Viagem a Porto de Galinhas, em Pernambuco: Descubra qual a melhor época para ir, quantos dias ficar, como chegar e se locomover, onde se hospedar, o que fazer , onde comer e como organizar um roteiro de 5,7 ou 9 dias!
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Principal destino de Pernambuco, não é de hoje que uma viagem a Porto de Galinhas entrou no radar dos brasileiros: faz quase três décadas que esta praia, que pertence ao município de Ipojuca, conquista e encanta os viajantes.

Estaria mentindo, no entanto, se falasse que Porto de Galinhas é unanimidade entre os turistas. Há sim belíssimas praias por estas bandas, a estrutura é uma das mais ajeitadas do litoral nordestino, e fica perto de outros destinos que podem ser incluídos num mesmo roteiro.

Por outro lado, quem vai achando que irá passar as férias num paraíso exclusivo costuma se decepcionar. O motivo? Porto de Galinhas é um destino de massa, onde superlotação nas areias, vendedores insistentes e preços que poderiam ser mais camaradas, fazem parte do dia a dia.

Não me entenda mal: uma viagem a Porto de Galinhas é uma ótima ideia para dias sol e mar. No entanto, se planejar e saber de antemão o que você encontrará por lá, é fundamental para que você consiga aproveitar ao máximo os seus dias de lazer.

Leia também: Situação do óleo nas praias do Nordeste

# Dicas de viagem a Porto de Galinhas

1- Qual a melhor época para ir a Porto de Galinhas?
2- Quantos dias ficar?
3- Como chegar em Porto de Galinhas?
4- Melhor região para se hospedar?
5- O que fazer em Porto de Galinhas
6- Onde comer em Porto de Galinhas
7- Roteiro de viagem a Porto de Galinhas

1- Qual a melhor época para ir a Porto de Galinhas?

Para mim, a melhor época para ir a Porto de Galinhas é da segunda quinzena de setembro até meados de dezembro, antes de começar oficialmente o verão. Além de encontrar tempo firme e calor, neste período as multidões ainda não chegaram em peso, e as despesas com alimentação e hospedagem tendem a ser mais econômicas.

De janeiro a meados de março é a altíssima temporada: o clima é ótimo e o mar está no seu auge de cristalinidade. Por outro lado, é quando a cidade recebe mais turista e os preços estão mais altos.

Do final de março a agosto é a época de chuvas, sendo que elas são mais intensas de abril a julho. Para mim, não vale a pena ir a Porto de Galinhas neste período, afinal, este é um destino de praia. Além de perder dias de passeios, você não encontrará as belezas naturais no seu maior esplendor.

Além disso, vale lembrar que qualquer feriado faz com que seja alta temporada em Porto de Galinhas. Ainda que o dia ocioso seja num sábado, a vila recebe milhares de turistas – principalmente vindos de Recife.  

melhor época para ir a Porto de Galinhas
Fim de tarde no Pontal de Maracaípe

2- Quantos dias ficar?

O tempo mínimo que eu recomendo para uma viagem a Porto de Galinhas é três dias inteiros. Em 72 horas dá pra fazer dois passeios (Buggy de Ponta a Ponta e bate-volta à Praia dos Carneiros), e curtir um dia de praia.

Com mais tempo, porém, você consegue incluir outros destinos no roteiro e ampliar o seu leque de atrações. Além de poder visitar Recife, há outras praias que poderão ser incluídas no itinerário.

Para fazer um roteiro entre Porto de Galinhas e Recife, dividindo a estadia nas duas cidades, recomendo ter oito dias disponíveis.

Lembrando, é claro, que para férias de descanso não há tempo máximo para curtir a vida boa de frente para o mar. E pode apostar: não faltarão pedaços de areia diferentes para você colocar o bronzeado em dia.

quantos dias ficar em Porto de Galinhas
Praia dos Carneiros, um dos lugares para conhecer a partir de Porto de Galinhas!

3- Como chegar em Porto de Galinhas?

Localizada a apenas sessenta quilômetros de Recife, chegar em Porto de Galinhas não é difícil. Inclusive, há várias maneiras de fazer o deslocamento entre a capital pernambucana e a pequena vila do município de Ipojuca.

» De Recife para Porto de Galinhas

Seja para sair do Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes – Gilberto Freyre, ou de algum outro ponto da capital de Pernambuco, as opções para fazer o deslocamento de Recife para Porto de Galinhas são praticamente os mesmos: carro alugado, táxi, Uber, trânsfer e ônibus.

