COMPARTILHAR

Atenção Viajante!!!

Economize no seu seguro viagem fazendo uma cotação online, que compara as melhores seguradoras do mercado. E também, utilize o cupom de desconto VOLTOLOGO5 para garantir 5% de desconto.

»»» Clique aqui e descubra agora quanto você vai precisar investir na sua segurança durante a sua viagem.

PS: Pode apostar que é menos do que você imagina! :)
Erros de viagem pela América Latina
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Uma viagem pela América Latina pode ser surpreendente. Nosso continente está repleto de belas paisagens, sabores inusitados e histórias inesquecíveis. Eu, depois do meu primeiro mochilão, me dei conta que há muito o que ser explorado por essas bandas do planeta. Fiquei tão fascinado com tudo o que eu havia conhecido, e pelos novos lugares que estava descobrindo através da internet, que não quis mais parar de conhecer nossa vizinhança.   

Desde então já fiz várias viagens por terras latinas. Algumas com poucos perrengues, e outras com belas histórias para contar. Nessas andanças fui percebendo que algumas crenças que eu tinha estavam equivocadas, e que há pequenos grandes detalhes podem fazer uma baita diferença na hora de viajar por aqui.

Neste post irei compartilhar um pouco desta experiência contigo. Não tenho a menor pretensão de dizer que exista um jeito certo ou errado de viajar pela América Latina. Pois, na minha opinião, viajar é algo muito pessoal e cada um faz da forma que mais te agrada. Portanto, interprete os itens a seguir como dicas que eu gostaria de ter recibo quando comecei a viajar. E, se achar pertinente, sinta-se a vontade para fazer bom uso delas.

Precisa de uma força para organizar sua viagem pela América Central?

Meu e-book “América Central | 15 Roteiros Surpreendentes”, certamente pode te ajudar!!!

»»» Clique aqui para baixar agora

1- Achar que todo destino é barato (ou caro)

Antes de mais nada, vale lembrar que caro e barato podem ser conceitos um tanto quanto relativos. O que eu acho impagável, para você pode ser uma pechincha. Além disso, na hora de comparar precisamos ter um ponto de referência conhecido. Por exemplo, quem acabou de fazer uma viagem pela Noruega, certamente irá falar que uma viagem para Buenos Aires é barata. Por outro lado, quem viajou recentemente por países do sudeste asiático, pode se assustar com os preços da capital argentina.

Esclarecimentos feitos, a verdade é que viajar pela América Latina pode custar poucos dólares ou uma pequena fortuna. Não dá pra generalizar o continente inteiro como caro ou barato. Muito menos cometer o erro de fazer o orçamento de uma viagem de 30 dias, que irá passar por mais de uma cidade ou país, se baseando nos preços de apenas um destino. Por favor, não faça isso. Ou se fizer, aceite o risco de que seu dinheiro pode não durar a viagem inteira.

Se você quer saber quais destinos eu considero caros ou baratos no nosso continente, recomendo que leia os textos “10 cidades baratas para viajar na América Latina” e “Top 9 | Os países mais baratos para viajar na América Latina”.

Viajar pela América Latina - Erros clássicos
Patagônia, um dos destinos mais lindos da América Latina. Porém, não o mais barato

2- Subestimar o mal de altitude

Vai por mim, desembarcar em um lugar a mais de 2.000 metros acima do nível, e querer fazer alguma atividade física puxada assim que chegar, não é uma boa ideia. Na verdade, caminhar por duas quadras já pode te deixar cansado.

Me lembro que quando cheguei em La Paz, na Bolívia, a simples tarefa de tomar banho e trocar de roupa já me deixava ofegante. Um amigo que, até então, achou que não estava sofrendo com os efeitos da altitude, saiu para fazer uma longa caminhada pela cidade. Voltou quinze minutos depois com o nariz sangrando e tão exausto, que parecia ter participado de uma maratona.

