COMPARTILHAR

Atenção Viajante!!!

Economize no seu seguro viagem fazendo uma cotação online, que compara as melhores seguradoras do mercado. E também, utilize o cupom de desconto VOLTOLOGO5 para garantir 5% de desconto.

»»» Clique aqui e descubra agora quanto você vai precisar investir na sua segurança durante a sua viagem.

PS: Pode apostar que é menos do que você imagina! :)

viagem em BHNão sei você, mas confesso que nunca havia pensado em BH como um destino turístico. Sabe aqueles lugares que sonhamos em passar nossas férias??? Então, nunca tive essa ideia sobre a capital mineira. E talvez seja exatamente por isso que ela tenha me surpreendido tanto.

Com seu jeito mineiro ser ela foi me conquistando e se revelando pouco a pouco, sem grandes estardalhaços. Uma praça aqui, alguns centros culturais ali, dois ou três parques super agradáveis e fotogênicos acolá. Vai juntando a tudo isso comidas deliciosas, barzinhos animados dos mais variados tipos, e no final, uma conta bem menor do que a que estou acostumado a pagar em São Paulo. Pronto. Fiquei me perguntando porque demorei tanto tempo pra visitá-la.

Pois bem, se você já se deu conta de tudo isso e está planejando a sua viagem à Belo Horizonte, tenho o imenso prazer em te dizer que está no lugar certo. Nesse post irei te dar todas as dicas necessárias para que a sua trip saia do papel. Aqui você encontrará informações de como chegar, onde ficar, o que fazer, onde comer e muitas outras dicas de viagem e turismo em Belo Horizonte.

Leia também: Onde ficar em Belo Horizonte | Melhores bairros e hotéis

# Chegando, saindo e circulando

⇒ ⇒ ⇒ Chegando de avião

Quem chega voando na capital mineira provavelmente irá aterrissar em Confins, no Aeroporto Internacional Tancredo Neves. Esse é o aeroporto que recebe a grande maioria dos voos à BH, mas na realidade ele está localizado a 40 quilômetros da cidade.

O melhor custo x benefício para fazer o deslocamento aeroporto ↔ bairros de BH, na minha opinião, é com os ônibus da Conexão Aeroporto. Há classes executivas e convencionais, que custam R$ 27,00 e R$ 13,00 respectivamente. O tempo de percurso é de aproximadamente uma hora.

Já uma corrida de táxi entre esse aeroporto e regiões do centro de BH costuma sair por R$ 120,00.

⇒ ⇒ ⇒ Chegando de ônibus

Essa foi a minha escolha para ir de São Paulo à Belo Horizonte. A empresa de ônibus que opera essa linha é a Cometa. Há muitas saídas durante todo o dia e as passagens custam em torno de R$ 130,00.

Sinceramente nem é tão mais barato do que uma passagem aérea, mas quando a viagem não é muito longa (8 horas) e pode ser feita durante a noite, eu prefiro fazer esse deslocamento por terra do que ter toda uma logística de horários e deslocamentos até aeroportos.

A rodoviária de Belo Horizonte está localizada na região central da cidade, de lá é bem fácil e barato ir para os outros pontos de BH. Por exemplo, eu fui até à Savassi de ônibus, paguei R$ 3,80 e o trajeto não levou mais do que vinte minutos. Se tivesse optado por um táxi pagaria algo em torno de R$ 25,00.

⇒ ⇒ ⇒ Circulando em Belo Horizonte

Apesar da cidade possuir metrô, não conte com ele.  O transporte público “oficial” de Belo Horizonte são os ônibus. Eu achei bem fácil me locomover assim, sempre havia alguma linha que passava pelos lugares que pretendia ir.

Também andei bastante. Para mim essa foi a melhor forma de conhecer os pontos turísticos do centro e da Savassi.

turismo e viagem em BH
Vista do Mirante das Mangabeiras

# Onde se hospedar em BH

Assim como toda grande cidade, há diversos bairros interessantes para se hospedar em Belo Horizonte. Tudo vai depender do seu orçamento, estilo de viagem e até mesmo daquilo que pretende fazer na capital mineira.

