COMPARTILHAR

Atenção Viajante!!!

Economize no seu seguro viagem fazendo uma cotação online, que compara as melhores seguradoras do mercado. E também, utilize o cupom de desconto VOLTOLOGO5 para garantir 5% de desconto.

»»» Clique aqui e descubra agora quanto você vai precisar investir na sua segurança durante a sua viagem.

PS: Pode apostar que é menos do que você imagina! :)
Usina Hidrelétrica de Itaipu, em Foz do Iguaçu: Descubra tudo o que você precisa saber para organizar sua visita. Entenda quais os passeios disponíveis, preço e como chegar até lá.
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Desafios. Talvez essa seja a palavra que melhor define a Itaipu Binacional – a usina hidrelétrica que desde o primeiro girar das suas turbinas, em 1984, se tornou a principal fonte de energia elétrica de dois países.

Se construir uma obra deste porte já é um desafio e tanto para qualquer governo, imagine só ter que harmonizar questões diplomáticas entre dois povos, que desde a Guerra do Paraguai (1865-1870) disputavam a posse de terras na região do Salto de Sete Quedas?

Apesar disso, após anos de intensas negociações, Brasil e Paraguai finalmente assinaram um acordo em 1973, com o objetivo de aproveitarem melhor a capacidade hidrelétrica do Rio Paraná.

Mas é claro, a disputa territorial havia sido apenas a primeira superação de muitas outras adversidades que envolvem a construção de uma usina hidrelétrica. Afinal, tirar do papel um projeto como este impacta positivamente e negativamente a vida de milhares de pessoas e de todo um ecossistema já existente.

Atualmente, no entanto, o fato é que a Usina Hidrelétrica de Itaipu, em Foz do Iguaçu, contribui não apenas para o desenvolvimento econômico da cidade, mas também, tem uma importante função turística, social e ambiental.

Leia também: 9 dicas valiosas para sua viagem a Foz do Iguaçu

1- Porque visitar a Usina Hidrelétrica de Itaipu?

Depois das Cataratas do Iguaçu, a Itaipu Binacional é possivelmente a atração turística mais visitada de Foz do Iguaçu. E não é pra menos, afinal, uma construção do seu porte chama atenção em qualquer lugar do mundo.

Como se não bastasse, a hidrelétrica responsável pela geração de 15% da energia elétrica consumida no Brasil, e por 86% do consumo paraguaio, soube aproveitar muito bem o seu potencial turístico.

Por lá, é possível fazer desde um breve recorrido pelos seus mirantes, ou até mesmo se infiltrar pelo interior da usina e conhecer de perto como funciona esse território que não é considerado nem brasileiro e nem paraguaio, mas como o nome já indica, é binacional.

Acredite. Visitar a Usina Hidrelétrica de Itaipu, em Foz do Iguaçu, é um programa capaz de agradar qualquer viajante. E, neste post, eu te contarei tudo o que você deve saber para organizar seu passeio.

passeio em Itaipu - dicas

Leia também: Onde se hospedar em Foz do Iguaçu?

2- Como são os passeios pela Usina de Itaipu?

Para atender a demanda de viajantes interessados em conhecer de perto as atividades da usina, a Itaipu Binacional oferece diversos tipos de passeios. Independente de qual deles você fará, todos começam com a apresentação de um vídeo que nos conta um pouco da história da usina.

# Visita Panorâmica

Este é o passeio basicão em Itaipu. O tour é feito num ônibus panorâmico e possui 3 paradas para foto: Mirante Central, Mirante do Vertedouro e Porto Kattamaram. Além de contar com sistema de áudio que narra a história da usina, todo o percurso é feito com o acompanhamento de guias.

O passeio custa R$ 42,00, há saídas a cada 20 minutos, e dura em média 1h30.

como visitar a usina de Itaipu
Parada no Mirante do Vertedouro

# Circuito Especial

Para ir além das vistas externas e se infiltrar no interior da Usina de Itaipu, o Circuito Especial é o passeio certo. Além de incluir todos os pontos da Visita Panorâmica, o Circuito Especial nos permite conhecer detalhes da operação da usina.

O tour começa pela área de Condutos Forçados, onde podemos sentir a vibração da água passando pela tubulação. Em seguida, conhecemos a Sala de Supervisão e Controle Central, as Galerias da Usina e o eixo de uma turbina em funcionamento.

Depois desta visita interna, fazemos o mesmo recorrido da Visita Panorâmica. Este passeio tem menos horários disponíveis, custa R$ 82,00, e dura aproximadamente 2h30.

Além disso, importante se atentar que para fazer o Circuito Especial é obrigatório ter mais de catorze anos, vestir caçados fechados e sem saltos, e roupas com comprimento abaixo do joelho.

Outro detalhe é que não é permitido fazer este passeio com mochilas. Se estiver com uma, deverá deixa-la no guarda-volumes que custa R$ 8,00. Lembre-se de tirar todos os pertences que irá levar contigo (carteira, celular e câmera fotográfica) antes de trancar o armário, pois ele funciona com o sistema de fechamento único.

