Lago Atitlán, na Guatemala: Tudo o que você precisa saber para organizar o seu roteiro de viagem. [Documentos, clima, como chegar, hospedagem, o que fazer, passeios e outras dicas práticas!]
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!
Acredito que quase todos os países possuem uma ou mais cidades que acabam se tornando o ponto de encontro entre mochileiros. No caso, são àquelas cidades normalmente pequenas, com boa infraestrutura para o turista, baixo custo, localizadas na praia ou no pé de alguma montanha.

Na América Latina você encontrará muitos lugares assim.

É o caso de Montañita, com suas belas praias e festas muito loucas no Equador.

Na Nicarágua, quem ocupa essa vaga é San Juan del Sur, também conhecida pelas boas ondas e festas animadas.

E, na Guatemala, a representante dessa categoria é a região do Lago Atitlán.

Localizado a 120 quilômetros da cidade de Antigua, este é um daqueles lugares que você não pode deixar de conhecer quando visita algum país.

Formada por um enorme lago, três vulcões e pequenos vilarejos, essa área é uma das mais procuradas pelos viajantes que se aventuram pela Guatemala.

Leia também: Melhores passeios para fazer na Guatemala

# Dicas de viagem ao Lago Atitlán

1- Documentos para viajar à Guatemala
2- Melhor época para ir ao Lago Atitlán
3- Quantos dias ficar?
4- Como chegar ao Lago Atitlán?
5- Hospedagem no Lago Atitlán
6- O que fazer no Lago Atitlán
» Contratar seguro viagem para a Guatemala

1- Documentos para viajar à Guatemala

Brasileiros não precisam de visto para entrar na Guatemala caso a viagem seja a turismo por até 90 dias. No entanto, lembre-se de que você precisará de um passaporte válido para entrar no país.

Além disso, os brasileiros devem apresentar o Certificado de Vacinação Contra a Febre Amarela, sendo que a vacina deve ser tomada pelo menos 10 dias antes da data de embarque.

Por fim, em caso de atravessar fronteiras terrestres saiba que pode ser cobrado pequenas taxas de entrada e/ou saída. O valor não costuma ser maior do que US$ 5,00 e o pagamento deve ser feito em dinheiro na moeda local.

Seguro viagem para Guatemala

Apesar de não ser obrigatório, recomendo que você contrate um seguro viagem para sua viagem a Guatemala. Aliás, esse é um cuidado que, na minha opinião, devemos ter em qualquer ocasião em que vamos sair do nosso país.

Uma boa plataforma para contratar seu seguro é a Seguros Promo. Lá você encontrará planos de diversas seguradoras que custam a partir de R$ 15,00 por dia de viagem.

Além disso, saiba que utilizando o cupom VOLTOLOGO5 você ganha 5% de desconto. E, fazendo o pagamento através de boleto bancário, pagará mais 5% a menos. Portanto, sua economia pode chegar até 10%.

Se acaso quiser fazer uma cotação online, clique aqui.

2- Melhor época para ir ao Lago Atitlán

A melhor época para viajar ao Lago Atitlán é de novembro a abril. Afinal, estes são os meses mais secos e ideais para passeios ao ar livre.

Maio e outubro são meses de transição e a viagem continua valendo a pena. No entanto, esteja preparado para alguns dias nublados e possíveis aguaceiros esporádicos.

Por outro lado, evite viajar de junho a setembro. Isso porque, este é o período mais chuvoso, e os temporais certamente atrapalharão as suas férias.

Lago Atitlán - roteiro
Lago Atitlán

3- Quantos dias ficar?

Recomendo passar ao menos dois dias inteiros na região do Lago Atitlán. 

Dessa forma, você poderá explorar o vilarejo em que estiver hospedado e ainda fazer algum passeio extra no outro dia.

Com mais tempo, considere dividir a sua estadia em duas vizinhanças diferentes.

4- Como chegar ao Lago Atitlán?

O principal ponto de partida para ir até os vilarejos do Lago Atitlán é a cidade de Antigua.

Isso porque, além de estar a apenas 90 quilômetros do lago, Antigua é outro destino bastante popular na Guatemala. Consequentemente, há muitas agências locais que oferecem transporte e passeios até lá.

Shuttles

Esse é um transfer compartilhado (vans) oferecido por muitas agências de turismos e hostels.

Além da vantagem de ir confortavelmente no seu assento, os shuttles costumam buscar cada viajante em seu local de hospedagem, facilitando ainda mais o deslocamento. 

Há muitos lugares que oferecem esse serviço, portanto, vale a pena dar uma pesquisada nos preços. A viagem dura aproximadamente quatro horas e os valores são, em média, de US$ 15,00 por pessoa.

Chicken buses

O meio de transporte mais famoso da América Central também é uma das opções para esse percurso.

Como de costume você terá que fazer várias conexões para chegar até Panajachel – o principal vilarejo do Lago Atitlán.

