Dicas e roteiros de viagem pela América Latina

Por Murilo Pagani

Viagem a Ubatuba: 6 dicas valiosas

Apesar de não fazer tantas viagens a Ubatuba como antigamente, este pedaço do litoral norte de São Paulo continua sendo a minha escolha número um quando quero dar uma escapada para ver o mar.

Com paisagens pra lá de exuberantes e astral despreocupado, a cidade é aquele tipo de lugar que serve desde para relaxar alguns poucos dias, ou até mesmo dedicar uma férias inteira.

E, para que você possa aproveitar ainda mais os seus dias de sombra e água fresca, neste post darei algumas dicas para você organizar uma viagem a Ubatuba.

Confira a seguir qual é a melhor época para viajar, quantos dias ficar, como chegar e se locomover, onde se hospedar, e quais as principais praias e atrações que você pode incluir no seu roteiro.

Leia também: 10 pousadas baratas em Ubatuba

# Dicas de viagem a Ubatuba

1- Melhor época para ir a Ubatuba
2- Quantos dias ficar?
3- Como chegar em Ubatuba?
4- Hospedagem em Ubatuba
5- Como se locomover?
6- Praias e atrações em Ubatuba

1- Melhor época para ir a Ubatuba

Ubatuba segue a mesma dinâmica de outras praias do litoral norte de São Paulo. Ou seja, recebe mais viajantes durante o verão e feriados prolongados, mesmo sendo os primeiros meses do ano os mais chuvosos por estas bandas.

Portanto, se você for viajar nessa época, especialmente para o carnaval ou Ano Novo, é bom reservar sua hospedagem o quanto antes.

Como eu prefiro evitar trânsito e praias lotadas, sempre que possível programo minha viagem a Ubatuba em épocas intermediárias, como nos meses de abril, maio, setembro, outubro e novembro.

2- Quantos dias ficar?

Em apenas um final de semana já é possível viajar a Ubatuba para entrar em contato com a natureza, e começar a se encantar pelos seus atrativos.

Porém, se tiver mais tempo, tenha certeza de que não faltarão praias para você incluir no seu roteiro. Afinal, são mais de 50 pedaços de areia, além de trilhas e cachoeiras pra viajante nenhum botar defeito.

Para uma primeira viagem a Ubatuba, onde além de desestressar você também queira explorar os principais cantos da cidade, recomendo ao menos quatro dias inteiros.

Se acaso tiver mais tempo, lembre-se que você pode combinar sua viagem com Trindade, Paraty e, quem sabe, até mesmo Ilha Grande.

lugares para conhecer numa viagem a Ubatuba

Praia do Alto, em Ubatuba

3- Como chegar em Ubatuba?

Localizada a 220 quilômetros de São Paulo, a empresa de ônibus Litorânea faz a rota entre o Terminal Tietê e Ubatuba diversas vezes ao dia.

De São Paulo, há seis saídas diárias, sendo a primeira às 6h40 e a última às 19h45. A viagem leva em torno de 5 horas e a passagem custa R$ 85,00.

Quem estiver no Rio de Janeiro também pode fazer a viagem a Ubatuba de ônibus. Neste caso, a empresa Util oferece duas saídas por dia, uma às 8h30 e a outra às 23h. O percurso também leva cerca de 5 horas e a passagem custa R$ 95,00.

4- Hospedagem em Ubatuba

Antes de escolher o hotel ou pousada para sua viagem a Ubatuba, é preciso que você entenda quais as características de cada região da cidade. Para isso, recomendo que leia o texto “Onde ficar em Ubatuba | Melhores praias e dicas”.

Caso escolha ficar pela região central, o Ecotrip Hostel, Pousada Mar Azul e Pousada Torre Del Mar são bem avaliados e têm ótimo custo-benefício.

Nas concorridas praias do sul, minhas sugestões são: Hotel Village Enseada (Praia da Enseada), Pousada Pataxó (Praia das Toninhas) e Hotel Coquille (Praia Grande).

Já na badalada Itamambuca, vale ficar de olho no Bamboo Groove Hostel e nas Suites Prime.

Por fim, se acaso preferir, clique aqui e encontre outros lugares para ficar durante a sua viagem a Ubatuba.

5- Como se locomover?

De ponta a ponta o litoral de Ubatuba tem aproximadamente 70 quilômetros. Ou seja, se locomover entre a primeira e a última praia é como ir de uma cidade a outra. E, para maior conforto e agilidade, pode ter certeza que um carro fará toda a diferença na sua viagem a Ubatuba.

Se acaso não for possível, dá pra perambular pela cidade com o transporte público. Aliás, eu mesmo costumo andar bastante de ônibus quando vou pra lá. Porém, esteja ciente de alguns detalhes:

» Se não quiser ficar andando de ônibus, uma alternativa é se hospedar em uma praia bacana e ficar unicamente nesta região. No caso de querer ir cada dia em uma praia diferente, recomendo que fique hospedado pelo centro.

» Os horários de ônibus são bastante espaçados. Portanto, verifique antes de sair para não ficar esperando à toa por muito tempo.

» No caso das praias do norte, muitas vezes o ônibus passa apenas pela rodovia. Ou seja, para chegar até a areia você precisará encarar uma caminhada.

dicas de viagem Ubatuba

Praia do Félix

Leia também: 10 melhores praias de Ubatuba

6- Praias e atrações em Ubatuba

Como não deve ser novidade para você, o grande atrativo de uma viagem a Ubatuba é o mar. Porém, saiba que além de não ser a única opção de lazer, também há várias formas de aproveitá-lo. Aliás, há muita coisa para fazer em Ubatuba.

Para quem gosta de praias com comodidades de quiosques pé na areia e bastante movimento, as praias do sul atendem estes requisitos. Vale incluir no seu roteiro a Praia da Enseada, Praia Grande e a Praia das Toninhas.

