O que fazer na Argentina: Descubra quais são os melhores passeios nos principais destinos para turismo no país [Buenos Aires, Bariloche, Mendoza, Ushuaia, El Calafate, El Chaltén e Salta]
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!
Assim como o Brasil, nossa vizinha tem um território continental. Portanto, há muita coisa para fazer na Argentina.

Das clássicas Buenos Aires e Bariloche aos confins do mundo na Patagônia, sem se esquecer dos vinhos de Mendoza e dos Andes em Salta. São tantos destinos fascinantes, que dificilmente conseguimos conhecer todos eles numa única viagem.

O que não tem nenhum problema. Afinal, além de estar aqui ao lado, a Argentina é um ótimo destino coringa – daqueles que sempre tem um cantinho para nos receber de última hora, e em qualquer época do ano.

Ainda assim, não deixe para se organizar aos quarenta e cinco do segundo tempo. Isso porque, embora tenha cidades para ser visitadas o ano inteiro, cada uma delas tem uma época mais adequada.

Portanto, para aproveitar o melhor de cada lugar, comece a planejar suas férias com antecedência. E, para que você decida quais destinos incluir no seu roteiro, neste texto eu indicarei tudo o que há de mais bacana para fazer na Argentina.

Leia também: Seguro viagem para Argentina | Dicas indispensáveis

# O que fazer na Argentina

Tenha em mente que sua lista de atividades para fazer na Argentina irá depender da época da sua viagem.

Quem faz questão de esquiar, por exemplo, deve se programar para viajar entre julho e meados de setembro. Por outro lado, os trilheiros de plantão tem mais flexibilidade e podem viajar de outubro a março, sem enfrentar grandes complicações por causa do clima.

Além disso, impossível não mencionar a simpática Buenos Aires, que pode ser visitada em qualquer época, ao gosto do viajante. Gosta de calor sufocante? O verão está aí para isso. Quer levar as roupas de frio para passear? Vá no inverno! Nem lá e nem cá? Outono e primavera.

Uma vez decidido em qual época você irá viajar, se torna fácil escolher quais são os melhores passeios para fazer na Argentina.

melhores passeios na Argentina
Em algum lugar da Patagônia Argentina

# Se apaixonar por Buenos Aires

Muitas pessoas esperam um milagre de Buenos Aires. E, por milagre, entenda a seguinte situação.

A pessoa nunca gostou de metrópoles, e na verdade ela quer descansar durante as férias, mas se mete a viajar para a capital da argentina. Neste caso, a pessoa até pode se surpreender com  Buenos Aires, mas a chance de se apaixonar será infinitamente menor do que a do viajante que já ama grandes cidades por hobby.

Agora, com as expectativas devidamente alinhadas, saiba que Buenos Aires é daqueles destinos que rendem várias viagens. Inclusive, como em toda metrópole, a segunda viagem tende a ser mais apaixonante do que a primeira.

Para dar conta de fazer os melhores passeios em Buenos Aires, recomendo passar três ou quatro dias inteiros por lá. Porém, com mais tempo disponível, não faltarão atividades para você organizar um roteiro de até uma semana.

Feiras gastronômicas e de artesanato, museus históricos e de arte contemporânea, parques bem cuidados, cafeterias em todas as esquinas, espetáculos culturais, arquitetura imponente e noites sem fim – você pode esperar tudo isso da capital da Argentina.

3 passeios clássicos em Buenos Aires

» Walking tour pelas principais atrações turísticas

» Arte de rua no bairro Palermo

» Show de tango no Tango Porteño

melhores tours na Argentina
Buenos Aires

» Reservar passeios em Buenos Aires

# Esquiar (ou não) em Bariloche

Durante muito tempo Bariloche reinou em absoluto como o principal destino de neve na América do Sul. E, apesar de atualmente compartilhar este posto com o Valle Nevado, no Chile, Bariloche continua sendo uma baita dica do que fazer na Argentina.

Cercada de montanhas e lagos, Bariloche é um lugar para ser visitado tanto no inverno como no verão. Tenha em mente, porém, que as experiências serão diferentes em cada época do ano.

Se nos meses mais frios as estrelas da cidade são as estações de esquis, nos meses mais quentes as trilhas e caminhadas em meio a natureza garantem a diversão de férias.

