Viagem a Maceió, a capital de Alagoas: Dicas para organizar um roteiro de até 7 dias. Descubra quando ir, como chegar, onde se hospedar, onde comer e quais são os melhores passeios!
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Uma viagem a Maceió é a porta de entrada para visitar algumas das mais belas praias do Brasil. Durante os meus dias por lá, o que eu mais pensava é que como deve ser chato ser alagoano e viajar para outros destinos de praia – afinal, não é tão simples superar as belezas do estado de Alagoas.

Como se não bastasse, a capital alagoana oferece boa estrutura de bares e restaurantes, os passeios funcionam redondinho, e até mesmo a orla urbana da cidade já é capaz de impressionar os forasteiros. Para ficar ainda melhor, os viajantes têm acesso a todas estas maravilhas por preços bastante realistas.

Ainda assim, atenção: para conseguir aproveitar tudo isso, é preciso cuidado na hora de organizar uma viagem a Maceió. E, neste texto, eu contarei tudo o que você deve saber para que as suas férias sejam inesquecíveis.

# Dicas de viagem a Maceió

1- Qual a melhor época para ir a Maceió?
2- Quantos dias ficar?
3- Como chegar em Maceió?
4- Melhor região para se hospedar?
5- O que fazer em Maceió
6- Onde comer em Maceió
7- Roteiro de viagem a Maceió (7 dias)

1- Qual a melhor época para ir a Maceió?

A melhor época do ano para ir a Maceió e conhecer as belezas do estado no seu maior esplendor é de outubro a janeiro. Nestes meses, além do tempo firme, a tonalidade da água do mar estará no seu auge de cristalinidade.

Fevereiro, março e setembro são meses de transição e costuma ser uma loteria. Alguns viajantes vão e conseguem dias de verão – com o sol brilhando sem nenhuma nuvem. Porém, chuva nestes meses não é nenhuma surpresa. Estive lá entre a última semana de agosto e a primeira de setembro, e peguei dias ótimos, dias nublados e dias chuvosos.

Se puder fazer uma viagem a Maceió apenas entre abril e agosto, é melhor escolher outro destino. Isso porque, essa é a temporada oficial de chuvas por lá. Como o mar é a grande atração de um roteiro por estas bandas, é quase certo de que sua viagem será prejudicada pelo tempo ruim. Ou no mínimo, mesmo com raros dias de sol, a água do mar não estará azulzinha.

Praia de Carro Quebrado - Alagoas
Praia de Carro Quebrado com o mar turvo, na última semana de agosto!

2- Quantos dias ficar?

Para não deixar nenhum grande passeio de fora da sua viagem a Maceió, reserve ao menos sete dias inteiros. Mas é claro, se tiver quatro ou cinco dias livres, a viagem já vale a pena.

Atualmente há sete passeios que fazem parte dos roteiros em Maceió, sendo que cada um deles ocupa um dia inteiro de programação. Obviamente você não precisar fazer todos, mas escolher menos que quatro será muito difícil.

Quer conhecer tudo e ainda incluir pernoites em Maragogi? Reserve dez dias!

roteiro de viagem a Maceió e Maragogi
Piscinas Naturais de Maragogi

3- Como chegar em Maceió?

O aeroporto de Maceió é o Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares (MCZ), que fica a pouco mais de vinte quilômetros da orla da cidade.

Já a rodoviária fica numa vizinhança mais central, a apenas sete quilômetros das praias.

Vale a pena alugar um carro em Maceió?

Para quem gosta de dirigir e viajará em grupo de amigos ou família, alugar um carro para viajar por Maceió é uma boa ideia. Isso porque, dessa forma você conseguirá visitar as principais praias próximas da capital alagoana por conta própria, sem depender das excursões com horários fixos.

Por outro lado, quem não dirige não precisa se preocupar, pois a dinâmica dos passeios com receptivos turísticos funciona bem.

Do aeroporto de Maceió para a cidade

Um táxi do Aeroporto de Maceió até os bairros turísticos da cidade, como Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca, custa em torno de R$ 100,00. Já uma corrida de Uber custa, em média, metade deste valor.

Para quem quer economizar, a única opção de transporte público é o ônibus da empresa Veleiro, linha 1002 Aeroporto-Ponta Verde. É um ônibus comum: com roleta, sem espaço para bagagem e pinga-pinga. O ponto é bem em frente ao local de desembarque do aeroporto, as saídas variam entre trinta minutos e uma hora, funciona das 4h30 às 20h30 e a passagem custa menos de R$ 5,00. Para ir do aeroporto até os bairros centrais se gasta pelo menos uma hora.

