Dicas e roteiros de viagem pela América Latina

Por Murilo Pagani

O que fazer em Foz do Iguaçu: 18 dicas e roteiro

Realmente, não há nada que desbanque o brilho das cataratas. Porém, saiba que há muito mais o que fazer em Foz do Iguaçu. Aliás, há tantas atrações que muitos viajantes se sentem perdidos na hora de organizar um roteiro por estas bandas.

Além das diversas maneiras de aproveitar os parques brasileiro e argentino que abrigam as maravilhas do Rio Iguaçu, Foz oferece uma série de pontos turísticos e passeios capazes de preencher facilmente quatro ou cinco dias de viagem.

É claro que nem toda programação é tão unanime quanto às Quedas d’ Água. Porém, entendendo a dinâmica de cada atividade você conseguirá decidir se vale ou não a pena incluí-la na SUA viagem.

E é exatamente essa a proposta deste texto: apresentar (quase) todos os passeios para fazer em Foz do Iguaçu, para que então você decida quais serão suas prioridades, levando em consideração o seu tempo disponível e orçamento.

Leia também: Onde ficar em Foz do Iguaçu?

Como fazer os passeios em Foz do Iguaçu?

A primeira coisa que você precisa saber para organizar o seu roteiro de viagem é saber quantos dias serão necessários para conhecer os pontos turísticos de Foz do Iguaçu. E, na minha opinião, o ideal é passar ao menos quatro dias inteiros na cidade.

Dá para fazer uma viagem mais curta? Até dá, mas você não conseguirá visitar os principais atrativos.

Além disso, é necessário entender a dinâmica dos passeios em Foz do Iguaçu. Dá para fazer tudo por conta própria? Preciso contratar tours com agência? Compro ingressos na hora ou antecipado?

Quanto a locomoção entre as atrações não a uma única solução. Alugar um carro e circular de forma independente é uma possibilidade, porém, não é primordial.

Devido à boa estrutura turística da cidade, os turistas desmotorizados conseguem se virar muito bem com os transfers compartilhados oferecidos por receptivos turísticos ou até mesmo com o transporte público.

Sobre os ingressos das atrações, atualmente é conveniente deixar tudo reservado antes de sair de casa. Afinal, por causa da pandemia a maior parte dos lugares passou a funcionar com capacidade reduzida e/ou agendamento de horário da visita. Portanto, comprar os passeios em Foz do Iguaçu antecipadamente é a melhor forma de evitar contratempos.

Por fim, deixo uma dica de site onde você pode reservar diversas atividades – com ou sem transporte incluído: Easy Travel Shop. Além de você conseguir fazer tudo de forma online, dá para parcelar o pagamento no cartão de crédito.

o que fazer em Foz do Iguaçu em 5 dias

Painel representando os três países da Tríplice Fronteira entre Argentina, Brasil e Paraguai

» Clique aqui para encontrar ofertas de hotéis em Foz do Iguaçu

1- Cataratas Brasileiras

Como não poderia deixar de ser, o Parque Nacional do Iguaçu é a primeira dica do que fazer em Foz. Apesar de ser a grande atração da cidade, você não precisa de um dia inteirinho para visitá-la. Ainda assim, recomendo que comece o programa logo pela manhã.

Dá pra percorrer a trilha panorâmica e fazer o passeio de barco pelas cataratas gastando entre cinco e seis horas em um dia sem muita fila. Se acaso não for fazer o Macuco Safari, considere duas horas a menos para o passeio.

Para chegar ao parque gastando pouco, a linha de ônibus 120 – Parque Nacional faz o percurso do centro até lá em aproximadamente 45 minutos.

Sobre o ingresso, você pode comprá-lo antecipadamente com alguma agência ou na hora. Eu deixei pra comprar no local e foi bem tranquilo. (Atualização Pandemia: As visitas estão funcionando com dia e hora marcada, portanto, compre antes).

O parque conta com uma ótima estrutura para atender os viajantes. No entanto, se não quiser gastar uma fortuna com alimentação leve alguns lanchinhos de casa.

Além da visita tradicional pelo caminho panorâmico e do emocionante passeio de barco Macuco Safari, outras atrações no Parque Nacional do Iguaçu é a Trilha do Poço Preto e o floating pelo Rio Iguaçu.