Aos que preferem lugares mais selvagens, as do norte costumam ser mais adequadas. Dentre elas, destaque para a Praia do Félix, Praia da Almada, Praia do Prumirim, e claro, a famosíssima Itamambuca.

Pela região central, vale conferir a simpática Praia do Cedro e a Vermelha do Centro. Essa última, porém, pouco frequentada pelos banhistas e idolatrada pelos surfistas de plantão.

Para tirar o sal do corpo, a Cachoeira do Prumirim garante um refrescante banho de água doce.

Para quem não dispensa uma boa caminhada pela natureza, vale a pena se programar para fazer a Trilha das Sete Praias.

No extremo norte de Ubatuba, a pitoresca Vila de Picinguaba é o ponto de partida para a Ilha das Couves, um refúgio de águas cristalinas que deve ser evitado nos finais de semana da alta temporada e feriados.

Outra ilha que rende um passeio e tanto e merece sua atenção é a Ilha Anchieta.

Por fim, ao anoitecer, os restaurantes, bares, sorveterias e lojinhas do Centro e de Itaguá, são uma boa pedida para terminar o dia.

3 lugares para se hospedar em Ubatuba

($) Para os viajantes que procuram um albergue, o Ecotrip Hostel é uma das opções mais bem cotadas da cidade.

($$) Quem faz questão de privacidade, mas não quer gastar uma fortuna, a Pousada Mar Azul e a Pousada Pataxó têm ótimo custo-benefício.

» Se acaso preferir, clique aqui e confira outras ofertas de hospedagem em Ubatuba.

Murilo Pagani
Introvertido de carteirinha com picos de sociabilidade quando necessário ou depois de alguns goles de cerveja. Queria saber escrever bonito, mas cultivo um enorme apego à desculpa de que sou originalmente de exatas para justificar a minha falta de dedicação em combinar as palavras uma depois da outra. Espero que entenda!
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentários:
Renata disse:

Murilo, me dá um help? Sou do RJ e vou sozinha para Ubatuba em Setembro(de ônibus) de férias. Pretendo ficar uns 3 dias em Ubatuba(ou + quem sabe!), depois vou para Trindade(uns 3 dias) e depois vou para Paraty(uns 2 dias). Mas estou perdida aonde ficar em Ubatuba. Queria uma hospedagem BBB (boa, bonita e barata, com preço justo né!!) e queria ficar próximo a uma praia boa (não me importo de ficar nela todos os dias desde que eu possa sentar, me bronzear, tomar uma cervejinha com meus pensamentos olhando pra qq coisa ou pro nada rs) mas tb queria ficar próximo de onde eu pudesse dar uma volta no fim de tarde/noite para um barzinho com música ao vivo. Sem precisar pegar ônibus, uber…Gosto de coisas mais rústicas mas por estar sozinha e sem carro, tenho receio de ficar em lugar deserto. O que você me sugere?

Murilo Pagani disse:

Oi, Renata, tudo bem?

Que bacana!

É um roteiro que eu amo fazer.

Itamambuca é uma ótima praia, porém, não sei te dizer como é a questão de barzinhos com música ao vivo durante o mês de setembro.

Se você faz questão destas saídas noturnas, o ideal é ficar mais próximo de Itaguá, que é o centrinho de Ubatuba. De Itaguá você consegue acessar algumas praias que estão relativamente próximas, como Praia Grande, Tenório e Vermelha do Centro.

Espero que aproveite a viagem!

Abraço

Suriàn disse:

Top esse teu guia de dicas de Ubatuba. Quando eu for ao litoral paulista, vou usar com certeza. Tô louca pra conhecer. Obrigada por compartilhar!

Murilo Pagani disse:

Oi Suriàn, tudo bem?

Que bom que gostou das dicas de Ubatuba!

Abraço

CINTIA GRININGER disse:

Adoro Ubatuba e vou sempre que dá, porque moro perto. Há tantas praias lindas que é até difícil escolher uma – o que desanima é o trânsito no verão e nos feriados, por isso a dica para fugir dessas datas é valiosa!

Murilo Pagani disse:

Oi Cintia, tudo bem?

Que delícia morar perto de Ubatuba!

Infelizmente vou menos do que gostaria, mas sempre que posso dou uma escapada.

Realmente, ao menos para mim, ir nestas datas não vale a pena.

Abraço

Marcela disse:

Muito obrigada por compartilhar tanta dica boa sobre Ubatuba! É meu objetivo conhecer as praias de lá ainda esse ano, vai ajudar muito!

Murilo Pagani disse:

Oi Marcela, tudo bem?

Que legal!

Espero que aproveite a viagem a Ubatuba!

Abraço

MOISES BATISTA DA COSTA disse:

Eu também gostaria de fazer uma viagem a Ubatuba. Mas só viajo nas ferias do trabalho, ai já viu né. Tem que priorizar algum lugar rs. Abraços

Murilo Pagani disse:

Oi Moisés, tudo bem?

Ubatuba vale muitas viagens, viu?! hahahah

A minha sorte é que moro em SP, então dá para escapar de final de semana de vez em quando!

Abraço

Roberto Caravieri disse:

Eu fui pra Ubatuba uma única vez quando morava no Brasil, lembro que o mar era lindo, mas tenho vagas lembranças. Adorei saber os detalhes do lugar, eu também prefiro ir em temporadas mais calmas, nunca fui muito fâ de lugares muito cheios. Adorei as opções de hospedagem. Abraços.

Murilo Pagani disse:

Oi Roberto, tudo bem?

Que bom que gostou das dicas de viagem a Ubatuba. É um dos meus lugares favoritos no litoral de SP.

Abraço