Dicas do que fazer no Parque Ibirapuera, em São Paulo: Melhores atrações para o seu passeio no maior parque de Sampa!
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Mesmo já tendo ido ao parque mais famoso de São Paulo diversas vezes, eu ainda não esgotei todas as possibilidades sobre o que fazer no Parque do Ibirapuera. Isso porque, ao contrário das áreas verdes mais convencionais, o Ibirapuera é um verdadeiro complexo de lazer com diversas atrações para os visitantes.

Caminhar, praticar atividade física ou ler um livro na sombra são ótimos passatempos tradicionais. No entanto, saiba que há muito mais o que fazer no Parque Ibirapuera. Há tantos atrativos que não seria exagero dedicar um dia inteirinho para experimentar tudo o que o parque – que foi inaugurado em 1954 – tem para oferecer.

E, para que você não deixe de fora do seu roteiro nenhuma atração do Ibirapuera, neste texto eu contarei a você quais as atividades mais bacanas para incluir na sua programação. Vá com tempo e se organize, afinal, há muito o que fazer por lá!

Leia também: 10 parques em São Paulo para fugir do caos!

# O que fazer no Parque Ibirapuera

Embora o Parque Ibirapuera esteja aberto diariamente, nem todas as atrações tem o mesmo horário de funcionamento. Algumas, inclusive, podem estar fechadas em determinados dias da semana.

Portanto, caso você queira visitar todos atrativos que irei indicar, é fundamental se organizar para visitar o parque num dia em que todas as áreas de lazer estejam funcionando.

Além disso, outro detalhe a destacar é sobre os custos do seu passeio. Apesar da entrada ao Parque Ibirapuera ser gratuita, algumas atividades – como museus – cobram ingresso.

1- Ficar à toa

Caminhar, ficar largado no gramado, ler, fazer um piquenique e simplesmente observar o vai e vem das pessoas, embora sejam atividades que podem ser feitas em praticamente qualquer parque, também é uma das melhores coisas para fazer no Ibirapuera.

No entanto, neste caso, há um diferencial: com uma imensidão de 1,6 milhão de metros quadrado, uma simples caminhada de reconhecimento de área pode exigir ao menos uma hora.

Ainda assim, não se engane. Mesmo com tanto espaço disponível, aos finais de semana nem sempre é tão fácil encontrar um lugar vago na sombra. Muitas vezes, o Parque Ibirapuera chega a receber 200 mil pessoas entre o sábado e domingo.

passeio no Parque Ibirapuera
Lago no Ibrirapuera

Leia também: 10 principais pontos turísticos em São Paulo

2- Atividade física

Como não poderia deixar de ser, praticar alguma atividade física é ou programa clichê imbatível para fazer no Parque Ibirapuera.

Bicicletas, patins, skates e patinetes dividem a ciclovia do parque e, muitas vezes, também estão circulando no mesmo espaço destinado aos pedestres. Portanto, atenção para não esbarrar em ninguém e se machucar.

Além disso, o Parque Ibirapuera também possui diversas quadras esportivas. Futebol e basquete são as modalidades que reinam por lá.

Já nas diversas áreas de gramado, é comum ver pessoas se alongando, praticando yoga ou até mesmo fazendo algum circuito funcional. No final da tarde diversos grupos se reúnem – muitas vezes acompanhados de profissionais de atividade física – para mais uma aula pra lá de animada.

atividades no Ibirapuera
Parque Ibirapuera

Leia também: Roteiro de 3 dias em São Paulo

3- Museu de Arte Moderna (MAM)

Para mim, os maiores diferenciais de passeios para fazer no Parque Ibirapuera é visitar os museus que há por lá.

Inclusive, dos principais museus em São Paulo, é no Ibirapuera que estão dois dos meus favoritos: o Museu Afro Brasil e o Museu de Arte Contemporânea (MAC USP).

Já o Museu de Arte Moderna vale a visita com uma ressalva: como há somente duas salas de exposições temporárias, verifique se a programação em cartaz tem chance de te agradar.

Informações sobre o Museu de Arte Moderna

» Horário: Terça a domingo das 10hs às 18hs.

» Preço: R$ 10,00 inteira | Estudantes e professores R$ 5,00 | Crianças com menos de 10 anos e pessoas com mais de 60 anos não pagam.

» Entrada gratuita todos os sábados.

Museu de Arte Moderna - São Paulo
Museu de Arte Moderna

4- Museu Afro Brasil

Muito mais do que expor objetos e obras de arte relacionadas à cultura negra no Brasil, o Museu Afro Brasil cumpre um papel importante para não nos esquecermos de que a escravidão em terras tupiniquins foi abolida há menos de 150 anos (!!!).

No entanto, além de tratar deste assunto incapaz de nos arrancar um sorriso – mas que deve ser debatido constantemente – o museu também nos informa com alegria sobre diversos aspectos culturais e religiosos, além de ressaltar todos os feitos importantes da cultura negra no nosso país.

Informações dobre o Museu Afro Brasil

» Horário: Terça a domingo das 10hs às 17hs.

» Preço: R$ 15,00 inteira.

» Entrada gratuita todos os sábados.