Basicamente o caminho, é:

» Antigua x Chimaltenango
» Chimaltenango x Los Encuentros
» Los Encuentros x Sololá
» Sololá x Panajachel

Chegando em Panajachel, você deve ir até o porto para pegar um barco que te levará até a vila que você quer ficar.

Todo o caminho demora aproximadamente seis horas e custará em torno de US$ 9,00 ( com o valor do barco incluído).

Chicken bus especial

Essa foi a alternativa que utilizei para chegar até o Lago Atitlán. Poucas pessoas sabem da sua existência, pois os hostels e agências de turismo quase nunca informam sobre esse meio.

Consiste em um chicken bus como outro qualquer, porém, ele sairá de Antigua e terá como destino final Panajachel. Ou seja, você não terá que trocar de ônibus várias vezes como na opção anterior.

Há apenas uma saída diária, às 7:00hs, sendo que o ponto de partida é perto do mercado da cidade. Encontrei apenas uma agência que vende a passagem antecipadamente.

Muitas pessoas vão direto a esse ponto de ônibus pela manhã e compram na hora. O valor da passagem é U$ 5,00 + o valor  a ser pago pelo barco em Panajachel.

como chegar no Lago Atitlán - Guatemala
Lago Atitlán

5- Hospedagem no Lago Atitlán

A maior parte da rede hoteleira do Lago Atitlán se concentra em três vilarejos: Panajachel, San Pedro la Laguna e San Marcos.

Enquanto Panajachel é o ponto comercial mais próximo das outras cidades “fora do lago”, San Pedro e San Marcos têm a magia que só pequenas vilas são capazes de proporcionar.

Entre San Pedro e San Marcos, o primeiro é mais adequado para quem gosta de agito e movimento, e o segundo mais conveniente para quem quer mais sossego e tranquilidade.

Além disso, San Pedro la Laguna possui hospedagens ligeiramente mais econômicas se comparada à San Marcos.

Sobre os preços das acomodações, a boa notícia é que os quartos, de um modo geral, são bem simpáticas.

Além de dormitórios compartilhados por menos de R$ 40,00 por noite, é comum encontrarmos suíte privativa individual por menos de R$ 100,00. 

Hostels e hotéis no Lago Atitlán

Para se hospedar nos melhores albergues de Panajachel, considere ficar no Selina Atitlán ou no Dreamboat Hostel.

Ou, se acaso preferir um quarto privativo econômico, o Pana House é uma escolha certeira.

Em San Pedro la Laguna, o albergue mais famosinho entre os mochileiros é o Amigos. Outro que vem ganhando espaço entre os forasteiros, principalmente que exigem mais conforto, é o Papaya’s Hostal.

Para investir em um quarto individual sem ir à falência, vale a pena se hospedar no Shanti Shanti Hotel.

Ou, para uma hospedagem mais estrelada, considere ficar no Sababa Resort.

Em San Marcos, os dois hotéis mais bem cotados são o Lush Atitlán e o Chalé Baba Yaga.

6- O que fazer no Lago Atiatlán

Um dos motivos do Lago Atitlán ser procurado por nove entre dez turistas na Guatemala, é que ele possui diferentes vilarejos para variados perfis de viajantes.

Por exemplo: enquanto uma vila é famosa pelas festas, outra é destinada aos forasteiros que buscam tranquilidade e tem uma pegada mais zen.

Além disso, é bem comum as pessoas mudarem de vilarejo ao longo do roteiro. Ou seja, passa cerca de duas noites em cada vizinhança.

Por outro lado, se você estiver com os dias contados, o ideal é se hospedar em apenas um local e visitar os outros vilarejos em passeios bate-volta.

Panajachel

É o centro comercial dessa região e de onde saem os barcos para os demais vilarejos do lago. Apesar de haver algumas opções de hospedagem, a maioria das pessoas apenas passam por Panajachel.

San Pedro la Laguna

É o destino para quem está a fim de curtir o dia e a noite.

Há boas opções de barzinhos e baladas onde as festas terminam tarde. Por conta disso, nesse vilarejo o público é predominantemente jovem.  

Outra curiosidade é a presença massiva de israelenses. Aliás, você verá diversos cardápios e placas informativas em hebraico.

San Pedro
San Pedro la Laguna

San Marcos

Esse é o vilarejo mais tranquilo e zen do lago. Portanto, muitas pessoas que estão querendo praticar ioga, relaxar ou meditar, escolhem San Marcos como destino.

O lugar também possui belas vistas e o ecoturismo é bem difundido.

Santiago de Atitlán

O maior vilarejo do Lago Atitlán é também onde a cultura maia está mais presente. Inclusive, aqui é onde se encontra a imagem  de Maximón, que seria a reencarnação do deus Maia.

A maioria dos turistas visitam esse vilarejo em um único dia, em passeios no esquema bate-volta.

guia de viagem américa central

Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

17 COMENTÁRIOS

  1. Fala, Murilo!

    Tô verificando a possibilidade de ir à Guatemala no fim do ano e tentando bolar um roteiro. Você acha que vale a pena fazer um bate-volta em Panajachel saindo de Antigua? Tô pensando em ficar em Antigua entre sexta e terça ou quarta e de lá fazer um tour pro Mercado de Chichicastenango no domingo e um pro Atitlán em outro dia. Um dia só dá pra aproveitar ou fica muito corrido? É indispensável se hospedar lá e ficar mais alguns dias?

