Viagem ao Panamá: Dicas práticas para você organizar o seu roteiro! [Documentação, melhore época para viajar, câmbio e dinheiro, destinos e cidades para visitar e transporte pelo país]
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!
Meu interesse em fazer uma viagem ao Panamá surgiu durante minha trip pela Argentina. E, antes que você me pergunte como, já irei explicar.

Conheci um panamenho que trabalhava em um hostel em Buenos Aires, e entre as conversas do que seria legal conhecer no Brasil e no Panamá, ele me mostrou uma foto de San Blás, um arquipélago panamenho que pode-se chamar de paraíso.

Foi apelação da parte dele, afinal, é impossível ver uma foto de San Blás e não colocar esse lugar na sua lista de lugares para conhecer.

Quando voltei para o Brasil comecei a pesquisar mais sobre o país e percebi que estas ilhas são apenas um dos lugares incríveis que podemos conhecer durante uma viagem ao Panamá.

Por isso, para ajudar a planejar sua trip pelo país do Canal mais famoso do mundo, resolvi escrever esse post com todas as informações que você precisa saber antes de ir.

# Dicas de viagem ao Panamá

1- O que esperar de uma viagem ao Panamá?
2- Documentação
3- Câmbio e dinheiro
4- Melhor época para viajar ao Panamá
5- Principais destinos para turismo no Panamá
6- Transporte pelo país
7- Roteiro de viagem no Panamá
» Reservar seguro viagem para o Panamá(Com Desconto)
» Reservar hospedagem no Panamá

1- O que esperar de uma viagem ao Panamá?

Além das belas praias caribenhas típicas da América Central, uma viagem ao Panamá também pode te oferecer um roteiro urbano. No caso, na capital do país, a Cidade do Panamá.

Ainda assim, mesmo sendo uma das mais importantes metrópoles por estas bandas da América Latina, quem vai ao Panamá deve estar ciente de que seus grande atrativos não estão nas áreas mais desenvolvidas.

Portanto, aproveite os poucos dias de mordomias que você poderá ter na capital, pois nas demais cidades turísticas o que reina é a simplicidade e os ambientes menos sofisticados.

Além disso, o Panamá também é bastante conhecido por ser um bom destino para compras. Aliás, muitas vezes é exageradamente chamada de Miami Latina.

Porém, a verdade é que com o dólar nas alturas – a moeda utilizada no Panamá é o dólar dos Estados Unidos – fazer compras, atualmente, deixou de ser uma grane barbada. Você até pode encontrar um produto ou outro com bom custo-benefício, mas não vá com muita expectativa.

Por fim, espere encontrar à mesa muitos frutos do mar, e nas ruas pessoas ligeiramente mais desconfiadas e menos extrovertidas do que nos países vizinhos.

Panamá pontos de interesse
Cidade do Panamá

» Clique aqui para encontrar os melhores passeios para sua viagem ao Panamá

2- Documentação

Brasileiros não precisam de visto para entrar no Panamá caso a viagem seja a turismo por até 90 dias. No entanto, lembre-se de que você precisará de um passaporte com validade mínima de seis meses para entrar no país.

Além disso, os brasileiros devem apresentar o Certificado de Vacinação Contra a Febre Amarela, sendo que a vacina deve ser tomada pelo menos 10 dias antes da data de embarque.

Por fim, em alguns casos os viajantes podem ser solicitados a apresentar comprovante de passagem de saída do país, reserva de hospedagem e comprovante de US$ 500,00 para as despesas que terá no país.

Seguro viagem para o Panamá

Apesar de não ser obrigatório, recomendo que você contrate um seguro viagem para sua viagem ao Panamá. Aliás, esse é um cuidado que, na minha opinião, devemos ter em qualquer ocasião em que vamos sair do nosso país.

Uma boa plataforma para contratar seu seguro é a Seguros Promo. Lá você encontrará planos de diversas seguradoras que custam a partir de R$ 15,00 por dia de viagem.