Eu mesmo optei em me hospedar em dois lugares diferentes por causa da minha programação. Em um primeiro momento fiquei na Savassi, pois ali estaria bem perto dos lugares turísticos que pretendia visitar.  Porém, outro motivo havia me levado até BH, o Encontro de Blogueiros de Viagem da RBBV. Como a maior parte desse evento seria na região da Pampulha, também fiquei hospedado por lá durante alguns dias.

⇒ ⇒ ⇒ Hospedagem na Savassi

Em uma comparação com São Paulo, diria que esse bairro é uma espécie de Vila Madalena mineira. Apesar da atmosfera não ser tão cool como no bairro paulistano, aqui você também encontrará diversos bares, restaurantes, cafés, padarias, e claro, muitas opções de hospedagem devido a sua boa localização. Vale lembrar que ao ficar por aqui você estará bem perto da Praça da Liberdade e de outros pontos turísticos de BH. Também achei o acesso com transporte público bem fácil.

A minha escolha na Savassi foi o Adrena Sport Hostel. Fiquei em um dormitório compartilhado para 10 pessoas com banheiro dentro do próprio quarto. O ambiente era bem espaçoso, cada cama possui uma tomada individual e um locker bem grande para guardar seus pertences.

A área comum também é bem agradável: sala com TV, bar/hamburgueria que funciona durante à noite e uma cozinha pequena mas bem equipada.

O café da manhã estava incluído no valor da diária. Havia pão francês, presunto, queijo, bolachas, manteiga, dois tipos de frutas, café, leite e suco.

O preço da diária nesse dormitório foi de R$ 50,00.

Definitivamente é um lugar que ficaria outras vezes e recomendo.

onde se hospedar em BH

Se você prefere se hospedar em hotéis e ter mais privacidade, o Max Savassi e o Ibis BH Savassi são super bem avaliados e possuem um ótimo custo x benefício.

⇒  Confira todas as opções de hospedagem na Savassi

⇒ ⇒ ⇒ Hospedagem na Pampulha

Como já mencionei anteriormente, a minha hospedagem por essa região foi motivada pelo Encontro de Blogueiros de Viagem da RBBV. Afinal, a maior parte do evento aconteceu por esses lados.

Também gostei bastante dessa parte da cidade, mas vale lembrar que a Pampulha fica um pouco afastada dos outros bairros e pontos turísticos de BH. Se ficar por aqui planeje-se bem, pois irá gastar mais tempo e dinheiro com os seus deslocamentos pela capital mineira.

A minha “casa” foi o Universidade Pampulha UP Hostel. Ele fica praticamente ao lado do Mineirão e da UFMG, e segue a mesma linha do que fiquei na Savassi: dormitório e banheiro bem espaçoso (com locker e tomada individual), área comum agradável e café da manhã simples, mas bem gostoso. O preço da diária também foi de R$ 50,00.

onde ficar em BH
© Universidade Pampulha UP Hostel

No caso de querer ficar em hotel, consulte o Pampulha Design Hotel e o Quality Hotel Pampulha. Você encontrará suítes duplas a partir de R$ 160,00 a diária. 

 ⇒  Consulte aqui outras opções de hospedagem na Pampulha

# Principais atrações e pontos turísticos de BH

Confesso que fui surpreendido com a quantidade de passeios e atrações que Belo Horizonte tem a oferecer. Para você ter uma ideia, passei quatro dias inteiros e não consegui conhecer tudo o que gostaria. Tudo bem que a chuva e o mal tempo atrapalharam um pouco os meus planos, mas mesmo assim, para conhecer tudo o que queria só com outra viagem.

Você pode começar suas andanças pela Praça da Liberdade e o seu famoso Circuito Cultural. Há vários museus e centros de cultura por essa região que valem a visita. Os meus preferidos foram o Centro Cultural Banco do Brasil e Memorial Minas Vale.

Pertinho dali, você pode aproveitar o final da tarde na Savassi – um bairro cheio de opções de barzinhos, cafés e restaurantes.

o que fazer em BH
Praça da Liberdade

E já que toquei no assunto comida, outro lugar que você não pode deixar de fora da sua viagem é o Mercado Central. Lá você encontrará doces típicos, cachaças, temperos, pão de queijo recheado e muitas outras delícias da cozinha mineira.

A menos de um quilômetro do Mercado Central está outro destino que pode ser do seu interesse quando visitar Belo Horizonte: o Parque Municipal – uma imensa área verde bem no centro da capital mineira. Confesso que achei o parque um pouco descuidado, mas ainda assim valeu a visita para uma caminhada rápida e algumas fotos.