Carro alugado

Para quem quer ter liberdade durante a viagem a Porto de Galinhas e não depender de passeios com agência para conhecer as praias pernambucanas, alugar um carro é uma excelente ideia. Principalmente se você for se hospedar fora do burburinho central.

Táxi/Uber

Para ir de táxi ou Uber, espere investir R$ 130,00 pela corrida que leva até quatro passageiros. O que é um preço bastante ok, principalmente, para quem estiver viajando em grupo ou com pelo menos mais uma pessoa. Quem for desembarcar no Aeroporto de Recife, a cooperativa Coopseta organiza esses translados de táxi até Porto de Galinhas. Para ir de Uber, basta chamar pelo aplicativo.

Trânsfer

Para quem estiver viajando sozinho, os trânfers compartilhados organizados por hotéis e operadoras turísticas, pode ser uma boa saída para não gastar tanto quanto se pegasse um táxi para si só. Cada de trecho de Recife até Porto de Galinhas costuma sair por R$ 80,00.

Ônibus de Recife para Porto de Galinhas

Já a opção mais barata para chegar a Porto de Galinhas é com os ônibus da empresa Viação Vera Cruz. Há duas linhas disponíveis: 191 e 195.

A melhor linha é a 195, pois além de passar pelo aeroporto, faz um caminho que costuma ser mais rápido, tem ar-condicionado e bagageiro externo. Já na linha 191 o pinga-pinga é maior (o 195 também faz paradas, mas menos!) e o conforto diminui consideravelmente.

Para quem for pegar o ônibus fora do aeroporto, o ponto de embarque inicial é no Terminal de Passageiro Santa Rita – que fica na região central próximo ao Cais de Santa Rita (e não é a rodoviária principal!)

Os ônibus saem de hora em hora, a viagem leva cerca de duas horas (com a linha 195 é um pouco menos) e a passagem custa R$ 17,00.

dicas de Porto de Gallinhas
Pedaço de areia entre a praia central de Porto de Galinhas e a Praia de Macaraípe

» De Porto de Galinhas para Recife

Para ir de Porto de Galinhas para Recife você pode utilizar todas as opções de transporte já indicadas.

Para quem for pegar ônibus, atenção: não tem uma rodoviária em Porto de Galinhas, e os ônibus para Recife partem próximo ao Supermercado Soberano – que também fica perto do posto de gasolina principal do centrinho.

Nesta parada de ônibus sempre há taxistas que oferecem o serviço de táxi compartilhado até Recife. Como estava sozinho, acabei aceitando a oferta: R$ 25,00 para ir confortavelmente em um carro, com outras três pessoas que também estavam indo para a capital.

Normalmente, ao chegar em Recife, os taxistas deixam os viajantes em Boa Viagem ou no Cais de Santa Rita. Mas vale tentar uma negociação para deixar no seu hotel (eu fiz e deu certo!).

» De Maragogi para Porto de Galinhas

Para ir de Maragogi para Porto de Galinhas (ou vice-versa), o melhor custo benefício para quem está sem carro é “pegar carona” com os passeios bate-volta entre estes dois destinos.

No meu caso, como estava em Maragogi, contratei um tour que iria até Porto de Galinhas e, ao invés de fazer o passeio, apenas utilizei o serviço como translado. Tenha em mente, porém, que o desembarque é em algum local que não saia da rota do passeio. Como fiquei hospedado no centrinho de Porto de Galinhas, desci super perto do meu hostel.

Não menos importante, atente-se de que na baixa temporada não há passeios todos os dias desde Maragogi para Porto de Galinhas. Vale se informar com alguma agência para não correr o risco de ficar na mão. Fiz este deslocamento com a empresa Costa Azul (de Maragogi), custou R$ 60,00 e demorou aproximadamente uma hora e meia.

Até dá para ir de Maragogi a Porto de Galinhas com o transporte público de vans. No entanto, é preciso pegar três conduções e investir pelo menos quatro horas do dia. O percurso a ser feito, é: Maragogi x Peroba, Peroba x Barreiros e Barreiros x Porto de Galinhas.

» Como se locomover na região?

Para os viajantes desmotorizados, a melhor maneira de se locomover entre as praias mais selvagens destas bandas de Pernambuco é com os passeios oferecidos pelos receptivos turísticos.

Se a distância for curta, como por exemplo, do centrinho de Porto de Galinhas até Maracaípe ou Serrambi, além de táxi/Uber, outra possibilidade são as vans que circulam como transporte público. 

4- Melhor região para se hospedar?

Um dos melhores lugares para ficar em Porto de Galinhas é no centrinho turístico da vila. Essa é uma área lotada de bares, restaurantes, supermercados e comércios em geral. Além disso, há acomodações de diversas categorias.

