Apesar de uma viagem a Guarapari não exigir um planejamento mirabolante, saber alguns detalhes sobre o destino certamente tornarão as férias mais proveitosas. Afinal, entendendo a dinâmica da cidade conseguimos tomar  melhores decisões sobre as nossas férias.

Será que nessa parte do sudeste faz sol o ano inteiro? Quanto tempo preciso para visitar os principais pontos turísticos? Quanto vou gastar nos quiosques e restaurantes? E as praias, quais são as melhores?

Para te ajudar com todas estas dúvidas e também algumas outras, neste texto eu contarei tudo o que você precisa saber para organizar a sua viagem a Guarapari.

Dicas de viagem a Guarapari

1- Melhor época para viajar a Guarapari
2- Quantos dias ficar?
3- Como chegar e se locomover?
4- Hospedagem em Guarapari
5- Pontos turísticos de Guarapari
6- Praias de Guarapari
7- Onde comer em Guarapari?

turismo em Guarapari
A orla da Praia das Castanheiras é uma das mais movimentadas no centro de Guarapari

» Clique aqui para encontrar ofertas de pousadas em Guarapari

1- Melhor época para viajar a Guarapari

Não há grandes contraindicações sobre a época para viajar a Guarapari. Isso porque, ao menos no quesito condições climáticas, não há mudanças extremamente bruscas ao longo do ano. Ainda assim, cada estação tem particularidades que podem agradar ou não determinado perfil de viajante.

Durante o verão – assim como em qualquer canto do litoral brasileiro – é a alta temporada em Guarapari, pois as temperaturas elevadas são ideias para se refrescar em um banho de mar. Porém, se a chuva atrapalhar a viagem não dá para reclamar, afinal, trata-se da estação mais úmida do ano.

Além disso, com o maior número de turistas é natural que o preço das acomodações suba e que trânsito se forme nas principais vias de acesso da região. Por outro lado, para quem gosta de festas e agito, esse é o melhor momento para farrear.

Passado o oba-oba do início do ano e com a chegada do outono, Guarapari volta a ter o ritmo de uma cidade do seu porte. Para quem não gosta de multidões na areia essa é a melhor época para visitar as praias capixabas – especialmente nos meses de abril e maio. Além de menos turistas, esse período também costuma ter menos chuva.

Durante o inverno uma viagem a Guarapari até pode ser possível. Porém, na minha opinião, vale mais a pena para quem consegue decidir sobre ir ou não em cima da hora. Apesar de ser bastante comum ter dias ensolarados e os termômetros variarem entre 19°C e 25°C, a passagem de frente-frias pode derrubar a temperatura de uma hora para outra.

Por fim, nos meses de setembro e outubro a temperatura volta a subir e as chuvas ainda não chegaram com a intensidade do verão. Portanto, também considero excelentes meses para viajar a Guarapari.

melhor época para viajar a Guarapari
Praia dos Adventistas

2- Quantos dias ficar?

Apesar de não oferecer muitos passeios alternativos e atrações fora d’água, Guarapari tem mais de 50 praias. Ou seja, se você gosta de esticar a canga cada dia em um pedaço de areia diferente, poderia passar uma semana inteira na cidade e ainda não teria conhecido nem 20% do seu litoral.

Ainda assim, como muitas praias são próximas uma das outras, dá para organizar um belo roteiro tendo três dias inteiros disponíveis. E, na minha opinião, esse é o período mínimo ideal para ficar nesta parte do Espírito Santo. Dessa forma, será possível ter um panorama geral sobre os principais núcleos de praias da região.

Por outro lado, para repetir lugares, ir a municípios vizinhos e visitar cachoeiras, recomendo passar uma semana inteira em Guarapari.

Além disso, saiba que também dá para fazer uma viagem de final de semana e sair bastante feliz com a experiência à beira-mar. Neste caso, o único senão é que você conheceria apenas uma pequena parcela do que a cidade tem para oferecer.

quantos dias ficar em Guarapari?
Recomendo ficar pelo menos três dias inteiros em Guarapari

3- Como chegar e se locomover?

O aeroporto mais próximo da cidade é o da capital do Espírito Santo, Aeroporto de Vitória Eurico de Aguiar Salles (VIX), localizado a 63 quilômetros de Guarapari. Portanto, se você é de outro estado e quer chegar de avião, é lá onde irá desembarcar.

