Você pode até achar que um final de semana seja mais do que suficiente para conhecer essa cidade, mas acredite, tem muita coisa boa para ver e fazer em Paraty.

Eu, por exemplo, fiquei quatro dias inteiros lá e não conheci metade dos lugares que gostaria.

Aliás, depois de ter publicado a primeira versão deste post, em 2016, já voltei a Paraty mais três vezes e ainda me faltam lugares para conhecer.

É certo de que o centro histórico pode ser percorrido em um único dia, mas Paraty está localizada em uma região com tantas belezas naturais, que chega a ser um desperdício você ir pra lá e não conhecê-las um pouco melhor.

Praias e ilhas exuberantes, cachoeiras pouco exploradas, construções cheias de história, comida da melhor qualidade e festivais pra lá de animados. Pode apostar: não faltam programas legais para fazer em Paraty.

E, neste post, eu contarei o que você não deveria deixar de fora da sua primeira viagem.

Leia também: Onde ficar em Paraty | Dicas de bairros, pousadas e hostels

# O que fazer em Paraty

Mesmo depois de já ter visitado a cidade-histórica mais charmosa do Rio de Janeiro por diversas vezes, estes sete programas continuam sendo os meus favoritos para fazer em Paraty numa primeira viagem.

Para conseguir organizar todos eles num roteiro, recomendo que tenha ao menos quatro dias inteiros disponíveis. Mas é claro, caso não seja possível, a visita a Paraty continua valendo a pena. Neste caso, foque nas atrações que têm mais chances de te agradar.

1- Aprender sobre a história da cidade no Paraty Free Walking Tour
2- Caminhar pelo centro histórico
3- Conhecer a Praia do Sono
4- Tomar uma Gabriela e um Jorge Amado
5- Ir a Trindade
6- Fazer um passeio de barco
7- Mergulhar numa cachoeira
» Outros passeios para fazer em Paraty

1- Aprender sobre a história da cidade no Paraty Free Walking Tour

Uma das grandes surpresas que tive quando estava planejando minha viagem para Paraty é que a cidade possui um Free Walking Tour. Como sou fã dessas caminhadas, logo reservei uma manhã para fazê-lo.

Esse foi meu primeiro passeio em Paraty e recomendo que você faça o mesmo.

O motivo? Depois de conhecer um pouco da história e curiosidades da cidade, sua estadia será completamente diferente. Afinal, será impossível caminhar por uma quadra sem se lembrar de algum fato importante sobre a cidade.

Além disso, fazer esse passeio no começo da trip te da a possibilidade de conseguir dicas de lugares que você nem sequer tinha ouvido falar, seja com o guia ou com os outros participantes.

Informações

» Quando: Todos os dias, exceto quarta- feira

» Que horas: Há dois grupos, um às 10hs30 e o outro às 17hs

» Ponto de Encontro: Praça da Matriz

»Duração: Aproximadamente 2 horas

» Valor: Contribuição voluntária (normalmente as pessoas contribuem com algo entre R$20,00 e R$30,00. Porém, não há valor mínimo e definitivamente não há valor máximo).

» Site oficial: Free Walker Tour Paraty

dicas do que fazer no Centro Histórico de Paraty
Centro-histórico de Paraty

2- Caminhar pelo centro-histórico

O tour que recomendei como primeiro passeio já é pelo centro histórico. Ainda assim, sugiro que você reserve mais algum tempo para percorrer com calma as suas charmosas ruas.

Observe atentamente os detalhes das construções antigas, tire algumas fotos, pare em algum bar ou café – tudo sem pressa. Aliás, caminhar apressadamente pelo centro histórico de Paraty é uma coisa que eu não te recomendo. Isso porque, as chances de você tropeçar e machucar o pé são enormes.

