Cidade do Panamá: Dicas de viagem para você organizar o seu roteiro. [Documentos, melhor época para viajar, quantos dias ficar, câmbio, transporte, hospedagem, passeios, lugares para conhecer e o que fazer na capital do Panamá!]
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Apesar de ser mundialmente conhecida pelo seu Canal, uma viagem à Cidade do Panamá pode te proporcionar um roteiro com muitas outras atrações.

Andanças por um centro histórico decadente e interessante, compras em modernos shoppings centers, vida noturna animada e boa oferta de restaurantes e bares – tudo isso pode fazer parte do seu dia a dia enquanto você estiver em Panama City.

Além disso, com mais tempo, dá para incluir no seu itinerário passeios nos esquema bate-volta que certamente deixarão sua programação ainda mais especial.

E, para que você consiga aproveitar ao máximo a sua viagem à Cidade do Panamá, neste texto eu contarei tudo o que você deve saber antes de sair de casa.

# Dicas de viagem à Cidade do Panamá

1- Documentos para viajar ao Panamá
2- Melhor época para ir à Cidade do Panamá
3- Quantos dias ficar?
4- Câmbio e dinheiro
5- Como chegar e se locomover?
6- Hospedagem na Cidade do Panamá
7- O que fazer na Cidade do Panamá?
» Contratar seguro viagem para o Panamá
» Melhores passeios no Panamá

1- Documentos para viajar ao Panamá

Brasileiros não precisam de visto para entrar no Panamá caso a viagem seja a turismo por até 90 dias. No entanto, lembre-se de que você precisará de um passaporte com validade mínima de seis meses para entrar no país.

Além disso, os brasileiros devem apresentar o Certificado de Vacinação Contra a Febre Amarela, sendo que a vacina deve ser tomada pelo menos 10 dias antes da data de embarque.

Outros documentos que podem ser solicitados na hora da imigração é passagem de volta (para confirmar sua intenção de sair do país), e comprovante de hospedagem.

Por fim, saiba que é cobrado uma taxa de US$ 5,00 ao entra ou sair do país por via terrestre. O valor deve ser pago em dinheiro, com a moeda local ou dólar americano.

Seguro viagem para o Panamá

Apesar de não ser obrigatório, recomendo que você contrate um seguro viagem para sua viagem ao Panamá. Aliás, esse é um cuidado que, na minha opinião, devemos ter em qualquer ocasião em que vamos sair do nosso país.

Uma boa plataforma para contratar seu seguro é a Seguros Promo. Lá você encontrará planos de diversas seguradoras que custam a partir de R$ 15,00 por dia de viagem.

Além disso, saiba que utilizando o cupom VOLTOLOGO5 você ganha 5% de desconto. E, fazendo o pagamento através de boleto bancário, pagará mais 5% a menos. Portanto, sua economia pode chegar até 10%.

Se acaso quiser fazer uma cotação online, clique aqui.

2- Melhor época para ir à Cidade do Panamá

Sem delongas: a melhor época para viajar à Cidade do Panamá é entre dezembro e meados de abril. Isso porque, essa é a estação seca por lá, e quando a chance dos aguaceiros atrapalharem o seu roteiro é menor.

De um modo geral, chove bastante no Panamá. E, como a capital do país não costuma ser o único destino de uma viagem por estas bandas, os primeiros meses do anos são os melhores para curtir as belas praias panamenhas.

Na outra ponta, entre os meses de agosto e novembro chove pra valer e é quase certo que o grande volume de precipitação irá incomodar. Não à toa, é a baixa temporada no país.

Sobre a temperatura, não há com o que se preocupar: faz calor o ano inteiro. Aliás, a melhor definição sobre o clima na Cidade do Panamá é “sauna a céu aberto”. Portanto, na hora de reservar a sua hospedagem faça questão de um quarto com ar condicionado.

melhor época para viajar à Cidade do Panamá
Cidade do Panamá

3- Quantos dias ficar?

Para visitar as principais atrações da área urbana da capital panamenha, recomendo passar ao menos 48 horas na cidade.

Se você pretende fazer compras ou visitar os diversos shoppings que há por lá, reserve mais um dia inteiro apenas para essa atividade.

Por fim, saiba que você ainda pode deixar alguns dias extras no roteiro para fazer passeios bate-volta pela região.

E, no caso de querer conhecer o arquipélago de San Blás, recomendo reservar mais três dias – e passar ao menos uma noite – nestas ilhas caribenhas.

roteiro de viagem à Cidade do Panamá
Plaza V Centenario

Leia também: Roteiro de 15 dias no Panamá

4- Câmbio e dinheiro

A moeda oficial do Panamá é o Balboa. No entanto, ela só existe na forma de moeda.

Como desde o ano de 1903 o Balboa é pareado com o dólar dos Estado Unidos, ou seja, não há variação cambial entre estas duas moedas, o dinheiro que de fato circula pelas ruas são as cédulas estadunidenses.