Para chegar ao destino final será preciso fazer o restante do percurso por terra: de ônibus ou carro. Alugar um veículo é um bom plano, afinal, ele também será útil para os deslocamentos entre as praias de Guarapari.

Ainda assim, seguir viagem de ônibus não é complicado. Embora atualmente a linha Aeroporto de Vitória x Guarapari esteja temporariamente suspensa, você pode ir do aeroporto para a rodoviária de Vitória, e lá pegar o próximo ônibus para Guarapari.

A rodoviária de Vitória está localizada no centro da cidade, a 14 quilômetros do aeroporto, e uma corrida utilizando serviços de transporte por aplicativo deve custar em torno de R$ 30,00.

Na rodoviária, procure pelo guichê da empresa Planeta Transportes Rodoviários, que opera saídas para Guarapari praticamente de hora em hora, e cobra em torno de R$ 20,00 pela passagem. O tempo de viagem é de aproximadamente uma hora.

Além disso, também dá para chegar de ônibus em Guarapari a partir de outros destinos capixabas ou das capitais do Sudeste. Porém, as passagens saindo de Belo Horizonto, Rio de Janeiro e São Paulo não são tão baratas, sendo que muitas vezes sai o mesmo preço do que ir de avião.

» Belo Horizonte x Guarapari, empresa Gontijo, 10 horas de viagem, cerca de R$ 180,00.

» Rio de Janeiro x Guarapari, empresas Águia Branca e Kaissara, 8 horas de viagem, entre R$ 110,00 e R$ 180,00.

» São Paulo x Guarapari, empresa Kaissara, 14 horas de viagem, R$ 300,00.

Como se locomover em Guarapari?

Chegando de ônibus em Guarapari o desembarque mais comum é na Rodo Shopping Guarapari, localizada a oito quilômetros da área central. O jeito mais prático de seguir para o seu hotel é de transporte por aplicativo ou táxi, mas tenha em mente que conseguir um motorista por aplicativo pode ser demorado.

Por outro lado, para se locomover durante o dia a dia um bom plano é fazer uma combinação de longas caminhadas, transporte púbico e veículos por aplicativo.

As praias de Guarapari podem ser categorizadas de acordo com a sua localização: sul, centro e norte. Uma vez que você esteja em alguma destas regiões, é bem fácil e simples ir andando entre as praias vizinhas da mesma área.

Para distâncias longas, como por exemplo, para ir do sul ou norte para o centro, os ônibus costumam funcionar muito bem. No meu caso, consegui encontrar todas as rotas e linhas de transporte público de Guarapari utilizando o aplicativo Moovit.

Por fim, os aplicativos de corrida podem ser úteis para deslocamentos na região mais central da cidade. Na verdade, saindo do centro você conseguirá sem grandes complicações um motorista que te leve às praias do sul ou norte. No entanto, o caminho inverso já é mais complicado porque você precisará contar com a sorte de ter algum veículo circulando pela região.

dicas de como chegar em Guarapari
A Nova Orla de Guarapari está situada na área central da cidade

4- Hospedagem em Guarapari

As pousadas em Guarapari se concentram principalmente em duas regiões: centro e Praia do Morro, sendo que no centro as acomodações estão distribuídas pela orla das praias de Areia Preta, Castanheiras e Namorados.

Além de ser o endereço das principais pousadas e hotéis, estas regiões também oferecem a melhor estrutura comercial para os turistas. Por estas bandas, não faltarão bares, restaurantes ou qualquer outro tipo de serviço para o seu dia a dia.

Outra facilidade é a localização central, que encurta os deslocamentos para visitar as praias do sul e do norte.

Portanto, devido a estas comodidades, considero estas duas áreas os melhores bairros para ficar em Guarapari.

No caso, o centro é mais conveniente para quem quer uma hospedagem mais em conta e não faz questão de sair à noite todos os dias. Já a Praia do Morro faz a alegria de quem prefere acomodações mais elegantes e gosta de uma vida noturna mais movimentada.

Ainda assim, saiba que também é possível se hospedar em outras vizinhanças de Guarapari. Se você não preza por uma localização central e gostaria de se acomodar em um bairro com perfil menos urbano, considere ficar em Meaípe ou Setiba.

Hotéis e pousadas

No centro de Guarapari os hotéis tem um estilo mais clássico-convencional, sendo que normalmente são prédios verticais com padrão três ou quatro estrelas. Nesta linha, as duas opções mais bem cotadas são o Hotel Atlântico e o Hotur Hotel.