De Maragogi para Maceió

Maragogi está a 125 quilômetros de Maceió e é um dos destinos mais famosos de Alagoas. Por conta disso, muita gente que viaja a Maceió aproveita para incluir Maragogi no roteiro.

Um transfer privativo de Maragogi para Maceió custa na faixa de R$ 300,00, e pode ser dividido em até quatro pessoas.

Se estiver sozinho, um bom custo-benefício são os táxis compartilhados que saem da praça central de Maragogi. Os taxistas ficam lá oferecendo a corrida e eles mesmo vão juntando os viajantes para lotar um carro. Neste caso, a corrida custa, em média, R$ 60,00 por pessoa.

Outra possibilidade é pegar carona em algum tour que saia de Maragogi com destino a Maceió. Essa é uma opção mais utilizada no sentido inverso (de Maceió para Maragogi), mas há poucas agências que fazem este passeio em alguns dias da semana. Espere investir R$ 75,00 por pessoa.

Também há vans e micro ônibus que fazem este percurso. A viagem não é direta e vai passando por várias cidades do caminho. Espere gastar R$ 25,00 e ao menos três horas na estrada. Tenha em mente que não há espaço especial para as malas, ou seja, é ideal que você tenha pouca bagagem,

Para ir de Maceió para Maragogi as opções são basicamente as mesmas, porém, com duas ressalvas. Primeiro, que táxi compartilhado saindo de Maceió não é comum, Por outro lado, os tours de Maceió para Maragogi são diários e custam apenas R$ 50,00 por pessoa.

como chegar em Maceió
Rodoviária de Maceió (e o transporte que faz a rota Maceió x Maragogi)

De outras capitais do Nordeste para Maceió

Para chegar em Maceió de ônibus a partir de outras capitais nordestinas, as rotas mais comuns são Aracajú x Maceió e Recife x Maceió.

Saindo de Aracajú, as empresas Real Alagoas e Rota Transportes fazem este percurso diariamente. A viagem leva cerca de cinco horas e a passagem custa R$ 65,00.

Saindo de Recife, quem opera este trecho é a Real Alagoas, a viagem leva quatro horas e passagem custa R$ 80,00.

Como se locomover na cidade?

Para distâncias curtas dentro de Maceió, utilizar Uber é o melhor custo-benefício. Principalmente para quem tiver com quem dividir a corrida.

Já para ir até as praias em municípios vizinhos, caso você esteja sem carro. o melhor negócio é se juntar num passeio oferecido pelos receptivos turísticos.

Da rota turística, a única praia em que dá pra chegar direto com o transporte público é a Praia do Francês, no município Marechal Deodoro, a vinte quilômetros de Maceió. As vans saem da Estação Maceió do VLT, que fica no centro.

4- Melhor região para se hospedar?

A rede hoteleira de Maceió se concentra na orla de três praias urbanas que estão lado a lado: Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca. Toda a beira-mar tem boa estrutura de hospedagem, bares e restaurantes. Ou seja, são ótimos lugares para se hospedar durante uma viagem a Maceió.

O trecho de calçadão mais movimentado, no entanto, fica entre Pajuçara e Ponta Verde. Já a melhor faixa de areia para curtir a praia é em Pajuçara.

onde se hospedar em Maceió - dicas
Orla de Ponta Verde

Hotéis e pousadas em Maceió

Para a turma que procura um albergue, o melhor de Maceió é o Hostel Pajuçara. Inclusive, foi lá que eu fiquei hospedado e com toda certeza ficaria outras vezes. Poucas vezes me hospedei num hostel tão organizado, limpo e com um belo café da manhã. Tem pegada intimista e é o tipo de lugar que nos faz sentir em casa mesmo quando estamos viajando.

Também em Pajuçara, o Hotel Praia Bonita Jangadeiros é ideal para quem quer um hotel confortável sem precisar gastar uma fortuna. No mesmo bairro, o Hotel Brisa Suites é o quatro estrelas com melhor custo-benefício.

Em Ponta Verde e com ótima localização, o Palms Tropicalis Hotel oferece suítes espaçosas, café da manhã bem servido, limpeza impecável e piscina no terraço, por um preço bastante camarada.

Para quem quiser se hospedar num resort em Maceió, o Jatiúca Hotel & Resort é um dos mais bem cotados da cidade e tem diárias que já incluem café da manhã e jantar.

Se preferir, clique aqui e encontre outros lugares para se hospedar durante sua viagem a Maceió.