Por fim, saiba que ir de tênis poderá te ajudar quando der algum tropeção. Por outro lado, fique ciente que você poderá molhá-lo caso a maré comece a subir. Afinal, frequentemente muitas ruas da cidade ficam alagadas durante certos períodos do dia.

o que fazer em paraty
Centro-histórico de Paraty

» Lista completa de passeios em Paraty

3- Conhecer a Praia do Sono

Rodeada pela vegetação da mata atlântica, a Praia do Sono é uma das mais lindas praias de Paraty. A simplicidade dos seus poucos restaurantes, campings e quartos para se hospedar, é o principal motivo que leva os viajantes a terem o mar como quintal de casa por alguns dias.

Para chegar até lá, primeiramente você precisa ir até a Vila do Oratório. Os ônibus da Colitur saem da rodoviária de Paraty com esse destino de hora em hora. A passagem custa R$ 5,00 e leva aproximadamente 45 minutos.

Depois disso há duas opções para você continuar seu caminho até a Praia do Sono: trilha ou barco. Para fazer a trilha desça no ponto final. Se acaso preferir ir de barco, pergunte ao motorista em qual ponto descer pois não é o mesmo.

Apesar de ter lido em alguns lugares que a trilha era cansativa, achei bem tranquila. Levei quarenta minutos para percorrer os 3,1 quilômetros. O trecho é bem demarcado e em muitos pontos há até corrimão e degraus bem feitos.

Depois de caminhar por toda a praia do Sono, no final dela começa outra trilha que te levará a Praia dos Antigos. São mais 700 metros, com uma grande subida, mas que valem a pena. Além da praia ser outro paraíso, você terá essa vista incrível da praia do Sono.

dicas do que fazer em Paraty
Praia do Sono

Leia também: 10 pousadas baratas em Paraty

4- Tomar uma Gabriela e um Jorge Amado

Além das belas praias e do agradável centro histórico, Paraty também é uma cidade muito famosa pelas cachaças que produz. E dentre elas, uma se tornou bastante popular entre os turistas: Gabriela.

A cachaça é bastante adocicada e pode ser encontrada em praticamente todos os bares e restaurantes de Paraty. A bebida que mais parece um licor, possui cravo, canela e muitas vezes gengibre na sua composição.

Por outro lado, o Jorge Amado é um drink preparado com a cachaça Gabriela, limão e maracujá. A mistura da bebida doce com a acidez dessas frutas forma uma combinação muito boa. Mais uma vez, praticamente todos os bares e restaurantes da cidade servem esse drink.

Cachaçaria em Paraty - dicas
Cachaçaria em Paraty

Leia também: 7 hostels em Paraty que realmente valem a pena

5- Ir a Trindade

O aconchego e a calmaria de Trindade conquista cariocas, paulistas e todos aqueles que se atrevem a conhecê-la. A pequena vila fica praticamente na divisa dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, entre as cidades de Ubatuba e Paraty.

Famosa por ser um destino alterativo e muito popular entre hippies nas décadas de 70 e 80, atualmente Trindade possui uma boa estrutura para receber os mais variados tipos de turistas: de mochileiros econômicos que querem acampar, a famílias com crianças que não abrem mão de certo conforto.

Para chegar a Trindade a partir de Paraty basta você pegar o ônibus da empresa Colitur que sai da rodoviária. Ele parte de hora em hora, custa R$ 5,00 e o percurso leva em torno de 45 minutos.

Se você tiver tempo disponível, ao invés de fazer um passeio bate-volta desde Paraty, talvez seja uma boa ideia se hospedar em Trindade por uma ou duas noites.

o que fazer em Paraty
Praia do Meio

6- Fazer um passeio de barco

Não tem jeito, para você conhecer algumas das mais belas ilhas e praias da região, terá que fazer algum passeio de barco em Paraty.

Seja em uma escuna ou em uma lancha privada, reserve pelo menos um dia para fazer um passeio desse tipo.

Há uma infinidade de rotas, barcos e preços para você escolher. Como estava com o orçamento beeeem limitado, acabei fazendo um passeio clássico: escuna, parada em duas ilhas e duas praias (Praia da Lula, Praia Vermelha, Ilha Comprida e Aquário Natural), saída do cais de Paraty as 11hs e retorno as 16hs, preço R$ 90,00.

