Guatemala: Dicas para organizar o seu roteiro de viagem pelo país! [Documentos, melhor época para viajar, câmbio e dinheiro, destinos e lugares para conhecer, transporte e outras informações!]
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!
Um dos momentos em que eu estava mais ansioso durante meu mochilão pela América Central era etapa da viagem à Guatemala.

Isso porque, durante os meses em que trabalhei na Nicarágua, conversei com muitas pessoas que vinham de lá e as opiniões sobre o país sempre eram positivas.

Entre os itens mais citados estavam a cultura marcante dos guatemaltecos, a diversidade de paisagens, bons preços de hospedagem e as aventuras de viajar em um chicken bus.

Pois bem, tudo o que mencionei acima ficou bem nítido para mim a partir do momento em que cruzei a fronteira entre El Salvador e Guatemala. Porém, mesmo com tantos atrativos, a Guatemala foi o país da América Central que eu menos gostei.

Não sei se eu criei expectativa além da conta, ou se o fato de ter gostado muito de El Salvador, o país que eu estava antes, possa ter influenciado. Simplesmente não me senti muito à vontade viajando pelo país.

No entanto, como cada pessoa tem experiências completamente diferentes em um mesmo lugar, e um dos objetivos do blog é te ajudar no planejamento do seu roteiro, neste texto eu contarei tudo o que você deve saber para organizar a sua viagem à Guatemala.

Leia também: O que fazer na Guatemala | Melhores passeios 

# Dicas viagem à Guatemala

1- O que esperar de uma viagem à Guatemala?
2- Documentação
3- Qual moeda levar?
4- Quando viajar à Guatemala?
5- Principais destinos para turismo na Guatemala
6- Transporte pelo país
7- Roteiro de viagem pela Guatemala
» Reservar seguro viagem para a Guatemala (Com Desconto)
» Ver preços dos melhores passeios na Guatemala

1- O que esperar de uma viagem à Guatemala?

Uma viagem à Guatemala é para os viajantes que gostam de belas paisagens e contato com a natureza. Portanto, tenha em mente que metrópoles, museus e casas noturnas, dificilmente farão parte do seu roteiro.

Por outro lado, vulcões, lagoas, ruínas maias, e até mesmo cidades históricas com uma bela arquitetura colonial, estarão no seu dia a dia.

Além disso, não espere encontrar luxo e sofisticação durante a sua viagem à Guatemala. Embora os lugares turísticos ofereçam uma estrutura aceitável, de um modo geral, tudo é bem simples e sem muitas firulas.

transporte público pelo país também não é dos melhores. A única certeza ao viajar de ônibus pela Guatemala é que você gastará pouco.

Ainda assim, para quem preferir mais comodidade durante os deslocamentos basta contratar algum serviço de transfer compartilhado – os famosos shuttles.

2- Documentação

Brasileiros não precisam de visto para entrar na Guatemala caso a viagem seja a turismo por até 90 dias. No entanto, lembre-se de que você precisará de um passaporte válido para entrar no país.

Além disso, os brasileiros devem apresentar o Certificado de Vacinação Contra a Febre Amarela, sendo que a vacina deve ser tomada pelo menos 10 dias antes da data de embarque.

Por fim, em caso de atravessar fronteiras terrestres saiba que pode ser cobrado pequenas taxas de entrada e/ou saída. O valor não costuma ser maior do que US$ 5,00 e o pagamento deve ser feito em dinheiro na moeda local.

Seguro viagem para Guatemala

Apesar de não ser obrigatório, recomendo que você contrate um seguro viagem para sua viagem à Guatemala. Aliás, esse é um cuidado que, na minha opinião, devemos ter em qualquer ocasião em que vamos sair do nosso país.

Uma boa plataforma para contratar seu seguro é a Seguros Promo. Lá você encontrará planos de diversas seguradoras que custam a partir de R$ 15,00 por dia de viagem.

Além disso, saiba que utilizando o cupom VOLTOLOGO5 você ganha 5% de desconto. E, fazendo o pagamento através de boleto bancário, pagará mais 5% a menos. Portanto, sua economia pode chegar até 10%.

Se acaso quiser fazer uma cotação online, clique aqui.

3- Qual moeda levar?

moeda oficial da Guatemala é o Quetzal.

