o ambiente são bem simples, mas faz a vez pra quem quer algo só pra matar a fome. Fora da promoção, os preços das esfihas variam entre R$ 2,00 e R$ 6,00, dependendo do sabor.

Pertinho da Casa da Esfiha está o Pastel Bertioga, que é um dos lugares com ambientes mais arrumados e agradáveis destas bandas. No cardápio há pastéis, hambúrgueres, panquecas e porções. Lugar legal, bom atendimento e preço ok.

Outro lugar para comer pastel, neste caso, o mais famoso da cidade, é o Pastel do Trevo. Lá você encontra pastéis gigantes e bem recheados que custam entre R$ 18,00 e R$ 30,00. A unidade original é na Praia da Boracéia, a 38 quilômetros do centro. No entanto, também há um estabelecimento perto do centro (um trailer) e outro na Riviera de São Lourenço.

Para comer um hambúrguer, a Burguers on Fire deixou meu estômago contente. Ambiente agradável, lanches clássicos e muito bem preparados, além de preço realista (hambúrgueres entre R$ 20,00 e R$ 30,00).

onde comer em Bertioga
Lanche do Burguers on Fire

7- Praias e atrações em Bertioga

As principais atrações durante uma viagem a Bertioga são suas praias e paisagens naturais.

No centro, caminhar pela orla bem cuidada ao lado da Praia da Enseada é um ótimo programa para o fim de tarde. Aliás, é no canto direito da praia central que está o Forte São João.

Por estas bandas, bem ao lado do Mercado Municipal de Pescados, saem também alguns passeios de escuna aos finais de semana. Eu, no entanto, não tive uma experiência legal e contei sobre ela no texto sobre o que fazer em Bertioga.

Outras praias para passar um dia à toa de frente para o mar é a Praia do Indaia e a Praia de São Lourenço – ambas possuem barraquinhas na areia que garantem os comes e bebes do dia.

Para conhecer rapidamente e tirar umas fotos legais num cenário completamente deserto (ao menos na baixa temporada), na Praia de Itaguaré, mais especificamente no trecho onde o rio de mesmo nome deságua no mar, se encontra uma das paisagens mais belas que já visitei no litoral paulista.

Já a minha praia favorita para passar o dia foi a Prainha Branca, que na verdade fica em Guarujá mas é facilmente acessada a partir de Bertioga. Para chegar lá basta fazer uma travessia de barco que custa R$ 20,00 por pessoa, ou combinar a travessia de balsa (gratuita para pedestres) com uma trilha leve que dura entre trinta e quarenta minutos.

Dicas de Bertioga
Prainha Branca

Leia também: 7 praias de Bertioga – SP | Entenda quais visitar!

+ Dicas para sua viagem a Bertioga

>>> Caso queira fazer uma viagem mais completa pelo litoral de São Paulo, considere passar mais dois ou três dias no Guarujá ou em São Sebastião.

>>> Dificilmente sou picado por mosquitos, porém, durante minha viagem a Bertioga, os bichinhos me pegaram sem nem que eu percebesse. Usar repelente, mesmo as áreas mais centrais, é uma boa ideia.

>>> Caso tenha ficado com alguma dúvida, ou tenha outras dicas para organizar uma viagem a Bertioga, me conta aí nos comentários! 🙂

3 lugares para se hospedar em Bertioga

($) Para os viajantes que procuram um albergue, o Jundu Beach Hostel é uma das opções mais bem cotadas da cidade.

($$) Quem faz questão de privacidade, mas não quer gastar uma fortuna, a Pousada Canto da Praça é uma das mais bem avaliadas na cidade.

($$$) Fora do burburinho central, na Praia do Indaia, a Pousada Acqua Infinity é uma das mais concorridas.

» Se preferir, clique aqui e confira outras ofertas de hospedagem em Bertioga

Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here