COMPARTILHAR

Atenção Viajante!!!

Economize no seu seguro viagem fazendo uma cotação online, que compara as melhores seguradoras do mercado.

»»» Clique aqui e descubra agora quanto você vai precisar investir na sua segurança durante a sua viagem.

PS: Pode apostar que é menos do que você imagina! :)
Ilhabela, litoral norte de São Paulo: 10 dicas valiosas para a sua viagem. Descubra quando ir, como chegar, onde se hospedar, indicações de praias, cachoeiras, passeios e restaurantes para você conhecer durante as suas férias.
Salve esta imagem no Pinterest!!!

Depois de quase dez anos frequentando o litoral norte de São Paulo, mas especificamente a cidade de Ubatuba, eu finalmente mudei o meu caminho habitual e fiz uma viagem a Ilhabela. E, apesar da minha velha conhecida continuar sendo a minha favorita, descobri outro canto por estas bandas que, sem dúvida alguma, também vale inúmeras idas e vindas.

Com cenários de fazer inveja a qualquer destino praieiro, Ilhabela é muito mais do que um lugar para o feriado prolongado. Aliás, quem vai achando que conhecerá toda a ilha em quatro dias de viagem, já adianto que não é bem assim.

É claro que este é um ótimo lugar para dar uma escapada do agito de Sampa até mesmo em um final de semana. Porém, o que muitos viajantes desconhecem é que é perfeitamente possível dedicar uma férias inteira para Ilhabela, e ainda assim voltar pra casa sem ter conhecido alguma praia ou cachoeira.

Mas não se preocupe, pois independente de quantos dias você tem disponível para sua viagem a Ilhabela, as dicas que eu darei neste post certamente te ajudarão. Vou te contar qual a melhor época para ir, como chegar, onde se hospedar, quais serão seus principais gastos, além de recomendar ótimas praias, cachoeiras, restaurantes e passeios para a sua trip.

Leia também: Onde ficar em Ilhabela | Dicas, praias e pousadas

1- O que esperar de uma viagem a Ilhabela?

Praias selvagens e urbanas, cachoeiras revigorantes, vistas e trilhas de tirar o fôlego. Você pode esperar tudo isso de uma viagem a Ilhabela.

A estrutura turística também não decepciona. Ainda que com uma média de preço mais elevada do que em outros destinos do litoral norte de São Paulo, é possível encontrar desde acomodações econômicas a quartos mais sofisticados. Não importa se você está viajando sozinho, em casal, com família ou amigos, certamente encontrará uma hospedagem conveniente para as suas necessidades.

Bares e restaurantes também não faltam. No entanto, quem faz questão de aproveitar estes prazeres, deve ficar atento a região em que se hospedará, já que a maior concentração de opções gastronômicas estão em bairros específicos.

E se sua viagem for durante algum feriado prolongado, espere encontrar praias cheias e trânsito em excesso – principalmente para pegar a balsa de São Sebastião até Ilhabela. Nestes dias, é comum os viajantes terem que esperar algumas horas para fazer o deslocamento que dura em torno de trinta minutos.

turismo em Ilhabela - são paulo
Primeira queda na Cachoeira de Paquetá, em Ilhabela

2- Quando ir?

Como é de se imaginar, a alta temporada em Ilhabela é durante o verão. Porém, não necessariamente esta é a melhor época para conhecer a cidade. Nos meses de dezembro, janeiro e fevereiro, além de praias cheias você também enfrentará preços mais altos e maior chance de chuva.

O mesmo movimento e preços elevados, ou até maior, você encontrará durante feriados.

Já em parte do outono e da primavera, são épocas que considero convenientes para uma viagem a Ilhabela. Além dos preços mais acessíveis, as praias estão mais vazias e a chance de tempo ruim é menor. É claro que não faz aquele calorão do verão, mas normalmente há sol durante o dia e temperatura amena a noite. 

Quem pretende ir durante meses que tendem a fazer mais frio, como maio, junho julho e agosto, também poderá se encantar com Ilhabela. Apesar do frio ser um empecilho para dias à toa à beira-mar, nesta época a ilha recebe diversos festivais. Como a Semana da Cultura Caiçara, em maio; Semana Internacional de Vela e Festival de Jazz, em julho; e o Festival do Camarão, em agosto.

3- Quantos dias ficar?

Quatro dias é o tempo mínimo que eu recomendo para uma primeira viagem a Ilhabela. Considerando que você perderá parte de dois dias com deslocamento, nos outros dois dias inteiros você poderá ter um gostinho do que a ilha tem pra oferecer.