Portanto, a melhor moeda para levar durante uma viagem à Cidade do Panamá é o dólar americano. Já saia de casa com eles e você não terá nenhuma complicação durante as férias.

Além disso, cartões de crédito são bem aceitos na capital do país. Por outro lado, em cidades menores seu uso é mais limitado e pequenos estabelecimentos podem não aceitar o dinheiro de plástico.

Principais gastos em uma viagem ao Panamá

Entre os países da América Central o Panamá fica no meio termo em relação a gastos.

Se por um lado ele é mais barato que a vizinha Costa Rica, por outro, é mais caro que países como Nicarágua, El Salvador e Guatemala.

Segue abaixo o preço de algumas despesas que você terá no dia a dia:

» Hospedagem em quarto compartilhado: US$ 15,00
» Suíte para duas pessoas: a partir de US$ 70,00
» Café da manhã típico: US$ 6,00
» Almoço, “plato del dia”: US$ 9,00
» Almoço mais elaborado: US$ 22,00
» Garrafa de água 600 ml: US$ 1,00
» Passagem de transporte público: US$ 0,50
» Cerveja long-neck em supermercados ou na rua: US$ 1,00
» Cerveja long-neck em bares: US$ 3,00

5- Como chegar e se locomover?

Aeroporto Internacional de Tocumen

O Aeroporto Internacional de Tocumen (código PTY) é o mais importante não apenas da Cidade do Panamá, mas também, de toda a América Central.

Localizado a aproximadamente 25 quilômetros da área central da cidade, você terá várias maneiras de fazer este deslocamento depois que desembarcar.

Se quiser se aventurar com o transporte público e gastar menos de US$ 3,00 para fazer este percurso, saiba que é possível. No entanto, o tempo gasto na estrada e o pouco conforto deve ser levado em conta.

Além disso, tenha em mente que, provavelmente, você precisará pegar mais de um ônibus ou completar o percurso de táxi ou Uber para chegar ao seu destino final.

Por falar em táxi, assim que você desembarcar no Aeroporto Internacional da Cidade do Panamá você será abordado por dezenas – sem exagero – de taxistas oferecendo seus serviços. Espere pagar em torno de US$ 35,00 por uma corrida até o centro.

Se estiver sozinho, é comum ter vans compartilhadas que reúnem viajantes para que a corrida saia mais barata. Neste caso, o preço médio é de US$ 20,00 por pessoa.

Por fim, os aplicativos de mobilidade já chegaram na Cidade do Panamá e funcionam bem. No caso, espere pagar cerca de US$ 15,00 em uma corrida de Uber do aeroporto aos bairros centrais.

Terminal intermunicipal de ônibus

Para ir à outras cidades do Panamá você precisará ir até o Terminal Albrook. É bem fácil chegar lá pois há uma linha de metrô interligada ao terminal.

Circulando pela cidade

Achei bem fácil perambular pela Cidade do Panamá com o transporte público.

Há duas linhas de metrô e ônibus interligados em algumas estações. Você terá que comprar um cartão recarregável para pagar as passagens, sendo que o cartão custa US$ 3,00, mais a quantidade de passagens que você desejar. A passagem do transporte público custa, em média, US$ 0,50.

Além disso, há os ônibus comuns para algumas partes da cidade.

Se acaso desejar, táxis e Uber garantem mais conforto e praticidade por um preço realista. No caso dos táxis, apenas tenha o cuidado de negociar a corrida antes de embarcar, caso ele não tenha taxímetro.

viagem à Cidade do Panamá
Cidade do Panamá

Leia também: Roteiro de viagem pelo Panamá

6- Hospedagem na Cidade do Panamá

Há duas regiões convenientes para se hospedar na Cidade do Panamá: Casco Viejo, o centro histórico da cidade; ou em algum bairro moderno, como por exemplo, Bella Vista, Marbella e El Cangrejo.

Para quem gosta de acomodações charmosas em casarões coloniais, a área histórica é a melhor pedida.

Por outro lado, o viajante que preferem ficar em hotéis de rede, albergue e próximo da vida noturna da cidade, será mais feliz nas vizinhanças mais modernas.

Hostels e hotéis na Cidade do Panamá

No centro histórico, também chamado de Casco Viejo, o albergue mais famosinho do pedaço é o Selina Casco Viejo.

Se hostels não é a sua praia, o três estrelas melhor avaliado no centro e que tem ótimo custo-benefício é o Magnolia Inn.

Para os forasteiros que querem se hospedar na parte moderna da cidade sem precisar gastar uma fortuna, dois albergues que são sempre elogiados é o El Machico Hostel e o Hostal Posada 1914 – ambos possuem dormitórios compartilhados e quartos privativos.

Se acaso você não abre mão de um hotel convencional, porém, ainda assim quer economizar, o Hotel Marbella é um dos mais em conta da região.