Outro parque que merece ser visitado, e com mais tempo, é o Parque das Mangabeiras. Localizado ao pé da Serra do Curral, é uma excelente opção de passeio para quem quer fugir da agitação de cidade grande, ter contato com a natureza e ainda apreciar uma bela vista de Belo Horizonte. Pertinho do parque você pode aproveitar para conhecer outro ponto turístico bem famoso de BH, a Praça do Papa.

E por último, mas não menos importante, reserve pelo menos um dia da sua trip para explorar a região da Pampulha.  Essa, é na minha opinião, uma das áreas mais bonitas de toda a cidade.

o que fazer em Belo Horizonte
Lagoa da Pampulha

Leia também: O que fazer em Belo Horizonte

# Onde comer em BH

Como fiquei hospedado a maior parte do tempo na região da Savassi, a maioria dos lugares que vou indicar estão nesse bairro. Mas não faça disso uma regra, porque o que não falta em Belo Horizonte são restaurantes para você provar os sabores de Minas.

⇒ ⇒ ⇒ Chalé Mineiro

Restaurante estilo self service por quilo com uma variedade enorme de pratos típicos da cozinha mineira. Funciona somente no almoço e o valor é R$ 34,00/kg.

Almocei lá duas vezes e só não fui uma terceira porque queria experimentar outros lugares.

⇒ Endereço: Rua Tomé de Souza, 1121 – Funcionários
⇒ Horário de funcionamento: Segunda a sexta das 11:00h às 14:30h | Sábado, domingo e feriados das 11h às 16h

⇒ ⇒ ⇒ A Pão de Queijaria

Pertinho do Chalé Mineiro, é aqui que está, possivelmente, o pão de queijo mais famoso (e saboroso) de Belo Horizonte. Recebi tantas recomendações desse lugar antes da viagem que não poderia de forma alguma ignorá-lo.

Em um espaço pequeno e bem decorado, A Pão de Queijaria serve verdadeiras refeições disfarçadas de pão de queijo. O carro chefe da casa são os pães de queijo recheado, mas os tradicionais acompanhados de algum “creme do dia” também fazem muito sucesso.

Sobre os preços, o pão de queijo simples, sem recheio, custa R$ 4,50 cada. Os recheados são bem mais carinhos e custam a partir de R$ 18,00. Você também tem a opção de pedir acompanhado de polentinhas fritas ou salada, nesse caso pagará em torno de R$ 23,00.

Infelizmente a minha fome/desespero para comer não me permitiu tirar fotos dessas delícias, quando lembrei só havia metade na minha mão. Mas lá no blog Coisos On The Go tem um post inteirinho sobre  A Pão de Queijaria, vale a pena conferir.

⇒ Endereço: Rua Antônio de Albuquerque, 856 – Funcionários
⇒ Horário de funcionamento: Segunda a sábado das 11:30h às 23:30h  

⇒ ⇒ ⇒ Hay Salsa

Uma ótima opção para um lanche rápido, almoço ou jantar. Descobri esse lugar por acidente, e o que me conquistou a primeira vista foram as mesinhas e cadeiras na calçada.

Cheguei no meio da tarde e, por isso, eles não estavam servindo refeições. Mas foi uma ótima oportunidade para  experimentar as deliciosas pizzas em pedaço que custa R$ 5,80 cada fatia. Também há uma grande variedade de cervejas, e pelo menos a que eu tomei estava super gelada.

Durante o almoço e jantar eles servem algumas opções de massas e carnes. Os pratos custam a partir de R$ 20,00.

⇒ Endereço: Rua Paraíba – Savassi
⇒ Horário de funcionamento: Segunda a quinta das 11h às 23h | Sexta e sábado das 11h às 1h | Domingo das 18h à meia noite

⇒ ⇒ ⇒ Chopp da Fábrica

Esse restaurante/bar foi uma bela surpresa na minha última noite em BH. Estávamos em um grupo grande, e queríamos um lugar onde pudéssemos comer (comida de verdade) e beber uma cervejinha. A indicação veio do Helder, do blog Nerds Viajantes, e não poderia ter sido melhor.

Além da cerveja gelada que tanto precisávamos, o Chopp da Fábrica também possui um cardápio bem diversificado de refeições. Há sanduíches, porções, comida mineira e outros pratos mais tradicionais.

