Uma viagem a Vitória pode ser mais surpreendente do que o esperado. E, provavelmente, uma das razões para isso é o fato da capital do Espírito Santo não estampar campanhas publicitárias com a mesma intensidade de outros destinos da costa brasileira.

Por um lado, isso acaba sendo bom, pois quem decidir visitá-la acaba indo embora com a sensação de que recebeu mais do que poderia imaginar – uma espécie de 14° salário surpresa. Por outro lado, o turismo perde, tanto a cidade em si, como também os viajantes que não consideram fazer uma viagem a Vitória.

Em todo caso, se você está lendo este texto o mais certo é que tenha decidido – ou esteja em via de decidir – conhecer a porta de entrada das terras capixabas. E, para te ajudar a tomar essa decisão e a organizar o seu roteiro, neste texto eu contarei tudo o que você precisa saber antes de sair de casa.

Dicas de viagem a Vitória

1- Melhor época para viajar a Vitória
2- Quantos dias ficar?
3- Como chegar e se locomover?
4- Hospedagem em Vitória
5- Pontos turísticos de Vitória
6- Praias de Vitória
7- Onde comer em Vitória?

viagem a Vitória - Espírito Santo
A Curva da Jurema é uma das praias urbanas de Vitória

» Clique aqui para encontrar ofertas de pousadas em Vitória

1- Melhor época para viajar a Vitória

A capital do Espírito Santo é um destino coringa que pode ser visitado o ano inteiro. Portanto, embora cada estação tenha as suas particularidades, não há uma época para viajar a Vitória que se destaque em comparação as outras. Tudo vai depender da sua disponibilidade e dos tipos de atrações que pretende incluir no itinerário.

Entre o final de dezembro e o início de fevereiro é a alta temporada em Vitória. Por conta disso, as tarifas dos hotéis ficam mais salgadas e o espaço na areia mais disputado.

Em Vitória não há grandes tumultos, porém, para esticar a viagem até Guarapari é necessário uma dose extra de paciência. No mais, não se esqueça de que a estação mais quente do ano também é a mais úmida no litoral do Sudeste. Portanto, não dá para reclamar de possíveis aguaceiros.

O outono é, para mim, uma das melhores épocas para viajar a Vitória. Isso porque, além de ter passado o oba-oba do início do ano, as temperaturas continuam altas – com mínimas na casa dos 23°C e máximas podendo chegar a 29°C. E, para ficar ainda melhor, as chuvas dão uma trégua.

Com a chegada do inverno a temperatura mais baixa espanta os turistas que gostam de um roteiro à beira-mar. Por outro lado, o clima frio é o mais atraente para os visitantes que querem ir além da capital e visitar destinos de inverno capixaba, como Domingos Martins e Santa Teresa.

Por fim, com a chegada da primavera as ondas de calor voltam a aparecer com mais frequência, assim como também as chuvas.

Novembro e dezembro são, historicamente, os meses com maior índice pluviométrico na região. Ainda assim, com um pouco de sorte dá para aproveitar os passeios para fazer em Vitória sem grandes complicações.  

melhor época para viajar a Vitória
Ilha das Caieiras

2- Quantos dias ficar?

Recomendo passar pelo menos três dias inteiros em Vitória. Ou seja, considerando os dias de ida e volta – que serão parcialmente perdidos com deslocamento – o ideal é ter cinco dias disponíveis. Dessa forma, dá para visitar os principais pontos turísticos da capital e ainda fazer um passeio bate-volta até a cidade vizinha de Vila Velha.

Para fazer outros tours de um dia a partir de Vitória vá acrescentando um dia extra para cada atividade. Um dos programas mais famosos é o que vai para a região serrana e visita a Pedra Azul, que está situada na Rota do Lagarto, no munícipio de Domingos Martins.

Para incluir Guarapari na mesma viagem recomendo ter pelo menos mais três dias e dividir a estada entre as duas cidades. Apesar de ser possível fazer um bate-volta até lá, essa parte do litoral do Espírito Santo tem praias suficientes para preencher mais de 48 horas do seu roteiro.

3- Como chegar e se locomover?

O Aeroporto Internacional de Vitória Eurico de Aguiar Salles (VIX) não é apenas a principal porta de entrada da cidade, mas sim, de todo o estado do Espírito Santo.

Localizado a apenas seis quilômetros de bairros como a Praia do Canto, se você desembarcar no aeroporto gastará menos de 20 minutos até o seu hotel, sendo que uma corrida por aplicativos de transporte deve custar na faixa de R$ 20,00.