Podendo investir numa experiência diferente, considere fazer um voo de helicóptero sobre as cataratas.

Parque Nacional Iguaçu

» Funcionamento: Terça a domingo, das 9hs às 16hs.

» Endereço: Br 469, Km 18, Foz do Iguaçu, Paraná.

» Preço:

– Adultos brasileiros: R$ 60,00.

– Adultos com mais de 60 anos: R$ 14,00.

– Crianças entre 2 e 11 anos: R$ 14,00.

o que fazer em Foz do Iguaçu

As Cataratas brasileiras são a atração número um de qualquer roteiro em Foz do Iguaçu

2- Macuco Safari

O Macuco Safari é o passeio de barco do lado brasileiro das cataratas que dará a você a oportunidade de ter uma vista de outro ângulo e tomar um verdadeiro banho de cachoeira.

A atividade é opcional e não está incluída na entrada do parque. E, apesar do alto investimento, pode ter certeza de que vale cada centavo gasto.

Além do passeio mais tradicional que inclui a navegação de barco próximo das quedas d’ água – que é chamado e Macuco Safari (Selva + Barco) – atualmente também há outras atividades que podem incluir rafting e cachoeirismo. No caso do passeio clássico, a duração total é de aproximadamente duas horas, sendo que a navegação dura em torno de 30 minutos. 

Embora o Macuco Safari não necessite de agendamento de horário, o ideal é comprar o seu ingresso antecipadamente. Até porque, o valor online antecipado é mais em conta do que a tarifa balcão.

Macuco Safari

» Funcionamento: Terça a domingo, das 9hs às 16hs.

» Endereço: Dentro do Parque Nacional do Iguaçu

» Preço tarifa online:

– Adultos: R$ 297,00.

– Adultos com mais de 60 anos: R$ 148,50.

– Crianças entre 7 e 11 anos: R$ 148,50.

Cataratas do Iguaçu

Visual durante o passeio Macuco Safari

3- City tour em Foz do Iguaçu

Para os viajantes que gostam de fazer um recorrido geral pela cidade assim que aterrissam em um destino, o City Tour Discovery é uma boa pedida para o roteiro em Foz do Iguaçu.

Ao melhor estilo à bordo de um ônibus turístico, este tour, que tem duração de uma tarde, leva os visitantes aos principais cartões postais da região. Apesar de não haver paradas em todas as atrações, nos lugares mais famosos – como o Templo Budista e o Marco das Três Fronteiras – há tempo para descida do veículo.

Na minha opinião, este é um bom passeio em Foz do Iguaçu para se fazer logo no dia em que chegar na cidade. Como as saídas acontecem somente às 15h15, boa parte dos turistas conseguem se organizar para fazê-lo.

City tour em Foz do Iguaçu

» Funcionamento: Terça à sábado, às 15h15 (com aproximadamente cinco horas de duração).

» Preço (Adulto): R$ 100,00 por pessoa.

4- Usina Hidrelétrica de Itaipu

Responsável pela geração de 15% da energia elétrica consumida no Brasil e por 86% do consumo paraguaio, a Itaipu Binacional desempenha também um importante papel turístico na cidade. E, sabendo do interesse dos turistas pelo sua engenhosidade, a usina desenvolveu diversas atrações.

Por lá, é possível fazer desde um breve recorrido pelos seus mirantes, ou até mesmo se infiltrar pelo interior da usina e conhecer de perto como funciona esse território que não é considerado nem brasileiro e nem paraguaio, mas como o nome já indica, é binacional.

O tour mais tradicional é chamado de Visita Panorâmica, realizado à bordo de um ônibus com paradas estratégicas para fotos em algumas áreas externas da usina. O tempo de duração é de aproximadamente de 1h30.

Outro passeio bastante popular é o Refúgio Biológico, que leva os visitantes a conhecer uma reserva de proteção ambiental. Dura, em média, três horas.

Por fim, saiba que eventualmente também pode acontecer outros tipos de passeios na Usina de Itaipu. Para consultar as opções disponíveis atualmente é só acessar o site oficial da hidrelétrica.

Itaipu Binacional

» Funcionamento: Diariamente, das 9hs às 16hs.

» Endereço: Avenida Tancredo Neves, 6702, Foz do Iguaçu, Paraná.