Hostel Pajuçara
Dormitório compartilhado do Hostel Pajuçara

Leia também: 10 pousadas baratas em Maceió

5- O que fazer em Maceió

Embora você esteja organizando uma viagem a Maceió, saiba que as principais atrações e praias que farão parte do seu roteiro se encontram em municípios vizinhos da capital de Alagoas.

Para quem não estiver de carro, a solução para conhecer estes lugares é contratar os passeios com alguma agência local.

Passeios em Maceió

Há muitas agências que oferecem basicamente os mesmos passeios em Maceió, e, atualmente, há sete tours que fazem parte dos roteiros em Alagoas.

Como eu estava com os dias contados, contratei os passeios antes de sair de casa e achei que foi uma ótima decisão. Embora se você deixar para contratar na hora talvez encontre preços ligeiramente mais baixos, deixando tudo certo a empresa te ajuda a organizar o itinerário. Isso é ótimo, pois nem todos os passeios saem diariamente – como o para as Dunas de Marapé e para São Miguel dos Milagres.

Fiz todos os meus passeios com a empresa Edvantur e tudo ocorreu conforme o esperado. Aliás, melhor do que o esperado. Em todos os tours que eu fiz, as vans da Edvantur sempre foram as primeiras a chegar no local, o que me dava tempo para escolher um bom lugar e tirar fotos antes multidão chegar.

A logística dos passeios não muda. A van da empresa que você contratou passa buscando cada viajante em seu hotel, segue para o destino, e lá tem um ponto de apoio (restaurante) pré-determinado. Na hora de ir embora, os viajantes encerram as suas contas antes do horário marcado para sair, e a van deixa cada um em seu respectivo hotel.

Alguns detalhes sobre essa dinâmica:

» Dependendo de onde o seu hotel está localizado e de para qual direção o passeio seguirá, você pode ser o primeiro ou o último a ser pego. Quem é o primeiro acorda mais cedo e passa mais tempo ocioso na van. Mas não tem como fugir desta realidade.

» O horário de saída varia de acordo com o passeio em questão. Já a saída da praia costuma ser por volta das 15h30.

» O passeio que você contrata com a agência é basicamente o transporte até o local e acompanhamento do guia. Refeições são pagas à parte no restaurante que servir como ponto de apoio.

Além disso, em toda praia há algum tipo de passeio opcional que pode ser contratado na hora. Normalmente são passeios de buggy que levam até outras praias próximas, ou passeio a alguma piscina natural. Cada passeio opcional custa, em média, R$ 50,00 por pessoa.

viagem a Maceió - melhores passeios
Estrutura do Capitão Nikolas Beach Club, um dos passeios de Maceió

Leia também: 9 passeios para fazer em Maceió

Praias aos arredores de Maceió (Para conhecer com os passeios!)

Há muitas praias para conhecer aos arredores de Maceió. Não à toa, há sete passeios disponíveis para dar conta de tantos destinos.

Pelo litoral sul de Alagoas, que em geral tem mar mais agitado, os principais destinos, são: Praia do Francês (no município de Marechal Deodoro, 22 km de Maceió), Barra de São Miguel (município de mesmo nome, 31 km de Maceió), Praia do Gunga (no município de Roteiro, 43 km de Maceió) e Dunas de Marapé (no município de Jequiá da Praia, 70 km de Maceió).

Já no litoral norte do território alagoano, que normalmente tem águas mais mansas e quentes, os principais destinos, são: Praia Ipioca | Hibiscus Beach Club (em Maceió, mas 24 km do centro), Praia de Paripueira (município de mesmo nome, 30 km de Maceió), Ilha da Crôa | Capitão Nikolas Beach Club (no município de Barra de Santo Antônio, 50 km de Maceió) e São Miguel dos Milagres (município de mesmo nome, 95 km de Maceió).

Outro dois passeios disponíveis, mas que são bastante cansativos para um bate-volta, é até a Foz do Rio São Francisco (no município de Piaçabuçu, 140 km de Maceió), e Maragogi (município de mesmo nome, 140 km de Maceió).

No item 7 deste texto, onde eu sugiro um roteiro de viagem a Maceió de 7 dias, você encontra os tours listados na minha ordem de preferência, os preços, e quais passeios opcionais são oferecidos em cada um deles.