Escolhemos o famoso Mixidão: arroz temperado, torresmo, linguiça, ovo. Estava absolutamente delicioso. Pedimos um prato para três pessoas e ele deu tranquilamente para quatro famintos. Aliás, essa é outra característica do restaurante, as porções são bem fartas.

Os pratos individuais custam a partir de R$ 20,00.

⇒ Endereço: Avenida do Contorno, 2736 – Santa Efigênia
⇒ Horário de funcionamento: Segunda a sexta a partir das 11h | Sábado e domingo a partir das 11:30h | Fecha somente de madrugada

⇒ ⇒ ⇒ Maria das Tranças

O Maria das Tranças é um dos restaurantes mais tradicionais de Belo Horizonte, e a especialidade da casa são os frangos. Há de diversos tipos: com quiabo, ensopado, frito e, o clássico, ao molho pardo – que estava absolutamente incrível.  O Parmegiana Maria das Tranças também é bastante elogiado.

Outro destaque do restaurante é o atendimento de primeiríssima qualidade. Vale lembrar que o restaurante possui dois endereços, o que eu conheci é o que está localizado na região da Pampulha, no bairro São Francisco.

⇒ Endereço: Rua Estoril, 938 – São Francisco
⇒ Horário de funcionamento: Segunda a sábado das 11h às 22h | Domingo das 11h às 18h

⇒ ⇒ ⇒ Choperia Albanos

Ambiente agradável, chopp gelado, petiscos deliciosos e atendimento super ágil. Até tentei encontrar algum defeito enquanto estava lá, mas a minha experiência foi fantástica.

⇒ Endereço: Rua Pium-Í, 611 – Anchieta
⇒ Horário de funcionamento: Terça a sexta das 18h à 01h | Sábado das 12h à 1h | Domingo 12h às 20h

Dicas de viagem e turismo em BH

Uma viagem a BH pode servir como ótima base para você conhecer outras cidades e atrações de Minas Gerais.

⇒  ⇒  ⇒ No município de Brumadinho, a 60 quilômetros de Belo Horizonte, encontra-se o Instituto Inhotim. Um museu de arte contemporânea ao ar livre que costuma agradar a maioria das pessoas que o visita.

⇒  ⇒  ⇒ Se você estiver com tempo disponível, por que não estender sua viagem até Congonhas, Mariana e Ouro Preto? Tenho certeza de que conhecer algumas das cidades históricas de Minas Gerais te proporcionará uma bela viagem. Eu mesmo aproveitei para passar alguns dias em Ouro Preto e não me arrependi nem um pouquinho.

⇒  ⇒  ⇒ Outro lugar que me pareceu muito interessante, mas, que infelizmente não tive tempo de conhecer é a Gruta do Maquiné. As cavernas que são verdadeiros tesouros subterrâneos estão localizadas na cidade de Cordisburgo, a 120km de Belo Horizonte.

⇒  ⇒  ⇒ NOTA: Os preços apresentados nesse post são referente a novembro/2016.

E você, tem outras dicas de viagem à BH??? Me conta aí nos comentários! 🙂 

COMPARTILHAR
Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

2 COMENTÁRIOS

  1. Olá Murilo, sou moradora em BH e adorei suas dicas e elogios a minha cidade.
    Em outra oportunidade em BH, conheça um bairro tradicional e muito bom para fim de tarde e noite. É o Bairro de Santa Tereza.
    Aos domingos temos a Feira Ripe, com um artesanato riquíssimo e muitas barracas com comidas e uma cerveja geladinha.
    Próximo a Ouro Pretos temos Lavras Novas uma cidadezinha lindinha e a estrada para chegar até lá é fantástica.
    Abraço Maria Cecília

    • Oi Maria Cecília,

      Que bom que gostou!!! Fico super contente em saber! 🙂

      Dicas anotadas para uma próxima ida a BH (espero que seja em breve).

      🙂

      Abraço

  2. * Para evitar comentários spans (falsos), solicitamos que ao deixar sua mensagem você também preencha um campo com seu nome e e-mail.
    Mas não se preocupe, pois estas informações estão seguras e seu e-mail não será exibido e nem compartilhado com outras pessoas!
    Para mais informações clique aqui para ler a nossa Política de Privacidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here