Circuito Especial na Usina de Itaipu
Painel de Controle Analógico ao lado do Painel Digital, na Sala de Supervisão e Controle Central
usina hidrelétrica de Itaipu - dicas para conhecer
Galerias da usina

# Kattamaram

Outro passeio oferecido na usina é a navegação pelo lago Itaipu. A bordo de um confortável Kattamaram essa é a oportunidade de observar a hidrelétrica de outro ângulo.

A navegação dura aproximadamente 1h e custa R$ 60,00. Caso queira fazer este passeio, mais vantagem é compra-lo por R$ 80,00 direto no Porto Kattamaram. Isso porque, pelo valor mais alto está incluso um almoço no estilo buffet à vontade, no restaurante localizado no porto.

Outra versão deste passeio é o Kattamaram Pôr-do-Sol, com saída única às 17hs (ou às 19hs durante o horário de verão), e valor de R$ 90,00.

# Outros Passeios: Ecomuseu, Polo Astronômico, Iluminação da Barragem

Além dos três passeios já citados, a Usina Hidrelétrica de Itaipu dispõem de outras atrações.

No Ecomuseu (R$ 18,00), além de poder visitar exposições itinerárias, você terá a chance de voltar ao passado com fotografias, peças e objetos da época da construção da usina.

O Polo Astronômico (R$ 28,00), por sua vez, nos faz viajar no espaço e reúne planetário e observatório.

Já a Iluminação da Barragem (R$ 45,00) é um passeio noturno que acontece somente as sextas e sábados às 20h30. Além de poder observar a iluminação desde o Mirante Central, o ônibus também circula por outros setores da usina.

Leia também: 5 dicas sobre o Macuco Safari, o passeio de barco nas Cataratas do Iguaçu

3- Preciso comprar antecipadamente?

Sim, principalmente se você for fazer o Circuito Especial. O único passeio que você provavelmente não terá grandes problemas para comprar na hora é a Visita Panorâmica. Porém, ainda assim, talvez você tenha que esperar um novo grupo se formar.

E, mesmo que você compre seu ingresso pela internet, é essencial que você chegue na Usina de Itaipu 30 minutos antes do seu horário agendado. Dessa forma você conseguirá retirar seu ingresso com calma e não correrá o risco de perder o horário que agendou previamente na hora da compra.

Durante feriados prolongados compre com uma antecedência ainda maior.

como chegar na usina de itaipu - dicas
Não se iluda com a bilheteria sem fila

Leia também: 7 dicas para visitar o lado brasileiro das cataratas

7 dicas para visitar o lado argentino das cataratas

4- Como chegar

A Usina de Itaipu está localizada a aproximadamente dez quilômetros do centro de Foz do Iguaçu. Porém, não se preocupe, pois chegar até lá é extremamente fácil.

Quem quiser utilizar o transporte público basta pegar as linhas de ônibus “Itaipu Dam”, Conjunto C Norte” ou “Conjunto C Sul”, que saem do Terminal de Transporte Urbano, no centro de Foz. A passagem custa R$ 3,75 e o deslocamento leva cerca de trinta minutos.

Já uma corrida de Uber deve custar entre R$ 15,00 e R$ 20,00. E, quem for com carro próprio, pagará R$ 20,00 pelo uso do estacionamento.

Leia também: 10 dicas de compras no Paraguai (Um Guia INDISPENSÁVEL)

5- Dicas extras para visitar a Usina de Itaipu

>>> Você não precisa de um dia inteiro para visitar a Usina de Itaipu. Se for fazer apenas a Visita Panorâmica ou o Circuito Especial, uma manhã ou tarde é mais do que suficiente. Aliás, num único período dá ainda para incluir outra atividade – dependendo de qual for. Apenas fique atento com o horário que marcar cada uma delas.

>>> No meio do caminho entre o centro e a Hidrelétrica de Itaipu está o Templo Budista Chen Tien, outro ponto turístico de Foz do Iguaçu que merece sua atenção. Inclusive, uma boa pedida é conhecê-lo no mesmo dia em que for a usina.

Pegue um Uber da Usina até lá, e depois, se quiser economizar, basta pegar um ônibus em frente ao templo para seguir a região central.

A visita ao templo é gratuita e pode ser feita de terça a domingo, das 9hs às 16h30.

>>> A Usina de Itaipu conta com uma boa estrutura turística e é bem organizada. Os preços de comes e bebes nas lanchonetes e restaurantes, porém, é daqueles inflacionados e nada amigo dos viajantes econômicos.

5 lugares para se hospedar em Foz do Iguaçu

($) Para os viajantes que procuram um albergue, o Che Lagarto e o Concept Design Hostel & Suites são duas das opções mais bem cotadas da cidade.

($$) Quem faz questão de privacidade, mas não quer gastar uma fortuna, o Tarobá Hotel e o Del Rey Quality Hotel  têm ótimo custo-benefício.

($$$) Querendo investir num resort, o San Martin Resort & Spa é um dos que oferecem preços mais realistas.

» Se preferir, clique aqui e confira outras ofertas de hospedagem em Foz do Iguaçu.

COMPARTILHAR
Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here