Dunas de Marapé
Dunas de Marapé, no litoral sul de Alagoas
Praia de Lage, em Alagoas
Praia de Lage, próxima a São Miguel dos Milagres

Leia também: 9 melhores praias de Maceió

Atrações na cidade de Maceió

As praias urbanas de Maceió estão longe de serem as melhores de Alagoas (lembre-se, o nível é alto neste estado!). No entanto, no conjunto geral praia + calçadão, esta é uma das orlas mais lindas do Nordeste. Caminhar no final da tarde pela beira-mar da Jatiúca, Ponta Verde e Pajuçara, é um dos passeios mais agradáveis para fazer em Maceió.

Além disso, é por este calçadão que está a Feirinha de Artesanato da Pajuçara, que garante as comprinhas de artesanato, roupas de praia e outros produtos.

É também da Pajuçara de onde saem as jangadas até as Piscinas Naturais da Pajuçara. Assim como qualquer passeio de piscina natural, ele só acontece durante a maré baixa, portanto, é necessário se informar sobre o horário de saída durante os seus dias por lá. Não diria que é um passeio incrível. Inclusive, recomendo apenas para matar o tempo caso esteja de bobeira por estas bandas. Você negocia o passeio com os próprios jangadeiros que ficam na orla da Pajuçara. Custa em torno de R$ 30,00 por pessoa.

Para curtir a noite, o principal point de bares que ficam abertos até mais tarde está na antiga Rua Amélia Rosa, que atualmente se chama Antônio Gomes de Barros, e fica na Praia de Jatiúca.

o que fazer em Maceió - dicas de viagem
Piscinas naturais da Pajuçara

6- Onde comer em Maceió

No pedaço de orla entre as praias de Pajuçara e Ponta Verde há muitos lugares para comer em Maceió. É o tipo de região que dá pra sair para caminhar e entrar no restaurante que você mais for com a cara. Já em Jatiúca, os endereços ficam mais distantes e é melhor sair com um destino certo.

Para quem quer economizar, no calçadão da praia há vários quiosques que servem tapiocas, porções e lanches que valem por uma refeição. Espere gastar entre R$ 15,00 e R$ 25,00 – dependendo do sabor do recheio que escolher. Provei a tapioca do quiosque Sabor e Arte e estava deliciosa.

dicas de restaurantes em Maceió
Tapioca do Sabor e Arte

Para comida regional, o Restaurante Casa de Mainha é uma escolha certeira com ótimo custo-benefício. Funciona no sistema buffet à vontade e custa R$ 38,00 por pessoa. Quando fui, a comilança incluía baião de dois, feijão tropeiro, carne de sol com nata, queijo coalho, carne assada, galinhada, mariscada, sarapatel, moqueca de banana e outras delícias.

Também no esquema buffet livre, mas com menos pratos regionais, o Restaurante Terraço é uma boa para quem quer comer bastante e gastar pouco.

Outro lugar para provar comida típica é o Restaurante Cheiro da Terra. Pratos individuais custam em torno de R$ 27,00, e para duas pessoas R$ 55,00. No cardápio, há desde tapiocas a outras refeições mais completas, como: escondidinho, rabada, buchada de carneiro, baião de dois, carne de sol com nata, filé de carne de sol e galinhada.

onde comer em Maceió - dicas
Cozido Cheiro da Terra: carne cozida com legumes, pirão e arroz, R$ 24,00

Na Rua Lessa de Azevedo, uma perpendicular com a avenida a beira-mar, na Praia da Pajuçara, há vários locais para comer algo rápido, como hambúrguer, pastel, crepes ou até mesmo pizza. Provei um lanche do Hum!Burger (média de R$ 25,00) e estava bem gostoso.

Para frutos do mar, quem reina em Maceió é o Imperador dos Camarões e seu famoso chiclete de camarão (camarão com muito queijo!). Mas é claro, além deste que é o prato carro-chefe da casa, há outros tipos de refeições que saem, em média, R$ 100,00 para duas pessoas.

Já nos restaurantes de praia que servem como ponto de apoio durante os passeios, normalmente as refeição são para duas pessoas e os preços variam entre R$ 80,00 e R$ 140,00. Sendo o mais em conta, geralmente frango, e os mais caros os pratos de camarão.

7- Roteiro de viagem a Maceió (7 dias)

Confira a seguir uma sugestão de roteiro de viagem a Maceió com duração de sete dias. Irei listar as atrações em ordem da minha preferência, portanto, caso eu tivesse menos tempo, os últimos passeios indicados seriam os que eu deixaria de fora.

Lembrando que conhecendo estes lugares com agência de turismo, cada passeio ocupa um dia inteiro.

