COMPARTILHAR

Atenção Viajante!!!

Economize no seu seguro viagem fazendo uma cotação online, que compara as melhores seguradoras do mercado. E também, utilize o cupom de desconto VOLTOLOGO5 para garantir 5% de desconto.

»»» Clique aqui e descubra agora quanto você vai precisar investir na sua segurança durante a sua viagem.

PS: Pode apostar que é menos do que você imagina! :)
Cataratas em Foz do Iguaçu: Dicas práticas para você visitar o Parque Nacional do Iguaçu. Descubra como chegar, quanto custa, como é o passeio de barco Macuco Safari, além de outras informações que te ajudarão aproveitar ainda mais o seu dia.
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Ainda que em tupi-guarani o significado de Iguaçu seja “água grande”, conhecer as Cataratas, na cidade de Foz do Iguaçu, nos leva a acreditar que não há palavras suficientes para descrever com justeza a imensidão desta maravilha natural.

Por mais piegas que pareça, as Cataratas do Iguaçu é aquele tipo de lugar que esfrega na nossa cara como somos minúsculos diante de tanta força e beleza. Aliás, sua potência é tão grande que foi preciso dividi-la entre dois países. E, aviso desde já, que nossos hermanos argentinos levaram a melhor nessa partilha, e ficaram com a maior parte – e consequentemente vistas impressionantes – desta natureza.

Mas não tem problema, como bons vizinhos que somos, compartilhamos orgulhosos as águas do Rio Iguaçu não apenas entre nossos compatriotas, mas também, com qualquer viajante que esteja sedento por descobrir belas paisagens. E, neste post, irei te contar tudo o que você deve saber para visitar o lado brasileiro das cataratas, no Parque Nacional do Iguaçu.

Leia também: Onde ficar em Foz do Iguaçu | Dicas, bairros e hotéis

# Se preferir, clique e vá direto ao que procura:

1- Por que visitar o lado brasileiro das Cataratas do Iguaçu?
2- Como chegar às Cataratas, em Foz do Iguaçu?
3- Preço
4- Transporte dentro do parque
5- Comes e Bebes
6- Passeio de barco (Macuco Safari)
7- Visitando o Parque Nacional do Iguaçu (lado brasileiro)
+ Dicas sobre o lado brasileiro das cataratas, em Foz do Iguaçu

1- Por que visitar o lado brasileiro das Cataratas do Iguaçu?

Bem, na verdade você já deve estar mais do que convencido a visitar o lado brasileiro das Cataratas do Iguaçu. Afinal, se assim não fosse você não estaria organizando uma viagem de férias a Foz do Iguaçu. Ainda assim, farei as honras da casa.

Diferente do lado argentino, que exige mais tempo para conhecê-lo e disposição para caminhadas, o Parque Nacional do Iguaçu pode ser visitado num único dia e exige um esforço físico mínimo. Aliás, você não precisará nem mesmo de um dia inteirinho. É comum combinar a visita às Cataratas do Iguaçu com algum outro passeio, como por exemplo, o Marco das Três Fronteiras no final da tarde/noite.

Além disso, apesar do lado argentino ser maior e com mais cenários do que o lado brasileiro, os passeios são complementares. Não dá pra conhecer apenas uma parte e falar que conheceu as cataratas.

como chegar nas cataratas do iguaçu
Vista durante a Trilha das Cataratas

Leia também: 7 dicas essenciais para visitar o lado argentino das Cataratas do Iguaçu

2- Como chegar às Cataratas, em Foz do Iguaçu?

Chegar ao lado brasileiro das Cataratas do Iguaçu é mais simples do que eu imaginava. Para os que fazem questão de economizar cada centavo, a linha de ônibus 120 – Parque Nacional (R$ 3,75) faz o caminho do centro à bilheteria do parque. Essa, inclusive, é a mesma linha que pode te levar ao aeroporto. A frequência do ônibus é a cada vinte minutos, e o deslocamento do centro ao parque leva em torno de quarenta minutos.