Já com seis dias, ou seja, aproveitando quatro dias inteiros em Ilhabela, é possível conhecer lugares mais isolados, explorar praias e cachoeiras por conta própria, e incluir trilhas e passeio de barco no seu roteiro.

Se tempo não for um problema para você, é possível ficar sete dias inteiros explorando a ilha sem repetir nenhum lugar.

quantos dias ficar em Ilhabela - dicas
Ilha das Cabras

Leia também: Roteiro para 5 dias de viagem em Ilhabela

4- Como chegar em Ilhabela?

»»» De carro

A primeira parada para chegar em Ilhabela deve ser São Sebastião, afinal, é desta cidade continental de onde saem as balsas para Ilhabela. A balsa opera diariamente, sendo que das 5h30 às 22h30 as saídas são a cada trinta minutos, e nos demais horários a cada uma hora. O tempo de deslocamento é de aproximadamente vinte minutos. Mas é claro, as condições climáticas podem influenciar tanto no horário de saída, como na duração do percurso.

Quem for de carro ou moto deverá pagar uma taxa, que varia de acordo com o dia da semana e tipo de veículo. Carros, por exemplo, pagam R$ 18,50 em dias úteis e R$ 27,70 nos sábados, domingos e feriados. Já pedestres e ciclistas não pagam nada.

Com o objetivo de evitar fila na balsa, quem for de carro pode comprar antecipadamente o serviço de Hora Marcada. Isso fará com que você não precise passar horas intermináveis esperando para fazer um simples deslocamento que não passa de meia hora. O preço de tal comodidade, no entanto, é maior do que a taxa comum.

»»» De ônibus

Saindo de São Paulo, do Terminal Rodoviário Tietê, é possível ir de ônibus com a Viação Litorânea. Há diversas saídas ao longo do dia e a passagem custa em torno de R$ 70,00. O tempo de deslocamento varia de acordo com o caminho que o ônibus faz, e é bom ficar de olho nisso antes de comprar a passagem. O trajeto mais curto leva entre três horas e meia e quatros horas, mas há algumas rotas que demoram cinco horas e meia.

Lembrando que ao comprar a passagem você deve escolher como destino a cidade de São Sebastião. Mas não se preocupe, pois depois de passar pela rodoviária, o ônibus segue viagem por mais dois quilômetros até a balsa para Ilhabela. No sentido inverso também é possível pegar o ônibus desde a balsa e evitar a caminhada até a rodoviária. Porém, você precisará comprar sua passagem antecipadamente. Há um guichê da Litorânea em Ilhabela bem perto da balsa. Lá você poderá comprar sua passagem, ou trocar o voucher de compras feitas pela internet pela passagem. Não é permitido embarcar somente com o voucher.

A Litorânea também efetua o trecho São Sebastião x Caraguatatuba.

Já a empresa Util faz o deslocamento para cidades cariocas, como Paraty, Angra dos Reis e Rio de Janeiro.

5- Onde se hospedar?

Na região central de Ilhabela, o bairro com uma praia legal e boa estrutura de bares, restaurantes e acomodações é a Praia do Perequê. O Green Hostel Ilhabela, Pousada Villa Caiçara e a Pousada Vila das Velas costumam agradar.

Outra opção conveniente é a Vila, como é conhecido o centro histórico de Ilhabela. O ponto fraco é que para curtir o mar você terá que se deslocar até alguma praia vizinha. Por outro lado, não faltam boas opções gastronômicas para a noite. Por lá, vale conferir os quartos do Hostel da Vila e da Pousada Náutilus.

Já se você preferir ficar próximo das praias do sul, as hospedagens que estão na região da Praia do Curral são as mais concorridas. A Pousada Villa Vittoria e a Pousada Praia do Curral possuem ótimo custo-benefício. Já o famoso DPNY Beach Hotel & SPA é a escolha certa pra quem está em busca de sofisticação.

viagem para Ilhabela - dicas
Hostel da Vila

Leia também: 10 pousadas baratas em Ilhabela

Hospedagem em Ilhabela: 7 dicas úteis para escolher a sua

6- Como se locomover

Se sua viagem a Ilhabela for de carro acredito que você não tenha muitas dúvidas neste quesito. Ainda assim, vale lembrar que durante feriados prolongados a avenida principal da cidade costuma ficar congestionada. Outro detalhe é que muitas praias possuem vagas limitadas para parar o carro. Se for viajar nestas épocas, garanta a sua logo cedo e, dependendo da situação, não se esqueça de levar dinheiro para pagar estacionamento.

Quem for depender de transporte público o planejamento deve ser mais folgado e prever alguns minutos – ou até horas – a mais para se locomover. Apesar de boa frequência de ônibus para certas regiões, em alguns casos você terá que pegar dois ônibus (e pagar duas passagens), para chegar ao seu destino.

