Nicarágua: Dicas práticas para você organizar a sua viagem! [Documentos, câmbio e dinheiro, melhor época para viajar, destinos, transporte e roteiro!]
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Foi durante minha viagem à Nicarágua que eu senti pela primeira vez que, de fato, estava viajando pela América Central.

Aliás, na fronteira com a Costa Rica já pude notar a diferença de ambiente.

Cheiros, cores, buzinas e um pouco de caos. Aos poucos fui me acostumando com a enorme quantidade de informação que esse país estava me proporcionando. 

Localizada entre a Costa Rica e Honduras, e dona do maior território da América Central, a Nicarágua era um país completamente desconhecido por mim antes de começar a planejar minha viagem.

Na verdade, acho que nunca tinha escutado absolutamente nada sobre a Nicarágua. Inclusive, a ideia inicial era viajar apenas dez dias pelo país.

No entanto, esse plano foi por água abaixo assim que cheguei e tive a oportunidade de trabalhar em um hostel. E, surpreendentemente, a Nicarágua acabou se tornando a minha casa por dois meses. 

# Dicas viagem à Nicarágua

1- O que esperar de uma viagem à Nicarágua?
2- Documentação
3- Qual moeda levar?
4- Quando viajar à Nicarágua?
5- Principais destinos para turismo na Nicarágua
6- Transporte pelo país
7- Roteiro de viagem pela Nicarágua
» Reservar seguro viagem para a Nicarágua (Com Desconto)

1- O que esperar de uma viagem à Nicarágua?

Uma viagem à Nicarágua é para os viajantes que gostam de belas paisagens e contato com a natureza. Portanto, tenha em mente que metrópoles, museus e casas noturnas, dificilmente farão parte do seu roteiro.

Por outro lado, vulcões, praias, lagoas e ilhas, e até mesmo cidades históricas com uma bela arquitetura colonial, estarão no seu dia a dia.

Além disso, não espere encontrar luxo e sofisticação durante a sua viagem à Nicarágua. Embora os lugares turísticos ofereçam uma estrutura aceitável, de um modo geral, tudo é bem simples e sem muitas firulas.

O transporte público pelo país também não é dos melhores. A única certeza ao viajar de ônibus pela Nicarágua é que você gastará pouco.

Ainda assim, para quem preferir mais comodidade durante os deslocamentos basta contratar algum serviço de transfer compartilhado – os famosos shuttles.

No mais, espere encontrar um povo simpático, muitas delícias à mesa e ruas ligeiramente bagunçadas.

cidades na Nicarágua
Granada

2- Documentação

Brasileiros não precisam de visto para entrar na Nicarágua caso a viagem seja a turismo por até 90 dias. No entanto, lembre-se de que você precisará de um passaporte com validade mínima de seis meses para entrar no país.

Além disso, os brasileiros devem apresentar o Certificado de Vacinação Contra a Febre Amarela, sendo que a vacina deve ser tomada pelo menos 10 dias antes da data de embarque.

Por fim, saiba que é cobrado uma taxa de US$ 10,00 para entrar no país. O valor deve ser pago em dinheiro, com a moeda local ou dólar americano.

Seguro viagem para Nicarágua

Apesar de não ser obrigatório, recomendo que você contrate um seguro viagem para sua viagem à Nicarágua. Aliás, esse é um cuidado que, na minha opinião, devemos ter em qualquer ocasião em que vamos sair do nosso país.

Uma boa plataforma para contratar seu seguro é a Seguros Promo. Lá você encontrará planos de diversas seguradoras que custam a partir de R$ 15,00 por dia de viagem.

Além disso, saiba que utilizando o cupom VOLTOLOGO5 você ganha 5% de desconto. E, fazendo o pagamento através de boleto bancário, pagará mais 5% a menos. Portanto, sua economia pode chegar até 10%.

Se acaso quiser fazer uma cotação online, clique aqui.

3- Qual moeda levar?

moeda oficial da Nicarágua é o Córdoba Nicaraguense.

Para a viagem recomendo que você leve dólar dos Estados Unidos e troque o dinheiro nas cidades maiores e mais turísticas, como León e Granada.

Prefira trocar o seu dinheiro nos bancos e casas de câmbio oficiais.

Além destes lugares, também é possível pagar algumas contas com a própria moeda dos Estados Unidos. Normalmente, em hotéis de grande rede, restaurantes mais elegantes ou agências de turismo.