Outra possibilidade para chegar a Vitória é de ônibus. Por incrível que pareça, a rodoviária se encontra mais distante do eixo turístico do que o aeroporto: a quase 10 quilômetros. Ainda assim, uma corrida de Uber até a Praia do Canto, por exemplo, deve custar o mesmo valor: em torno de R$ 20,00.

Além de receber ônibus de outras cidades do Espírito Santo, Vitória também tem linhas que chegam de outros estados, como São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Porém, se você for sair de algumas das capitais do Sudeste, normalmente, a passagem de avião custa o mesmo preço do que a passagem de ônibus.

Como se locomover em Vitória?

Vitória é uma cidade territorialmente pequena. Além disso, salvo raras exceções, os principais atrativos estão muito próximos um dos outros. Portanto, locomover-se durante a viagem costuma ser rápido, prático e barato.

Para você ter uma ideia, a corrida por aplicativo de transporte mais cara que eu paguei foi entre o aeroporto e a rodoviária, que custou R$ 30,00. Nos percursos do dia a dia nenhum deslocamento custou mais do que R$ 20,00.

Além disso, também dá para usar e abusar do transporte público em Vitória. Aliás, os ônibus foram o meu meio de locomoção mais utilizado. Circulei pelos quatro cantos da cidade, inclusive para áreas mais afastadas do eixo turístico, e nunca precisei esperar mais do que 15 minutos por um veículo.

Além disso, se você se hospedar na Praia do Canto, ou próximo a ela, terá muitas linhas à sua disposição. Nunca precisei utilizar mais de um ônibus para nenhum percurso.

Para pagar a passagem nos ônibus de Vitória, que custa R$ 4,00, é necessário adquirir o Cartão GV, que é uma espécie de bilhete único que funciona no transporte público de toda a Grande Vitória.

Você pode consultar todos os locais de venda clicando aqui.

No meu caso, comprei o cartão em uma farmácia e coloquei créditos lá mesmo (pagamento apenas em dinheiro). Porém, também dá para colocar crédito no Cartão GV através do aplicativo Recarga Pay.

Outro aplicativo bastante útil se você pretende utilizar o transporte público em Vitória é o Moovit, que indica horário e linhas de ônibus a partir da sua localização atual.

como chegar em Vitória
O Aeroporto de Vitória é um dos principais meios de acesso para os turistas de outros estados

4- Hospedagem em Vitória

Via de regra, para uma viagem a turismo, o melhor bairro para ficar em Vitória é a Praia do Canto. Há sim outras vizinhanças onde você poderá se instalar, porém, acredito que esta região é a mais adequada para a maior parte dos turistas a passeio.

Mais do que a praia propriamente dita – que não é nem tão bonita e nem o melhor lugar para um banho de mar – o que faz a Praia do Canto ser um bom pedaço para se hospedar é a sua combinação urbanística. Afinal, além de facilitar a logística do viajante, garante agradáveis caminhadas com objetivo gastronômico – tanto durante o dia como também à noite.

Pertinho dali, os hotéis do Jardim da Penha e da orla da Praia de Camburi oferecem localização e estrutura tão boas quanto os da Praia do Canto. Portanto, também as considero boas áreas para ficar em Vitória.

Há ainda a possibilidade de se hospedar no centro ou na cidade vizinha, Vila Velha. Porém, na minha opinião, essas regiões atenderão apenas uma minoria dos turistas que pretendem fazer um roteiro de viagem a Vitória menos convencional.

Por fim, deixo uma dica que poderá ser útil independente da sua escolha de bairro para ficar em Vitória. Para encontrar promoções de hotéis e pousadas e até mesmo reservar o seu quarto, recomendo ficar de olho nas ofertas do site Booking.com.

Hotéis e pousadas em Vitória

Um dos hotéis mais em conta por estas bandas da cidade é o Hotel Costa Victória, sendo que muitas vezes há suítes para duas pessoas, já com o café da manhã na diária, que custam em torno de R$ 200,00 por dia. Além disso, localização, conforto e limpeza têm ótima avaliação em sites como o Booking.com.

Outra acomodação que não custa muito é o apartamento do Apart Quartier Latin Hotel. Apesar de compactos, os APs tem sala de estar com cozinha integrada, quarto e banheiro. Na minha opinião, é um excelente lugar para gastar pouco e ter mais independência durante a viagem.

Voltando para as opções de hotéis mais convencionais, outra figurinha carimbada no bairro é o Ibis Vitória Praia do Canto. Além da estrutura moderna e confortável, o serviço profissional também é marca registrada da rede. No geral, é um dos hotéis em Vitória com melhor custo-benefício para a sua estada.