Além disso, saiba que utilizando o cupom VOLTOLOGO5 você ganha 5% de desconto. E, fazendo o pagamento através de boleto bancário, pagará mais 5% a menos. Portanto, sua economia pode chegar até 10%.

Se acaso quiser fazer uma cotação online, clique aqui.

3- Câmbio e dinheiro

A moeda oficial do Panamá é o Balboa. No entanto, ela só existe na forma de moeda.

Como desde o ano de 1903 o Balboa é pareado com o dólar dos Estado Unidos, ou seja, não há variação cambial entre estas duas moedas, o dinheiro que de fato circula pelas ruas são as cédulas estadunidenses.

Portanto, a melhor moeda para levar durante uma viagem ao Panamá é o dólar americano. Já saia de casa com eles e você não terá nenhuma complicação durante as férias.

Além disso, cartões de crédito são bem aceitos na capital do país. Por outro lado, em cidades menores seu uso é mais limitado e pequenos estabelecimentos podem não aceitar o dinheiro de plástico.

Principais gastos em uma viagem ao Panamá

Entre os países da América Central o Panamá fica no meio termo em relação a gastos.

Se por um lado ele é mais barato que a vizinha Costa Rica, por outro, é mais caro que países como Nicarágua, El Salvador e Guatemala.

Segue abaixo o preço de algumas despesas que você terá no dia a dia:

» Hospedagem em quarto compartilhado: US$ 13,00
» Suíte para duas pessoas: a partir de US$ 60,00
» Café da manhã típico: US$ 6,00
» Almoço, “plato del dia”: US$ 9,00
» Almoço mais elaborado: US$ 22,00
» Garrafa de água 600 ml: US$ 1,00
» Passagem de transporte público: US$ 0,50
» Cerveja long-neck em supermercados ou na rua: US$ 1,00
» Cerveja long-neck em bares: US$ 3,00

4- Melhor época para viajar ao Panamá

O clima no Panamá é quente durante o ano inteiro. Portanto, pode deixar os agasalhos de frio de fora da mala.

Em relação à chuva, isso varia de acordo com o lugar que você pretende visitar.

A costa caribenha é mais úmida do que a pacifica. Estive no Panamá em novembro e dezembro e pude comprovar isso. Os dias de sol e praia ficaram em Pedasí (costa pacifica), pois assim que cheguei em Bocas del Toro (costa caribenha), foram cinco dias seguidos de chuva.

De um modo geral, a melhor época para viajar ao Panamá, que supostamente é o período mais seco, é de novembro a abril.

melhor época para viajar ao Panamá
San Blás

5- Principais destinos para turismo no Panamá

Sua viagem pelo Panamá provavelmente irá começar pela capital Panamá City, ou simplesmente Panamá, como os panamenhos costumam chamá-la.

A cidade é bem moderna e, apesar de grande, achei bem fácil se locomover por lá. Tendo a Cidade do Panamá como base você pode aproveitar para conhecer o famoso arquipélago de San Blás, que está a aproximadamente três horas da capital.

Apesar de algumas agências promoverem cansativos passeios no esquema bate-volta para San Blás, recomendo que você passe ao menos duas noites neste pedaço do Caribe.

Na Costa Pacifica estão as melhores praias para surf no Panamá. Se você é adepto da modalidade não deixe de conhecer as praias de Pedasí ou Santa Catalina.

Para os que curtem montanhas e serras, a cidade mais procurada é Boquete, localizada na região norte do Panamá.

Por fim, também ao norte e praticamente na fronteira com a Costa Rica está Bocas del Toro – outro arquipélago caribenho para quem está afim de curtir muito sol (na época certa) e praia.

turismo no Panamá
Algum lugar em Bocas del Toro

Leia também:Roteiro de viagem pelo Panamá

6- Transporte pelo país

Bem vindo à América Central, a terra dos chicken buses. Apesar de não ser tão comum como nos países que estão mais ao norte, foi no Panamá que eu tive o primeiro contato com esse meio de transporte.