Ou, para se hospedar em um lugar com jeitão de casa de praia, o Hostel Villa Virtudes surpreende pela excelente estrutura, organização impecável e hospitalidade simpaticíssima. Lá você encontrará os tradicionais dormitórios compartilhados típicos de hostel, como também quartos privativos.

Na Praia do Morro, a Pousada Mar e Mata ostenta um dos melhores custo-benefício da região. Além da ótima localização, a acomodação serve um café da manhã caprichado, tem estacionamento e piscina. E, como possui diferentes tipos de quarto, consegue atender viajantes solos, casais e famílias.

Outra opção na vizinhança do Morro é a Pousada Casa de Praia, que é considerada uma das melhores pousadas em Guarapari. Além dos ótimos serviços, destaca-se pelos ambientes charmosos e aconchegantes, e pelas suítes espaçosas e bem equipadas. E o melhor: mesmo sendo uma das hospedagens com melhor nota de avaliação no Booking.com, a pousadas costuma ter tarifas bastante simpáticas.

Caso você tenha gostado da ideia de se afastar do burburinho turístico central, a Pousada Solar Meaípe e a Pousada Brisas de Setiba são duas opções que oferecem boa relação preço x conforto.

Por fim, para reservar a sua pousada ou até mesmo encontrar outras ofertas especiais, recomendo ficar de olho nas promoções de pousadas em Guarapari no site Booking.com.

dicas de Guarapari e Praia do Morro
A Praia do Morro é um dos melhores bairros para ficar em Guarapari

5- Pontos turísticos de Guarapari

Uma lista de passeios para fazer em Guarapari é preenchida em sua maior parte pelas praias que há para visitar. O que é compreensível, afinal, trata-se do principal destino do litoral do Espírito Santo.

Porém, também há outras atividades que você pode incluir na programação. Embora alguns destes lugares eventualmente incluam o mar como cenário de fundo, você poderá aproveitá-lo de outras formas e ângulos.

Para os mais animados, um bom plano é visitar o Parque Estadual Paulo César Vinha e fazer a trilha até a Lagoa de Caraís – também conhecida como Lagoa Coca-Cola devido à sua coloração. Cada pernada da trilha tem 2,5 km, sendo o último quilômetro realizado à beira-mar. Além disso, também dá para chegar à lagoa caminhando pela faixa de areia a partir da Praia de Setibão.

Outro parque com trilha é o Morro da Pescaria, localizado no canto esquerdo da Praia do Morro. Apesar de pequeno, é um bom lugar para caminhar em meio à natureza e chegar a pedaços de areia mais selvagens.

No centro de Guarapari há três construções históricas para incluir nas suas andanças: Igreja Nossa Senhora da Conceição, Ruínas Igreja Nossa Senhora Conceição e Radium Hotel. Ao lado deste último, inclusive, é onde acontece a ferinha de artesanato da cidade (todos os dias durante a alta temporada; e aos finais de semana durante a baixa temporada).

Se você gosta de caminhar à beira-mar, um dos melhores trechos de orla para aproveitar um fim de tarde é o que vai da Praia de Areia Preta à Praia dos Namorados. Outra opção também na região central é a Nova Orla de Guarapari, que, neste caso, é à beira-rio.

lugares para ir em Guarapari
Igreja Nossa Senhora da Conceição

6- Praias de Guarapari

Conhecer todas as praias de Guarapari exige tempo, afinal, são mais de 50 pedaços de areia espalhados pelos quatro cantos da cidade. Na minha opinião, o ideal é reservar um dia para as praias do sul, um dia para as praias centrais e mais um dia para as praias norte.

Se você não faz questão de ficar pulando de praia em praia e quer passar o dia todo com a canga esticada na mesma areia não há o menor problema. Porém, deixarei a seguir uma sugestão de itinerário caso você não queira ficar parado.

» Praia do sul de Guarapari (Enseada Azul): Comece o dia na selvagem e deserta Praia dos Padres. Em seguida, visite Bacutia e decida se é seu tipo de praia ou não. Por fim, termine a programação em Peracanga, chegando lá preferencialmente na hora do almoço para repor as energias.

Sobrou tempo e disposição? Então faça uma caminhada de Peracanga até a sua outra vizinha, a Praia de Guaibura.

» Praias centrais de Guarapari: A primeira parada da sua programação pode ser a Praia dos Adventistas. De lá, faça as curtas trilhas até as Três Praias e a Praia da Aldeia. Na hora do almoço o melhor lugar para deixar o seu estômago contente é a Praia do Morro. Por fim, termine o dia na orla das praias de Areia Preta e Castanheiras.