» Passeios:

– Visita Panorâmica (R$ 46,00)

– Refúgio Biológico (R$ 35,00)

*** O Refúgio Biológico e o Itaipu Museu não funcionam às segundas-feiras.

pontos turísticos de Foz do Iguaçu

A Usina Hidrelétrica de Itaipu é um dos principais pontos turísticos da cidade

5- Templo Budista

Apesar de já ser um grande conhecido dos turistas que vão a Foz, o Templo Budista Chen Tien é um lugar que encanta pela sua tranquilidade.

Localizado no meio do caminho entre a Usina de Itaipu e o centro da cidade, a visita pode ser feita por conta própria, para que você aproveite toda a beleza do lugar no seu próprio ritmo.

Além do templo principal, você encontrará centenas de estátuas que fazem referência aos ensinamentos budistas.

Templo Budista

» Funcionamento: Terça a domingo, das 9h30 às 16h30.

» Endereço: Rua Dr. Josivalter Vila Nova, 99, Foz do Iguaçu, Paraná.

» Preço: Entrada Gratuita.

o que fazer em Foz do Iguaçu de graça

Templo Budista Chen Tien

6- Mesquita Muçulmana

Outro local religiosos que já se tornou parada popular entre os viajantes é a Mesquita Muçulmana Omar Ibn Al-Khatab, que fica pela região central de Foz.

Inaugurada em 1983, a mesquita foi resultado de um tremendo esforço da comunidade muçulmana, que até então não tinha um local apropriado para praticarem sua fé.

Além da sua fachada chamar atenção e já valer a visita, o interior da mesquita é igualmente cheio de detalhes que encantam qualquer viajante.

Como se não bastasse, sempre há algum representante da comunidade islã que fica contando um pouco sobre as tradições e curiosidades desta religião.

Para deixar o passeio ainda mais completo, conheça também as delícias da Albayan Doceria Árabe, que fica em frente a mesquita.

Mesquita Muçulmana

» Funcionamento:

– Segunda a sexta, das 9hs às 11h30; e das 14hs às 16h30.

– Sábado, das 9hs às 11h30.

» Endereço: Rua Meca, 599, Região Central, Foz do Iguaçu, Paraná.

» Preço: Entrada Gratuita.

passeios para fazer em Foz do Iguaçu

Interior da Omar Ibn Al-Khatab

Leia também: 5 melhores hostels em Foz do Iguaçu

7- Marco das Três Fronteiras

Representando a conexão entre Argentina, Brasil e Paraguai, o Marco das Três Fronteiras é outro passeio que não costuma estar de fora das listas do que fazer em Foz do Iguaçu.

Ainda assim, é importante ir até lá sabendo que o passeio é legal, mas pode ficar melhor se você não for com muita expectativa.

Aliás, para a visita realmente valer a pena vá para assistir o pôr-do-sol e fique até a noite, quando há apresentações de shows culturais (de terça a domingo, às 20h30).

O espaço também conta com loja de lembrancinhas, restaurante e quiosque com comes e bebes.

Marco das Três Fronteiras

» Funcionamento: Terça a domingo, das 15hs às 21hs.

» Endereço: Avenida General Meira, S/N, Jardim Eldorado
Foz do Iguaçu, Paraná.

» Preço:

– Adultos: R$ 42,00.

– Adultos com mais de 60 anos: R$ 22,00.

– Crianças entre 6 e 11 anos: R$ 22,00.

melhores passeios em Foz do Iguaçu

Marco das Três Fronteiras

8- Bar de Gelo

Na falta de um, uma viagem a Foz do Iguaçu pode te levar a três bares de gelo diferentes: Ice Bar Iguazú (na Argentina), Ice Bar Brasil (em Foz, dentro do shopping Catuaí Palladium) e Dreams Ice Bar (em Foz, no complexo Park Show).

Apesar de pequenas diferenças no preço e na estrutura como um todo, a dinâmica deles é basicamente a mesma. Todos são decorados com esculturas feitas de gelo e permitem que os viajantes fiquem por lá por um período limitado de tempo. Além disso, os três também funcionam no sistema open bar.

Caso nunca tenha visitado um bar deste tipo, é boa pedida do que fazer em Foz do Iguaçu. Até porque, é uma ótima oportunidade para dar uma escapada do calor que faz na cidade.