Museu Afro Brasil
Exposição do Museu Afro Brasil

5- Museu de Arte Contemporânea (MAC USP)

O Museu de Arte Contemporânea é o museu em São Paulo que eu já visitei mais vezes.

Além das suas exposições nunca decepcionarem, o MAC tem um terraço com uma bela vista para o Parque Ibirapuera e para a Avenida Pedro Álvares Cabral.

Como se não bastasse, o projeto arquitetônico do museu é de ninguém menos do que Oscar Niemeyer. Ou seja, além de muito conteúdo por dentro, você já pode esperar coisa boa por fora também!

Saiba, porém, que o Museu de Arte Contemporânea não fica dentro do Parque Ibirapuera, como os outros dois museus já mencionados. No entanto, o acesso é super simples: a Passarela Ciccillo Matarazzo conecta o parque com o museu. 

Informações sobre o Museu de Arte Contemporânea

» Horário: Terça a domingo das 10hs às 21hs.

» Preço: Gratuito

Museu de Arte Contemporânea
Exposição no Museu de Arte Contemporânea
lugares para conhecer no Ibirapuera
Vista do terraço do Museu de Arte Contemporânea

6- Pavilhão Japonês

Quer um canto mais sossegado no Parque Ibirapuera? Então se programe para visitar o Pavilhão Japonês.

Além de um jardim diferenciado com plantas ornamentais, o espaço reúne um pequeno acervo com peças sobre a cultura japonesa.

O maior inconveniente, porém, é o horário limitado para visitas.

Informações sobre o Pavilhão Japonês

» Horário: Quarta, sábado, domingo e feriado. Das 10hs às 12hs e das 13hs às 17hs.

» Preço: R$ 10,00 inteira.

7- Tirar muitas fotos

Vai por mim: não faltam lugares fotogênicos no Ibirapuera. Inclusive, alguns dos locais que indicarei a seguir não podem ficar, em hipótese alguma, de fora da sua lista sobre o que fazer no Parque Ibirapuera.

A verdade, porém, é que muitas destas atrações serão meramente contemplativas – ao menos que seu passeio coincida com algum evento. Portanto, vale a pena consultar a programação de cada espaço.

Três ícones arquitetônicos do Ibirapuera que dificilmente passam desapercebidos, são: o Auditório Ibirapuera, a Oca e o Planetário Ibirapuera.

Apenas a visita externa a estes locais já vale super a pena. No entanto, o Auditório fica ainda mais glamuroso em dias de espetáculo, a Oca mais divertida quando, de fato, abriga alguma exposição cultural, e o Planetário mais mágico quando oferece visitas noturnas.

Outra construção que chama bastante atenção, garante bons cliques, e oferece uma pequena exposição aberta ao público, é a Escola de Astrofísica.

Também imponente, o prédio da Fundação Bienal é outro símbolo da arquitetura paulistana e que pode ser visitado durante o seu passeio ao Parque Ibirapuera. Aliás, embora não seja dos mais baratos, é por lá que se encontra o Café Bienal – um dos poucos lugares mais arrumados para comer no parque.

Para os entusiastas a fotografia, imagens clássicas do Ibirapuera são feitas próxima da ponte que há sobre o lago, ou também, no local onde já funcionou uma antiga serraria.

atrações no Parque Ibirapuera
Parque Ibirapuera

Leia também: 7 dicas do que fazer na Vila Madalena

+ Dicas do que fazer no Parque Ibirapuera

Além de todas estas atrações no Parque Ibirapuera, há ainda outros espaços que você pode visitar. Ou, por mais que você não os visite, é conveniente saber sobre eles para que você se oriente geograficamente.

» Obelisco do Ibirapuera: Símbolo da Revolução Constitucionalista de 1932, fica no lado externo do parque, próximo ao Museu de Arte Contemporânea.

» Monumento às Bandeiras: Representa os bandeirantes, também no lado externo do parque, e próximo ao Obelisco.

» Marquise do Ibirapuera: Funciona como ligação entre equipamentos culturais do parque (Museu Afro Brasil, Oca, Pavilhão das Culturas, Bienal e Auditório). O amplo espaço com vão livre é utilizado por quem anda de patins, patinete e skate.

» Praça da Paz: Maior espaço gramado que se encontra no centro do Parque Ibirapuera.

» Árvore de Natal do Ibirapuera: Anualmente, durante todo o mês de dezembro, uma enorme árvore de Natal montada na beira do lago se torna uma das atrações do Parque Ibirapuera.

Se estiver na cidade nesta época, programe-se para visita-la durante a noite, que é quando um espetáculo de luzes coloridas deixa o passeio ainda mais bonito.

» E claro, caso você tenha outras dicas do que fazer no Parque Ibirapuera, me conte aí nos comentários! 🙂

3 lugares para se hospedar em São Paulo

($) Para os viajantes que procuram um albergue, o Soul Hostel é uma opção bem avaliada.

($$) Quem faz questão de privacidade, mas não quer gastar uma fortuna, o Ibis Sao Paulo Paulista tem um ótimo custo-benefício.

($$$) Podendo investir um pouco mais, vale conferir as suítes do Estanplaza Paulista.

» Se preferir, clique aqui e confira outras ofertas de hospedagem em São Paulo.

Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here