Por exemplo: eu fiquei hospedado na Vila, que está geograficamente na direção norte da ilha. Para ir até as praias do sul, como a Praia do Curral, eu precisava primeiro pegar um ônibus até a Balsa, e depois um outro que seguisse para o sul. Tanto os ônibus que circulam no norte como no sul, vão somente até a Balsa, e te obrigam a pegar mais caso você queira seguir viagem.

Norte >>> <<< Balsa >>> <<< Sul

***Na balsa você precisa pegar outro ônibus e pagar outra passagem.

Sempre que você for da balsa para a Vila dê preferência pelo ônibus direto, que faz o percurso em no máximo trinta minutos. Caso você pegue algum que passe por outros bairros, como o via Reino, a viagem pode demorar o dobro.

Alugar bike é uma boa ideia somente se você for fazer o trecho da Vila à balsa, que possui ciclovia e é relativamente plano. Fora deste percurso, além da pista ser estreita e não ter acostamento na maior parte, é um sobe e desce sem fim.

como chegar em ilhabela dicas

7- Atrações e pontos turísticos em Ilhabela

Dona de uma natureza privilegiada, é claro que as principais atrações, passeios e pontos turísticos de Ilhabela envolve muitas paisagens desconcertantes.

Começando pelo óbvio, as praias. São dezenas delas que por si só já justificaria qualquer viagem. No extremo norte da ilha, quem chama a atenção são as selvagens Praia do Jabaquara e Praia da Fome. Mais próxima da Vila, mas ainda ao norte, a Praia da Armação e a Praia Pedra do Sino também fazem sucesso. Na região central a Praia do Parequê é uma alternativa pertinente e que não desagrada. Já ao sul, as faixas de areia mais concorridas estão na Praia do Curral, Praia Grande e Praia da Feiticeira.

 Completando o time de belas praias, Castelhanos e Bonete são consideradas as duas mais bonitas de Ilhabela.

Os viajantes que gostam de cachoeira também estarão bem servidos na ilha. Para mim, a Cachoeira de Paquetá é a imperdível. Além dos três níveis de queda, sendo que no segundo há uma enorme piscina natural, no último lance você encontrará uma das vistas mais lindas da cidade.

Os que não dispensam uma boa trilha podem reservar um dia inteiro para caminhar 14 quilômetros até a Praia do Bonete. Mas não se preocupe, também é possível chegar lá com um passeio de barco.

E já que falei em passeio de barco, um dos mais concorridos é o que leva até a Praia de Castelhanos. Sem dúvida um lugar que você deveria conhecer durante sua viagem a Ilhabela.

Além de tudo isso, você poderá ainda fazer snorkel ou mergulho com cilindro na Ilha das Cabras, praticar esportes náuticos, aproveitar os bares e restaurantes da Vila, e apreciar cenários dignos de cartão postal.

dicas de viagem para Ilhabela
Praia Pedra do Sino

Leia também: 7 dicas do que fazer em Ilhabela

7 praias para conhecer em Ilhabela

8- Passeio de barco e/ou jipe

Umas das maneiras de conhecer as praias de acesso mais complicado é através dos passeios de barco. Você pode contratar este tipo de tour em alguma agência de turismo na Vila, Perequê, ou até mesmo na sua acomodação.

O passeio clássico e mais procurado pelos turistas é até a Praia de Castelhanos, que pode envolver paradas em outras praias, dependendo de qual categoria você escolher: mar e terra, terra e mar, ou somente terra. Neste último caso o passeio não é de barco, você irá ir e voltar de jipe, cortando uma estrada que passa pelo Parque Estadual Ilhabela.

Outras rotas oferecidas são até a Praia do Bonete, e o passeio de escuna à Praia do Jabaquara e Praia da Fome.

turismo em ilhabela - litoral são paulo
Praia da Fome

Leia também: Praia de Castelhanos | O passeio mais concorrido de Ilhabela

9- Restaurantes em Ilhabela

Como fiquei hospedado na Vila, minhas indicações de restaurantes em Ilhabela se concentram por esta região. Mas é claro, em praticamente qualquer praia você encontrará quiosques que servem porções e pratos individuais.

E se os tradicionais PFs é o que você procura, o restaurante Cheiro Verde é um dos mais concorridos para comer bem e barato a qualquer hora do dia. Já o Vila Caranguejo oferece ótimos pratos individuais por um preço camarada somente até as 17hs. Após este horário o cardápio é somente à la carte e os preços sobem consideravelmente. Já no Bem Dito Bistrô, que abre somente para o jantar, há pratos econômicos e outros mais caros.

