COMPARTILHAR

Atenção Viajante!!!

Economize no seu seguro viagem fazendo uma cotação online, que compara as melhores seguradoras do mercado.

»»» Clique aqui e descubra agora quanto você vai precisar investir na sua segurança durante a sua viagem.

PS: Pode apostar que é menos do que você imagina! :)
São Paulo: Roteiro de viagem para três dias na maior cidade brasileira. Descubra as principais atrações e pontos turísticos do Centro, Avenida Paulista, Vila Madalena e Pinheiros.
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

É pouco, muito pouco. Mas com um roteiro de três dias em São Paulo já dá para você descobrir parte da maior cidade brasileira, e ficar com vontade de voltar mais vezes. Assim como Buenos Aires e outras metrópoles mundo afora, Sampa é aquele tipo de destino que merece quantas viagens você achar necessário. O único problema é que a cada nova visita você ficará com o desejo de voltar de novo, e de novo, e de novo. Criando assim um ciclo que nunca acaba.

Mas não tem problema. São Paulo sempre está de braços abertos para turistas ou até mesmo novos moradores. Ainda que a cidade pareça insensível em um primeiro momento, com o tempo vamos descobrindo que aqui há espaço para tudo e todos. Precisamos apenas de paciência para encontrar aqueles lugares e pessoas que irão nos conquistar.

E pra não te deixar sozinho nessa tarefa, neste post vou te apresentar um roteiro de três dias em São Paulo que te orientará numa primeira viagem. Sim, este é um itinerário pelos lugares mais famosos da cidade. Mas tenho certeza que depois de conhecer seus cartões postais mais tradicionais, você vai querer voltar outras vezes para descobrir cantinhos mais alternativos.

Leia também: Onde se hospedar em São Paulo | Os melhores bairros

# O que esperar de um roteiro de viagem em São Paulo

É claro que Sampa possui suas limitações, mas dentro do que se espera de uma cidade cosmopolita, é possível encontrar praticamente qualquer atividade por lá. Você pode, inclusive, montar roteiros temáticos que combinem com seu perfil viajante.

É possível passar dias seguidos visitando apenas museus, parques, shoppings centers, ruas de comércio, bares, restaurantes, cafeterias, centros culturais, galerias de arte, casas noturnas ou construções curiosas.

Dá pra gastar pouco ou uma fortuna, enlouquecer com sua agitação ou meditar em verdadeiros oásis no meio desta selva. O contraste está por todos os lados. Em questão de minutos você vai dos cenários mais decadentes aos mais elegantes da cidade. Sempre se esbarrando com pessoas e histórias que renderiam um livro sem fim.

roteiro em sampa na avenida paulista

Leia também: 10 hotéis baratos em São Paulo

10 hostels que valem a pena em São Paulo [Por Bairro]

# Dia 1: Centro

O ditado “A primeira impressão é a que fica” não é válido para o centro de São Paulo. Isso porque, essa não é nem de longe a área mais charmosa e bonitinha da capital paulista. Seu aspecto decadente, barulhento e agitado, costuma intimidar quem não está acostumado a tanta informação. Porém, basta alguns minutos para você se adaptar a este movimento, que logo começará a perceber suas virtudes.

Você pode começar seu passeio pela icônica estação da Luz. Além da própria estação aproveite para conhecer o Parque da Luz, o Museu da Língua Portuguesa, a Pinacoteca e a Sala São Paulo.

A aproximadamente um quilômetro distante desta área está outro eixo central cheio de atrações históricas e culturais. Saindo da estação de metrô São Bento você pode ir caminhando à Rua 25 de Março, Mercado Municipal, Mosteiro de São Bento e ao Edifício Martinelli, de onde se tem uma vista das centenas de prédios de São Paulo.

são paulo roteiro de viagem tres dias - centro
Vista do Edifício Martinelli

Seguindo algumas quadras adiante você chegará ao Centro Cultural Banco do Brasil, Pateo do Collegio, Caixa Cultural e à grandiosa Catedral da Sé. Logo atrás da igreja se encontra o pitoresco e famoso bairro da Liberdade – reduto da cultura oriental em Sampa.

Outros lugares que estão pelas redondezas e que são merecedores de uma visita, são: Viaduto do Chá, Theatro Municipal, Praça das Artes, Galeria do Rock, Edifício Copan e Edifício Itália.

Eu sei, é muita atração pra um só dia. Para conhecer todos estes lugares com calma o ideal seria dois dias inteiros. Portanto, faça uma seleção daqueles que te parecem mais interessantes e prepare as pernas.

Leia também: 25 atrações para conhecer no centro de São Paulo

# Dia 2: Avenida Paulista e Parque do Ibirapuera

Se você é do tipo que acorda cedo comece seu dia no parque mais famoso da cidade e depois rume para a avenida igualmente conhecida. Caso prefira dormir até mais tarde, inicie o roteiro pela Avenida Paulista e termine o dia no Parque Ibirapuera. Esta é uma boa estratégia para otimizar seu tempo com o horário de funcionamento das atrações, já que nas primeiras horas do dia os principais pontos turísticos da Paulista estão fechados.