Para a viagem recomendo que você leve dólar dos Estados Unidos e troque o dinheiro nas cidades maiores e mais turísticas, como na Cidade da Guatemala e Antigua.

Prefira trocar o seu dinheiro nos bancos e casas de câmbio oficiais.

Além destes lugares, também é possível pagar algumas contas com a própria moeda dos Estados Unidos. Normalmente, em hotéis de grande rede, restaurantes mais elegantes ou agências de turismo.

No entanto, nestes casos o troco será na moeda guatemalteca e o câmbio pode ser menos vantajoso do que nos bancos.

A cotação é de US$ 1,00 = 7,70 Quetzales.

Por fim, tenha em mente que o uso do cartão de crédito é bastante limitado e depender de caixa eletrônico pode se tornar uma dor de cabeça nas pequenas cidades.

Preços na Guatemala

Apesar do dólar nas alturas, viajar para a Guatemala ainda é relativamente barato. Segue abaixo alguns valores que você encontrará no dia a dia.

» Hospedagem em quarto compartilhado: US$ 9,00/noite.
» Suíte para duas pessoas: US$ 35,00/noite.
» Café da manhã típico: US$ 3,50.
» Almoço, “plato del dia”: US$ 5,00.
» Almoço mais elaborado: a partir de US$ 7,00.
» Garrafa de água 600 ml: US$ 1,00.
» Passagem de transporte público: Média de US$ 1,00/ hora de viagem
» Cerveja long neck em supermercados ou na rua: US$ 1,50.
» Cerveja long neck na balada: US$ 3,50.
» Shuttle interno entre cidades turísticas: em média, US$ 30,00.
» Passeios com agências (transporte + Guia): em média, US$ 40,00.

4- Quando viajar à Guatemala?

Embora cada destino tenha sua própria particularidade, de um modo geral, a melhor época para viajar pela Guatemala é entre novembro e maio. Isso porque, estes são os meses mais secos e ideais para os passeios ao ar livre.

Consequentemente, ou outros meses do ano é o período mais chuvoso. Portanto, evite viajar entre junho e outubro.

Além disso, tenha em mente que diferente da maior parte da América Central, a temperatura cai em algumas cidades da Guatemala, como por exemplo, em Antigua. Por isso, é bom levar algum agasalho para usar à noite ou de manhã.

melhor época para viajar para a Guatemala
Lago Atitlán

5- Principais destinos para turismo na Guatemala

Antigua, que foi a capital guatemalteca até o ano de 1.776 é a cidade colonial mais bonita que conheci na América Central. Não à toa, também é uma das cidades mais turísticas da Guatemala.

A atual capital, Guatemala City, ou simplesmente Guatemala, possui fama de ser um pouco perigosa e sem atrativos. Acho que vale a pena conhecer e tirar  suas próprias conclusões desde que você esteja com folga no roteiro.  

Por outro lado, os vilarejos pelos arredores do Lago Atitlán são imperdíveis. Os mais procurados são San Pedro la Laguna e San Marcos. Enquanto o primeiro é famoso pelas festas, o segundo conquista os forasteiros por ter uma vibe mais tranquila.

Um lugar de difícil acesso, mas recompensador por sua beleza é Semuc Champey. O povoado mais perto dessa maravilha natural é Lanquín, porém, é possível contratar agências que fazem esse passeio de um dia a partir de Cobán. 

No extremo norte do país, Tikal é  um dos sítios arqueológicos Maias mais interessantes para visitar na América Central. A antiga cidade Maia fica perto de Flores, que  costuma servir de base para quem quer conhecer as impressionantes ruínas ou até mesmo seguir viagem para Belize.

Apesar da Guatemala não ser muito famosa pelas praias, Livingston pode ser uma boa opção para os viajantes que estão em busca de sol e mar.

lugares para conhecer na Guatemala
Antigua
Guatemala - Dicas de viagem
Semuc Champey

6- Transporte pelo país

A Guatemala é conhecida entre os viajantes por ser o país dos chicken buses. Apesar de ser usado em praticamente toda América Central, é aqui que ele ganha destaque.

O chicken bus é o jeito mais barato de viajar pela Guatemala. Porém, não espere nenhum tipo de conforto e normalmente é necessário fazer mais de uma “conexão” para chegar até a sua cidade destino.