    Abraço!

    • Faaala Heitor, tudo bem?

      Cara, pro Mercado de Chichicastenango até rola um bate-volta. Pra Panajachel e Lago Atitlán acho que não vale a pena não…
      Vai ficar beeeem corrido. Pra aproveitar o ideal seria passar duas noites em algum vilarejo do Lago.

      Abração!

        • Hummm… Pra falar a verdade não me lembro pois não cheguei a passar na Cidade da Guatemala.
          Mas acredito que sim. Ou no máximo você tenha que até Antigua e depois para a capital!

          Abraço

          • Faaala Heitor, tudo bem?

            Cara, assim de imediato não tenho nenhuma. Fiquei hospedado em San Pedro, e não recomendo o lugar que fiquei. (Era uma casinha sem nome que achei na hora… hahaha)

            Dá uma olhadinha no Booking e no HostelWorld. 🙂

            >>> https://www.booking.com/index.html?aid=884635

            Abração!

            Ps: A propósito, quando será sua trip mesmo? (Depois vou querer saber como foi!)

          • Cara, vou te falar: tava querendo ir em dezembro, cheguei a reservar alguns hotéis, mas ainda não comprei as passagens. Só que com essas turbulências que tão rolando lá na América Central eu tô meio receoso. Inclusive falei com uma amiga que mora no México e ela me recomendou deixar pra depois. Será que eu me arrisco?

          • Fala Heitor…

            Realmente, algumas regiões no momento estão um pouco turbulentas. No entanto, pelo que li o caso mais complicado é a Nicarágua.
            Não lembro se seu roteiro passaria por lá (?!). Caso fosse, eu evitaria este país.

            Apesar disso, tenho alguns colegas que estão viajando pela América Central e estão aproveitando bastaaante.
            Não sei se conhece o perfis no Instagram @viajandocomgabi e @vidademochila ?

            A Gabi já chegou ao México e pulou apenas a Nicarágua. O Richard está na Costa Rica ainda.
            Talvez eles te possam dar a você um parecer mais atual de como está sendo viajar por lá.

            Abração

  2. Olá, Murilo, muito bom seu blog.
    Vou viajar sozinho pra Guatemala e irei ao Atitlan.
    Minha ideia era ficar em San Pedro, mas estou com certo receio dos “invasores israelenses”.
    Tive péssimas experiências anteriores em hostels onde eles predominam, em virtude de sua falta de educação, desrespeito com as culturas e povos locais, dentre outras situação desagradáveis que não convém ao caso.
    Vc saberia me sugerir algum hostel em San Pedro mais diversificado em termos de hóspedes e com ambiente bacana, pra interagir com as pessoas? Ou melhor ir pra outra cidade mesmo?
    Agradeço a ajuda e parabéns pelos relatos.
    Um abraço
    Rodrigo

    • Oi Rodrigo!

      Que bom que curtiu o blog! 🙂

      Cara, infelizmente não sei te indicar um hostel com essas características! =[

      Pra falar a verdade eu nem lembro o nome do que eu fiquei, e de qualquer forma ele não era lá aquelas coisas. hahaha

      Abração!

  3. Fala Murilo.

    Td bem? Parabéns pelo blog ta show de bola, minha principal referência pra montar meu mochilao na AC.

    Bom, peguei um ovo chegando em belize e partindo da cidade da Guatemala pra Costa rica. Queria saber se essas opções de transporte tb valem no sentido oposto. Por exemplo, e fácil achar shuttle de flores para o lago atilan. E do lago para antigua?

    Mto obrigado pela ajuda

    • Oi Daniel,

      Bom saber que gostou do blog! 🙂

      Há muitos shuttles pela Guatemala. Em Antigua há muuuitas agências que oferecem o shuttle para o Lago.
      Já do Atitlán não tenho certeza se tem direto até Flores. Acho que você tem que voltar para Antigua e lá pegar outro!

      Abraço

    • Oi Brenda,

      Eu peguei o barco para San Pero na hora da almoço +-.
      Mas imagino que até o fim da tarde ainda tenha!
      Até umas 17:30h, 18hs acho que é tranquilo… (mas não tenho 100 % de certeza)!
      hehehe

      Abraço

    • Olá Robertta!
      Então, é uma agência bem pequena que nem nome têm… O cara da agência fica em uma mesinha na entrada de um padaria!

      É na rua do Mc Donalds (quase chegando no mercado de artesanato)…bem perto do MC só que do lado oposto!

  4. * Para evitar comentários spans (falsos), solicitamos que ao deixar sua mensagem você também preencha um campo com seu nome e e-mail.
    Mas não se preocupe, pois estas informações estão seguras e seu e-mail não será exibido e nem compartilhado com outras pessoas!
    Para mais informações clique aqui para ler a nossa Política de Privacidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here