COMPARTILHAR

Seguro viagem com desconto

Seu cupom: VOLTOLOGO5

»»» Leia: Seguro viagem pela América Latina | Dicas e desconto

El Chaltén ArgentinaLocalizada dentro de um parque nacional, o pequeno vilarejo de El Chaltén, na Argentina, atrai apaixonados por trekking, montanhismo e natureza. Pessoas  de diversas partes do mundo se aventuram pelas suas  fantásticas trilhas.

A poucas horas da cidade de El Calafate, já faz alguns anos que essa pequena cidade vem ganhando destaque entre os destinos mais procurados da Patagônia Argentina. O que é completamente compreensível, afinal, essa é uma das regiões mais bem preservadas dessa região. 

Tenho que admitir que quando estava montando o meu roteiro de viagem pela Patagônia, muitas vezes pensei em não incluí-la. No final do planejamento decidi dar uma oportunidade de duas noites para ela. E na prática, fui eu quem tive que me render aos seus encantos e prolongar a minha estadia para quatro noites.

Leia também: Ushuaia, El Calafate e El Chaltén: Entenda a Patagônia argentina

# Quando ir

A grande atração de El Chaltén são as suas trilhas, paisagens naturais e atividades outdoors, portanto, a melhor época para visitá-la é quando as temperaturas não são tão congelantes e não há neve impedindo o caminho dos viajantes.

Esse período vai do final de novembro até meados de abril, sendo dezembro e janeiro os meses mais procurados.

Nessa época do ano os dias são bem longos, o que ajuda bastante na hora de caminhar até tarde da noite.

El Chaltén Argentina

Leia também: 12 cidades para você se encantar pela Argentina

# Como chegar

A maioria das pessoas que vão à El Chaltén saem de El Calafate. A viagem dura em torno de três horas e é bem tranquila.

Você pode consultar os horários e valores desse percurso em algum desses sites: Taqsa, Chaltén Travel e Plataforma 10.

# Onde se hospedar em El Chaltén

Toda a “cidade” de El Chaltén se concentra em duas ruas principais. É nelas que estão as casas e estabelecimentos que oferecem serviços ao turismo, como por exemplos: hospedagem, restaurantes, bares, mini mercados e agência de viagem.

Portanto, não há motivos para se preocupar se a sua hospedagem é bem localizada ou não, pois tudo é feito a pé em Él Chaltén.

A cada ano que passa aumenta o número de opções para os turistas. Você pode se hospedar em  pequenas pousadas de um quarto a grandes hotéis. Depende do seu gosto e orçamento.

Eu fiquei hospedado no Hostel Condor de los Andes, um dos mais famosos no vilarejo.  O hostel é bastante justo em relação ao preço, possui um amplo espaço de área comum e cozinha equipada.

Os dormitórios também eram bem confortáveis e possuíam lockers. Sem dúvida alguma é um lugar que recomendo.

Se você vai viajar com mais gente e prefere algo mais privativo e charmoso, vale a pena consultar a Anita’s House e a Cabañas Rivendel.

El Chaltén Patagônia Argentina

Leia também: Dicas de hostels e hotéis em El Chaltén

# Principais gastos

Assim como toda a Patagônia, El Chaltén não é um lugar muito barato. No entanto, diferente de cidades como Ushuaia e El Calafate, em Chálten seus gastos com passeios podem não custar nada.

Praticamente todas as trilhas são super bem sinalizadas e não é necessário o acompanhamento de nenhum guia. E isso já ajuda bastante na hora de economizar. Eu por exemplo não gastei um único centavo com passeios por lá.

Um quarto compartilhado em hostel te custará aproximadamente US$ 15,00. Quartos privados para duas pessoas podem ser encontrados a partir de US$ 60,00.

Em relação a alimentação, uma maneira de economizar com esse item é abusar das empanadas e pizzas.  Fazer sua própria comida no hostel em que estiver hospedado e comprar ingredientes para fazer lanches rápidos durante o dia também ajuda na hora de salvar uma grana.

Refeições mais elaboradas em restaurantes custam a partir de US$ 8,00, no entanto isso pode variar bastante dependendo do lugar que escolher.