Os ônibus que são mais confortáveis que estamos acostumados até existem, mas em menor número. Normalmente, o veículo convencional faz apenas percursos entre grandes cidades. Duas empresas que oferecem esse serviço são a Tica Bus e a Monja Blanca.

Por fim, um meio de transporte bastante comum entre os turistas são os shuttles. São transfers compartilhados (vans) que agências de turismo e hostels oferecem entre as principais cidades turísticas do país.

A principal vantagem dos shuttles é que normalmente as empresas te buscam no próprio lugar que você está hospedado e te deixará no seu hotel na cidade destino, evitando assim deslocamentos até rodoviárias ou ponto de ônibus.

(Às vezes, o desembarque no destino final é apenas em um único local, e você precisará ir por conta para a sua acomodação)

Além disso, outro benefício é em relação aos horários. Dependendo da cidade e da distância a ser percorrida, a viagem pode começar de madrugada e você chegará no mesmo dia em seu destino final, o que as vezes é impossível com o chicken bus. 

Como tudo tem um preço, para usufruir das comodidades destes transfers espere gastar bem mais do que com o transporte público.

Principais rotas de shuttle na Guatemala

Confira abaixo as rotas, preços e tempo de deslocamento para viajar de shuttle pela Guatemala.

Algumas empresas que oferecem este serviço, são: Adrenalina Tours, Transport Guatemala e Shuttle Guatemala.

» Cidade da Guatemala x Antigua, 1h30, US$ 15,00.
» Antigua x Panajachel (Lago Atitlán), 3hs, US$ 20,00.
» Antigua x Lanquín (Semuc Champey), 10hs, US$ 35,00.
» Panajachel (Lago Atitlán) x Lanquín (Semuc Champey), 12hs, US$ 40,00.
» Antigua x Flores (Tikal), 12hs, US$ 60,00.
» Antigua x San Cristóbal de las Casas (México), 13hs, US$ 55,00.
» Lanquín (Semuc Champey) x Flores (Tikal), 8hs, US$ 25,00.
» Flores (Tikal) x Belize City (Belize), 6hs, US$ 35,00.

Importante: O tempo de deslocamento e preços indicados são apenas uma média.

Se acaso um único viajante se atrasar na hora da partida, o tempo na estrada pode ser maior. Além disso, você também encontrará outras agências nas cidades e, talvez, negociando pessoalmente, pode conseguir algum desconto.

como viajar pela Guatemala
Lago Atitlán

7- Roteiro de viagem pela Guatemala

O tempo mínimo que eu recomendo para um roteiro de viagem à Guatemala são 11 dias. Dessa forma, você conseguirá visitar as principais atrações do país sem abrir mão de passeios clássicos.

Porém, como as distâncias a serem vencidas serão longas e, muitas vezes, por estradas precárias, esteja preparado para um programação intensa.

Uma rota tradicional pelo país, é:

» Primeiro dia: Chegada + Deslocamento para Antigua
» Segundo dia: Antigua
» Terceiro dia: Antigua
» Quarto dia: Deslocamento para Lago Atitlán
» Quinto dia: Lago Atitlán
» Sexto dia: Lago Atitlán
» Sétimo dia: Deslocamento para Lanquín (Semuc Champey)
» Oitavo dia: Semuc Champey
» Nono dia: Deslocamento para Flores (Tikal)
» Décimo dia: Tikal
» Décimo primeiro dia: Regresso

guia de viagem américa central

6 COMENTÁRIOS

  1. Muito bom o poste!
    O que devo fazer: levar dinheiro dolar em espécie e fazer câmbio lá, fazer câmbio no Brasil ou levar dinheiro em travel money e sacar lá?

    • Oi Leandro!

      Eu levei dólar em espécie e um pouco em um cartão travel money, para sacar lá.

      Não indico comprar a moeda guatemalteca no Brasil pois a cotação é bem ruim!

      Abraço

  2. * Para evitar comentários spans (falsos), solicitamos que ao deixar sua mensagem você também preencha um campo com seu nome e e-mail.
    Mas não se preocupe, pois estas informações estão seguras e seu e-mail não será exibido e nem compartilhado com outras pessoas!
    Para mais informações clique aqui para ler a nossa Política de Privacidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here