Fechei o passeio com a Eco Turismo Paraty e fui com o barco Rei Felipe. O serviço oferecido foi bastante eficiente e de acordo com o que havia sido prometido. Dentro da escuna eles vendem bebidas, almoço e porções que custam a partir de R$ 30,00. O barco era bastante confortável, no entanto, não possui andar superior.

Como já mencionei, há uma grande variedade de tours que você pode contratar. Em toda região do centro histórico de Paraty há muitas agências, pousadas e hostels que oferecem esses passeios.

Além disso, outra opção é ir diretamente ao cais e fechar negócio lá mesmo. Essa é uma alternativa ainda mais interessante para quem quer fazer o passeio apenas com os seus amigos em um barco menor e privado. Apesar de ser um pouco mais caro, você terá total liberdade para conhecer os lugares que quiser e ficar quanto tempo desejar em cada um.

passeio de barco em Paraty
Praia da Lula

Saco do Mamanguá

Além do passeio de escuna, outro passeio de barco menos convencional para fazer em Paraty é de lancha pela região do Saco do Mamanguá.

Neste caso, as lanchas saem de Paraty-Mirim. Chegando nesta praia vários barqueiros oferecem o tour pela região, que custa em média R$ 600,00 o barco fechado. Portanto, o ideal é que você já esteja num grupo de pelo menos cinco pessoas, para que o valor pago por cada viajante não seja muito alto.

Se estiver sozinho ou em dupla, que foi o meu caso, dá pra ir até lá e tentar se juntar com algum grupo.

Neste itinerário, alguns dos lugares mais famosos, são: Saco da Velha, Praia Grande e Praia do Engenho.

Se acaso a turma tiver disposição, considere fazer uma parada prolongada na Praia do Cruzeiro para fazer a íngreme Trilha do Pico do Pão de Açúcar. Apesar de ser um pouco cansativa, é de onde se ganha a vista panorâmica mais linda de toda a região.

» Passeio de barco com a Escuna Netuno IV (R$ 105,00)

» Passeio de lancha Saco do Mamanguá (R$ 213,00)

lugares para conhecer em Paraty
Pico do Pão de Açúcar

Leia também: As melhores pousadas em Paraty

7- Mergulhar numa cachoeira

Por fim, outra categoria de atrações naturais em Paraty são as cachoeiras.

Uma das maneiras de conhecê-las é com um passeio de jipe oferecido pelas operadoras de turismo (R$ 90,00/pessoa). No entanto, se você estiver de carro, dá pra ir por conta própria sem nenhum problema.

Além disso, mesmo quem depende do transporte público consegue chegar na cachoeira mais famosa da cidade: a Cachoeira do Tobagã e o Poço do Tarzan – ambas estão na mesma área natural.

Para chegar lá, pegue o ônibus Penha, que parte da rodoviária de Paraty. Antes de ir, porém, consulte os horários e saída pois eles tem longos intervalos.

melhores passeios em Paraty
Cachoeira do Tobagã

# Roteiro de 4 dias em Paraty

Basicamente, cada uma das atrações indicadas ocupa um dia inteiro de atividades para fazer em Paraty. Porém, dependendo do horário de chegada e partida da cidade, dá pra incluir alguma atração nestes dias.

Confira abaixo uma sugestão de roteiro de 4 dias em Paraty.

Primeiro dia: Free Walking Tour pelo centro histórico (manhã) e cachoeiras por conta própria (tarde).

Segundo dia: Praia do Sono (dia inteiro).

Terceiro dia: Passeio de barco (dia inteiro).

Quarto dia: Trindade (dia inteiro)

*** Para bater perna por conta própria pelo centro-histórico, você pode aproveitar as horas vagas antes ou depois dos passeios.

*** Se acaso você tiver apenas dois dias inteiros para o seu roteiro em Paraty, eu dedicaria um dia para o centro-histórico e outro para o passeio de barco. Mas é claro, sinta-se livre para preencher os seus dias da maneira que achar mais adequada aos seus gostos!