Se acaso preferir investir em uma categoria acima, o Comfort Suítes Vitória é quem reina dentre os quatro estrelas do pedaço. Além das suítes enormes e equipadas com ar condicionado, TV, cofre e frigobar, o hotel se destaca por oferecer a opção de incluir o jantar no preço da diária (além do café da manhã, que já está incluído na tarifa padrão).

Por fim, na Praia de Camburi, os dois hotéis mais bem cotados no bairro são o Bristol Alameda Vitória e o Ibis Praia de Camburi. Localizados na avenida à beira-mar, são hotéis de grande porte e convencionais que oferecem diversas comodidades ao hóspede.

Vitória dicas
A Praia do Canto é um dos melhores bairro para se hospedar durante uma viagem a Vitória

5- Pontos turísticos de Vitória

No meu roteiro de viagem a Vitória eu dividi os pontos turísticos da cidade em três grandes áreas: Centro, orla urbana e Penha. Apesar de nem todas as atrações estarem exatamente nestas vizinhanças, separando desta forma dá para otimizar o itinerário.

No centro-histórico de Vitória, alguns lugares para visitar, são: Parque Moscoso, MUCANE – Museu Capixaba do Negro, Palácio Anchieta, Catedral Metropolitana de Vitória, Centro Cultural Sesc Glória e Museu de Artes do Espírito Santo. São todos próximos um dos outros e dá para ir andando de um local a outro.

No mesmo dia, dá para ir a outros dois pontos turísticos que estão relativamente próximos da área central (mas tem que ir de carro ou ônibus): o Museu Solar Monjardim e o Parque da Fonte Grande. Aliás, é deste parque que se tem uma das melhores vistas panorâmicas de Vitória.

Tenha em mente, porém, que por este caminho próximo ao centro, no bairro de Fradinhos, o acesso aos mirantes do Parque da Fonte Grande é por uma trilha de aproximadamente 45 minutos. Para quem estiver de carro, há outro caminho pela estrada onde você poderá estacionar bem próximo dos mirantes.

O outro núcleo de pontos turísticos se encontra na orla urbana de Vitória. E, basicamente, são as suas praias e praças. Confira mais detalhes sobre este eixo no próximo tópico do texto (“Praias de Vitória”).

Por fim, as demais atrações estão ligeiramente afastadas deste burburinho central. Porém, dá para visitar todas elas em um único dia e ainda sobrar tempo.

No meu caso, eu fiz a seguinte rota: Parque Botânico Vale, Paneleiras de Goiabeiras, Parque Pedra da Cebola e Ilha das Caieiras. Cheguei neste último por volta das 14h30 a tempo de almoçar nos famosos restaurantes da ilha.

pontos turísticos de Vitória
O Sesc Glória é uma das atrações do centro de Vitória

6- Praias de Vitória

Apesar de não serem referências em beleza, considero que vale a pena incluir as praias de Vitória no itinerário. Seja para fazer uma caminhada na orla ou uma refeição à beira-mar, o passeio costuma ser bastante agradável.

» Ilha do Boi: Trata-se de um bairro residencial que tem duas praias pequenas e sem comércios: a Praia da Direita e a Praia Grande. Na minha opinião, a Praia Grande é a mais bacana para um banho de mar, mas você pode visitar as duas já que ambas estão muito próximas.

» Ilha do Frade: É outro bairro residencial sossegado que possui pequenas praias. Para mim, a mais bonita e que faz o passeio valer a pena é a Praia das Castanheiras.

» Curva da Jurema e Praia da Guarderia: Esse é o trecho central mais utilizado para curtir o mar – seja dentro d’água ou fora dela.

A Curva da Jurema tem uma imensa faixa de areia com alguns quiosques bastante ajeitados.

Por outro lado, a Praia da Guarderia, que é o trecho perpendicular à Curva da Jurema, tem faixa de areia estreita e é mais utilizada para o uso de stand up paddle e caiaque.

» Praia do Canto: A Praia do Canto se aproveita fora d’ água, a duas ou três quadras da faixa de areia.

Uma caminhada na sua beira-mar pelos arredores da Praça dos Namorados até vale a pena, porém, o protagonismo da vizinhança fica por conta dos seus bares, restaurantes e cafeterias.

» Praia de Camburi: Trata-se da maior praia da cidade – tanto em extensão como também na largura da faixa de areia.