Para quem prefere mais conforto e comodidade, uma corrida de Uber sai na casa dos R$ 30,00. Mas atenção, para fazer o sentido Parque Nacional do Iguaçu x Centro, nem sempre a disponibilidade de carros é grande.

3- Preço

A entrada do Parque Nacional do Iguaçu custa R$ 40,00 para adultos brasileiros. Crianças com idade entre 2 e 11 anos, e pessoas com mais de 60 anos, pagam apenas R$ 10,00.

Você comprar os bilhetes antecipadamente através deste site, ou no dia em que for fazer o passeio. Lembrando apenas que caso compre online, há uma taxa de conveniência de R$ 6,00 que é acrescentada no valor da compra.

Eu deixei pra comprar na hora e, apesar da fila, o processo foi bem rápido através dos painéis de autoatendimento – que aceitam apenas pagamento com cartão. Já quem precisava ficar na fila tradicional o tempo de espera era grande.

preço das cataratas do iguaçu
Entrada do Parque Nacional do Iguaçu

Leia também: 9 dicas valiosas para sua viagem a Foz do Iguaçu

 

4- Transporte dentro do parque

Para se locomover entre os diversos setores do Parque Nacional do Iguaçu utilizamos os ônibus internos do próprio parque. Há cinco paradas de embarque e desembarque: Centro de Visitantes (entrada), Trilha do Poço Preto, Macuco Safari, Trilha das Cataratas e Estação Espaço Porto Canoas – esta última oferece um belo espaço para descanso, ambulatório, praça de alimentação e lojas de lembrancinhas.

Você pode se deslocar entre estes pontos quantas vezes precisar, e não há nenhum custo adicional por isso – os R$ 40,00 da entrada já incluem o transporte.

Leia também: Quanto custa viajar para Foz do Iguaçu?

5- Comes e bebes

Como é de se esperar, comer e beber dentro do Parque Nacional do Iguaçu pode aumentar consideravelmente as despesas do seu passeio pelas cataratas. Para você ter uma ideia, combos de fast-food custam em torno de R$ 35,00, e um almoço no Restaurante Porto Canoas no estilo buffet à vontade não sairá por menos de R$ 60,00.

Portanto, se você quer gastar pouco, leve lanchinhos e água para passar o dia.

6- Passeio de barco (Macuco Safari)

Para sentir a força das quedas d’água de perto, a Macuco Safari é a empresa responsável por fazer os passeios de barco pelo Rio Iguaçu do lado brasileiro. O passeio é comprado à parte da entrada do Parque Nacional e custa R$ 215,00, sendo que crianças com idade entre 7 e 11 anos, e pessoas acima de 60 anos, pagam metade deste valor.

Definitivamente não é um passeio barato, principalmente se considerarmos que o tempo de navegação fica entre 20 e 30 minutos. No entanto, é uma aventura da qual não me arrependo de ter investido.

O ideal é que você compre seu ingresso antecipadamente através do site oficial do Macuco Safari ou com alguma agência local/hotel (o preço costuma ser o mesmo!). Isso porque, o número de visitantes por dia é limitado, e nos finais de semana e feriados prolongados a concorrência é ainda maior.

Com ingresso em mãos, você pode fazer o passeio de barco pelas Cataratas do Iguaçu no momento que achar mais adequado durante o seu dia. Ou seja, não é necessário fazer um agendamento de horário. Basta comparecer ao setor Macuco Safari, e aguardar a formação de um novo grupo.

No dia em que visitei as cataratas em Foz do Iguaçu não havia fila, e todo o tour – desde o momento que cheguei a Estação Macuco Safari até o momento em que saí de lá – durou aproximadamente 2h.

passeio de barco nas cataratas do lado brasileiro
Estação Macuco Safari

Leia também: 5 dicas para vistar a Usina de Itaipu, em Foz do Iguaçu

7- Visitando o Parque Nacional do Iguaçu (lado brasileiro)

Para aproveitar ao máximo sua visita às Cataratas do Iguaçu recomendo que você se programe para chegar ao parque assim que ele abrir, às 9hs. Dessa forma, além de evitar multidões você também terá mais tempo para conhecer o parque sem correria.