Tenha em mente que dependendo da cidade que você pretende ir, será necessário pegar dois, três ou até mais ônibus para chegar no seu destino final.

Pode parecer cansativo, mas normalmente você não esperará mais do que 20 minutos entre um ônibus e outro. Essa é a maneira mais barata de se viajar não somente no Panamá, mas em toda a América Central.

Para ir a San Blás, que é um dos principais destinos do país, o jeito mais prático é contratar o serviço de transfer compartilhado com alguma agência local. Normalmente, estas empresas também cuidam de reservar a sua hospedagem nas ilhas.

Panamá dicas
Canal do Panamá

7- Roteiro de viagem no Panamá

O tempo que eu recomendo para um roteiro de viagem pelo Panamá é de 10 dias. Dessa forma, você visitará os principais destinos do país sem fazer da sua viagem uma São Silvestre.

Dá para ficar menos tempo? É claro que sim. Basta você abrir mão de algumas atrações e incluir na programação àquelas que tem mais vontade de conhecer.

Por outro lado, se você quiser viajar também para locais que não estão na rota mais convencional, recomendo passar pelo menos duas semana por lá.

A seguir, deixo uma sugestão de como você pode distribuir os seus dias para fazer uma rota clássica no território panamenho.

» Ida para o Panamá (Chegada na Cidade do Panamá)
» Cidade do Panamá: 2 dias completos
» Deslocamento para San Blás
» San Blás: 2 dias completos
» Deslocamento para Bocas del Toro
» Bocas del Toro: 3 dias completos

guia de viagem américa central

2 COMENTÁRIOS

  1. Fala, Murilo! Olha eu aqui de novo!
    Resolvi deixar a Guatemala pra outra oportunidade e escolher outro destino: Panamá e Colômbia. Como não tenho muitos dias de férias, vai ser um roteiro curto: 12 dias entre Cidade do Panamá, Cartagena e Bogotá (quatro em cada).

    Tô em dúvida em duas coisas:

    1) Quanto dinheiro levar? Vou ficar em hotéis, que já estão reservados. Meu orçamento é folgado, mas não tenho muita ideia dos gastos diários.

    2) Qual a melhor forma de locomoção, principalmente na Cidade do Panamá, lembrando que eu sou cadeirante? Vou ficar hospedado em Bellavista.

    Valeu!!

    • Faaala Heitor, tudo beleza?

      Bacana! xD

      No caso do dinheiro você se refere ao Panamá?! Bom, estive lá faz algum tempo, então os preços devem estar diferentes. Mas para você ter uma ideia,
      um almoço simples deve sair por cerca de US$ 13,00 e fast-food US$ 10,00.

      Sobre os passeios, o adequado é que você pesquise o valor exato daqueles que pretende fazer.

      O transporte, fiz uma simulação no Uber e me parece que as corridas por lá saem bem em conta (quando fui não existia!). Do Aeroporto a Bella Vista, por exemplo, custaria cerca de US$ 18,00 para percorrer 22 quilômetros (Apenas teria que verificar se eles circulam no Aeroporto). Um táxi não sairia por menos de US$ 30,00.

      Caso pretenda usar Uber, você pode fazer a simulação dos trechos que fará para ter uma ideia dos gastos. Táxi também não costuma ser caro.

      Acredito que o Uber seja uma boa saída para se locomover por conta do preço aceitável e comodidade. O transporte público até que funciona bem, no entanto, alguns deslocamentos podem ser muito grande, e certas linhas possuem ônibus extremamente velhos e outros já são mais modernos.

      Espero ter ajudado!
      Se ficou com alguma dúvida é só chamar.
      Abraço

  2. * Para evitar comentários spans (falsos), solicitamos que ao deixar sua mensagem você também preencha um campo com seu nome e e-mail.
    Mas não se preocupe, pois estas informações estão seguras e seu e-mail não será exibido e nem compartilhado com outras pessoas!
    Para mais informações clique aqui para ler a nossa Política de Privacidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here