Comece sua caminhada na Paulista pela ponta conectada a Rua da Consolação. Logo de cara uma parada na discreta Praça do Ciclista – na saída do túnel – pode render uma foto digna de cartão postal. E antes de cruzar a primeira quadra você já estará diante da primeira atração da avenida: o novíssimo Instituto Moreira Salles, um centro cultural dedicado a fotografia, literatura, artes plásticas, música e cinema.

o que fazer em São Paulo - roteiro turístico
Exposição no Instituto Moreira Salles

Leia também: 10 hotéis que valem a pena na Avenida Paulista

Caminhando mais dois blocos você estará no cruzamento da Avenida Paulista com a Rua Augusta. Embora a alma da democrática Augusta seja noturna, durante o dia você encontrará uma boa oferta de restaurantes e lanchonetes. Se quiser seguir adiante a próxima parada pode ser no Conjunto Nacional, onde está a gigantesca Livraria Cultura.

E já que falamos em cultura, deste ponto em diante não faltaram atrações deste tipo. É bem verdade que o pequeno Parque Mario Covas e o surpreendente Parque Trianon Masp ainda estão por vir, mas quem reina daqui pra frente são os centros culturais.

Começando pelo próprio Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, ou simplesmente Masp. Com uma arquitetura incomparável e um acervo de fazer inveja a outros museus renomados, uma parada no Masp é indispensável.

Na direção do Paraíso outras atrações que valem a visita é o Centro Cultural FIESP, Espaço Cultural Citibank, Itaú Cultural, Casa das Rosas, Japan House e o Centro Cultural São Paulo. Este último, embora não esteja na Avenida Paulista, justifica esticar a caminhada em algumas quadras.

E claro, ao longo de toda avenida você encontrará shoppings e comércios em geral. Já na Alameda Santos, paralela a Avenida Paulista sentido Jardins, você terá dezenas de restaurantes a sua disposição.

No Parque Ibirapuera, que está cerca de dois quilômetros da estação de metrô Brigadeiro na Avenida Paulista, além de poder contemplar sua bela paisagem você pode visitar o Museu Afro Brasil, Museu de Arte Moderna e o Planetário. Outro museu da região que está a dez minutos de caminhada do parque é o Museu de Arte Contemporânea.

são paulo roteiro - ibirapuera
Parque Ibirapuera

Leia também: 10 parques para fugir do caos de São Paulo

# Dia 3: Vila Madalena e Pinheiros

O último dia deste roteiro por São Paulo será destinado a percorrer as ruas de dois bairros vizinhos que nada se parecem com as outras regiões que você visitou: Vila Madalena e Pinheiros.

Livre dos prédios enormes típicos do Centro e da Paulista, por estas bandas você encontrará cafeterias charmosas, restaurantes dos mais variados sabores, muita arte de rua, galerias decoladas e uma noite pra viajante nenhum botar defeito.

Mais uma vez, prepare a pernas pois será um dia de muita andança. Ainda mais porque nesta área as atrações turísticas estão espalhadas, as estações de metrô nem sempre são tão próximas, e pequenas ladeiras deixam o passeio mais fitness.

Começar o dia no famoso Beco do Batman é uma boa pedida, afinal, seus murais coloridos alegram o dia de qualquer pessoa. Não muito longe daí, outro lugar onde você encontrará muito grafite de qualidade é no Beco do Aprendiz.

No caminho não faltaram galerias e lojinhas com vitrines chamativas para você conhecer. Outra atração cultural que você pode incluir no seu roteiro é o Instituto Tomie Ohtake.

Na hora do almoço o Mercado de Pinheiros é o lugar ideal para quem quer comer bem sem precisar gastar muito. Já no fim do dia você pode aproveitar as dezenas de bares que estão lado a lado na Rua Aspicuelta.

roteiro gastronômico em São Paulo - Mercado de Pinheiros
Mercado de Pinheiros

Leia também: Como ir de ônibus para o Aeroporto de Guarulhos?

+ Dicas para o seu roteiro em São Paulo

>>> Uma boa maneira de explorar estas regiões de Sampa é com o Free Walking Tour. Eles oferecem itinerários por estas três áreas em dias e horários diferentes. Eu já fiz os três circuitos e recomendo todos eles. Para descobrir como foi a minha experiência leia o post “Free Walking Tour em São Paulo, um jeito divertido de conhecer a cidade”.

>>> Segunda-feira é o dia em que a maioria dos museus e centros culturais estão fechados em São Paulo. Se possível, evite este dia no seu roteiro. Já para economizar vale consultar qual o dia da semana eles oferecem desconto ou entrada gratuita.

>>> A feirinha da Praça Benedito Calixto acontece aos sábados. Ou seja, este é um bom dia para visitar esta região.

>>> Tem mais tempo? Fique tranquilo, pois não faltam atrações em Sampa. Parque Villa Lobos, Jardim Botânico, Praça do Pôr do Sol, Parque da Aclimação e bairro do Bixiga. Estes são apenas meia dúzia de lugares que eu adoro e que sugiro que você conheça caso tenha mais dias no seu roteiro por São Paulo. 

>>> Nos blogs Tô Pensando em Viajar e Coisos on the go você encontrará centenas de dicas valiosas sobre São Paulo. Inclusive, no começo de cada mês eles divulgam uma agenda com o que estará rolando de melhor na cidade. Fique de olho!

Ficou com alguma dúvida ou tem outras dicas para organizar um roteiro de viagem por São Paulo? Me conta aí nos comentários! 🙂

3 lugares para se hospedar em São Paulo

($) Para os viajantes que procuram um albergue, o Soul Hostel é uma opção bem avaliada.

($$) Quem faz questão de privacidade, mas não quer gastar uma fortuna, o Ibis Sao Paulo Paulista tem um ótimo custo-benefício.

($$$) Podendo investir um pouco mais, vale conferir as suítes do Estanplaza Paulista.

» Se preferir, clique aqui e confira outras ofertas de hospedagem em São Paulo.

COMPARTILHAR
Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here