Se você for fazer o passeio de barco Macuco Safari, sugiro que deixe essa etapa da programação para a tarde, e inicie seu passeio com a caminhada pela Trilha das Cataratas.

Logo que descer do ônibus na parada Trilha das Cataratas, antes mesmo de começar o caminho, você já terá a primeira vista panorâmica das Cataratas do Iguaçu. Tire todas as fotos que quiser, afinal, no fim da trilha você sairá no Espaço Porto Canoas. Ou seja, você não terá a chance de visitar o mirante novamente – a menos que volte até lá!

Durante toda a trilha, que é bem leve e tem 1.200 metros de extensão, é possível avistar as cataratas de diferentes ângulos. Porém, é no final dela que podemos de fato sentir a sua grandiosidade, chegando bem perto da Garganta do Diabo.

Para fazer todo o percurso com calma e curtindo toda a beleza do lugar, espere gastar cerca de duas horas. Depois disso, aproveite para comer alguma coisa e rume para a próxima atividade do dia, o Macuco Safari.

Depois de chegar à estação Macuco Safari, a primeira parte do passeio é seguir num carrinho elétrico até o ponto de apoio próximo ao Rio Iguaçu, onde você terá toda a estrutura de vestiários e armários para guardar seus pertences. Aliás, é essencial que você leve uma troca de roupa e toalha de banho para usar depois do passeio de barco. Sim, você irá se molhar muito e nem pense em levar aparelhos eletrônicos que não sejam a prova d’ água.

A navegação pelo rio dura entre vinte e trinta minutos, tempo suficiente pra chegar bem perto das Cataratas do Iguaçu e se impressionar ainda mais com a sua grandiosidade.  

Num dia sem fila, espere gastar cerca de duas horas para essa parte do passeio.

cataratas lado brasileiro
Cataratas do Iguaçu

+ Dicas sobre o lado brasileiro das cataratas, em Foz do Iguaçu

>>> Como você deve ter percebido, conhecer o Parque Nacional do Iguaçu não deve ocupar um dia cheio. Mesmo recomendando que você comece cedo, se você seguir as instruções deste post deve terminar seu passeio pelas cataratas por volta das 15h30.

Para finalizar o dia, uma boa pedida é visitar o lado brasileiro do Marco das Três Fronteiras. Além de render um fim de tarde agradável, durante a noite é possível assistir apresentações de danças.

>>> Além do passeio de barco, há outras formas de ter um contato mais próximo com a natureza da região.

Para os trilheiros de plantão, a Trilha do Poço Preto (9km) oferece uma experiência e tanto em meio a vegetação do parque.

Ou ainda, podendo investir numa atividade mais diferenciada, a Helisul é a empresa responsável por fazer voos panorâmicos não apenas sobre as Cataratas do Iguaçu, mas também sobre a Usina Hidrelétrica de Itaipu.

 >>> Em hipótese alguma alimente os animais que encontrar no Parque Nacional do Iguaçu. Nem mesmo os traiçoeiros quatis, que apesar de fofinhos, só estão esperando uma única oportunidade para agarrar sua mochila.

>>> E claro, não custa lembrar: use roupas confortáveis, abuse do protetor solar e repelente, tome bastante água e esteja preparado para se molhar. A água é inevitável não apenas no passeio de barco, mas também se você optar em caminhar pela passarela que vai até próximo da Garganta do Diabo.

5 lugares para se hospedar em Foz do Iguaçu

($) Para os viajantes que procuram um albergue, o Che Lagarto e o Concept Design Hostel & Suites são duas das opções mais bem cotadas da cidade.

($$) Quem faz questão de privacidade, mas não quer gastar uma fortuna, o Tarobá Hotel e o Del Rey Quality Hotel  têm ótimo custo-benefício.

($$$) Querendo investir num resort, o San Martin Resort & Spa é um dos que oferecem preços mais realistas.

» Se preferir, clique aqui e confira outras ofertas de hospedagem em Foz do Iguaçu.

COMPARTILHAR
Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here