No entanto, nestes casos o troco será na moeda nicaraguense e o câmbio pode ser menos vantajoso do que nos bancos.

A cotação é de US$ 1,00 = 34,00 Córdobas

Por fim, tenha em mente que o uso do cartão de crédito é bastante limitado e depender de caixa eletrônico pode se tornar uma dor de cabeça.

Preços na Nicarágua

Viajar pela Nicarágua, de um modo geral, é bem barato. Aliás, junto com Honduras e El Salvador este é o país mais econômico para viajar pela América Central.

Abaixo alguns valores praticados no país para que você tenha uma ideia de quais serão os seus gastos:

(Importante: com o dólar nas alturas, viajar à Nicarágua não é mais tão barato quanto antes. Ainda assim, é possível recorrer o país sem ir à falência!)

» Hospedagem em quarto compartilhado: US$ 10,00/noite.
» Suíte para duas pessoas: US$ 35,00/noite.
» Almoço, “plato del dia”: US$ 4,00.
» Almoço mais elaborado: a partir de US$ 6,00.
» Café da manhã típico: US$ 3,00.
» Cerveja lata no supermercado: US$ 1,00.
» Cerveja lata na balada ou restaurante: US$1,50.
» Garrafa de água 2 litros no supermercado: US$ 1,00.
» Shuttle interno entre cidades turísticas: em média, US$ 15,00.
» Passeios com agências (transporte + Guia): em média, US$ 30,00.

4- Quando viajar à Nicarágua?

Quente durante o ano inteiro, o que vai definir a melhor época para viajar pela Nicarágua são as chuvas.

Os aguaceiros são frequentes entre os meses de junho e outubro. Portanto, evite fazer uma viagem à Nicarágua neste período.

De um modo geral, os meses secos, e considerados de alta temporada, é de novembro a maio.

melhor época para viajar pela Nicarágua
San Juan del Sur

5- Principais destinos para turismo na Nicarágua

A apenas uma hora da fronteira com a Costa Rica, San Juan del Sur costuma ser a primeira parada dos viajantes que chegam do sul. Situada na costa pacifica, a cidade é conhecida pelas festas animadas e pelas ótimas ondas para surf.

Não muito longe de San Juan está Isla Ometepe, um oásis na Nicarágua. Essa ilha é formada formada em um lago e que, para aguçar ainda mais a sua curiosidade dos forasteiros, é formada por dois vulcões.

Entre as cidades coloniais, duas que se destacam são Granada e Léon.

A primeira realmente é mais bem conservada e limpa. Porém, foi León que me conquistou e onde vivi por mais de um mês.

Além disso, León está a apenas a 20 minutos da praia Las Peñitas, o lugar onde todos os dias somos presenteados com um pôr do sol incrível.

Aliás, na minha opinão, León é a cidade mais legal da Nicarágua. Isso porque, você encontrará diversos tipos de atrações, como: praias, vulcões, festas e um centro histórico que merece ser visitado.

Outros dois destinos na Nicarágua que valem a pena incluir na sua trip é Masaya e Laguna de Apoyo.

Por outro lado, a capital do país, Manágua, tem fama de ser feia e perigosa. Apesar de ter uma vida noturna movimentada, o país oferece cidades mais bacanas para o seu roteiro de viagem.

Por fim, na costa caribenha, os dois lugares mais visitados são Blue Fields e Corn Islands. No entanto, tenha em mente que chegar a estes destinos exige mais tempo e paciência, pois os acessos não são dos melhores.

lugares para conhecer na Nicarágua
Isla Ometepe

6- Transporte pelo país

Apesar de não ser confortável, viajar de ônibus na Nicarágua é fácil e barato.

As distâncias não costumam ser muito longas e as saídas de ônibus são frequentes. Porém, esteja consciente que muitas vezes será necessário tomar mais de um ônibus para chegar no seu destino final.

Aliás, lembre-se: viajar de ônibus pela Nicarágua significa que você viajará de chicken bus.

Para mais conforto e agilidade, muitos hostels e agências de turismo oferecem shuttle (transfer compartilhado) entre as principais cidades turísticas.

Apesar do custo-benefício razoável, os shuttles irão custar de três a quatros vezes mais do que o transporte público.