9- Foz do Iguaçu Park Show

Aviso que não testei na prática essa dica do que fazer em Foz do Iguaçu. No entanto, como ela é bastante procurada por boa parte dos turistas – principalmente por quem pretende viajar com criança para Foz do Iguaçu – achei válido deixar a sugestão.

O Foz do Iguaçu Park Show é um complexo que oferece quatro atrações: Museu de Cera DreamLand, Vale dos Dinossauros, Coleção Maravilhas do Mundo e Dreams Ice Bar.

O ingresso de cada uma delas é vendido separadamente, ou seja, você pode visitar apenas o que desejar. Ou ainda, é possível comprar um único passaporte que dá direito de visitar todas as atrações.

No Museu de Cera você encontrará estátuas de celebridades de diversas áreas.

O Vale dos Dinossauros é uma espécie de parque com réplicas destes seres que já habitaram o nosso planeta.

No Maravilhas do Mundo você estará diante de miniaturas dos monumentos arquitetônicos mais conhecidos no mundo, como o Taj Mahal, Esfinge de Gizé e Torre Eiffel e muitos outros.

Por fim, o Dreams Ice Bar é um bar de gelo com diversas esculturas, além de claro, drinks fresquinhos pra dar uma trégua no calorão de Foz.

10- Empório com Arte

Localizado na Avenida das Cataratas, o Empório com Arte é aquele tipo de restaurante em Foz do Iguaçu que vale a pena ir mesmo que você não esteja com fome.

Até porque, o cardápio oferece cafés, entradinhas e drinks que podem ser experimentados sem a necessidade de fazer uma refeição completa.

Além da comida deliciosa e do atendimento impecável, nada chama mais atenção do que a decoração do lugar. Uma mistura com peças de artesanato inusitadas torna o espaço não apenas aconchegante, mas tão agradável que não dá vontade de ir embora.

Se quiser dicas do cardápio, o que posso dizer é que não consigo me esquecer do bolinho de mandioca recheado com queijo e tomate seco, e nem do frango ao curry com abacaxi e banana, acompanhado de legumes.

Empório com Arte

» Funcionamento:

– Terça a sexta, das 15hs às 23hs.

– Sábado e domingo, das 14hs às 22hs

» Endereço: Avenida das Cataratas, 569, Vila Yolanda, Foz do Iguaçu, Paraná.

o que fazer em Foz do Iguaçu restaurantes

O Empório com Arte é um dos restaurantes mais bacanas para conhecer em Foz do Iguaçu

Leia também: 10 hotéis baratos em Foz do Iguaçu

11- Cataratas argentinas

Assim como no Brasil, conhecer as cataratas na Argentina é outro programa que você não pode deixar de fazer em Foz do Iguaçu. Afinal, é do lado hermano que temos a chance de avistar essas belezinhas de diversos ângulos diferentes – já que por lá há um número muito maior de quedas d’ água.

Reserve um dia inteiro do seu roteiro para conhecer o Parque Nacional Iguazú.

Há quem diga ainda que se você for fazer o Gran Aventura – o passeio de barco do lado argentino – o ideal é que sejam dois dias dedicados ao parque.

Como eu não fiz o Gran Aventura, pude fazer todos os circuitos de passarelas em um único dia e sem pressa. E, como cheguei ao parque bem cedo, teria conseguido até mesmo fazer o passeio de barco no mesmo dia. Mas é claro, isso também depende do ritmo de cada viajante e do grau de lotação do parque.

Parque Nacional Iguzú

» Funcionamento: Diariamente, das 9hs às 17hs.

» Endereço: Ruta 101, Km 142, N3370 , Puerto Iguazú, Misiones, Argentina.

» Preço (apenas entrada ao parque):

– Brasileiros: AR$ 1.680,00 (R$ 40,00)

– Crianças brasileiras, entre 6 e 16 anos: AR$ 660,00 (R$ 37,00)

Ingresso do Gran Aventura: AR$ 7.000,00 (R$ 411,00).

tours em Foz do Iguaçu

Cataratas na Argentina

12- Puerto Iguazú

Diferente de Foz do Iguaçu, que apesar de turística é possível notar um ritmo de vida mais cotidiano, o centrinho de Puerto Iguazú é praticamente dominado pelos turistas. Não que sejam muitos, mas toda a estrutura é voltada para os viajantes.

Com um astral pacato-descontraído, passeio em Puerto Iguazú rende uma bela comilança.