Para quem não dispensa um hambúrguer, o Borrachudo é um dos mais tradicionais da cidade e tem um excelente custo-benefício. Outra boa pedida é o Bella Bar, quem além de sanduiches também serve pizzas e entradas mexicanas.

Outro point conhecido e que eu gostei bastante foi a Creperia N’Areia. Há sabores suficientes para agradar qualquer viajante e não custa muito. Vale conhecer também a versão quiosque, que fica na Praia do Perequê.

Se quiser apenas tomar uma cerveja gelada a parada certa é no inconfundível Bar SP. Mas se fome bater pode ficar sossegado, pois o cardápio inclui diversos pratos e petiscos.

restaurantes em ilhabela para viagem
Prato executivo do restaurante Cheiro Verde

Leia também: Onde comer em Ilhabela [Minhas experiências]

10- Principais gastos em Ilhabela

Ilhabela não é o destino mais barato do litoral de São Paulo, porém, ainda assim, é possível fazer uma viagem bacana sem ir à falência. Vou listar abaixo os principais gastos pela ilha que encontrei em janeiro/2018:

»»» Acomodação

Um quarto compartilhado de hostel e sem café da manhã, deve custar cerca de R$ 50,00 por noite.

Já quem estiver em busca de uma pousada simples e bem localizada, espere gastar entre R$ 200,00 e R$ 280,00 na suíte para duas pessoas e com café da manhã.

A partir de R$ 300,00 por dia as opções e o conforto aumentam.

»»» Alimentação

Tanto nos quiosques da praia como na Vila, uma porção de petisco deve custar entre R$ 25,00 e R$ 70,00, sendo a de fritas a mais em conta e algum fruto do mar a mais cara.

Já um prato executivo individual dificilmente sai por menos de R$ 30,00. Pratos mais elaborados para duas pessoas, como peixe assado, moqueca ou algum outro nesta linha, deve custar no mínimo R$ 100,00.

Quem não faz questão de refeições completas pode optar por um crepe que custa cerca de R$ 25,00; hambúrguer entre R$ 25,00 e R$ 35,00; ou ainda por pizzas, que custam a partir de R$ 40,00.

Cervejas de 600ml custam em torno de R$ 15,00, long neck R$ 10,00 e lata R$ 6,00. Para os não alcoólicos espere gastar R$ 10,00 pelo suco ou R$ 5,00 por uma latinha de refrigerante.

»»» Passeios

Sobre os passeios que mencionei no post, apesar de sofrer pequenas variações dependendo da agência, a média que encontrei foi:

-Praia de Castelhanos: Mar e terra ou terra e mar, R$ 150,00 por pessoa; ida e volta de jipe, R$ 80,00 por pessoa.

-Praia do Bonete: R$ 130,00 por pessoa

-Escuna pela Praia do Jabaquara e Praia da Fome: R$ 60,00 por pessoa

»»» Outros

Não se esqueça de incluir no seu orçamento de viagem a Ilhabela outros tipos de gastos, como: o deslocamento para chegar até lá, transporte dentro da ilha, água, sorvete, açaí, compras, repelente ou qualquer outro item.

# Bônus

E por último, mas não menos importante, vale ressaltar uma dica que acabei de dar no item anterior: use e abuse de repelente.

Dificilmente alguém viaja a Ilhabela e não ganha ao menos uma picada de borrachudo. E, apesar da situação nas áreas mais urbanas não ser como alguns anos atrás, basta ir pra alguma praia mais selvagem ou cachoeira, que eles te atacarão sem dó nem piedade.

Se você costuma ter reação alérgica por conta disto, vá preparado. Mesmo os que acham que são imunes a eles, passe repelente diversas vezes ao longo do dia.

Aliás, não qualquer repelente. Reza a lenda que os borrachudos da ilha são imunes a estas marcas tradicionais encontradas em mercados e farmácias. Se você conhece algum mais potente, esta é a hora de usá-lo. Caso não conheça, em Ilhabela você encontrará o Citroilha – uma opção aparentemente mais eficiente – sendo vendido em diversos lugares.

3 lugares para se hospedar em Ilhabela

($) Para os viajantes que procuram um albergue, o Hostel Da Vila  é uma das opções mais bem cotadas da cidade.

($$) Quem faz questão de privacidade, mas não quer gastar uma fortuna, a Pousada Náutilus tem um ótimo custo-benefício.

($$$) Podendo investir um pouco mais, vale conferir as suítes do Hotel Real Villa Bella.

» Se preferir, clique aqui e confira outras ofertas de hospedagem em Ilhabela

COMPARTILHAR
Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here