Rotas mais comuns na Nicarágua

Confira a seguir as opções de transporte entre as principais cidades da Nicarágua.

Da fronteira Peñas Blanca (Costa Rica) para San Juan del Sur

Da fronteira só há saída de ônibus para Rivas, uma cidade a 30 quilômetros de San Juan del Sur.

Além disso, a seis quilômetros do terminal de ônibus de Rivas se encontra o Puerto de San Jorge, que é de onde saem as embarcações para a Isla Ometepe.

ônibus direto entre Rivas e San Juan del Sur. No entanto, se você pegar o ônibus na fronteira, desça no meio do caminho e pegue o segundo ônibus na estrada – ao invés de ir até o ponto final em Rivas. Dessa forma, você conseguirá economizar quase uma hora na estrada.

Outra opção mais prática e rápida para ir da fronteira de Peñas Blanca até San Juan del Sur é com algum táxi compartilhado. Na própria fronteira há muitos motoristas que oferecem este serviço. Espere pagar em torno de US$ 10,00 por pessoa.

De San Juan del Sur para Isla Ometepe

Pegue um ônibus até Rivas e avise o motorista que você está indo para Isla Ometepe. Ele te avisará quando descer, e então você precisará pegar um táxi (não há ônibus) até o porto de San Jorge.

Uma vez no porto, basta pegar a próxima embarcação para a Ilha (saem de hora em hora).

De Isla Ometepe para Granada

Há ferrys que fazem esse percurso direto, porém, é bem mais caro do que ir de ônibus.

Para ir de ônibus você terá que ir até Rivas, e em Rivas pegar um ônibus para Granada. O tempo total do deslocamento é de quatro horas.

De Granada para Manágua ou León

Em Granada há chicken buses que vão direto a capital Manágua.

Se acaso seu objetivo é León, você terá que pagar outro ônibus em Manágua.

mochilão na Nicarágua - Las Peñitas
Praia Las Peñitas, próxima da cidade de León

Leia também: Guia de como se locomover pela América Central

7- Roteiro de viagem pela Nicarágua

Este roteiro de viagem pela Nicarágua terá como foco os principais destinos país. Afinal, seria impossível conhecer todas as atrações em tão pouco tempo.

Se acaso você não quiser deixar nenhum grande passeio de fora da programação, quer esticar sua viagem a Nicarágua até outros destinos, ou pretende fazer uma viagem mais relaxada, pode incluir pelo menos mais quatro dias no itinerário.

O tempo mínimo que eu recomendo para a sua viagem à Nicarágua são 10 dias.

» Primeiro dia: Chegada na Nicarágua e em San Juan del Sur
» Segundo dia: San Juan del Sur
» Terceiro dia: Deslocamento para Isla Ometepe
» Quarto dia: Isla Ometepe
» Quinto dia: Isla Ometepe
» Sexto dia: Deslocamento para Granada
» Sétimo dia: Granada
» Oitavo dia: Deslocamento para León
» Nono dia: León
» Décimo dia: León + Regresso

guia de viagem américa central

15 COMENTÁRIOS

  1. Oi Murilo< estou indo de carro ao Alaska onde passarei pela Nicaragua, me diz como é viajar neste país, vou encontrar problemas e quais cidades devo conhecer?
    Abraço,

    • Oi Claudio, tudo bem?

      Que bacana!!! O que você quer dizer com encontrar problemas?! hehehe

      Eu achei bem tranquilo viajar por lá!
      Algumas cidades que pode te interessar, são: San Juan del Sur, Isla Ometepe, Granada e León.

      Abraço!

    • Oi Ayron!

      Que bacana!

      Cara, a Nicarágua é um país fascinante, no entanto não sei como são as escolas de espanhol por lá.
      A Colômbia é um país que pode ser uma boa…

      Abraço!

  2. Bom dia, Murilo. Estou procurando um ou dois países da américa latina pra conhecer com a família em janeiro. Somos 6, inclusive uma criança de 4 anos. Você acha que esse seria um destino legal? Pode me indicar outro lugar?

  3. Olá Murilo;

    Gostei muito do seu blog, existe pouco informação em português sobre os países da America Central. Estou planejando viajar para lá no fim do ano, gostaria de tirar 2 duvidas com você. Em relação a moeda, você levou dólar? Qual o melhor jeito quando se está viajando entre vários países? Fazer saque local?
    Outra coisa é em relação a segurança, sou mulher e estou planejando ir sozinha, existem muitas mulheres fazendo esse roteiro, você teria alguma dica especial? Algum lugar a se evitar?