Além de restaurantes arrumadinhos onde você poderá provar as delícias argentinas, outro local onde não faltam comes e bebes – neste caso, sem o requinte dos estabelecimentos tradicionais – é numa modesta feirinha que fica no final da Avenida Brasil quase na altura com a Rua Felix de Azara.

Por lá, além de empanadas, pratos-executivos e alfajores, você encontrará azeitonas, azeites, salames e outros produtos em conserva.

Por outro lado, o Marco das Três Fronteiras argentino, diferente do brasileiro, carece de uma estrutura e a parada só vale mesmo pela vista panorâmica– ainda que seja basicamente a mesma do marco tupiniquim, só que do outro lado.

o que fazer em Foz do Iguaçu à noite

Restaurantes na Feirinha de Puerto Iguazú

13- Cassino e Duty Free na Argentina

Com o orçamento permitindo, duas coisas para (talvez) fazer em Foz do Iguaçu, ou melhor dizendo, em Puerto Iguazú, é tentar a sorte em algum cassino ou gastar suas verdinhas no Duty Free na Argentina.

Porém, não querendo estragar seus planos mas já estragando, o Cassino Iguazú – o maior e mais badalado de lá – pode ser legal para quem nunca foi a um cassino e tem curiosidade em saber como é, mas definitivamente não é a melhor maneira de investir seu dinheiro durante a viagem.

Sobre o Duty Free, é a velha história do depende. Apesar de enorme e com diversas categorias de produtos, nem tudo compensa comprar ali. Até porque, o Paraguai está do outro lado e costuma oferecer preços mais atraentes.

14- The Argentine Experience

O The Argentine Experience é uma escolha certeira para os viajantes que querem ter uma experiência divertida e deliciosa em Puerto Iguazú.

Com a proposta de ensinar sobre a cultura e culinária argentina, o programa consiste no preparo e degustação de alguns pratos típicos do país, como empanadas, carnes e alfajor. Tudo acompanhado de um bom vinho, claro!

Para participar é essencial que você faça sua reserva com antecedência.

O grande porém é que o passeio não é dos mais econômicos: US$ 40,00, fora o transporte que você precisa providenciar por conta própria.

15- Compras no Paraguai

O Paraguai, mais especificamente Ciudad del Leste, não é conhecido por ser o paraíso das compras em vão: gastar nosso dinheiro lá, de fato, costuma ser um bom negócio.

É importante, porém, que você pesquise com antecedência em quais lojas é confiável comprar os produtos que você precisa.

Deixar pra fazer isso quando estiver lá, além de fazer com que você perca muito tempo, pode resultar em comprar gato por lebre.

Além disso, programe-se para chegar ao Paraguai entre oito e nove horas da matina. Isso porque, o comércio perde força e muitas lojas fecham as portas por volta das 16hs.

» Tour de compras no Paraguai (R$ 35,00 por pessoa)

compras no Paraguai

Ciudad del Leste

16- Paraguai além das compras

Com mais tempo é possível incluir na sua programação outras atividades além das compras no Paraguai.

Inclusive, há alguns tours que vão além das compras e incluem paradas em lugares mais afastados, como por exemplo, em Saltos del Monday. Apesar da cachoeira não ter a magnitude das cataratas, o passeio costuma agradar os viajantes.

Ou ainda, se quiser fazer algo diferente bem ao lado do burburinho das compras, o Museu 3D, que fica no Shopping Paris, oferece uma experiência bacana.

» Passeio Paraguai além das compras (R$ 165,00 por pessoa)

» Paraguai à noite com jantar em cassino (R$ 253,00 por pessoa)

17- Parque aquático Blue Park ou Aquamania

É isso mesmo: a sua programação do que fazer em Foz do Iguaçu também pode contemplar um dia de diversão em um parque aquático. Embora não seja uma das atividades mais concorridas da cidade, é um passeio que pode agradar muita gente – especialmente quem está viajando com criança.

O Blue Park é uma atração relativamente nova, que teve a sua primeira parte inaugurada em 2018. Porém, não se engane: o localtem uma baita estrutura capaz de encantar diferentes perfis de viajantes. Além dos tradicionais toboáguas, destaque para a sua praia de ondas com água termal.

