Clima na Argentina: Descubra qual a melhor época para viajar nas principais cidades do país. (Buenos Aires, Mendoza, Bariloche, Patagônia e norte do país!)
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Entender o clima na Argentina é essencial para organizar uma viagem ao nosso vizinho. Não importa para qual destino se quer ir, sempre há um período do ano mais adequado para as férias – seja pelas condições climáticas convenientes, ou até mesmo no que diz a respeito a época mais barata para viajar à Argentina.

Embora nem sempre seja possível turistar no período mais recomendado, sabendo como a cidade provavelmente irá nos receber, já é meio caminho andado para evitar frustrações. Afinal, uma coisa é você chegar num lugar e só lá descobrir que está muito mais frio do que você esperava, outra situação, completamente diferente, é você já sair de casa com a mala bem feita e aproveitar os seus dias sem complicações – seja para encarar o inverno ou o verão.

Portanto, para te ajudar a compreender quando é melhor viajar para a Argentina, neste texto eu contarei a você como é o clima nos principais destinos do país. Lembrando, é claro, essas informações são baseadas no histórico de anos anteriores, e que sempre há espaço para exceções à parte.

Leia também: Precisa de seguro viagem para a Argentina?

# Quando ir para a Argentina?

Verdade seja dita: a melhor época para viajar à Argentina vai depender do tipo de clima que você quer durante as suas férias, e, num segundo plano, se você preza por economia total ou se está com o orçamento mais folgado.

Muitas cidades argentinas podem ser visitadas em qualquer época do ano. No entanto, é importante saber que sua experiência será diferente de acordo com a estação. Para facilitar sua vida, a seguir eu indicarei como é o clima nos principais destinos do país. E, caberá somente a você, tomar a decisão de quando ir para a Argentina.

# Clima na Argentina

Com um território bastante extenso, o clima na Argentina muda consideravelmente de região para região. Inclusive, muitas vezes a melhor época para viajar para uma cidade do norte, por exemplo, não será a estação mais adequada para ir a um destino do sul.

Tenha em mente que para conseguir fazer um roteiro por diversos lugares, talvez seja necessário lidar com algum tipo de inconveniente. O que está tudo bem, desde que você já saiba desta situação antes de sair de casa.

Clima em Buenos Aires
Clima em Mendoza
Clima no norte da Argentina
Clima em Bariloche
Clima na Patagônia

Clima em Buenos Aires

Com estações bem definidas, Buenos Aires é uma cidade perfeitamente visitável o ano inteiro. Basta você decidir o que quer: calor insuportável, temperaturas amenas ou frio congelante. Sobre as chuvas, embora o verão seja mais úmido do que o inverno, dificilmente uma viagem é arruinada por conta disso.

Já fiz uma viagem a Buenos Aires durante o verão e o que posso dizer é que o calor é surpreendentemente absurdo. As temperaturas chegam facilmente na casa dos 30°C, mas a sensação térmica por causa da umidade vai muito além disso. Não tenho vontade de voltar pra lá nesta época do ano.

Outono e primavera, como boas estações intermediárias que são, ostentam temperaturas pra lá de agradáveis – o que é ideal para conhecer a cidade batendo perna o dia inteiro sem sofrer de desidratação ou hipotermia. Um casaco é necessário para o amanhecer e a noite, porém, durante o dia, o sol costuma aparecer de bom humor.

Já o inverno em Buenos Aires é gelado e seco. Julho, que é o mês mais rigoroso, costuma apresentar temperaturas entre 8°C e 14°C.  Para quem pensou que talvez pudesse encontrar neve em Buenos Aires, sinto informar que essa não será a realidade.

clima em Buenos Aires
Um dia de outono em Buenos Aires

Clima em Mendoza

Capital do vinho argentino, Mendoza também atrai os viajantes que querem contato com a natureza. E não é pra menos, afinal, a cidade é o ponto de partida para se aventurar na montanha mais alta do Hemisfério Sul: a Aconcágua, que tem 6.962 metros.

Mendoza, que é muito mais próxima de Santiago, no Chile, do que de Buenos Aires, tem sua alta temporada de dezembro ao final de março. Se por um lado essa é a melhor época para quem vai escalar o Aconcágua ou para quem faz questão de conhecer as vinícolas no seu maior esplendor – com folhas verdinhas e uva no pé – por outro, as temperaturas podem bater 40°C com facilidade.

Além disso, os preços de hospedagem sobem e o vuco vuco de turistas está por todos os lados. Principalmente durante os dez primeiros dias de março, quando a Festa da Vindima – que tem o vinho como personagem principal mas inclui apresentações culturais e folclóricas – movimenta a cidade.

Para combinar preços mais atraentes e condições climáticas ainda favoráveis, programe sua viagem para abril, maio, outubro ou novembro.

Já o inverno, não sem motivos, é a baixa temporada em Mendoza. Para começar, o frio intenso – com temperaturas entre 2°C e 14°C – não é nada convidativo para passeios ao ar livre. Aliás, nesta época as vinícolas estão secas e sem encanto – o maior passeio será mesmo beber vinho. Ou ainda, outra possibilidade, é se render de vez e incluir na programação alguma estação de esqui no roteiro – tenha em mente, no entanto, que elas ficam a pelo menos duzentos quilômetros do centro de Mendoza.