    • Olá Naira!

      Fico contente em saber que as dicas estão te ajudando!!! xD
      Sim, levei dólar e ia trocando de acordo com o país que estava. Até porque cada país da América Central tem sua própria moeda.
      Também levei um cartão pré pago, aquele Visa Travel Money, sabe? Com ele podia fazer saque na moeda local ou utiliza-lo como cartão de débito.
      A vantagem em utiliza-lo somente como débito é que você não paga taxas de saque.

      Encontrei muitas mulheres fazendo esse roteiro sozinha, inclusive a Ellen, uma brasileira que já até nos contou um pouco da sua experiência de viajar sozinha! Segue o link do bate papo com ela.

      http://www.voltologo.net/mulheres-viajando-sozinha-bate-papo-com-ellen-chen/

      Espero que ajude!
      Abraço
      Murilo Pagani

      • Valeu Murilo! Ótimo o texto da Ellen. Não vejo a hora da viagem, estou super empolgada principalmente com a Nicaragua e Guatemala. Depois escrevo contando como foi.

        abs, Naira

    • Olá,
      Depende do seu estilo de viagem… hehehe.. Eu conseguia gastar uma média de US$ 25,00/ dia. Ficando em hostel.
      Não é necessário visto para entrar na Nicarágua! Apenas passaporte e carteira de vacina contra a febre amarela!

      Abz
      Murilo

  4. Olá, Murilo! Gostei muito do seu texto e gostaria de tirar umas dúvidas também:

    em setembro de 2015 planejo passar 3 dias cheios na Nicarágua, e estou organizando um roteiro de forma que dê para contemplar os passeios indispensáveis. Dentre estes abaixo, o que você classifica como imperdível?

    Manágua, Granada, León, San Juan del Sur, Ometepe, Corn Islands ou Blue Fields. Não tenho problemas em a cada dia dormir numa cidade diferente para viabilizar os passeios!

    Obrigado desde já!

    • Olá Jean,

      Primeiramente para viabilizar a logística do seu roteiro precisaria saber por onde você vai chegar na Nicarágua.

      Não conheço Corns Islands e nem Blue Fields então é complicado opinar desses destinos, mas ambos estão do lado caribenho. Portanto, talvez de certo fazer os dois lugares em 3 dias.

      Na minha opinião, o melhor roteiro para 3 dias é San Juan del Sur e Isla Ometepe. Os lugares são incríveis e além disso são bem perto, assim você não perderá muito tempo com deslocamentos.

      Se você quer curtir praia e surf fique dois dias em San Juan e um dia na Ilha. Agora, se você prefere escalar vulcões e essas coisas, fique pelo menos dois dias na ilha!

      Espero ter ajudado,
      Murilo

  5. Olá Murilo!

    Muito legal seu relato. Estou indo pra Nicaragua no proximo mes, gostaria de saber o que o que vale mais a pena saindo de Ometepe para Granada, ir de Ferry ou de Onibus. Pela minha programação, pretendo sair no sabado anoite qual seria melhor opção?
    Desde já, muito obrigado!!!

    • Olá Rodrigo,
      Ir com o ferry de Ometepe direto para Granada será mais rápido, porém muito mais caro. Acredito que só há um ferry por dia que faz esse trajeto e pela manhã (já se informou sobre isso?).

      Fiz o trajeto de ônibus: ferry de Ometepe até o porto de San Jorge, depois “taxi” até a rodoviária de Rivas, e um ônibus de Rivas até Granada. Para fazer esse trajeto, talvez seja melhor você sair no começo da tarde de Ometepe… Todo o percurso dura de 3 a 4 horas.

      Se você estiver com mais gente, pode ser interessante dividir um táxi do porto de San Jorge até Granada, se vocês estiverem em 4 pessoas, custará uns 10 dólares para cada um.

      Abz

  6. * Para evitar comentários spans (falsos), solicitamos que ao deixar sua mensagem você também preencha um campo com seu nome e e-mail.
    Mas não se preocupe, pois estas informações estão seguras e seu e-mail não será exibido e nem compartilhado com outras pessoas!
    Para mais informações clique aqui para ler a nossa Política de Privacidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here