Os valores são os que eu paguei com a empresa Edvantur. Fiz todos meus passeios com eles e não tive nenhum problema.

O valor de cada tour inclui basicamente o transporte até o destino principal e o acompanhamento de guia. Em cada praia principal, no entanto, é comum que existam passeios opcionais de buggy ou de piscinas naturais.

Dia 1: Passeio para São Miguel dos Milagres (R$ 60,00)

» Opcional: Buggy até a Praia de Lages e Praia do Patacho (R$ 50,00), e piscinas naturais (R$ 50,00). Fiz o passeio de buggy e achei imperdível!

Dia 2: Dunas de Marapé (R$ 120,00, já inclui almoço no sistema buffet à vontade)

» Opcional: Passeio de jardineira por falésias, R$ 45,00. Fiz e achei dispensável.

Dia 3: 3 Praias | Praia do Francês + Barra de São Miguel + Praia do Gunga (R$ 35,00)

» Opcional: Passeio de buggy no Gunga, R$ 50,00. Fiz e achei bacana.

*** As paradas na Praia do Francês e na Barra de São Miguel são apenas para fotos.

Dia 4: Capitão Nikolas (R$ 40,00 + R$ 25,00 de day use)

» Opcional: Passeio de Jipe até a Praia de Carro Quebrado, R$ 50,00. Fiz e achei imperdível.

Dia 5: Paripueira (R$ 35,00 + R$ 20,00 de day use)

» Opcional: Piscinas naturais, R$ 50,00. Não fiz.

Maceió dicas de viagem
Praia de Paripueira

Dia 6: Praia de Ipioca | Hibiscus Beach Club (R$ 35,00 + R$ 40,00 de day use)

Dia 7: Maragogi (R$ 50,00 + R$ 100,00 de barco até as piscinas naturais)

» Opcional: Buggy pelas praias de Maragogi, R$ 60,00.

Notas sobre este roteiro de 7 dias em Maceió

» Note que este é um roteiro bem intenso, e não contempla dias livres para descanso ou para voltar a uma praia que você tenha gostado.

» Nos dias de chegada e partida, dependendo do seu horário disponível, dá para bater perna pela orla de Maceió, ir a Feirinha de Artesanato da Pajuçara e, dependendo do caso, até mesmo visitar as Piscinas Naturais da Pajuçara.

» Este roteiro não contempla um dia inteiro na Praia do Francês, uma das mais famosas de Alagoas. Particularmente eu não gostei tanto de lá.

Porém, caso você queira passar um dia inteiro nesta praia, precisará de mais um dia ou deixar algum dos passeios indicados de fora do seu roteiro.

» O Hibiscus Beach Club é um local para relaxar, com ótima estrutura e preços igual água do mar: com bastante sal.

Caso este tipo de passeio não faça muito o seu estilo, você pode aproveitar para conhecer algumas praias do norte de Maceió por conta própria, como a Praia da Garça Torta e a Praia de Guaxuma – que estão a dez quilômetros de Pajuçara.

» O passeio no esquema-bate-volta de Maceió para Maragogi não é o melhor jeito de conhecer a região. Passa-se muito tempo na estrada e pouco tempo aproveitando o local. O ideal, na minha opinião, é dedicar ao menos duas ou três noites em Maragogi.

Em todo caso, o passeio de um dia não deixa de ser uma possibilidade para quem tem pouco tempo e não abre mão de visitar as famosas piscinas naturais de Maragogi.

» Todos os preços indicados neste post – passeios, transporte, e alimentação – são referente a novembro/2019.

» Ficou com alguma dúvida ou tem outras dicas de viagem a Maceió? Me conta aí nos comentários! 🙂

3 lugares para se hospedar em Maceió

($) Para os viajantes que procuram um albergue, o Hostel Pajuçara é uma das opções mais bem cotadas da cidade.

($$) Quem faz questão de privacidade, mas não quer gastar uma fortuna, o Hotel Praia Bonita Jangadeiros tem um ótimo custo-benefício.

($$$) Querendo investir num resort, o Jatiúca Hotel & Resort é o mais bem avaliado.

» Se preferir, clique aqui e encontre outras ofertas de hospedagem em Maceió.

Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

2 COMENTÁRIOS

  1. * Para evitar comentários spans (falsos), solicitamos que ao deixar sua mensagem você também preencha um campo com seu nome e e-mail.
    Mas não se preocupe, pois estas informações estão seguras e seu e-mail não será exibido e nem compartilhado com outras pessoas!
    Para mais informações clique aqui para ler a nossa Política de Privacidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here