Por outro lado, o Aquamania já é um velho conhecido da cidade e conquista pela boa variedade de brinquedos para adultos e crianças. Além disso, outra diferença é que os ingressos no Aquamania  são mais econômicos.

Enquanto o ingresso do Blue Park custa na faixa de R$ 170,00 por pessoa, o  Aquamania está na faixa de R$ 90,00. Ambos oferecem políticas de meia-entrada, portanto, consulte antes de comprar o seu ingresso.

18- Aguaray Eco Esportes

Se você curte passeios em meio à natureza uma das melhores atividades para fazer em Foz do Iguaçu é a Expedição Iguaçu, com a empresa Aguaray Eco Esporte.

Além de trilhas ecológicas na região de Mata Atlântica às margens do Rio Iguaçu, o passeio também inclui canoagem e banho de cachoeira. Portanto, tome um café da manhã caprichado para aguentar esse dia com muita disposição.

O passeio começa com a Trilha Ecológica do Índio, que tem como destino a base de canoagem à beira do rio. Em seguida, e devidamente equipados, os viajantes fazem uma remada em direção ao Rio Tamanduá.

Por fim, as duas últimas paradas do passeio são as cachoeiras da Toca e do Juruvá

O passeio tem duração total de aproximadamente três horas e e há saídas de manhã (9hs) e à tarde (15hs).

» Expedição Iguaçu com a Aguaray Eco Esportes (R$ 200,00 por pessoa)

O que fazer em Foz do Iguaçu à noite?

Há muita coisa para fazer em Foz do Iguaçu à noite. Aliás, alguns dos pontos turísticos que já mencionados oferecem programação noturna.

No Marco das Três Fronteiras, por exemplo, acontece uma apresentação artística com muita música, dança e efeitos de luzes. Outro lugar que aposta em iluminação diferenciada é a Usina de Itaipu, que tem um passeio chamado Itaipu Iluminada.

Os bares de gelo, os cassinos no Paraguai e na Argentina, e os restaurantes em Puerto Iguazú, também são outras opções de passeios para fazer em Foz do Iguaçu à noite.

E por falar em restaurante, não faltam opções gastronômicas na cidade – seja para uma refeição completa ou para bons drinks com petiscos.

O endereço mais conhecido entre os turistas é o Rafain Churrascaria Show. Além de comida boa e à vontade, a cereja do bolo dos seus jantares – que custa R$ 185,00 por pessoa – são os espetáculos de música e dança durante à noite.

Para um ambiente mais intimista e uma refeição de qualidade sem precisar gastar uma fortuna, minha melhor dica já foi dada anteriormente: o apaixonante Restaurante Empório com Arte.

Praticamente em frente ao Empório está outro local que me conquistou por causa do seu ambiente descontraído para uma hora feliz e bebidas em dobro: o Eden Steak Garden & Chopperia.

Se preferir algo mais informal, o Falls Food Park e Food Court são aquelas espécies de praça de alimentação onde você encontrará diversos trailers que vendem uma grande variedade de comes e bebes.

Este último, inclusive, está localizado no trecho mais movimentado da Avenida Jorge Schimmelpfeng – uma via onde há muitos bares lado a lado com mesinhas na calçada, como o tradicionalíssimo Capitão Bar.

dicas do que fazer em Foz do Iguaçu à noite

Aproveitar os bares e restaurantes é um dos melhores passeios para fazer em Foz do Iguaçu à noite

O que fazer em Foz do Iguaçu com chuva?

Verdade seja dita: o que há para fazer em Foz do Iguaçu com chuva é basicamente o mesmo do que quando está sol. A carta na manga no caso de aguaceiro intenso e ininterrupto é remanejar as atividades do dia para as poucas atrações em locais cobertos, como os museus temáticos e restaurantes.

Em todo caso, trago boas notícias: de modo geral, o clima em Foz do Iguaçu costuma colaborar para os passeios. Inclusive, este é um destino coringa que pode ser visitado durante o ano inteiro.

Apesar de cada estação ter as suas particularidades, as chuvas são bem distribuídas ao longo dos meses. 

Ainda assim, podendo escolher as datas da viagem, eu optaria pelos meses de abril, maio, junho e setembro. Além de pouca chuva, são meses que, historicamente, oferecem temperaturas amenas – sem o calorão sufocante do verão ou o frio baixo astral do inverno.