Por isso, vá com calma. Reserve o dia que chegar a algum lugar muito alto para fazer apenas uma caminhada leve, aos arredores de onde estiver hospedado. Comer alimentos de fácil digestão e se manter hidratado são outros cuidados que ajudam numa boa aclimatação. Para se preparar ainda mais para essa etapa da sua trip, recomendo que leia o artigo “Medidas infalíveis para prevenir o mal de altitude”, do blog Viajei Bonito.

viagem pela América Latina e erros comuns
Vá com calma em Quito, no Equador

Leia também: Qual a melhor época para viajar pela América do Sul? 

3- Não se esforçar para falar ao menos um portunhol

Não quero dizer que você precisa estudar anos e anos de espanhol antes de viajar pela América Latina. A propósito, não falar o idioma local não deve ser impedimento para a sua viagem.

Porém, convenhamos, salvo poucas exceções, estamos cercados por outros países que falam espanhol. Então, porque não se esforçar ao menos um pouco para tentar se comunicar melhor com nossos vizinhos. Só temos a ganhar com isso.

Caso você não tenha o menor interesse em aprender o idioma deles, ao menos troque algumas palavras básicas. Um “gracias” ao invés de “obrigado” já parece muito mais simpático da nossa parte.

Leia também: Mochilão na América do Sul | 10 dicas essenciais

4- Viajar sem seguro viagem

Aliás, não faça essa besteira em nenhuma viagem, seja ela pela América Latina ou não. É óbvio que ninguém contrata um seguro querendo de fato acioná-lo, mas imprevistos acontecem o tempo todo. E, durante uma viagem, as consequências de não ter um seguro podem ser desastrosas, ou no mínimo muito caras.

Além de te socorrer no caso de emergências médicas, um seguro viagem pode te auxiliar com problemas de bagagens extraviadas, voos atrasados ou caso você precise retornar antes do previsto.

Para você quer entender exatamente como eles funcionam, recomendo que leia o post “Seguro Viagem: Tudo o que você deveria saber antes de contratar o seu”. Nele eu esclareço algumas dúvidas comuns, por exemplo: como funciona a maioria dos seguros, dicas para você escolher o mais adequado para a sua viagem, quais as melhores seguradoras do mercado e como utilizá-lo caso seja necessário.

Leia também: 7 destinos para curtir o verão na América Latina

5- Comparar costumes, comidas ou fazer comentário grosseiro sobre a cultura local

Sim, a partir do momento que conhecemos mais de um lugar as comparações são praticamente automáticas no nosso cérebro. E isso faz parte do nosso processo de aprendizado durante uma viagem. Também é fato que ao viajar existe a possibilidade da culinária, ou até mesmo alguns hábitos locais, não nos agradarem. Isso é completamente natural e ninguém é obrigado a gostar de nada.

Porém, o que quero dizer, é que não é legal você fazer comentários negativos/grosseiros sobre algum aspecto do destino que está conhecendo – principalmente se você acabou de conhecer a outra pessoa.

Quando morei na Colômbia, um egípcio que dividia apartamento comigo disse a um amigo colombiano que achou a comida do país uma porcaria. Exatamente com essas palavras. Depois de notar o constrangimento que havia causado, ele até tentou se explicar que, na realidade, quis dizer que a comida era muito diferente da que ele estava acostumado. Mas convenhamos, há certas coisas que depois de dita não tem como querer consertar.

Mesmo comparações por mais inofensivas que pareçam, podem não cair muito bem. Diga a um chileno que o vinho argentino é melhor que o de seu país (ou vice versa), e ele certamente não ficará feliz.

Volto a repetir, é claro que cada um tem suas próprias preferência e opiniões, mas há dezenas de maneiras de expô-las sem ser grosseiro ou mal educado com o povo que está te recebendo.

Leia também: 7 blogs essenciais para organizar uma viagem pela América Latina

6- Deixar de conhecer um destino só porque a televisão mostra apenas notícias negativas sobre ele

Muitas pessoas acreditam que viajar pela América Latina é perigoso, mas se esquecem que nós já vivemos nela. Todos os dias somos bombardeados com noticias ruins sobre o nosso continente.  É narcotráfico no México, crise política na Venezuela, maiores taxas mundiais de homicídio em Honduras. Curiosamente, nada muito diferente do nosso Brasil, não é mesmo?