Além disso, um roteiro a Bariloche pode incluir outros destinos da região, como por exemplo, Villa la Angostura e San Martín de los Andes. Inclusive, estas duas cidades são os pontos de partida e chegada de um dos melhores passeios em Bariloche: a Rota dos 7 Lagos.

Para não deixar nenhuma grande atração de fora do seu itinerário, passe pelo menos quatro dias completos em Bariloche.

3 passeios clássicos em Bariloche

» Circuito Chico

» Rota dos 7 Lagos

» Atividades de neve no Cerro Catedral

o que fazer na Argentina no verão
Bariloche durante o verão

» Reservar passeios em Bariloche

# Tomar vinho em Mendoza

Tomar vinho – se você gosta – é algo para fazer na Argentina inteira, claro. No entanto, a diversão ganha outro nível quando se está em Mendoza. Afinal, a cidade é considerada a capital do vinho argentino.

Com mais de centro e trinta vinícolas abertas para visitação, quem vai a Mendoza consegue organizar um roteiro de vários dias exclusivo sobre a bebida. Ainda assim, tenha em mente que este é um destino que também oferece outras atrações.

Localizada em meio à Cordilheira dos Andes, é a partir de Mendoza que se pode visitar o Aconcágua – a montanha mais alta fora da Ásia, com 6.961 metros de altitude.

Além disso, a própria área urbana de Mendoza oferece bons museus, vistas panorâmicas, um modesto centro-histórico, além de bares, restaurantes e cafeterias de primeiríssima qualidade.

Para aproveitar o básico que Mendoza tem para oferecer, dedique três dias inteiros da sua viagem à Argentina para esta cidade.

Já os mais apaixonados por vinho, podem passar uma semana inteira pulando de vinícola e vinícola para decidir quem produz o melhor vinho da região.

Sobre a melhor época para ir, o verão é o período em que as parreiras das vinícolas estão no auge do seu esplendor. Outono e primavera são boas épocas intermediárias para pegar temperaturas amenas e fugir das multidões. Já durante o inverno a cidade até pode ser visitada, mas vá preparado para passar frio e encontrar um destino mais cabisbaixo.

3 passeios clássicos em Mendoza

» Passeio por vinícolas com degustação de vinho

» Monte Aconcágua

» Spa e termas Cacheuta

# Ir ao fim do mundo em Ushuaia

Considerada a cidade mais ao sul do mundo, uma viagem a Ushuaia pinta o imaginário de muitos viajantes. Afinal, não é sempre que vamos para tão longe do resto do planeta e ficamos mais próximos da Antártida.

Como se não bastasse todo este misticismo envolvido, de fato, há muitos passeios em Ushuaia que fazem valer a viagem. Inclusive, para dar conta de tantas atrações recomendo passar pelo menos três dias inteiro por lá.

Assim como em toda a Patagônia, a melhor época para viajar por estas bandas da América do Sul é nos meses menos congelantes do ano – entre outubro e março.

Outra coisa que você deve saber é que Ushuaia não é o destino mais baratinho do mundo. Pelo contrário. Embora seja possível encontrar hospedagens relativamente econômicas, não espere grandes pechinchas com passeios e alimentação.

Ainda assim, acredite: visitar o fim do mundo é uma das melhores experiências para ter na Argentina.

3 passeios clássicos em Ushuaia

» Parque Nacional Tierra del Fuego

» Navegação pelo Canal Beagle e Ilha dos Lobos

» Trilha para Laguna Esmeralda

mapa turístico da Argentina
Parque Nacional Tierra del Fuego

» Reservar passeios em Ushuaia

# Caminhar sobre uma montanha de gelo em El Calafate

Considerada uma das maiores atrações da Patagônia Argentina – literalmente – é partir da cidade de El Calafate que podemos conhecer o majestoso Glaciar Perito Moreno.

Localizado no Parque Nacional los Glaciares, a geleira ostenta meros 255 quilômetros quadrados e 60 metros de altura. E, curiosamente, este é um monstro que ao contrário das outras geleiras do planeta, aumenta de tamanho a cada ano.

Além de poder visitar as passarelas panorâmicas com vista para o Perito Moreno, outra modalidade de passeio para conhecer a geleira é o Mini Trekking. Neste tour, os viajantes caminham por cerca de uma hora e meia sobre a geleira.

Sobre o percurso no Perito Moreno não há com o que se preocupar. Além de ser uma rota fácil, a caminhada é feita com grampões para andar no gelo e há acompanhamento de guia durante todo o tour.