Julho e agosto são os meses com menor quantidade de chuva e com as temperaturas mais baixas, registrando médias mínimas na faixa dos 13°C. Não é tão frio, mas levar agasalhos na mala é essencial.

Em outubro e novembro os aguaceiros são mais persistentes. Vale a pena, por exemplo, ter uma dia de sobra no roteiro para o caso de não conseguir sair do quarto do hotel durante algum período.

Por fim, durante os meses de verão as chuvas são mais cadenciadas no final da tarde, sem causa assim grande inconvenientes para a programação.

O que fazer em Foz do Iguaçu em 5 dias?

Indicarei a seguir um roteiro para fazer em Foz do Iguaçu em 5 dias, já contando os dias de ida e volta.

Para conseguir cumprir todas as atividades que serão indicadas o ideal é chegar na cidade até a hora do almoço e ir embora no final da tarde do último dia. Caso isso não seja possível, tente ficar um dia a mais ou exclua da programação os passeios que te parecerem menos interessantes.

Além disso, vale destacar que esse é um roteiro básico. Ou seja, com mais tempo você conseguirá visitar outros lugares que foram indicados no texto mas que estão de fora deste itinerário.

» Primeiro dia: Chegada e city tour à tarde (já inclui o templo budista, a mesquita e o Marco da Três Fronteiras).

» Segundo dia: Parque Nacional do Iguaçu (lado brasileiro), Foz do Iguaçu Park Show (museus temáticos) e jantar na Churrascaria Rafain.

» Terceiro dia: Bate-volta para o lado argentino das cataratas e passeio no centrinho de Puerto Iguazú.

» Quarto dia: Compras no Paraguai. Se você não faz a linha consumista faça o tour que inclui outras atividades além das compras. Jantar no Restaurante Empório com Arte.

» Quinto dia: Passeios pela Usina Hidrelétrica de Itaipu pela manhã e retorno à tarde/noite.

5 lugares para se hospedar em Foz do Iguaçu

($) Para os viajantes que procuram um albergue, o Che Lagarto e o Concept Design Hostel & Suites são duas das opções mais bem cotadas da cidade.

($$) Quem faz questão de privacidade, mas não quer gastar uma fortuna, o Tarobá Hotel e o Del Rey Quality Hotel  têm ótimo custo-benefício.

($$$) Querendo investir num resort, o San Martin Resort & Spa é um dos que oferecem preços mais realistas.

» Se acaso preferir, clique aqui e confira outras ofertas de hospedagem em Foz do Iguaçu.

Murilo Pagani
Introvertido de carteirinha com picos de sociabilidade quando necessário ou depois de alguns goles de cerveja. Queria saber escrever bonito, mas cultivo um enorme apego à desculpa de que sou originalmente de exatas para justificar a minha falta de dedicação em combinar as palavras uma depois da outra. Espero que entenda!
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Comentários:
Roberto Pedro Guedes Lemos disse:

E finais de agosto?

Murilo Pagani disse:

Oi, Roberto, tudo bem?

Segue o link de um texto onde falo um pouco sobre o clima em Foz do Iguaçu.

> https://www.voltologo.net/quando-ir-a-foz-do-iguacu/

Abraço

Celso disse:

Pienso viajar en octubre,que tal esa epoca para ir a foz do iguacu

Murilo Pagani disse:

Oi, Celso, tudo bem?

Considero uma boa época para ir a Foz do Iguaçu.

Abraço

Márcio Américo Silva disse:

Boa noite, como e Foz final de março? Chuva? Frio? Calor?

Murilo Pagani disse:

Oi, Márcio, tudo bem?

Considero uma boa época para ir a Foz do Iguaçu.

Tanto a temperatura como também as chuvas são menos intensas do que no verão.

Abraço

JANAINA MARIA CAMPOS BOMTEMPO disse:

Murilo, vc acha interessante ir a Foz do Iguaçu no final de julho? Vou com duas crianças 11/17 anos com a melhor localização para ficar ?

Murilo Pagani disse:

Oi, Janaína, tudo bem?

Dá para curtir, sim. Mas vá preparada para passar frio! hehehe

Sobre a melhor localização para se hospedar, segue abaixo o link de um texto onde dou dicas de hospedagem em Foz do Iguaçu:

> https://www.voltologo.net/onde-ficar-em-foz-do-iguacu/

Abraço