# O que fazer em El Chantén

Conhecida como a capital do trekking na Argentina, não há dúvidas sobre qual a principal intenção dos turistas que vão a El Chaltén, certo?!

Bem sinalizadas, sem custo e com diferentes níveis de dificuldade, não há desculpas para você não se aventurar por pelo menos uma das várias opções de trilhas disponíveis.

Os trekkings Laguna de los Tres e Laguna Torre são dois dos mais procurados na cidade. O primeiro possui um excelente mirador para  avistar a famosa montanha Fitz Roy. No entanto, possui um grau de dificuldade difícil e é recomendado que se tenha o mínimo de preparo físico.

viagem el chalten patagonia argentina

El Chaltén Argentina

Leia também: Ushuaia, la ciudad del fin del mundo

O Mirador de los Condores é uma boa opção para os que não querem caminhar muito e ainda assim ter uma bela vista da região. Do centro da cidade você não gastará mais do que uma hora para chegar até lá.

Além das trilhas é possível fazer alguns passeios diferentes como navegar pelo Lago Viedma ou até mesmo realizar um trekking no glaciar de mesmo nome. Para isso você precisará realizar a atividade através de alguma agência.

+ Dicas para sua viagem à El Chaltén, Argentina

→ Mesmo durante o verão não se esqueça de levar agasalhos de frio, gorro e luva.

→ Não leve muita coisa para as trilhas. Recomendo apenas uma mochila pequena com os seguintes itens: água, lanche rápido, protetor solar, óculos de sol, câmera fotográfica e capa de chuva.

→ Se você pretende fazer várias trilhas, inclusive, as mais difíceis, bastonetes para trekking irão te ajudar bastante.

→ Quando estive em El Chaltén não havia banco e nem caixa eletrônico. Além disso, poucos lugares aceitavam cartão de crédito. Verifique se você possui dinheiro suficiente antes de ir para lá.

→ Comece as trilhas bem cedo para que você tenha mais tempo com claridade para executa-las.

→ Como já disse, há diversas trilhas e de diferentes grau de dificuldade. Algumas delas exigem grande esforço físico. Se você não possui esse tipo de condicionamento, fique pelas trilhas mais fáceis e não ultrapasse os seus limites.

→ Para descobrir onde se hospedar pelos principais destinos da Patagônia, leia o texto Guia de hospedagem pela Patagônia.


QUER AJUDAR O BLOG SEM PRECISAR GASTAR UM ÚNICO CENTAVO POR ISSO?

Utilizando os serviços dos nossos parceiros através dos links, banners e caixas de pesquisa que estão aqui no blog, nós ganhamos uma pequena comissão e VOCÊ NÃO PAGA ABSOLUTAMENTE NADA A MAIS POR ISSO.

Confira as dicas de como pesquisar e reservar sua hospedagem através do Booking.com

Compare e contrate seu seguro viagem através da Real Seguros


Ficou com alguma dúvida ou tem outras dicas sobre El Chaltén? Deixe um comentário abaixo!

Esse post te ajudou ou foi útil de alguma maneira? Curta e compartilha clicando nos botões abaixo. Não custa nada e é uma forma de sabermos se você está gostando do nosso conteúdo. Além de deixar um blogueiro muito feliz! xD

COMPARTILHAR
Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

4 COMENTÁRIOS

  1. Fala Murilo…. eu de novo cara, vou te encher o saco aqui com várias duvidas hahaha
    Em El Chalten, do local onde normalmente se hospeda, que tem os hostels e tal, para se chegar ao ponto de início dos trekkings ao fitz roy, que pelo q eu entendi são esses da laguna de los tres etc, é longe? tem ônibus ou transportes publicos que te levam até lá?
    Você poderia dizer quais os trekkings e passeios desses mencionados você fez?
    abç!!!

    • E aí Rafael, tudo certo???

      El Chaltén é basicamente 2 ruas… Não há transporte público lá dentro (eu acho..kkk)… Dessas 2 ruas até os começos das trilhas é suuuuuper tranquilo ir caminhando..
      Tipo uns 10/15 min, dependendo de qual for!
      Tudo bem sinalizado e super fácil de achar! 🙂

      Fiz a Laguna Torre, Mirador de los Condores e mais algum que não me lembro agora! hehehe

      Abraço

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here