Já para quem pretende se hospedar num resort em Porto de Galinhas, as melhores opções estão na Praia de Muro Alto, que fica a dez quilômetros do centro. Neste caso, o ideal é que se esteja de carro próprio, para não depender de táxi toda vez que for precisar se locomover.

A apenas três quilômetros do centro, a Praia de Maracaípe é o lugar certo para a turma que quer fugir do tumulto central. Há uma boa estrutura de acomodações e comércios nesta vizinhança, no entanto, de um modo geral, as instalações são mais modestas do que no centro.

centrinho de Porto de Galinhas
Centro enfeitado de Porto de Galinhas

Pousadas e hotéis em Porto de Galinhas

Para os viajantes que pretendem se hospedar num albergue, o Porto de Galinhas Hostel, no centro, é um dos mais bem avaliados do pedaço. Para uma pousada ao melhor estilo BBB, a Recanto do Amanhecer é uma escolha certeira. Podendo investir um pouco mais, vale consultar as suítes da Charme da Vila Suítes.

Para ficar num resort com bom custo-benefício, o Samoa Beach Resort é bem avaliado e tem tarifas realistas. Também com bom preço, o Summerville Beach Resort é uma opção mais simpática para quem viaja com crianças.

Em Maracaípe, se hospeda com dignidade e por um precinho camarada na Pousada Carpe Diem e na Pousada Maracabana.

Leia também: 10 pousadas baratas em Porto de Galinhas

5- O que fazer em Porto de Galinhas

Uma viagem a Porto de Galinhas é dedicada ao mar. E, como não poderia deixar de ser, há belos pedaços de areia para conhecer por estas bandas de Pernambuco.

Além da própria praia central de Porto de Galinhas – onde além de curtir o mar dá para fazer o passeio de jangada até as piscinas naturais – há outras praias próximas a ela que você pode incluir na programação.

A dica para conhecer várias praias num único dia é fazer o tradicional passeio de buggy de Ponta a Ponta, que vai até a Praia de Muro Alto, Praia do Cupe e Pontal de Maracaípe. Dica extra: faça o passeio à tarde para pegar o pôr do sol no Pontal de Maracaípe, e leve para casa uma das melhores recordações da sua viagem a Porto de Galinhas.

Além de comer bem e relaxar nas águas de Porto, outros lazeres no esquema bate-volta para incluir na programação, são: Praia dos Carneiros (R$ 70,00), Praias de Cabo de Santo Agostinho | Calhetas (R$ 60,00), Ilha de Santo Aleixo (R$ 90,00), Recife-Olinda (R$ 60,00) e Maragogi (R$ 100,00).

Todos estes passeios duram o dia inteiro, são oferecidos por diversas agências da cidade (fiz com a Maracatur e recomendo) e normalmente incluem apenas o transporte e serviço de guia. Refeições e passeios opcionais não costumam estar incluídos.

A exceção é em Carneiros, onde o tour normalmente já dá direito ao day-use do Restaurante Bora Bora e ao passeio de barco que passa pela famosa Capela de São Benedito. A alimentação no restaurante é por conta de cada viajante, e pode ir bem preparado ($$$$$).

Para quem nunca mergulhou com cilindro, saiba que essa outra experiência que você poderá ter durante sua viagem a Porto de Galinhas. Os pacotes que incluem aula prática, mergulho por vinte minutos em profundidade de até cinco metros e fotos do passeio, custam a partir de R$ 100,00.

viajar para Porto de Galinhas
Praia central de Porto de Galinhas
Praia do Pontal de Maracaípe
Pontal de Maracaípe

Leia também: O que fazer em Porto de Galinhas | Melhores passeios e roteiro

6- Onde comer em Porto de Galinhas

A cena gastronômica de Porto de Galinhas acontece no centrinho turístico. Por lá, há desde self-service à vontade por R$ 15,00, a restaurantes mais requintados onde não se gasta menos de R$ 100,00 por pessoa.

O Restaurante Caldinho do Cláudio foi onde eu comi pratos executivos individuais bem servidos e gostosos. Inclusive, há opções com camarão que saem por R$ 25,00. Além disso, há pratos mais elaborados que servem duas pessoas (na faixa de R$ 80,00), petiscos e saladas.

No La Ursa eu comi um ótimo hambúrguer por R$ 25,00 – já com fritas na conta. Também servem pratos executivos que saem em torno de R$ 25,00.