» Praias do norte de Guarapari: Neste dia a sua única base será a movimentada e bem estruturada Praia de Setiba. De lá, você pode ir andando até os pedaços de areia vizinhos: Setiba Pina e Una.

E, se estiver realmente disposto a andar – na areia e sem sombra – dá para ir fazer o trecho entre a Praia de Setibão e Lagoa de Caraís.

Guarapari - ES
A Praia de Setiba tem excelente estrutura à beira-mar

7- Onde comer em Guarapari?

Quem reina na mesa dos restaurantes em Guarapari são os frutos do mar – especialmente a moqueca capixaba, que é o prato que faz mais sucesso entre os turistas. Porém, é claro, sempre há comes e bebes para outros paladares, até porque, para passar com moqueca em todas as refeições precisaríamos de um orçamento bem recheado.

De modo geral, uma moqueca capixaba para duas pessoas custa entre R$ 130,00 e R$ 200,00, podendo ser até mais caro dependendo do peixe e do lugar em questão. Para os viajantes solos que querem provar o prato mais tradicional do Espírito Santo, alguns – não todos – restaurantes servem a porção individual pela metade do preço.

Aliás, o preço de outros pratos em um mesmo restaurante que serve moqueca não costuma ser tão mais em conta: de modo geral, a refeição para duas pessoas vai custar a partir de R$ 120,00. O que costuma ajudar o nosso bolso é que alguns estabelecimentos oferecem a opção de prato executivo individual que custa na faixa de R$ 30,00.

Por fim, para petiscar em um bom quiosque à beira-mar espere pagar a partir de R$ 60,00 em uma porção de peixe. E, para beber, caipirinhas custam entre R$ 15,00 e R$ 20,00 e uma cerveja de 600 ml na faixa de R$ 14,00.

Restaurantes em Guarapari

Além dos quiosques de praia, os restaurantes mais famosos de Guarapari se concentram em três vizinhanças: Meaípe, centro e Praia do Morro.

Com jeitão de boteco e refeições caprichadas, o Restaurante Benfica é um dos mais movimentados da Praia das Castanheiras e tem preço atraente. Inclusive, há pratos executivos individuais por R$ 30,00.

Se preferir um ambiente mais formal, o Cantinho do Bacalhau e o Restaurante Salino são duas opções praticamente ao lado do Benfica. Enquanto o primeiro serve porções generosas de pratos para dividir, o segundo trabalha com refeições individuais mais elaboradas que custam a partir de R$ 60,00.

Com um cardápio semelhante ao Benfica, outra opção para comer bem no centro de Guarapari sem precisar gastar uma fortuna é o Restaurante Gazebo. Além de frutos do mar, também há diversas tipos de carnes vermelhas e grelhados.

Ainda no burburinho central, a sobremesa pode ser na Doçaria Sonho De Mel (tortas e bolos), no Café com Churros ou Mundo do Sorvete. Além de guloseimas de dar água na boca, o preço é doce-doce.

A lista de lugares para comer em Guarapari continua pela Praia do Morro – especialmente para quem está em busca de um ambiente de barzinho com música ao vivo. Nesta categoria, meus dois lugares favoritos foram o Canecão Restaurante e a Casa do Torresmo. Aliás, este último também é uma excelente opção para a hora do almoço porque eles servem pratos executivos por menos de R$ 30,00.

Outros lugares para almoçar refeições completas na Praia do Morro, são: quiosques da orla, Ponta da Praia Beach Bar e Chef’s Restaurante e Churrascaria (buffet a quilo).

Por fim, outros locais para matar a fome, em especial à noite (alguns só abrem este horário), são: Villa Gourmet, Pastelonça, Chespirito Burger e D’Boi Espetaria & Cervejaria.

melhores restaurantes para comer em Guarapari
Prato executivo da Casa do Torresmo

3 lugares para se hospedar em Guarapari

($$) Um dos hotéis mais tradicionais no centro de Guarapari é o Hotel Atlântico.

($$) Na Praia do Morro, a Pousada Casa de Praia é considerada uma das melhores da cidade e oferece excelente custo-benefício. 

($$$) Por fim, outra opção que possui ótima reputação é a Serra Negra Pousada Spa.

» Se acaso preferir, clique aqui e confira outras ofertas de hospedagem em Guarapari.

Avatar para Anônimo
Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here