Podendo investir em um quatro estrelas, o The Executive Hotel é um dos mais bem cotados.

Ou, se acaso preferir, clique aqui e encontre outros lugares para se hospedar durante a sua viagem à Cidade do Panamá.

hospedagem na Cidade do Panamá
Centro histórico da Cidade do Panamá

Leia também: 10 hotéis baratos na Cidade do Panamá

7- O que fazer na Cidade do Panamá?

Das capitais da América Central, a Cidade do Panamá é a que oferece mais opções de lazer.

Confira a seguir quais lugares você poderá incluir no seu roteiro de viagem:

Casco Viejo

Apesar de não estar muito bem conservada, a parte histórica da Cidade do Panamá merece a sua visita. Portanto, reserve pelo menos uma manhã ou tarde para percorrer as ruas do Casco Viejo.

Para aproveitar, uma ótima opção de almoço é no Mercado de Mariscos que fica ali perto. Lá você encontrará diversos tipos de ceviches e outros pratos que custam à partir de US$ 8,00.

Canal do Panamá

Considerado uma das maiores obras de engenharia do mundo, o Canal do Panamá conecta os oceanos Atlântico e Pacifico.

Como não poderia deixar de ser, mais do que um importante comandante da economia nacional, o canal acabou se tornando também uma grande atração turística.

No total há 3 centros de visitação. No entanto, o mais próximo da cidade e com estrutura mais completa é o Centro de Visitantes de Miraflores.

Para chegar até lá, você pode ir com o transporte público pegando o ônibus “Miraflores” que sai do Terminal Albrook de hora em hora, de Uber (US$ 10,00 cada pernada), ou até mesmo com um tour guiado.

Aliás, quem fará apenas uma conexão na Cidade do Panamá e quer conhecer o Canal, há tours com duração de 3 horas que saem do aeroporto (clique aqui para mais informações).

Passeios na Cidade do Panamá
Canal do Panamá

Calzada de Amador

Trata-se de um ótimo lugar para caminhar com uma boa vista da Cidade do Panamá, ou até mesmo alugar uma bike e percorrer esse caminho pedalando.

Além da caminhada que por si só é bastante agradável, na região você encontrará diversos bares, restaurantes, o Museu da Biodiversidade e 3 ilhas. Em uma destas ilhas, mais especificamente na Isla Flamenco, há um free shop.

Compras

A Cidade do Panamá possui muitos shoppings.

Alguns dos mais procurados são os Albrook, Multicentro e Multiplaza – esse último, mais caro que os outros dois.

Como não sou muito das compras fui ao Albrook e Multicentro apenas para conhecer e dar uma conferida se os preços são realmente mais baratos que no Brasil.

Algumas coisas de fato são mais baratas, como: roupas, sapatos e perfumes. Por outro lado, a parte de eletrônicos como câmera fotográfica sai praticamente o mesmo preço.

Vale lembrar que a moeda utilizada no Panamá é o dólar. Ou seja, definitivamente esse não é um bom momento para você gastar suas verdinhas. Se a sua intenção é comprar, recomendo que pesquise bastante antes de fechar negócio.

San Blas

Um dos vários paraísos que existem na terra encontra-se no Panamá e se chama San Blas. Inclusive, esse foi um dos principais motivos pelo qual eu queria conhecer o país e sem dúvida foi o ponto alto da viagem.

Sabe aquelas fotos de proteção de tela do seu computador?

Uma ilha com vários coqueiros, água cristalina e areia branquinha que parecem existir somente na nossa imaginação? Pois é, assim é San Blás.

Apesar de não ser na Cidade do Panamá, é a partir de lá que você pode conhecer essas ilhas.

O ideal é reservar pelo menos 3 dias para essa parte do seu roteiro, e pernoitar ao menos uma noite na ilha.

O jeito mais prático para chegar às ilhas e visitá-las é com algum tour que sai da capital panamenha. Normalmente, os pacotes oferecidos pelas agências já inclui transporte terrestre, transporte de barco e, se for pernoitar, a acomodação e refeições.

» Clique aqui para ver mais detalhes sobre o passeio bate-volta para San Blas

» Clique aqui para ver mais detalhes sobre o passeio de 3 dias a San Blas

guia de viagem américa central

Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

3 COMENTÁRIOS

  1. Murilo, você conheceu a Isla Contadora? Tô querendo passar um dia lá quando for a Panama City, mas não tô conseguindo muitas informações sobre acessibilidade. Vi que a ilha tem boa infraestrutura e tem opções de transporte por lá, mas não sei como é o acesso às praias.

  2. * Para evitar comentários spans (falsos), solicitamos que ao deixar sua mensagem você também preencha um campo com seu nome e e-mail.
    Mas não se preocupe, pois estas informações estão seguras e seu e-mail não será exibido e nem compartilhado com outras pessoas!
    Para mais informações clique aqui para ler a nossa Política de Privacidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here