Claro que não vou fazer vista grossa e falar que isso não existe. Infelizmente nosso continente sofre com todos esses problemas e mais alguns outros, como: desigualdade social, educação e saúde pública de péssima qualidade, além de corrupção generalizada. E se quiser, basta você assistir televisão ou entrar em algum site de noticias que você irá se informar em tempo real de muitas outras desgraças.

Porém, mesmo com tudo isso, não considero que viajar pela América Latina seja perigoso. Alguns cuidados básicos são recomendados, mas como em qualquer parte do mundo. Uma metrópole, aqui ou na Europa, sempre terá bairros a serem evitados por um turista solitário no meio da noite. Ficar atento aos meus pertences em lugares com aglomeração de pessoas é outra coisa que sempre faço, independente de onde estou.

Se ainda assim você ficar na dúvida se deve ou não visitar algum lugar, converse com quem já foi, ou até mesmo com quem mora lá. O Couchsurfing é uma ótima plataforma pra encontrar pessoas que vivem na cidade que você pretende conhecer.

América Latina - viagem e dúvidas comuns
Turistas claramente correndo perigo em Belize

Leia também: 5 roteiros de mochilão pela América Central

7- Depender 100% de um cartão de crédito

Ficar completamente sem dinheiro vivo durante uma viagem pela América Latina é algo que não recomendo a ninguém.

Nem sempre você encontrará facilmente um caixa eletrônico que aceite saques com o seu cartão. De vez em quando é necessário fazer uma peregrinação de banco em banco, em busca de algum onde seu cartão seja aceito e você possa sacar suas verdinhas.

Pagar a conta diretamente com seu cartão também não é uma opção em muitos lugares. Claro que em grandes redes de hotéis, restaurantes sofisticados ou cidades muito turísticas, isso dificilmente será um problema. Mas, ainda assim, você poderá ser surpreendido.

Durante a minha primeira viagem à Argentina, em 2013, percebi que pagamento com cartão não era tão comum como no Brasil. Recentemente estive em Buenos Aires e achei que a situação já tivesse mudado por lá, mas para minha surpresa, a maioria dos restaurantes, bares e comércios pequenos, ainda não aceitam essa forma de pagamento.

Também recomendo que você fique atento quando for visitar vilarejos. Não é raro que em alguns deles não tenha nenhum caixa eletrônico. Às vezes até existe um filho único na cidade, mas pode ter certeza que será daqueles que não aceitam o seu cartão – independente de qual seja.

guia de viagem américa central

 

COMPARTILHAR
Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

12 COMENTÁRIOS

  1. Bom dia. Ótimas suas dicas. Gosto de viajar e tudo que disse realmente acontece .aprendi muito mas quem ler vai se dar bem. Foi ótimo e continue dando dicas de onde passou.. tenho medo de ir em países com altitude muito elevada. Já fui no Chile e na Venezuela. Tenho muita vontade de ir no Peru e outros países. Mas dizem que sentimos falta de ar. Já fui em muitos lugares lindos na Índia,Nepal, Noruega; Dinamarca, Suécia,Alemanha ,Turquia,Arábia. Muitos lugares lindilindo mas cruzeiros etc mas melhor sensação foi andar de balão na Caparica.continue dando suas dicas . Um grande abraço

  2. Adorei as dicas e informações! São muito úteis… muita gente se engana em alguns desses pontos que você falou e deixa de conhecer lugares lindos.

  3. Ah como eu queria correr perigo em Belize hahahahah
    Excelente Post! A América Latina é linda e cheia de lugares incríveis e muito diferentes entre si, mas não da para generalizar, né?
    Abraços,

  4. * Para evitar comentários spans (falsos), solicitamos que ao deixar sua mensagem você também preencha um campo com seu nome e e-mail.
    Mas não se preocupe, pois estas informações estão seguras e seu e-mail não será exibido e nem compartilhado com outras pessoas!
    Para mais informações clique aqui para ler a nossa Política de Privacidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here