Embora o glaciar seja a grande atração de El Calafate e pode ser visitado em um dia, recomendo reservar ao menos mais 24 horas para cidade. Isso porque, além de aproveitar os bares, restaurantes, cafeterias e lojinhas, há outros passeios bacanas em El Calafate para incluir na programação, como por exemplo,  Balcón de El Calafate.

3 passeios clássicos em El Calafate

» Glaciar Perito Moreno (Passarelas)

» Mini Trekking no Perito Moreno

» Balcón de El Calafate

Argentina - O que fazer
Glaciar Perito Moreno

» Reservar passeios em El Calafate

# Fazer trilhas em El Chaltén

Localizada a duzentos quilômetros de El Calafate e encravada em meio às montanhas, El Chaltén é a melhor dica do que fazer na Argentina para os amantes de trilha.

A cidade, que na realidade é um povoado com menos de dois mil habitantes, foi fundada em 1985 e é o município mais novo da Argentina.

Apesar de ter vários caminhos com paisagens de deixar qualquer viajante de boca aberta, o Cerro Fitz Roy é o queridinho do pedaço. Ainda assim, recomendo reservar ao menos dois dias inteiros para fazer também outras trilhas por lá.

Não menos importante, saiba que a melhor época para viajar a El Chaltén é entre outubro e março. Isso porque, nestes meses as temperaturas estão mais quentes e os dias mais longos – o que favorece as caminhadas na natureza.

Sobre as trilhas, há caminhos de diferentes graus de dificuldade. As principais são longas, e é necessário reservar um dia inteiro para fazer cada uma delas.

3 trilhas clássicas em El Chaltén

» Laguna de los Tres (Base do Fitz Roy)

» Laguna Torre

» Mirador de Los Condores e Las Águilas

trilha na Argentina
El Chaltén

# Ver desertos em Salta

No extremo norte da Argentina, próximo da fronteira com a Bolívia e na altura do Deserto do Atacama (Chile), a cidade de Salta é a base perfeita para conhecer essa região ainda pouco visitada pelos brasileiros.

Como se não bastassem as paisagens desérticas – que são diferentes dos cenários encontrados em outros cantos do país – os costumes e a cultura do norte argentino também são bastante particulares.

Da mesma forma que visitar o sul e norte do Brasil são experiências completamente distintas, visitar o sul e o norte da Argentina também tem essa característica. Inclusive, para juntar as duas regiões numa mesma viagem é preciso ter tempo e orçamento generosos.

Em todo caso, saiba que com uma semana disponível já é possível fazer um belo recorrido por essa parte da Argentina.

Embora existam muitos municípios que podem servir como base, Salta é a cidade mais estruturada para as suas férias. Ainda assim, não deixe de visitar lugares como a Quebrada de Humahuaca, Salinas Grandes (Deserto de Sal), Cafayate e Cachi.

3 passeios clássicos em Salta

» Passeio para Quebrada de Humahuaca

» Tour para Salinas Grandes

» Passeio para Cafayate

+ Dicas do que fazer na Argentina

» Não tenha dúvidas: este é apenas um breve resumo sobre o que fazer na Argentina. Há ainda muitos outros destinos que não foram indicados. Afinal, como já mencionei no início, o território argentino tem proporções continentais.

Caso você tenha sentido falta de algum lugar – oi, Puerto Iguazú! – deixe um comentário no final do texto com as suas dicas.

» Muitos viajantes têm dúvida se devem contratar os passeios para fazer na Argentina antecipadamente, ou somente quando chegar ao destino. E, infelizmente, não há uma regra para isso.

A minha sugestão, é: se você está com os dias contados, viajará na altíssima temporada, ou se sentirá mais seguro se deixar tudo organizado antes de sair de casa, reserve seus passeios com antecedência.

E, para garantir seus passeios, uma boa plataforma é a Get Your Guide. Além de se informar sobre as melhores experiências em cada destino, você consegue contratar o seu tour de um jeito rápido, prático e seguro. Outro beneficio é que, na maioria dos passeios, é possível alterar as datas ou até mesmo cancela-lo com 24 horas de antecedência.

Por outro lado, se você está com seu roteiro de viagem folgado e terá tempo de bater perna em busca de passeios quando chegar na cidade, e não viajará nos períodos mais concorridos do ano, pode considerar reserva-los durante a viagem. 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here