Clima no norte da Argentina

Embora ainda seja pouco explorado pelos brasileiros, o norte da Argentina guarda belezas que justificam uma viagem só pra lá. Alguns destinos para incluir no itinerário, são: Salta, Tilcara, Pumamarca e Humahuaca.

Sobre o clima por estas bandas, espere encontrar um inverno seco pra valer e um verão um pouco mais úmido – e, este último, com temperaturas elevadíssimas. Por ser a época mais chuvosa, uma boa ideia é evitar os meses de dezembro, janeiro e fevereiro.

Já durante o inverno, embora as temperaturas mínimas possam chegar a 3°C, o tempo firme faz esta ser uma das melhores épocas para viajar pela região.

Clima em Bariloche

Durante muitos anos Bariloche reinou sem concorrência como o destino de neve mais popular na América do Sul. Atualmente, no entanto, Valle Nevado, no Chile, é o novo queridinho entre os brasileiros.

Ainda assim, na minha opinião, Bariloche é um destino que continua valendo muito a pena – seja durante o inverno ou em qualquer época do ano.

Para quem de fato quer pegar a temporada de neve, se programe para viajar da segunda quinzena de julho até as duas primeiras semanas de setembro. Poucos antes ou poucos depois destas datas tem neve? Depende, é imprevisível! Fato é que o floquinhos brancos raramente chegam por estas bandas em junho, e dificilmente se prolongam até outubro.

Lembre-se de caprichar nos agasalhos. Nestes meses as temperaturas geralmente variam entre -1°C e 5°C, mas a sensação térmica no alto das montanhas é ainda mais fria. Além disso, como é a época do ano mais movimentada na cidade, reserve seu hotel com antecedência.

Quem não faz questão de viajar no inverno, saiba que um roteiro em Bariloche também é um excelente escolha para as outras estações. A vegetação verdinha, os lagos azulados e o sol brilhante, formam cenários que poderiam estampar o cartão postal de qualquer destino.

Além dos preços serem mais convidativos, nos meses de verão os dias são mais longos, e há claridade natural até às 21hs. O que é excelente para as atividades ao ar livre.

Mesmo nas outras épocas do ano é bom garantir um moletom na mala. Afinal, mesmo com temperaturas agradáveis durante o dia, as manhãs e as noites são mais frescas.

dicas de clima em Bariloche
Um dia de verão em Bariloche

Clima na Patagônia argentina (Ushuaia, El Cafate e El Chaltén)

Possivelmente um dos destinos mais cobiçados do país, a Patagônia argentina é a dona cenários montanhosos com lagos coloridos que saem bem em qualquer foto. E, para conseguir aproveitar toda sua beleza sem grandes inconvenientes, a melhor época do ano é o verão.

Sim, essa é a alta temporada, com mais turistas e preços mais altos. Porém, é o tipo de lugar em que vale a pena investir mais pesos para uma experiência mais bacana. Além das temperaturas serem menos congelantes, os dias são mais longos e aproveitáveis.

Prefere evitar multidões? Então se programe para ir a Patagônia durante novembro ou março, quando a proximidade do verão e do outono, respectivamente, fazem com o clima ainda seja favorável, e os turistas ainda não saíram de casa.

Abril e outubro também são meses viajáveis. No entanto, esteja pronto para frio mais intenso e mais chuva. Aliás, por falar em chuva, ela dá as caras na Patagônia o ano inteiro. Pouco menos no verão, mas, ainda assim, costuma passar para dar a boa-vinda aos viajantes.

De maio a setembro é a baixíssima temporada na Patagônia. Com a chegada da neve, muitas hospedagens e restaurantes fecham as portas, alguns passeios costumam ser suspensos, trilhas ficam com caminhos bloqueados e o transporte pode ser prejudicado. Você até pode ir para uma eventual atividade na neve, porém, saiba que seu roteiro será bastante limitado.

clima na Patagônia - dicas
Um dia de verão na Patagônia

Leia também: Qual a melhor época para viajar pela América do Sul ?

# Afinal, qual a melhor época para viajar à Argentina?

Para mim, os meses de março, abril, outubro e novembro, são excelentes para viajar pelo território argentino. Isso porque, o clima na Argentina, nestes meses, não costuma implicar em grandes desvantagens nos seus principais destinos.

Ou seja, quem quiser conhecer a Patagônia, Buenos Aires e o norte do país, na mesma viagem, consegue fazer isso nestes períodos.

O maior senão, neste caso, é que a viagem não poderá ter como objetivo ver neve na Argentina.

Evite este erro na sua viagem pela Argentina

Não contratar um bom seguro para sua viagem à Argentina é um erro do qual você não gostará de se arrepender. Ainda mais quando descobrir que ele pode custar muito menos do que você imagina.

Clique aqui e faça uma cotação online que compara os planos com melhor custo-benefício do mercado.

E, se sua viagem já estiver com as datas definidas, contrate um plano agora mesmo para não esquecer (e se arrepender) depois.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here