# Festivais em Paraty

Além de todas as atrações históricas e naturais para conhecer, Paraty ainda oferece uma programação cultural fervilhante. Com uma agenda intensa de festivais ao longo do ano, cada evento é motivo de sobra para revisitar a cidade.

No entanto, tenha em mente que estes períodos não são os mais adequados para uma primeira viagem convencional de turismo. Isso porque, a cidade fica cheia, os preços sobem e a multidão pode aborrecer os viajantes que não estiverem interessado em tal programação.

Confira abaixo quais são os principais festivais em Paraty – para incluir no seu roteiro, ou evitar essa época.

» FLIP – Festa Literária Internacional de Paraty

Lançada em 2003, a cada ano a FLIP vem se consagrando como um dos mais importantes eventos literários do Brasil, e talvez, de toda América Latina.

Durante cinco dias a cidade recebe uma multidão que quer participar de palestras, discussões e oficinas literárias.

– Quando: normalmente em julho.

» Bourbon Festival Paraty

Outro festival de grande importância em nosso país e que também acontece em Paraty é o Bourbon Festival Paraty. Durante um final de semana inteiro a cidade oferece uma programação intensa de muita música boa: jazz, blues, soul e claro, música brasileira.

As charmosas ruas da cidade ficam ainda mais encantadoras com vários artistas, moradores e turistas.

– Quando: normalmente em maio.

» Festival da Cachaça, Cultura e Sabores de Paraty

Além das belas praias e do preservado centro histórico, Paraty também é uma cidade muito famosa pelas cachaças que produz. Consequentemente, não poderia deixar de haver um festival para uma das bebidas mais famosas do Brasil.

Esse é um dos eventos mais antigos que acontece em Paraty, desde 1982. Além de quiosques com os alambiques tradicionais: Pedra Branca, Paratiana, Engenho d’ Ouro, Coqueiro e Corisco; o festival possui tendas de comidas típicas e uma eclética programação musical.

– Quando: normalmente em agosto.

» Paraty em Foco

Fundado em 2005 pelo italiano Giancarlo Mecarelli, o Festival Internacional de Fotografia de Paraty é um evento desejado por muitos dos apaixonados pela fotografia.

Durante cinco dias a cidade recebe diversas exposições e fotógrafos que participam de palestras, workshops, bate papos.

– Quando: normalmente em setembro.

» MIMO

Outro festival com foco musical, o MIMO começou há dez anos em Olinda. Atualmente, além da cidade pernambucana, outras cidades históricas brasileiras sediam o evento, como: Tiradentes, Ouro Preto e Paraty.

Além de reunir cantores consagrados de diversos estilos musicais, a poesia e os filmes também estão presentes no MIMO.

– Quando: normalmente em outubro.

+ Dicas do que fazer em Paraty

Vale lembrar que esse são apenas alguns lugares e coisas para fazer em Paraty. A cidade possui muitas outras atrações e destinos a serem explorados na região.

» Para quem gosta de atrações culturais, não deixe de conhecer a Casa da Cultura e o Museu de Arte Sacra- ambos no centro histórico.

» Angra dos Reis está localizada a 96 quilômetros de Paraty (sentido Rio de Janeiro). Se você tiver bastante tempo disponível, pode estender sua viagem até lá, ou até mesmo até Ilha Grande.

» Já no sentido São Paulo, em direção a Ubatuba, a pequena Vila de Picinguaba encontra-se a apenas 40 quilômetros. De lá é possível fazer passeios de um dia até a paradisíaca Ilha das Couves.

» Caso queira, clique aqui e encontre outros passeios para fazer em Paraty.

3 lugares para se hospedar em Paraty

($) Para os viajantes que procuram um albergue, o Che Lagarto é uma das opções mais bem cotadas da cidade.

($$) Quem faz questão de privacidade, mas não quer gastar uma fortuna, a Pousada dos Contos tem um ótimo custo-benefício.