O sempre cheio Las Palmeras é um dos restaurantes mais tradicionais da cidade e serve pratos individuais e para compartilhar, pizzas e crepes. No entanto, não dei sorte com meu pedido. Com nome de Risotto Camarão do Chef, o prato, na realidade, mais parecia um arroz temperado mal feito.

Já uma pizza boa, bonita e barata (R$ 23,00) eu provei na Cantineira. Um lugarzinho modesto, sem frescuras e bastante agradável.

Outro local simples para matar a fome e gastar pouco é no Caipi Beach, onde há pastéis de vinte e cinco centímetros que custam entre R$ 7,00 e R$ 16,00.

Para incluir alguns restaurantes mais elegantes no roteiro, recomendo que consulte estas dicas sobre onde comer em Porto de Galinhas, do blog Viagens Cine.

onde comer em Porto de Galinhas
Prato feito do Restaurante Caldinho do Cláudio

7- Roteiro de viagem a Porto de Galinhas (5, 7 ou 9 dias)

Para tentar ajudar o maior número possível de viajantes, deixarei a seguir três sugestões de roteiro de viagem a Porto de Galinhas. Mas é claro, sinta-se a vontade para fazer as alterações que achar necessário, afinal, o itinerário deve atender os seus gostos.

Além do que, os horários de chegada e partida de cada viajante são variáveis. Dependendo do caso, dá pra encaixar alguma atração nestes dias.

Roteiro de 5 dias

Como o tempo é curto, este roteiro de 5 dias em Porto de Galinhas contempla apenas as praias pernambucanas e é ideal para quem quer sombra e água fresca.

Dia 1: Chegada em Porto de Galinhas
Dia 2: Manhã na Praia de Porto de Galinhas e a tarde Passeio de Buggy de Ponta a Ponta
Dia 3: Bate-volta para Praia dos Carneiros
Dia 4: Dia livre para voltar à praia que mais gostou durante o passeio de buggy
Dia 5: Retorno

Roteiro de 7 dias

Embora sua estadia seja apenas em Porto de Galinhas, neste roteiro você conhecerá outros destinos.

Mas atenção: é um roteiro para os viajantes que gostam de uma viagem acelerada e que querem conhecer o maior número de lugares possíveis durante as férias.

Eu, por exemplo, não acho que os passeios no esquema bate-volta são os melhores jeitos para conhecer Recife, Olinda e Maragogi. No entanto, não deixa de ser uma possibilidade.

Dia 1: Chegada em Porto de Galinhas
Dia 2: Manhã na Praia de Porto de Galinhas e a tarde Passeio de Buggy de Ponta a Ponta
Dia 3: Bate-volta para Praia dos Carneiros
Dia 4: Bate-volta para Recife e Olinda
Dia 5: Bate-volta para as Praias de Cabo de Santo Agostinho
Dia 6: Bate-volta para Maragogi
Dia 7: Retorno

roteiro de viagem a Porto de Galinhas
Praia dos Carneiros

Roteiro de 9 dias

Este roteiro é para os viajantes que querem conhecer Recife com calma e, além disso, ter tempo para passar um dia inteirinho sem fazer nada.

Note que a estadia será dividida em dois destinos: Recife e Porto de Galinhas. E também, outra possibilidade para o seu roteiro é, ao invés de ter dois dias livres para ficar de bobeira na praia, você pode utilizar um deles para fazer um bate-volta até Maragogi.

Dia 1: Chegada em Recife
Dia 2: Atrações em Recife Antigo
Dia 3: Manhã na Oficina Cerâmica Francisco Brennand e tarde em Olinda
Dia 4: Deslocamento para Porto de Galinhas de manhã e a tarde Passeio de Buggy de Ponta a Ponta.
Dia 5: Dia livre em alguma praia (ou bate-volta para Maragogi)
Dia 6: Bate-volta para Praia dos Carneiros
Dia 7: Bate-volta para Praias de Cabo de Santo Agostinho
Dia 8: Dia livre em alguma praia
Dia 9: Retorno

» Ficou com alguma dúvida ou tem outras dicas de viagem a Porto de Galinhas? Me conta aí nos comentários!

3 lugares para se hospedar em Porto de Galinhas

($) Para os viajantes que procuram um albergue, o Porto de Galinhas Hostel é uma das opções mais bem cotadas da cidade.

($$) Quem faz questão de privacidade, mas não quer gastar uma fortuna, a Charme da Vila Suítes tem um ótimo custo-benefício.

($$$) Querendo investir em um resort, o Samoa Beach Resort tem ótima avaliação e preços realistas.

» Se preferir, clique aqui e confira outras ofertas de hospedagem em Porto de Galinhas.

Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here