Apesar do mar não ser exatamente bonito, seu belo calçadão com ciclovia e quiosques a tornam um dos melhores lugares para esticar a canga em Vitória.

Vitória dicas de viagem
Praia da Guarderia

7- Onde comer em Vitória?

Durante uma viagem a Vitória vale a pena reservar tempo e $$$ para aproveitar a boa mesa capixaba. Particularmente, parte do meu encantamento pela cidade se deu pelo bom e velho truque da conquista pelo estômago.

Não importa em qual bairro você esteja: sempre há algum restaurante capaz de deixar a barriga cheia e o coração contente. Como eu fiquei hospedado na Praia do Canto a maior parte das minhas recomendações será por estas bandas. Porém, saiba que também dá para comer muito bem em outras vizinhanças – aliás, gastando até menos.

Apesar de ter restaurantes de diversas categorias, os mais famosos da Praia do Canto não são exatamente baratinhos. Até porque, esse é um dos bairros mais chiquetosos da cidade e os estabelecimentos seguem o mesmo perfil. Ainda assim, dá para ser feliz sem ir à falência.

Muitos restaurantes, por exemplo, servem pratos executivos na hora do almoço que custam entre R$ 30,00 e R$ 40,00. Os locais mais renomados também elaboram um menu com entrada, prato principal e sobremesa que custa na faixa de R$ 65,00.

Para gastar menos, dá para se virar muito bem com os buffets de self-service a quilo, que custam na faixa de R$ 50,00/kg. E, se afastando das ruas principais, dá para encontrar estabelecimentos mais modestos que cobram R$ 20,00 por um PF.

Por outro lado, tenha em mente que o prato mais aclamado do Espírito Santo, a moqueca capixaba, exigirá mais verdinhas: custa entre R$ 120,00 e R$ 200,00 o prato para duas pessoas, a depender do restaurante e do peixe em questão.

lugares para comer em Vitória
A moqueca capixaba é um dos pratos típicos do Espírito Santo

Restaurantes, cafeterias e bares em Vitória

Deixarei algumas sugestões de restaurantes em Vitória. Basicamente, são os locais que conheci durante a viagem.

» Restaurante Pirão (almoço e jantar): É um dos restaurantes mais famosos para provar frutos do mar, inclusive, a moqueca capixaba.

Na hora do almoço há pratos executivos individuais por R$ 59,00 e opções a la carte. Os pratos de frutos para dividir custam entre R$ 95,00 e R$ 250,00.

» Spetus (almoço): Restaurante self-service a quilo com bom custo-benefício. Buffet variado com pratos bem preparados.

» O Quintal (almoço e jantar): Bar e restaurante com ambiente descolado especializado em carnes vermelhas. Na hora do almoço há menu executivo individual que custa na faixa de R$ 35,00. Os pratos mais elaborados variam entre R$ 58,00 e R$ 174,00.

» Cookie It Café (almoço): É cafeteria especializada em… cookie. Mas também serve excelentes pratos executivos por R$ 35,00.

» Ilha das Caieiras (almoço): Ilha das Caieiras é uma vizinhança afastada do centro que atrai turistas por causa dos seus bons restaurantes de frutos do mar situados em uma simpática orla à beira-rio. O ambiente é simples e sem firulas, mas as refeições são caprichadas.

» Cozinha do João (almoço e jantar): Localizado no Hortomercado, serve refeições de dar água na boca por um preço acessível. A moqueca de dourado para duas pessoas, por exemplo, custa R$ 95,00. Também há pratos individuais a partir de R$ 29,00.

» By Rock Steak House, Red Elephant American Pizza e Mundo da Esfiha: Para comer hambúrgueres e carnes; pizza e esfiha; respectivamente.

» Cafeterias e sobremesas: Café Teugrano, Odara Pão, D’ Belem Doçaria Portugesa, Café Bamboo e Casa Qu4tro Bistrô.

» Bares na Praia do Canto: O burburinho de bares se concentra no quarteirão conhecido como Triângulo das Bermudas. Alguns que estão sempre animados, são: Di DomDom Botequim, Ensaio Botequim e Bar Abertura.

3 lugares para se hospedar em Vitória

($$) Um dos hotéis mais econômicos na Praia do Canto é o Hotel Costa Victória.

($$) Outra opção que oferece excelente custo-benefício é o Ibis Vitória Praia do Canto.

($$$) Podendo investir um pouco mais, vale conferir as suítes do Comfort Suítes Vitória.

» Se acaso preferir, clique aqui e confira outras ofertas de hospedagem em Vitória.

Avatar para Anônimo
Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here