($$$) Podendo investir um pouco mais, vale conferir as suítes da Pousada Jardim dos Oliveiras.

» Se acaso preferir, clique aqui e confira outras ofertas de hospedagem em Paraty.

Avatar para Anônimo
Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

62 COMENTÁRIOS

  1. Amei as dicas! Ajudou muito a esclarecer como montar meu roteiro. Muito obrigada!

    E, gostaria de saber qual sua dica pra seguir a viagem no sentido São Paulo, em direção a Ubatuba, partindo de Trindade… passando pela pequena Vila de Picinguaba e de lá fazer passeios pra Ilha das Couves e seguir pra Ilhabela.

  2. Tenho imensa pena de não ter conhecido Paraty no ano que morei no Brasil. Adorei o seu roteiro, afinal nem só do centro histórico vive esse lindo destino. A caminhada até à Praia do Sono é um programa bem bonito, com o prémio final que essa vista maravilhosa.
    Você provou o Gabriela e Jorge Amado? São muito fortes esses licores? Não costumo beber álcool, mas com esses nomes, fica difícil resistir a provar, haha

    • Oi Ruthia, tudo bem?

      É uma pena mesmo, pois Paraty é um baita destino. Mas nada que uma viagem ao Brasil quando a pandemia passar não resolva esse problema, né?! hahaha

      Provei sim, e adorei. Não achei muito forte não. Aliás, achei bem docinho!

      Abraço

  3. Fazer um walking tour, em Paraty, é bom demais,pois você consegue interagir com a cidade histórica e ao mesmo tempo, conhece a história local.
    Também fiz um bate e volta a TRindade, onde há praias belíssimas e fiz o passeio de barco para desvendar as belezas naturais do local.

  4. Adorei a viagem pra Paraty, eu queria muito visitar esse lugar das cachaças, pois amo trazer para os amigos (os gringo pira!), e o Pico do Pão de Açúcar, que cor de água é essa? Maravilhoso!

  5. Adorei suas dicas!!! Viajarei para Paraty dia 10 de dezembro, uma quinta-feira, e ficarei, com meu companheiro, ate dia14!! Você sabe se esses passeios dá pra fazer em dois ou fica muito caro?? E sobre insetos!?

    • Oi Claudio, tudo bem?

      Que bacana! =)

      Os passeios costumam ser em grupo. Para fazer apenas em 2 você precisaria contratar algum privativo, e sim, acaba ficando bem mais caro se comparado aos passeios tradicionais.

      No caso, algumas coisas vocês podem fazer por conta própria, como por exemplo, a Trilha para a Praia do Sono ou visitar Trindade!

      Sobre insetos, nunca tive nenhum problema com isso.

      Espero que aproveitem a viagem!

      Abraço

  6. Oi. Murilo
    Estou indo a Paraty no início de Dezembro de 2020 com um casal de Amigos .
    Gostaria de saber oq teria de bom para fazer a noite em Paraty tipo barzinhos , Restaurante com algum tipo de músicas ao vivo
    Adorei as suas dicas da cachoeira do escorrego e a praia do sono também não vou deixar de ir Amo praia e cachoeiras , mais também gostaria de sair a noite !!?
    Um grande Abraço !!

    • Oi Wederson, tudo bem?

      No centro histórico de Paraty há muitos bares e restaurantes para curtir à noite!

      Dá para ir andando e parar naquele lugar que mais te agradar no momento, sabe?!

      Não sei se ainda acontece, mas às segundas-feiras tinha o Samba da Bênção Paraty, em frente a Praça da Matriz.

      Abraço!

  7. Oi, Murilo! Adorei as dicas mas achei que não há muitas opções para criança pequena (no caso minha filha tem 2 anos). Você teria algo pra indicar? Obrigada

    • Oi Vanessa, tudo bem?

      Infelizmente não conheço nenhuma atração específica para crianças desta idade! =(

      No caso, acho que o ideal é adaptar os passeios que há, em um ritmo mais tranquilo, para que sua filha não fique muito cansada.

      Abraço

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here