viajante
© Shutterstock

Eu sei, viajar por si só já é uma baita alegria para qualquer viajante. Querer algum bônus de felicidade durante uma viagem pode parecer bastante #querosempremais. Afinal, se já vamos viajar, do que mais precisamos? 

Mas a verdade é que ao longo das minhas trips fui constatando pequenos acontecimentos que me deixam bem contente. E confesso que sempre fico torcendo para que eles aconteçam.

Hoje quero compartilhar com você essas alegrias que tenho durante, ou até mesmo antes das minhas viagens. Acredito que, provavelmente, você também se identifique com algumas delas.

1- Promoção de passagem aérea para o seu próximo destino

Há muitas técnicas para conseguir economizar na compra de passagens aéreas, mas nada melhor do que encontrar uma promoção exatamente para onde você pretende viajar. Se for para as datas que você gostaria, sinta-se uma pessoa abençoada pelos deuses dos viajantes.  Para mim, esse é o melhor jeito de começar uma viagem.

2- Ter o pedido de visto aprovado

Embora seja possível viajar a turismo para dezenas de países apenas com o passaporte, em muitos outros é necessário solicitar um visto com antecedência e cumprir uma série de exigências. E, mesmo cumprindo todos os requisitos solicitados, você ainda corre o risco de ter o visto negado e a viagem cancelada.

Nunca passei por isso, mas imagino que deve ser uma situação um tanto quanto frustrante.

Portanto, ter seu visto aprovado é, sem a menor dúvida,  motivo para comemoração.

3- Gastar menos que o esperado

Não importa com o que seja, economizar com alguma coisa que você não esperava é sempre uma boa notícia. Umas das surpresas que eu mais gosto quando estou viajando é descobrir que o dia de entrada gratuita em alguma atração, é exatamente o mesmo dia em que eu planejei conhecê-la.

Leia também: É seguro ficar em hostels?

4- Ser surpreendido (positivamente) pelo café da manhã do hostel

Normalmente hostel não é lugar de café da manhã farto – por favor, entenda isso. Aliás, a grande maioria dos hostels nos quais já me hospedei pela América Latina não possuem esse serviço, ou então, cobram a parte. O que é perfeitamente compreensível.

Em todo caso, em certos países é comum o café da manhã estar incluído no valor da hospedagem. Na maioria das vezes uma refeição simples.

Mas para a alegria dos viajantes famintos, alguns hostels oferecem cafés da manhã surpreendentes. O que mais me impressionou foi o do México City Hostel: ovos mexidos (os melhores que já comi), pão de forma, bolachas, torrada, bolo, frutas, iogurte, granola, café, leite, suco, chá, manteiga e vários tipos de geleia. Tudo à vontade para você repetir quantas vezes quisesse – um verdadeiro luxo se tratando de hostel.

Leia também: 10 coisas que eu odeio em (alguns) hostels

5- Viajar para cidades onde é possível fazer tudo a pé (ou de bike)

O Ministério da Saúde Adverte: “Visitar lugares onde você dependerá apenas de você mesmo para se locomover faz bem para a sua saúde e para o seu bolso”.

mochilão e viagens

Leia também: 10 coisas que nenhum mochileiro gosta de ouvir

6- Descobrir que a água da torneira pode ser bebida

Nada como poder encher a sua garrafinha quantas vezes quiser e sem ter que pagar por isso!

7- Receber as roupas limpas da lavanderia

Que atire a primeira pedra aquele viajante que nunca cheirou uma camiseta para saber se ela ainda estava “usável” ou não!

Que atire a primeira pedra aquele viajante que nunca usou uma peça de roupa por mais vezes do que normalmente usaria em casa!

Que atire a primeira pedra aquele viajante que nunca se sentiu emocionado quando recebeu uma sacola cheia de roupas limpas cheirosas da lavanderia!

viajante e mochilão
© Falco | Pixabay

Leia também: Viajar e suas consequências | Algumas verdades que você deve saber

8- Embarcar e desembarcar em um o aeroporto interligado ao metrô

No mundo perfeito do imaginário viajante todos os aeroportos do planeta seriam interligados com alguma estação de metrô. Afinal, nada melhor do que chegar em alguma cidade sem ter que vender um rim para pagar a corrida de táxi, ou  ter que gastar  preciosas horas dentro de um ônibus. 

Quando estive na Cidade do México, uma das descobertas que me deixaram mais contente foi saber que ir ao aeroporto internacional da cidade seria absolutamente rápido e barato graças a eficiente rede de metrô da capital mexicana.

9- Ficar sozinho em um dormitório compartilhado

Não me leve a mal, eu entendo e concordo que uma das melhores coisas dos hostels é a convivência entre os hóspedes e os possíveis amigos que você pode fazer por lá. Mas convenhamos, não ser acordado pelo ronco alheio, poder usar o banheiro a hora que quiser e acender a luz bem cedinho para organizar sua mala, são coisas que também tem o seu valor.

10- Perceber, na prática, que o mundo está repleto de pessoas boas.

Sim, eu sou do time que acredita que há infinitamente mais pessoas boas do que más nesse planeta. Já recebi ajuda dos mais diversos tipos e de completos desconhecidos durante as minhas viagens e, sempre que isso acontece, essa ideia fica mais nítida para mim.


E você viajante, quais são aquelas coisas que te deixa feliz??? Me conta aí nos comentários! 

Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

2 COMENTÁRIOS

  1. * Para evitar comentários spans (falsos), solicitamos que ao deixar sua mensagem você também preencha um campo com seu nome e e-mail.
    Mas não se preocupe, pois estas informações estão seguras e seu e-mail não será exibido e nem compartilhado com outras pessoas!
    Para mais informações clique aqui para ler a nossa Política de Privacidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here